You are on page 1of 7

ATA DA 1832ª SESSÃO ORDINÁRIA DO

TRIBUNAL PLENO, REALIZADA NO DIA


10 DE MARÇO DE 2011.

1 Aos dez dias do mês de março do ano dois mil e onze, à hora regimental, no Plenário
2 Ministro João Agripino, reuniu-se o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, em Sessão
3 Ordinária, sob a Presidência do Exmo. Sr. Conselheiro Fernando Rodrigues Catão.
4 Presentes os Exmos. Srs. Conselheiros Flávio Sátiro Fernandes, Antônio Nominando
5 Diniz Filho, Arthur Paredes Cunha Lima e o Conselheiro Substituto Antônio Cláudio Silva
6 Santos, convocado para completar o quorum regimental e substituir o Conselheiro
7 Umberto Silveira Porto, no período de suas férias regulamentares. Presente, também, os
8 Auditores Renato Sérgio Santiago Melo e Oscar Mamede Santiago Melo. Ausentes, os
9 Conselheiros Arnóbio Alves Viana e Fábio Túlio Filgueiras Nogueira, ambos por motivo
10 justificado, os Auditores Antônio Gomes Vieira Filho, por motivo justificado e Marcos
11 Antônio da Costa, por problema de saúde. Constatada a existência de número legal e
12 contando com a presença do Procurador Geral do Ministério Público junto ao Tribunal Dr.
13 Marcilio Toscano Franca Filho, o Presidente deu por iniciados os trabalhos, submetendo
14 à consideração do Plenário, para apreciação e votação, a Ata da Sessão Ordinária
15 anterior que foi aprovada, à unanimidade, sem emendas. Não houve expediente para
16 leitura. Comunicações, indicações e requerimentos: Processos adiados ou retirados
17 de pauta: PROCESSOS TC-2443/08 - (retirado de pauta) - Relator: Conselheiro
18 Substituto Antônio Cláudio Silva Santos. Em seguida, o Presidente comunicou que, em
19 virtude das ausências do Conselheiro Fábio Túlio Filgueiras Nogueira e do Auditor
20 Marcos Antônio da Costa, os processos a seguir relacionados estariam adiados para a
21 próxima sessão, com os interessados e seus representantes legais, devidamente
22 notificados: PROCESSOS TC-2268/08 e TC-5954/98. No seguimento, Sua Excelência
23 submeteu à consideração do Plenário – que aprovou por unanimidade -- requerimento da
ATA DA 1832ª SESSÃO ORDINÁRIA DO TRIBUNAL PLENO, REALIZADA EM 10 DE MARÇO DE 2011 2/7

