You are on page 1of 2

CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL – CMAS

E-mail: cmassarandipr@hotmail.com

Identificação: Análise de empenhos liquidados referentes aos recursos


federais destinados ao Programa de Atenção Integral a Família – PAIF no
exercício de 2009.

Conforme a deliberação da 14º reunião do CMAS em caráter extraordinário


aconteceu na sala de atendimento do CAPSII contendo em sua discussão a
pauta sobre a aprovação do Demonstrativo Sintético Físico-Financeiro do
exercício de 2009, foi constituída uma Comissão Provisória de Analise
Documental para analisar a natureza financeira da aplicação destes Recursos
no Programa de Atenção Integral a Família em correspondência a Portaria n°.
442, de 26/08/2005; Portaria nº. 448 de 2002, do Ministério da Fazenda e ao
Manual para Agentes Municipais da Controladoria Geral da União (CGU).

Sendo assim, justificando que em reunião da comissão provisória para análise


dos empenhos emitidos e pagos em 2009 com recursos federais alocados no
Fundo Municipais de Assistência Social, foi observado alguns pagamentos com
as contas do PAIF que não condizem com a proposta de execução do referido
programa, tipificando como “desvio de finalidade”.

Esta interpretação quanto à “finalidade dos recursos do PAIF” estão


fundamentadas para serem gastos ou usados para o financiamento das
despesas em custeio para a execução dos serviços e ações socioassistenciais
ofertados pelo PAIF no CRAS ou no âmbito do seu território em modalidades
de custeio distintas aos apresentados pela “Documentação de Notas de
Empenhos e Razonetes Contábeis” (Anexo) apresentados pela Secretaria de
Assistência Social e Fazenda a este soberano CMAS.

Juridicamente, a utilização dos Recursos do PAIF deve ser orientada pela


Portaria nº. 448 de 2002, do Ministério da Fazenda, Secretaria do Tesouro
Nacional. É importante lembrar, no entanto, que a portaria orienta o gasto de
recurso de diversas políticas públicas.

Assim, ao consultar a portaria é preciso observar a PNAS - Política Nacional de


Assistência Social /2004 e a Portaria n°. 442, de 26/08/2005, Art. 4º Inc. I ao XI
bem como o Guia de Orientações Técnicas para o CRAS - Centro de
Referência de Assistência Social - que orientam os gastos ou despesas de
custeio a serem financiados pelo PAIF, diamentralmente contrários a forma de
gastos conforme os documentos analisados por estas Comissão do CMAS.

Portanto, a Análise Final desta Comissão Provisória de Analise Documental


delibera pela Devolução parcial de recursos do PAIF 2009 ao Fundo Municipal
de Assistência Social devido ao desvio de finalidade constatado pela comissão
provisória, conforme demonstrado na tabela abaixo:

DISCRIMINAÇÃO VALOR A SER DEVOLVIDO AO FMAS


Pagtº de Aluguel de Imóvel R$ 5.000,04
Correios R$ 2.052,01
Combustível R$ 11.300,04
Mat. Limpeza + Prod. Higiene R$ 984,66
CIEE R$ 3.696,00
Material Gráfico (Req. Férias) R$ 30,00
Material Construção e Elétrico R$ 1.730,15
Material de Consumo para
utilização de funcionários de R$ 499,72
CRAS
Manutenção de Veículos R$ 50,00
(conserto de pneus)

TOTAL R$ 25.346,58

Conselheiros responsáveis pela análise:

Allan Marcio V. da Silva Raquel Alves F. dos Santos

Sarandi, 02 de fevereiro de 2011.