You are on page 1of 19

23/07/2017

NOME: __________________________________________________________________________

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

1. Ao receber a ordem do fiscal de sala, confira este caderno com muita atenção, pois nenhuma reclamação sobre o total
de questões e/ou falhas na impressão serão aceitas depois de iniciada a prova.
2. Cartão de respostas:
a) Tem, obrigatoriamente, de ser assinado e não poderá ser substituído, portanto, não o rasure nem o amasse;
b) Marque, no cartão de respostas, para cada questão, uma única resposta. A ausência de marcação, a rasura ou a
marcação de mais de um campo implicará anulação dessa questão;
c) No cartão de respostas, a marcação das letras correspondentes às respostas deve ser feita cobrindo a letra e preen-
chendo todo o espaço do campo, de forma continua e densa. A leitora ótica é sensível a marcas escuras; portanto,
preencha fortemente os campos de marcação completamente, veja o exemplo:

d) Reserve os trinta (30) minutos finais para marcar seu cartão de respostas.
3. Será eliminado o candidato que:
a) Utilizar-se, durante a realização das provas, de máquinas e/ou relógios de calcular, bem como de rádios gravadores,
headphones, telefones celulares ou fontes de consulta de qualquer espécie;
b) Ausentar-se da sala em que se realizam as provas levando consigo o caderno de questões e/ou o cartão de respostas;
c) Recusar-se a entregar o caderno de questões e/ou o cartão de resposta quando terminar o tempo estabelecido.

Observações: Recursos até terça-feira às 12 horas.

BOA PROVA!
www.qstao.com.br Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017