1 Procuradora Sheyla Barreto Braga de Queiroz, no sentido de fixar o gozo de suas férias
2 regulamentares referentes ao 2º período de 2008 – anteriormente adiadas, para o lapso
3 temporal de 21 de março a 19 de abril do corrente ano. PAUTA DE JULGAMENTO:
4 “Secretarias de Estado” – PROCESSO TC-2488/10 – Prestação de Contas do ex-
5 gestor da Secretaria de Estado das Finanças da Paraíba Sr. Marcos Ubiratan Guedes
6 Pereira, relativa ao exercício de 2009. Relator: Conselheiro Flávio Sátiro Fernandes.
7 MPJTCE: opinou, oralmente, pela regularidade das contas. RELATOR: pelo julgamento
8 regular das contas do ex-gestor da Secretaria de Estado das Finanças da Paraíba, de
9 responsabilidade do Sr. Marcos Ubiratan Guedes Pereira, relativa ao exercício de 2009,
10 com as ressalvas constantes do Regimento Interno desta Corte de Contas. Aprovado o
11 voto do Relator, por unanimidade. ADMINISTRAÇÃO ESTADUAL: “Contas Anuais da
12 Administração Indireta” – PROCESSO TC-2539/10 – Prestação de Contas dos ex-
13 gestores do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento da Administração Tributária, Srs.
14 Milton Gomes Soares (período de 01/01 a 17/02), José Pereira de Castro Filho
15 (período de 18/02 a 20/03) e Anísio de Carvalho Filho (período de 20/03 a 31/12),
16 relativa ao exercício de 2009. Relator: Conselheiro Flávio Sátiro Fernandes. MPjTCE:
17 opinou, oralmente, pela regularidade das contas. RELATOR: pelo julgamento regular das
18 contas dos ex-gestores do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento da Administração
19 Tributária, Srs. Milton Gomes Soares (período de 01/01 a 17/02), José Pereira de Castro
20 Filho (período de 18/02 a 20/03) e Anísio de Carvalho Filho (período de 20/03 a 31/12),
21 relativa ao exercício de 2009, com as ressalvas constantes do Regimento Interno desta
22 Corte de Contas. Aprovado o voto do Relator, por unanimidade. PROCESSO TC-1642/08
23 – Prestação de Contas do ex-gestor do Fundo de Desenvolvimento do Estado, Sr.
24 Franklin de Araújo Neto, relativa ao exercício de 2007. Relator: Auditor Renato Sérgio
25 Santiago Melo. Sustentação oral de defesa: comprovada a ausência do interessado e de
26 seu representante legal. MPjTCE: ratificou o parecer ministerial constante dos autos.
27 PROPOSTA DO RELATOR: No sentido de: 1) Julgar regulares com ressalva as contas
28 do ex-gestor do Fundo de Desenvolvimento do Estado, Sr. Franklin de Araújo Neto,
29 relativas ao exercício de 2007; 2) Enviar nova recomendação ao Exmo. Governador do
30 Estado da Paraíba, Dr. Ricardo Vieira Coutinho, com o intuito de que o mesmo proponha
31 a atualização da legislação que rege o FDE, adequando seus objetivos a atual realidade
32 do Estado, bem como redimensionando os recursos que servem para a sua formação; 3)
33 Determinar ao atual Contador Geral do Estado, Dr. Gilmar Martins de Carvalho Santiago,
ATA DA 1832ª SESSÃO ORDINÁRIA DO TRIBUNAL PLENO, REALIZADA EM 10 DE MARÇO DE 2011 3/7

1 o lançamento nos futuros demonstrativos contábeis do FDE dos valores transferidos pelo
2 Estado da Paraíba, bem como a regularização das contas registradas indevidamente no
3 balanço patrimonial do aludido fundo; 4) Ordenar o arquivamento dos autos. Aprovada a
4 proposta do Relator, por unanimidade. “Outros” – PROCESSO TC-00946/04 –
5 Verificação de Cumprimento do Acórdão APL-TC-841-A/2008, por parte do ex-Diretor
6 Superintendente do Departamento Estadual de Transito – DETRAN, Sr. Paulo Roberto
7 de Aquino Nepomuceno. Relator: Conselheiro Flávio Sátiro Fernandes. Na oportunidade,
8 Sua Excelência o Presidente Conselheiro Fernando Rodrigues Catão transferiu a direção
9 dos trabalhos ao Conselheiro Antônio Nominando Diniz Filho, em virtude do seu
10 impedimento. O Conselheiro Substituto Renato Sérgio Santiago Melo foi convocado para
11 completar o quorum regimental. Sustentação oral de defesa: comprovada a ausência do
12 interessado e de seu representante legal. MPjTCE: manteve o parecer ministerial
13 constante dos autos. RELATOR: pela declaração de cumprimento das determinações
14 constantes do Acórdão APL-TC-841-A/2008, determinando-se o arquivamento dos autos.
15 Aprovado o voto do Relator, por unanimidade, com a declaração de impedimento do
16 Conselheiro Fernando Rodrigues Catão. Devolvida a direção dos trabalhos ao Titular da
17 Corte, Sua Excelência anunciou, da classe ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL: “Contas
18 Anuais de Mesa de Câmara de Vereadores”, o PROCESSO TC-5068/10 – Prestação
19 de Contas da Mesa da Câmara de Vereadores do Município de LASTRO, tendo como
20 Presidente o Vereador Gilberto Nonato de Abrantes, relativa ao exercício de 2009.
21 Relator: Conselheiro Flávio Sátiro Fernandes. MPjTCE: opinou, oralmente, pelo
22 julgamento regular das contas. RELATOR: 1-pelo julgamento regular das contas da Mesa
23 da Câmara Municipal de Lastro, sob a responsabilidade do Vereador Sr. Gilberto Nonato
24 de Abrantes, referente ao exercício de 2009, declarando o atendimento integral das
25 exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal. Aprovado o voto do Relator, por
26 unanimidade. “Consultas” – PROCESSO TC-00978/10 – Consulta formulada pela
27 Prefeita do Município de POMBAL, Sra. Yasnaia Pollyanna Werton Feitosa, acerca dos
28 seguintes questionamentos: a) da possibilidade legal quanto ao pagamento de horas
29 extraordinárias aos servidores ocupantes de cargo em comissão e contratados por tempo
30 determinado para atender necessidade de excepcional interesse público; b) contar como
31 tempo de serviço, para fins de pagamento de qüinqüênio, o período anterior a Lei que o
32 instituiu. Relator: Conselheiro Flávio Sátiro Fernandes. MPjTCE: ratificou o entendimento
33 lançado nos autos. RELATOR: pelo não conhecimento da presente consulta, por tratar-
ATA DA 1832ª SESSÃO ORDINÁRIA DO TRIBUNAL PLENO, REALIZADA EM 10 DE MARÇO DE 2011 4/7

