You are on page 1of 5

CELEBRAÇÃO DE AÇÃO DE GRAÇAS

Colégio Metodista em Bertioga, 23 de novembro de 2007


ACOLHIDA

Dirigente: Pois o Senhor seu Deus, os está levando a uma boa terra, cheia de riachos e tanques de
água, de fontes que jorram nos vales e nas colinas; terra de trigo e cevada, videiras e figueiras de
romãzeiras, azeite de oliva e mel: terra onde não faltará pão e onde não terão falta de nada.
(Deuteronômio 8:7-9)

Refletindo nas palavras deste versículo é que acolhemos todos e todas para este momento de
Celebração de Ação de Graças. Momento que separamos para agradecer a Deus por tudo que
temos, por tudo que vem da terra e que vem do trabalho e do cuidado de muitas pessoas; por estas
vidas, também, queremos neste momento agradecer.

Música:Aquarela- Toquinho
Composição: Toquinho / Vinicius de Moraes / G.Morra / M.Fabrizio

Numa folha qualquer


Eu desenho um sol amarelo
E com cinco ou seis retas
É fácil fazer um castelo...

Corro o lápis em torno


Da mão e me dou uma luva
E se faço chover
Com dois riscos
Tenho um guarda-chuva...

Se um pinguinho de tinta
Cai num pedacinho
Azul do papel
Num instante imagino
Uma linda gaivota
A voar no céu...

Vai voando
Contornando a imensa
Curva Norte e Sul
Vou com ela
Viajando Havaí
Pequim ou Istambul
Pinto um barco a vela
Branco navegando
É tanto céu e mar
Num beijo azul...
Entre as nuvens
Vem surgindo um lindo
Avião rosa e grená
Tudo em volta colorindo
Com suas luzes a piscar...

Basta imaginar e ele está


Partindo, sereno e lindo
Se a gente quiser
Ele vai pousar...

Numa folha qualquer


Eu desenho um navio
De partida
Com alguns bons amigos
Bebendo de bem com a vida...

De uma América a outra


Eu consigo passar num segundo
Giro um simples compasso
E num círculo eu faço o mundo...

Um menino caminha
E caminhando chega no muro
E ali logo em frente
A esperar pela gente
O futuro está...

E o futuro é uma astronave


Que tentamos pilotar
Não tem tempo, nem piedade
Nem tem hora de chegar
Sem pedir licença
Muda a nossa vida
E depois convida
A rir ou chorar...

Nessa estrada não nos cabe


Conhecer ou ver o que virá
O fim dela ninguém sabe
Bem ao certo onde vai dar
Vamos todos
Numa linda passarela
De uma aquarela
Que um dia enfim
Descolorirá...

Numa folha qualquer


Eu desenho um sol amarelo
(Que descolorirá!)
E com cinco ou seis retas
É fácil fazer um castelo
(Que descolorirá!)
Giro um simples compasso
Num círculo eu faço
O mundo
(E descolorirá!)...

Histórico:
Alunos: A festa de Ação de Graças começou em 1621, quando ingleses americanos chegaram à
América do Norte.
Professores/as: Em meio à grande fome, os indígenas da região ensinaram a eles o cultivo do milho
e, na primeira colheita, todos fizeram uma festa.
Alunas: Então, passaram a celebrar todos os anos; e a festa se expandiu pelo país.
No Brasil, o Dia Nacional de Ação de Graças, que se celebra na quarta quinta feira de novembro,
foi instituído pelo presidente Eurico Gaspar Dutra em 1949, por sugestão do embaixador Joaquim
Nabuco.

Momento de Partilha:

Temos na decoração desta liturgia frutas, verduras e legumes ao natural, então


Por que escolhemos o pão de mel para partilhar nesta celebração? Porque ele reúne vários
elementos da natureza, da criação de Deus, que foram plantados, colhidos e transformados, e por
que por esses vários processo de preparar a terra, plantar, colher e transformar, muitas pessoas
dedicaram o suor de seu trabalho, e nos elementos, ou ingredientes do pão de mel vemos cumprir a
promessa de Deus para conosco de que não teremos falta de nada, conforme o versículo escolhido.

3 xícaras (chá) de farinha de trigo – o trigo é a base para a massa, o trigo dá a energia que
precisamos para movimentar nosso corpo

1 xícara (chá) de mel – o mel, além de energia, também dá a doçura, junto com o

1 xícara (chá) de açúcar – açúcar, que vem da cana

1 xícara (chá) de leite – o leite nos dá vitaminas e gorduras e une os ingredientes, junto com a

2 colheres (sopa) de manteiga em temperatura ambiente - manteiga

2 ovos – os ovos trazem a proteina

1 colher (sopa) de bicarbontato de sódio – o bicarbonato os sais minerais

1 colher (chá) de noz moscada – estes últimos elementos dão o tempero, o sabor

1 colher (chá) de cravo em pó

1 colher (sopa) de canela em pó


Distribuição do Pão de Mel Pão de Mel

Vamos, então saborear este pão de mel simbolizando a nossa Celebração de Ação de Graças.

Exibição do Slide fotos da fruta

Música: Azul da Cor do Mar- Tim Maia


Composição: Tim Maia

Ah!
Se o mundo inteiro
Me pudesse ouvir
Tenho muito prá contar
Dizer que aprendi...

E na vida a gente
Tem que entender
Que um nasce prá sofrer
Enquanto o outro rir..

Mas quem sofre


Sempre tem que procurar
Pelo menos vir achar
Razão para viver...

Ver na vida algum motivo


Prá sonhar
Ter um sonho todo azul
Azul da cor do mar...

Mas quem sofre


Sempre tem que procurar
Pelo menos vir achar
Razão para viver...

Ver na vida algum motivo


Prá sonhar
Ter um sonho todo azul
Azul da cor do mar...

Oração Final
Graças te damos, Senhor, pela terra, fonte de alimento, Tu que alimentas a nossa fé! Também pela
água que mata nossa sede, Tu que És a Fonte de água viva!
Tua provisão sustenta a nossa esperança de um mundo melhor, onde os frutos da terra são
partilhados e o fruto do Reino é comum.
Amém.

Related Interests