You are on page 1of 30

CUSTO HORA-MÁQUINA

$$$$

1. CUSTO HORÁRIO
1. CUSTO HORÁRIO
  • a) Comercial ou de Mercado

Regido pelas leis de oferta e de procura

Obtido em pesquisas de mercado

  • b) Real ou de Controle

Obtido a partir do controle do uso do maquinário

Considera todos os gastos efetivos

  • c) De planejamento

Determinado por meio de cálculos

Considera os fatores que influem no custo do maquinário

Permite obter uma aproximação do custo real

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

  • - Composto de duas parcelas

Custos fixos

 

Independem da utilização da máquina ou implemento

Envolvem gastos indiretos ou de capital

 

despesas efetuadas sem se cogitar a recuperação a curto prazo

 

Permanecem constantes, independentes da produção do STA

Custos variáveis

 

Representam gastos diretos

Dependem da utilização do STA

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

Custos de tratores de mesma marca, modelo e ano

 

Diferem dependendo da utilização e cuidados dispensados

 

Um trator que trabalha em operações leves tem um consumo menor

do que outro realizando o preparo de solo Um tratorista cuidadoso pode reduzir o índice de quebras da máquina.

Os valores reais só serão conhecidos se houver uma coleta sistemática de dados ao longo da vida útil

Despesas com o operador

 

Podem ser incluídas como custo variável se ele se dedicar parte da jornada a operação da máquina.

Neste caso atribui-se o valor proporcional ao tempo despendido.

Se o operador é contratado exclusivamente para a função então o seu custo pode ser considerado como fixo.

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO
1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

05

1.1.1 Custo Fixo

a) Juros

Referem-se aos valor pago pelo juros sobre o capital investido

Recursos para a aquisição:

podem advir de empréstimos ou de capital próprio

custo de oportunidade

Financiamentos para máquinas agrícolas com taxas especiais

facilita a substituição de um equipamento

mesmo que não tenha atingido a sua vida útil

J

PM * i

T

Onde: PM = Preço médio = Preço inicial + Preço final / 2 Preço inicial = novo; Preço final (sucata) = 10% do preço inicial. i = taxa de juros (%); T = número de horas trabalhadas/ano = 1.000 horas em média.

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

1.1.1 Custo Fixo

b) Depreciação

Refere-se à desvalorização da máquina em função do tempo

Ocorre devido ao desgaste da máquina ou pela falta de uso

 

máquina se torna obsoleta

Método da linha reta;

 

De mais simples utilização

A máquina é depreciada de um valor constante.

D

P P

I

F

  • V U

Onde:

• VU = vida útil (horas)

- Em média para tratores VU = 10 anos = 10.000 horas em média.

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

1.1.1 Custo Fixo

  • c) Alojamento, taxas e seguro

Em muitos países

 

Necessidade do licenciamento dos tratores e colhedoras

 

valor despendido anualmente deve ser incluído no custo

Alojamento

considerado como o valor referente à ocupação do espaço do galpão pela máquina.

a estrutura e a manutenção têm a sua depreciação

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO
1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

10

1.1.1 Custo Fixo

  • c) Alojamento, taxas e seguro

Caso a máquina não tenha abrigo coberto

o valor pode ser entendido como uma compensação pela maior depreciação, associada ao desgaste, que a máquina sofrerá por ficar ao relento.

Seguro

normalmente incluído no financiamento

no caso de não existir financiamento reserva

Alojamento, taxas e seguro: variam de 1 a 2% do valor inicial

Alojamento (AL) Onde, i AL = taxa de alojamento.

AL

P * i

I

AL

T

Seguro (S) Onde, i S = taxa de seguro.

S

P * i

I

s

T

SENDO ASSIM:

CF = J + D + AL + S

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

1.1.2 Custo Variável

a)Reparos e manutenção

RM

I U P V
I
U
P
V
 

Equipamento

Vida útil

Reparo e Manutenção

 

estimada

(RM) na Vida Útil

em horas

 

(Vu)

% do valor inicial

4x2; 4x2 TDA

12000

100

4x4; Esteira

16000

80

Arado de aivecas

2000

60

Subsolador

2000

75

Grade

2000

60

 

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

1.1.2 Custo Variável

  • b) Custo do Combustível

C 0,3* PB

Onde, C = L/hora; PB = potência na barra de tração (cv) = 50% da potência do motor.

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

c) Lubrificantes (L)

15

  • L 0,2 *C

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

d) Salário do operador

SO

RA *1,32

T

RA = remuneração anual (salário mensal x 12).

Onde, RA = remuneração anual (salário mensal x 12).