1 se de matéria de fato. Aprovado o voto do Relator, por unanimidade. “Recursos” -


2 PROCESSO TC-2481/07 – Recurso de Reconsideração interposto pelo ex-Prefeito do
3 Município de MASSARANDUBA Sr. Antônio Mendonça Coutinho Filho, contra decisão
4 consubstanciada no Acórdão APL-TC-713/2008, emitido quando da apreciação das
5 contas do exercício de 2006. Relator: Conselheiro Flávio Sátiro Fernandes. Na
6 oportunidade, o Presidente convocou o Conselheiro Substituto Renato Sérgio Santiago
7 Melo, para compor o quorum regimental, em virtude da declaração de impedimento do
8 Conselheiro Antônio Nominando Diniz Filho. MPjTCE: manteve o parecer ministerial
9 constante dos autos. RELATOR: votou pelo conhecimento e provimento parcial do
10 recurso de reconsideração, apenas para excluir da decisão recorrida a determinação no
11 sentido da devolução aos cofres municipais do valor de R$ 890,25, relativo às taxas de
12 emissão de cheques sem fundos, bem como do não atendimento à aplicação mínima
13 exigida para o MDE, mantendo-se o Acórdão APL-TC 713/2008 nos seus demais termos.
14 Aprovado o voto do Relator, por unanimidade -- com o impedimento do Conselheiro
15 Antônio Nominando Diniz Filho. PROCESSO TC-1831/08 – Recurso de
16 Reconsideração interposto pelo Prefeito do Município de JURIPIRANGA, Sr. Antônio
17 Maroja Guedes Filho, contra decisão consubstanciada no Acórdão APL-TC-1123/2009,
18 emitido quando da apreciação das contas do exercício de 2007. Relator: Conselheiro
19 Flávio Sátiro Fernandes. Sustentação oral de defesa: Bel. Johnson Gonçalves de
20 Abrantes, que na oportunidade suscitou preliminar – que foi rejeitada por unanimidade,
21 no sentido do Tribunal receber nova documentação. MPjTCE: ratificou o parecer
22 constante dos autos. RELATOR: votou pelo conhecimento do recurso de reconsideração,
23 dada a legitimidade do recorrente e da tempestividade da sua apresentação e, no mérito
24 pelo não provimento, mantendo-se a emissão de parecer contrário à aprovação das
25 referidas contas, a imputação de débito ao gestor e demais cominações contidas no
26 acórdão recorrido, considerando, ainda, regular o recolhimento da importância de R$
27 1.522,00 -- pelo pagamento de despesa à maior -- restando ainda não recolhida a quantia
28 de R$ 200.724,02. Os Conselheiros Antônio Nominando Diniz Filho e o Substituto Antônio
29 Cláudio Silva Santos votaram de acordo com o entendimento do Relator. Os
30 Conselheiros Arthur Paredes Cunha Lima votou pelo conhecimento e provimento integral
31 do recurso de reconsideração. Aprovado o voto do Relator, por maioria. PROCESSO TC-
32 9515/08 – Recurso de Revisão interposto pelo ex-Prefeito do Município de
33 CONCEIÇÃO, Sr. Alexandre Braga Pegado, contra decisão consubstanciada no
ATA DA 1832ª SESSÃO ORDINÁRIA DO TRIBUNAL PLENO, REALIZADA EM 10 DE MARÇO DE 2011 5/7

