You are on page 1of 3

Sistema Circulatório

Sístole: contração do coração (120 mmHg)


Diástole: relaxamento do coração (80 mmHg)
Pressão normal: pressão sistólica de 120 e pressão diastólica de 80 (120/80 mmHg)
As células do músculo cardíaco são autoexcitáveis. O impulso para a contração do coração se
origina no nódulo sinoatrial(responsável pela contração dos átrios). Em seguida, o impulso
atinge o nódulo atrioventricular (na base do átrio direito) e se dirige para o feixe de Hiss, que
se ramifica pelas paredes dos ventrículos.

Sangue:
O Sangue é uma variedade de tecido conjuntivo constituído de vários tipos celulares imersos
no plasma. As células sanguíneas são basicamente de dois tipos: eritrócitos (glóbulos
vermelhos ou hemácias) e leucócitos. Ainda há no sangue as plaquetas, que são fragmentos de
células grandes denominadas megacariócitos.
 O plasma é constituído 90% água. Íons, hormônios, proteínas também estão imersos
nesta matriz líquida.
 A função das hemácias é o transporte de gases O2 e CO2.
 Os leucócitos estão relacionados com a defesa do organismo.
 As plaquetas estão relacionadas com a coagulação do sangue.
A coagulação começa quando um tecido é lesado. As plaquetas e o próprio tecido liberam a
tromboplastina. No plasma, há a proteína inativa protrombina (produzida do fígado sob a ação
da vitamina K), que, quando reage com a tromboplastina é ativada, transformando-se em
trombina, na presença de íons de cálcio. A trombina ativa o fibrinogênio (enzima solúvel no
sangue e inativa), transformando-o em fibrina, que é insolúvel. A fibrina se dispõe em forma
de rede e forma o coágulo.

Tecidos com lesões plaquetas aglomeradas

Tromboplastina
Ca+
fígado vitamina K

protrombina trombina

fibrina fibrinogênio

Sistema linfático:
O sistema linfático é um sistema circulatório adicional. Esse sistema transporta o líquido (linfa)
recolhido dos espaços entre as células nos tecidos. Na linfa encontram-se resíduos de células
mortas, moléculas protéicas, bactérias mortas e grandes partículas que eventualmente surgem
no espaço intercelular.
Em várias regiões ao longo do trajeto dos vasos linfáticos surgem os gânglios linfáticos, cuja
função é filtrar e purificar a linfa.

Sistema Excretor
 Rins: filtração do sangue. Estruturalmente, o rim contém uma porção externa,
denominada córtex renal, e uma porção medular. A zona medular está dividida em 8 a
16 pirâmides de Malpighi.
Néfron é a unidade morfológica e funcional do rim.
O processo de formação da urina inicia-se no glomérulo, que fica dentro da cápsula
glomerular (= cápsula de Bowman), onde ocorre a filtração do sangue. A maior parte dos íons
filtrados é reabsorvida no túbulo proximal (que também absorve glicose e proteínas). A água é
reabsorvida ao longo de todo o néfron. O principal resíduo é a uréia.
 Ureter: condução de urina à bexiga.
 Bexiga: armazenamento temporário.
 Uretra: eliminação de urina.

Sistema Endócrino
É o sistema que coordena as funções de todas as células do nosso corpo.
A grande maioria dos hormônios é formada por glândulas endócrinas, que lançam seus
produtos diretamente na corrente sanguínea. As glândulas exócrinas secretam substâncias
para fora do organismo ou interior de órgãos.
Principais glândulas:

 Hipófise: localiza-se na base do cérebro e possui duas partes: o lobo anterior (adenoipófise) e
o lobo posterior (neuroipófise).
 A adenoipófise armazena e secreta os seguintes hormônios:
1. Hormônio somatotrófico (GH): estimula o crescimento corporal. A excessiva produção na
criança gera o gigantismo e no adulto gera a acromegalia. A hipossecreção produz, na criança,
o nanismo.
2. Hormônio tireotrófico (TSH): estimula a glândula tireóide.
3. Hormônio adrenocorticotrófico(ACTH): estimula as glândulas adrenais a secretar hormônios.
4. Hormônio prolactina ou lactogênico: estimula a produção e secreção do leite pelas glândulas
mamárias.
5. Hormônio diabetogênico: aumenta a concentração de glicose no sangue.
6. Hormônio folículo-estimulante(FSH): estimula a produção de espermatozóides no homem e o
amadurecimento dos óvulos na mulher.
7. Hormônio luteinizante(LH): nas mulheres, estimula a produção de progesterona. Nos homens,
estimula a produção de testosterona.
 A neuroipófise armazena e secreta os seguintes hormônios:
1. Hormônio antidiurético (ADH): aumenta a reabsorção de água nos néfrons.
2. Oxitocina: estimula a contração da musculatura lisa do útero.

 Tireóde:
1. Triiodotironina (T3) e tiroxina (T4): são dois aminoácidos iodados, que atuam no metabolismo
geral do organismo, crescimento e desenvolvimento.
O bócio ocorre porque, devido à deficiência na ingestão do iodo, produz-se pouco T3 e T4. Esta
baixa concentração estimula a hipófise a produzir mais TSH, que estimula a tireóide, que se
hipertrofia na tentativa de produzir mais T3 e T4.
2. Calcitonina: diminui a taxa de cálcio no sangue.

 Paratireóides: são quatro glândulas localizadas atrás da tireóide, que produzem o


paratormônio (PTH). Este hormônio regula a concentração de Ca2+ e PO3- no corpo. Uma maior
produção hormonal causa a descalcificação e uma menor produção hormonal causa a tetania.

 Adrenais: possui duas regiões:


 Medula adrenal: o principal hormônio é a adrenalina, que produz a elevação da pressão
arterial, a elevação da pressão sanguínea, a dilatação das pupilas, o relaxamento da
musculatura lisa e a contração de certos vasos.
 Córtex adrenal: produz três hormônios:
1. Glicocorticóides: estimula a produção de glicose a partir de aminoácidos e a deposição de
glicogênio no fígado.
2. Mineralocorticoides: influi no metabolismo dos minerais.
3. Andrógenos: são produzidos em quantidades reduzidas, portanto não têm qualquer efeito
fisiológico significativo. Mas em casos patológicos, a glândula pode produzir grandes
quantidades, trazendo características masculinas às mulheres.

 Pâncreas endócrino (Ilhotas de Langerhans): distinguem-se dois tipos celulares: células β,


que produzem insulina(diminui a concentração de glicose no sangue), e células α, que
produzem glucagon(eleva a concentração de glicose no sangue)

 Pineal: secreta o hormônio melatonina, que é produzido devido a ausência de luz. Leva a um
estado de relaxamento e sonolência.

 Mucosas gástrica e intestinal: No intestino, a secretina produz o suco pancreático e no


estômago, a gastrina produz o suco gástrico.

 Testículos: produzem hormônios masculinos. O principal é a testosterona, que promove o


amadurecimento dos espermatozóides e o desenvolvimento dos caracteres sexuais
secundários (voz, pelos, modelação do corpo, etc)

 Ovários: produzem estrógeno e progesterona. O estrógeno estimula o desenvolvimento do


revestimento uterino (endométrio) e dos caracteres sexuais secundários. A progesterona age
na produção e manutenção do endométrio.

 Timo: é funcional apenas na infância, produz um hormônio chamado timosina, que estimula o
desenvolvimento e a diferenciação dos linfócitos.