Língua Portuguesa culturais, políticos etc. Com tantas facilidades no dia a dia, a pessoa
despolitiza-se. A sua participação social tem pequenos objetivos.
A arte moderna é paradoxal. A estética do novo rompe com o
passado, mas ao mesmo tempo traz consigo resquícios desse Fonte: AS CONTRADIÇÕES DA ARTE PÓS-MODERNA, Juliana Pessi
passado. O fim dessa ruptura seria, para muitos críticos da moder- Mayorca
nidade, o nosso “pós-modernismo”. Pós-modernismo é uma síntese
01) Depreende-se do texto que
de todos os conteúdos da contemporaneidade, que surgiu primeiro
no cenário artístico e ganhou terreno, espalhando-se em todas as a)  A pós-modernidade apresenta um esvaziamento do sujeito,
áreas. Nascendo com a arquitetura – que se antes era definida pela pois hoje o que se vive é o ter e não o ser, a referência voltada
clareza, abstração, ângulo reto, agora fala a linguagem cultural das para a essência do sujeito está sendo perdida.
pessoas que vão utilizá-la (o ornamento é recuperado, a emoção e b)  A modernidade acompanha as tendências do passado, pois
humor nas curvas, a volta da cor) – e com a computação nos anos faz uso de muitas marcas de épocas anteriores, o que torna o
50, parece que toma corpo com a arte pop nos anos 60. Cresce ao sujeito mais forte.
entrar pela filosofia, durante os anos 70, como crítica da cultura c)  O pós-moderno pretende acabar com o moderno; justamente
ocidental. Santos chama o pós-modernismo de fantasma em vários o contrário do que a arte moderna fez no início do século
âmbitos: ciência, artes, sociedade etc. O “fantasma” pode ser encon- passado.
trado em nosso dia a dia diante da explosão e saturação das infor-
d)  Enquanto o modernismo quer se associar com o passado, o
mações. Para o autor, não se sabe ao certo se o pós-modernismo
pós-modernismo tem como objetivo uma aproximação com
significa decadência ou renascimento cultural. Decadente, pois,
o tempo histórico.
segundo muitos críticos, não tem força intelectual; mas renasci-
mento, pois abala os preconceitos, ameniza o muro entre arte culta e)  Tornou-se conhecimento geral que o pós-modernismo signi-
e de massa e é pluralista, já que propõe a convivência de estilos fica decadência e renascimento cultural para a nova tendência
diversos. Assim é feita a pós-modernidade: De contradições. do sujeito.
Gabarito: A
Já Compagnon questiona a própria formação do termo: se o
moderno é o atual e o presente, o que significa o prefixo “pós”? Comentário: A assertiva pode ser comprovada nos trechos: “as
O que seria esse depois da modernidade, se a modernidade é a pessoas passaram a ser pelo que vestem, pelo que têm”; “desrefe-
inovação constante? E não só a questão do termo, mas também na rencialização do real e dessubstancialização do sujeito, ou seja, o
ideologia e nos conceitos defendidos ao longo desses anos, percebe- referente (a realidade) se degrada em fantasmagoria e o sujeito (o
mos como a arte moderna e pós-moderna são complexas e parado- indivíduo) perde a substância interior, sente-se vazio”.
xais. Então nos questionamos: primeiramente, se o pós-moder-
no pretende acabar com o moderno; fazendo isso estará fazendo 02) O segmento que reforça a ideia de  que “Compramos algo
exatamente o que a arte moderna fez no início do século passado: não pelo seu poder de uso, mas por causa do status; as pessoas
Ruptura. Enquanto o modernismo quer romper com o passado, o passaram a ser pelo que vestem, pelo que têm” está em:
pós-modernismo visa ao diálogo com o tempo, com a história. Para
a)  A invenção parece estar esgotada e a solução é voltar ao
muitos, o pós-modernismo e o tradicionalismo caminham juntos.
passado.
Essa característica é o segundo tempo pós-moderno.
b)  Algo inviável na realidade pode ser possível na televisão.
Nesse período, a invenção parece estar esgotada e a solução é
c)  Essa é a chamada desreferencialização e dessubstancialização
voltar ao passado por meio da paródia, do neoexpressionismo. O
do sujeito.
ambiente pós-moderno significa basicamente isso: entre nós e o
mundo estão os meios tecnológicos de comunicação, ou seja, de d)  As pessoas são bombardeadas por informação e isso provoca
simulação. Eles não nos informam sobre o mundo; eles o refazem efeitos culturais, políticos etc.
à sua maneira, hiper-realizam o mundo, transformando-o num e)  A pós-modernidade é um mundo supercriado pelos signos.
espetáculo. (...) A isso os filósofos estão chamando desreferenciali- Gabarito: C
zação do real e dessubstancialização do sujeito, ou seja, o referente
(a realidade) se degrada em fantasmagoria e o sujeito (o indivíduo) Comentário: A assertiva pode ser comprovada no trecho: “Compra-
perde a substância interior, sente-se vazio. Ou seja, os meios de mos algo não pelo seu poder de uso, mas por causa do status; as
comunicação refazem o mundo à sua maneira, hiper-realizam o pessoas passaram a ser pelo que vestem, pelo que têm. Atualmen-
mundo, pois algo inviável na realidade pode ser possível na televi- te quem não está na moda, paga o preço da marginalidade social.
são. A pós-modernidade é um mundo supercriado pelos signos. Essa é a chamada desreferencialização e dessubstancialização do
Compramos algo não pelo seu poder de uso, mas por causa do sujeito”.
status; as pessoas passaram a ser pelo que vestem, pelo que têm.
Atualmente quem não está na moda, paga o preço da marginalida-
de social. Essa é a chamada desreferencialização e dessubstancia-
lização do sujeito. O pós-modernismo é o niilismo: Ausência de
valores. É a entrega ao presente e ao prazer, ao consumo e ao indivi-
dualismo. A produção e o próprio consumo são programados na
pós-modernidade. O que aumenta o desempenho e facilita a vida.
É preciso qualidade e tecnologia para poupar-se tempo e dinheiro.
As pessoas são bombardeadas por informação e isso provoca efeitos

Carreiras Tribunais 3
Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017 www.qstao.com.br