1 Acórdão AC2-TC-2340/2009, emitido quando da apreciação da licitação na modalidade


2 convite n.º 27/2008, seguida de contrato dela decorrente. Relator: Auditor Oscar Mamede
3 Santiago Melo. MPjTCE: manteve o parecer ministerial constante dos autos. PROPOSTA
4 DO RELATOR: Em: 1) Conhecer o recurso de revisão, tendo em vista terem sido
5 atendidos os pressupostos de admissibilidade; 2) Dar-lhe provimento, desconstituindo o
6 Acórdão AC2-TC 2340/2009; 3) Julgar regular a licitação na modalidade convite 27/2008
7 e o contrato dela decorrente; e 4) Determinar o arquivamento dos autos. Aprovada a
8 proposta do Relator por unanimidade. “Denúncias”: PROCESSO TC-8695/09 –
9 Denúncia formulada contra o Prefeito do Município de INGÁ, Sr. Luis Carlos Monteiro
10 da Silva, com relação ao exercício de 2009. Relator: Auditor Renato Sérgio Santiago
11 Melo. Sustentação oral de defesa: comprovada a ausência do interessado e de seu
12 representante legal. MPjTCE: confirmou o parecer ministerial lançado nos autos.
13 PROPOSTA DO RELATOR: No sentido de: 1) Tomar conhecimento da referida denúncia
14 e, no tocante ao mérito, considerá-la procedente; 2) Aplicar multa ao Chefe do Poder
15 Executivo de Ingá/PB, Sr. Luiz Carlos Monteiro da Silva, no valor de R$ 1.000,00 (um mil
16 reais), com base no que dispõe o artigo 56 da Lei Orgânica do TCE/PB (Lei
17 Complementar Estadual n.º 18, de 13 de julho de 1993); 3) Fixar o prazo de 30 (trinta)
18 dias para o recolhimento voluntário da penalidade ao Fundo de Fiscalização
19 Orçamentária e Financeira Municipal, conforme previsto no art. 3º, alínea “a”, da Lei
20 Estadual n.º 7.201, de 20 de dezembro de 2002, cabendo à Procuradoria Geral do
21 Estado da Paraíba, no interstício máximo de 30 (trinta) dias após o término daquele
22 período, velar pelo integral cumprimento da deliberação, sob pena de intervenção do
23 Ministério Público Estadual, na hipótese de omissão, tal como previsto no art. 71, § 4º, da
24 Constituição do Estado da Paraíba, e na Súmula n.º 40, do eg. Tribunal de Justiça do
25 Estado da Paraíba – TJ/PB; 4) Enviar cópia desta decisão à Sra. Lúcia Maria Freitas
26 Nascimento, subscritora da denúncia formulada em face do Sr. Luiz Carlos Monteiro da
27 Silva, para conhecimento; 5) Fazer recomendações no sentido de que o Prefeito
28 Municipal de Ingá/PB, Sr. Luiz Carlos Monteiro da Silva, não repita as irregularidades
29 apontadas nos relatórios da unidade técnica deste Tribunal e observe, sempre, os
30 preceitos constitucionais, legais e regulamentares pertinentes. Aprovada a proposta do
31 Relator por unanimidade. “Outros”: PROCESSO TC-2119/09 – Verificação das
32 publicações dos Relatórios de Gestão Fiscal (RGFs), referentes às contas do exercício de
33 2008, de responsabilidade do ex-Presidente da Câmara Municipal de SOSSÊGO, Sr.
ATA DA 1832ª SESSÃO ORDINÁRIA DO TRIBUNAL PLENO, REALIZADA EM 10 DE MARÇO DE 2011 6/7

