You are on page 1of 17

AS ESTRUTURAS DA POPULAÇÃO

Boa Tarde!
→ ESTRUTURA ETÁRIA/SEXUAL

 Define a distribuição da população por


faixas etárias e por sexo;
Érepresentada através de um gráfico
chamado de pirâmide etária;
A evolução dos dados contidos em uma
pirâmide etária permite compreender a
realidade socioeconômica de um país e os
possíveis investimentos a serem feitos pelo
Estado.
→ PEA – POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE
ATIVA

 Trata-se
de todo contingente populacional
em idade ativa (14 a 65 anos) em
condições de trabalhar (incluindo aqueles
que estejam procurando emprego);
Édividida de acordo com os 3 setores da
economia: primário, secundário e terciário;
 Também permite compreender a realidade
socioeconômica de um país a partir da
análise de seus dados atuais ou de sua
evolução temporal.
→ ANÁLISE ETÁRIA DA POPULAÇÃO

 Pirâmides etárias são compostas por 3 grupos, que


representam as 3 grandes faixas etárias: base – jovens; centro
– adultos; e topo – idosos;
 Jovens e idosos são as faixas etárias conhecidas como Razão
de Dependência, que seria os grupos populacionais que não
contribuem para a economia de um país, apenas dependem
do Estado.
→ ESTRUTURAÇÃO DAS PIRÂMIDES ETÁRIAS
 Base larga: elevadas taxas de natalidade –
típica de países subdesenvolvidos;
 Base estreita: taxas de natalidade em
queda – típica de países desenvolvidos e
emergentes;
 Centro largo: predomínio de adultos - típica
de países desenvolvidos e emergentes;
 Topo afunilado: baixa taxas de expectativa
de vida - típica de países subdesenvolvidos;
 Topo em crescimento: elevadas taxas de
expectativa de vida - típica de países
desenvolvidos e emergentes;
 Em nenhum país da atualidade, o topo se
destaca como principal grupo etária de
uma população.
• PAÍSES QUE MANTÊM A MAIOR PARTE DA
POPULAÇÃO CONCENTRADA NA BASE DA
PIRÂMIDE SÃO OBRIGADOS A INVESTIR EM SETORES
COMO SAÚDE E EDUCAÇÃO;

 Já aqueles que possuem a maior parte da


população concentrada no centro da
pirâmide têm que criar uma estrutura de
geração de empregos;
 Porfim, países que possuem um
considerável percentual de população no
topo da pirâmide têm que investir em saúde
e na previdência social.
→ ESTRUTURA ETÁRIA BRASILEIRA
 Assim como os países desenvolvidos já
vinham apresentando há décadas, o Brasil
a partir da década de 1970, passou a
apresentar transformações na pirâmide
etária, como:
- Redução da base;
- Expansão do centro;
- Aumento do topo;
- Tais transformações foram reflexos das
mudanças socioeconômicas as quais o país
passou, resultantes do crescimento urbano –
industrial.
→ ESTRUTURA DA POPULAÇÃO POR
ATIVIDADE – PEA – POPULAÇÃO
ECONOMICAMENTE ATIVA
 As atividades econômicas dividem-se em
três grandes setores:
 Primário: agropecuária, extrativismos animal,
vegetal e mineral;
 Secundário: indústria e construção civil;
 Terciário: comércio, turismo, serviços, etc.
 Distribuição da PEA de acordo com níveis
de desenvolvimento dos países:
 Desenvolvidos: pequena participação do
setor primário; mediana no secundário e
elevada no terciário;
• EMERGENTES: SETORES PRIMÁRIO E SECUNDÁRIO
APRESENTAM PERCENTUAIS SEMELHANTES NA PEA;
TERCIÁRIO É O QUE PARTICIPA MAIS INTENSAMENTE,
MOSTRANDO-SE, POR VEZES, HIPERTROFIADO;

 Subdesenvolvidos: setor primário apresenta


destaque na participação na PEA;
secundário insignificante; terciário em
expansão e hipertrofiado;
→ PEA BRASILEIRA
 Atualmente,
a PEA brasileira corresponde a 47%
da população total do Brasil;
O crescimento populacional, a intensificação
do processo de urbanização e a expansão da
economia (formal e informal) são itens que
explicam estes números atuais;
 Evolução da PEA brasileira:
 Setorprimário: apresentou quedas constantes
entre as décadas de 1940 à 1990; entre 1990 –
00 retomou o crescimento e, a partir da última
década voltou a decair;
 Setor
secundário: apresentou aumento entre
1940 e 1980, a partir desta década entrou em
processo de queda;
• SETOR TERCIÁRIO: APRESENTA-SE EM
CRESCIMENTO DESDE A DÉCADA DE 1940;
 Fator básico para a queda no setor primário: êxodo
rural;
 Fator
básico para o crescimento do setor
secundário (1940 – 80): industrialização;
 Fatorbásico para a redução do setor terciário (1980
– dias atuais): automação industrial;
 Êxodo rural e automação industrial são os dois
processos que explicam a expansão do setor
terciário desde a década de 1940;
 Apesar da maior parte da população absoluta do
Brasil ser constituída por mulheres, em relação à
PEA, a maioria é formada por homens, apesar da
intensa entrada de mulheres no mercado de
trabalho nas três últimas décadas.
Componentes:
Lara
Paulo
Erica
Natila