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

Então temos que:

CV = C + L + RM + SO e CT = CF + CV

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

CUSTO-HORA IMPLEMENTO

Parcelas:

1.Juros =

P * i T I
P * i
T
I

2. Depreciação =

P  P I F V u
P  P
I
F
V
u

3. Alojamento =

P * i T I
P * i
T
I

CF = J+D+AL

4. Lubrificantes =

CV = L+RM

0,4* P I V u
0,4* P
I
V
u

5. Reparos e Manutenções =

0,5*P I V u
0,5*P
I
V
u

CT = CV+CF

1.1 CUSTO HORÁRIO DE PLANEJAMENTO

4.1.4 Custo Horário do Conjunto

CHC CHT CHI

CHI= Custo horário do implemento em reais por hora (R$/h).

20

EXERCÍCIOS

Para um trator de R$ 150.000,00, com 121 cv no motor, com vida útil (VU) de 10 anos e

tempo

de trabalho anual

(

T

)

de

1.000 h,

taxa de juros (i) de 10% a.a., taxa de seguro

(iS) e alojamento (iAL) de 2% a.a., operador com remuneração de 2 salários mínimos ao

mês

e

preço

do

diesel

de

R$

1,80/L,

tracionando um arado de discos com valor

inicial

de R$ 5.000,00 vida

útil

de

2.000 h,

tempo de trabalho de 200 h ano sob taxa de

juros de 14% e alojamento de 2% calcule o

Resoluç

1) Juros (J)

ão

J  PM * i T
J 
PM * i
T

PM = Preço médio = Preço inicial + Preço final / 2

PM = 150.000,00 + 15.000,00 / 2

Resoluç 1) Juros (J) ão J  PM * i T PM = Preço médio =

PM = R$ 82.500,00

Aplicando a fórmula de juros temos: J = (82.500,00 * 0,1)/1.000, temos que:

J = R$ 8,25/hora

2) Depreciação (D) Então:

P P  I F D  V U
P P
I
F
D 
V
U

D = (150.000,00 – 15.000,00) / 10.000 e assim,

D = R$ 13,50/hora.

3) Alojamento (AL)

Logo

P * i T I AL AL 
P * i
T
I
AL
AL 

AL = (150.000,00 * 0,02)/1.000 e assim,

AL = R$ 3,00/hora.

4) Seguro (S)

P * i T I s S 
P * i
T
I
s
S 

Então:

S = (150.000,00 * 0,02)/1.000 e assim,

S = R$ 3,00/hora.

Temos então que CF = 8,25 + 13,50 + 3,00 + 3,00

Sendo assim: CF = R$ 27,75/hora.

CUSTO VARIÁVEL

1) Consumo de combustível (C)

C 0,3* PB

25

PB = potência na barra de tração (cv) = 50% da potência do motor.

Então: PB = 121*0,5 = 60,5 cv

C = 0,3 * 60,5 = 18,15 L.h -1 ,

teremos então 18,15 * 1,80 (custo do litro do diesel)

logo C = R$ 32,67/hora

2) Lubrificantes (L)

  • L 0,2 *C

então L = 0,2 * 32,67, logo L = R$ 6,53/hora.

3) Reparos e Manutenções (RM)

P I RM  V U
P
I
RM 
V
U

então RM = 150.000,00/10.000,

logo RM = R$ 15,00/hora.

4) Salário do operador (SO)

Onde,

SO

RA *1,32

T

RA = remuneração anual (salário mensal x 12), então

RA = (2*380*12), logo RA = R$ 9.120,00.

Assim, SO = (9.120,00 * 1,32)/1.000, logo SO = R$ 12,04/hora

Como: CV = C + L + RM + SO, CV = 32,67 + 6,53 + 15,00 + 12,04

então

CV = R$ 66,24/hora

Então se CT = CF + CV temos que CT = 27,75 + 66,24, ou seja,

CT = R$ 94,00/hora para o trator.

CUSTO-HORA IMPLEMENTOS

Juros =

5.000*14%

  • 200 = R$ 3,50

Dep =

5.000 500

  • 2.000 = R$ 2,25

CF = R$ 5,75

Al =

5.000 * 0,02

  • 200 = R$ 0,50

L =

0,4 *5.000

  • 2.000 = R$ 1,00

RM =

0,5*5.000

  • 2.000 = R$ 1,25

CV = R$ 2,75

CT = R$ 8,50 do implemento

Custo total do conjunto mecanizado = R$ 94,00 + R$ 8,50

R$ 102,50/hora

Para um trator de R$ 250.000,00, com 180 cv no motor, com vida útil (VU) de 10 anos e tempo de trabalho anual ( T ) de 1.000 h, taxa de juros (iJ) de 8% a.a., taxa de seguro (iS) e alojamento (iAL) de 2% a.a., operador com remuneração de 2 salários mínimos ao mês e preço do diesel de R$ 2,60/L, tracionando um arado de discos com valor inicial de R$ 25.000,00 vida útil de 2.000 h, tempo de trabalho de 200 h ano sob taxa de juros de 12% e alojamento de 1,5% calcule o custo hora do conjunto.