1 Edeilson José de Lima. Relator: Auditor Renato Sérgio Santiago Melo. Sustentação oral
2 de defesa: comprovada a ausência do interessado e de seu representante legal.
3 MPjTCE: confirmou o parecer ministerial lançado nos autos. PROPOSTA DO RELATOR:
4 No sentido de: 1) Considerar não publicados os referidos Relatórios de Gestão Fiscal; 2)
5 Aplicar multa ao ex-Chefe do Poder Legislativo da Comuna de Sossego/PB, Sr. Adeilson
6 José de Lima, no valor de R$ 1.000,00, com base no que dispõe o art. 56 da Lei
7 Complementar Estadual n.º 18/93 – LOTCE/PB; 3) Fixar o prazo de 30 (trinta) dias para
8 pagamento voluntário da penalidade ao erário estadual, em favaor do Fundo de
9 Fiscalização Orçamentária e Financeira Municipal, conforme previsto no art. 3º, alínea “a”,
10 da Lei Estadual n.º 7.201, de 20 de dezembro de 2002, cabendo à Procuradoria Geral do
11 Estado da Paraíba, no interstício máximo de 30 (trinta) dias após o término daquele
12 período, velar pelo integral cumprimento da deliberação, sob pena de intervenção do
13 Ministério Público Estadual, na hipótese de omissão, tal como previsto no art. 71, § 4º, da
14 Constituição do Estado da Paraíba, e na Súmula n.º 40 do eg. Tribunal de Justiça do
15 Estado da Paraíba – TJ/PB; 4) Fazer recomendações no sentido de que a atual
16 Presidente da referida Edilidade, Vereadora Maria das Dores Silva Antunes, efetue as
17 publicações dos Relatórios de Gestão Fiscal – RGFs do Poder Legislativo na forma e nos
18 prazos contidos na legislação de regência, a fim de garantir a transparência da gestão
19 fiscal. Aprovada a proposta do Relator por unanimidade. Esgotada a pauta, o Presidente
20 declarou encerrada a sessão, às 10:20hs, comunicando que não havia processos para
21 redistribuição ou distribuição, por vinculação ou sorteio, por parte da Secretaria do
22 Tribunal Pleno e, com a DIAFI informando que no período de 02 a 09 de março de 2011,
23 foram distribuídos 24 (vinte e quatro) processos de Prestações de Contas Municipais, aos
24 Relatores, totalizando 171 (cento e setenta e um) processos da espécie no corrente ano
25 e, para constar, eu, Osório Adroaldo Ribeiro de Almeida _____________________
26 Secretário do Tribunal Pleno, mandei lavrar e digitar a presente Ata, que está conforme.
27 TCE - PLENÁRIO MINISTRO JOÃO AGRIPINO, em 16 de março de 2011.
28
29
30 ____________________________________
31 FERNANDO RODRIGUES CATÃO
32 PRESIDENTE
33
34
ATA DA 1832ª SESSÃO ORDINÁRIA DO TRIBUNAL PLENO, REALIZADA EM 10 DE MARÇO DE 2011 7/7

1
2
3 ________________________________ __________________________________
4 FLÁVIO SÁTIRO FERNANDES ANTÔNIO NOMINANDO DINIZ FILHO
5 CONSELHEIRO CONSELHEIRO
6
7
8 ________________________________ __________________________________
9 ARTHUR PAREDES CUNHA LIMA ANTÔNIO CLÁUDIO SILVA SANTOS
10 CONSELHEIRO CONSELHEIRO SUBSTITUTO
11
12
13 ________________________________
14 RENATO SÉRGIO SANTIAGO MELO
15 CONSELHEIRO SUBSTITUTO
16
17
18 _______________________________________
19 MARCILIO TOSCANO FRANCA FILHO
20 PROCURADOR-GERAL
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37