03) Já Compagnon questiona a própria formação do termo: se


o moderno é o atual e o presente, o que significa o prefixo 05) ... mas ao mesmo tempo traz consigo resquícios desse passado.
“pós”? O que seria esse depois da modernidade, se a moder-
nidade é a inovação constante? (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos tempo e modo que o grifado
acima está em:
No contexto, o segmento acima expressa
a)  Indecisão do autor mencionado que desconhece o assunto a)  O fim dessa ruptura seria, para muitos críticos da modernida-
tratado no artigo e prefere eximir-se da complexidade do de, o nosso “pós-modernismo”.
tema b)  as pessoas passaram a ser pelo que.
b)  Um questionamento retórico do autor mencionado que c)  síntese de todos os conteúdos da contemporaneidade, que
retrata uma reflexão sobre a complexidade da arte moderna surgiu primeiro no cenário artístico
e pós-moderna.
d)  qualidade e tecnologia para poupar-se tempo e dinheiro.
c)  Dúvida do significa dos termos mencionados, uma vez que o
autor não é especialista no assunto e pouco pode contribuir e)  Santos chama o pós-modernismo de fantasma em vários
com a reflexão. âmbitos.
d)  Certeza de que o autor mencionado conhece com profundi- Gabarito: E
dade os dois termos mencionados e faz uso dos questiona-
Comentário: O verbo destacado está no presente do indicativo, o
mentos em uma espécie de brincadeira.
único verbo no mesmo tempo e modo é “chama”.
e)  Incoerência do autor mencionado, pois as perguntas reali-
zadas são de difícil resposta e a utilização dessas apenas
confunde ainda mais o leitor. 06) Santos chama o pós-modernismo de fantasma em vários
âmbitos (1º parágrafo)
Gabarito: B
O “fantasma” mencionado acima
Comentário: O autor mencionado, Compagnon, apresenta uma
reflexão sobre a dualidade da arte moderna e pós-moderna, pois, a)  refere-se aos resquícios trazidos pelo modernismo que
no trecho, apresenta duas perspectivas dos tópicos: Então nos acabam por adentrar também no pós-modernismo, a ideia de
questionamos: primeiramente, se o pós-moderno pretende acabar fantasma se refere a essas marcas do passado.
com o moderno; fazendo isso estará fazendo exatamente o que a b)  recupera o decadentismo sem força intelectual que se
arte moderna fez no início do século passado: Ruptura. Enquanto aproxima do renascimento abalado pelos preconceitos da arte
o modernismo quer romper com o passado, o pós-modernismo visa culta e da arte de massa.
ao diálogo com o tempo, com a história. c)  é a ideologia e os conceitos defendidos ao longo dos anos, pois
modernismo e pós-modernismo são uma síntese do passado.
04) Em conformidade com o contexto, está correto o que se d)  significa que entre nós e o mundo estão os meios tecnológi-
afirma em: cos de comunicação, ou seja, de simulação.
a)  a linguagem cultural das pessoas que vão utilizá-la. (1º e)  tem como referente a realidade que se degrada em fantas-
parágrafo) O pronome destacado se refere a “linguagem magoria e o sujeito que perde a substância interior, sente-se
cultural” vazio.
b)  Para o autor, não se sabe ao certo se o pós-modernismo signi- Gabarito: A
fica decadência ou renascimento cultural (1º parágrafo) A
construção acima apresenta verbo na voz passiva. Comentário: O autor afirma no começo do texto: “A arte moderna
c)  Pós-modernismo é uma síntese de todos os conteúdos da é paradoxal. A estética do novo rompe com o passado, mas ao
contemporaneidade, que surgiu primeiro no cenário artísti- mesmo tempo traz consigo resquícios desse passado”. Tal assertiva
co e ganhou terreno, espalhando-se em todas as áreas. (1º é confirmada na progressão do texto que aproxima o termo moder-
parágrafo) Sem prejuízo para a correção e o sentido original, nidade e pós-modernidade.
o segmento grifado pode ser substituído por “ao qual”.
d)  já que propõe a convivência de estilos diversos. Assim é feita 07) As pessoas são bombardeadas por informação e isso provoca
a pós-modernidade. A ausência da crase acima é facultativa e efeitos culturais
pode ser empregada, sem prejuízo para a correção e o sentido
original. Transpondo-se a frase acima para a voz ativa, a forma verbal resul-
e)  Pós-modernismo é uma síntese de todos os conteúdos da tante será:
contemporaneidade, que surgiu primeiro no cenário artísti- a)  bombardear-lhe-ia
co e ganhou terreno O verbo do segmento acima também b)  bombardeiam
estaria corretamente empregado no singular sem prejuízo
para a correção e sentido original. c)  bombardiam

Gabarito: B d)  bombardeia


e)  bombardia
Comentário: “não se sabe” pode ser reescrito como “não é sabido”,
trata-se de verbo na voz passiva sintética acompanhado de partí- Gabarito: D
cula apassivadora. Na letra A, o pronome retoma “arquitetura”. Na Comentário: Na voz ativa, a construção será: Informação bombar-
letra C, a substituição rompe com a gramática e com o sentido. Na deia as pessoas.
letra D, trata-se apenas de artigo. Na letra E o sentido seria modifi-
cado, pois mudaria o referente do verbo.

4 Carreiras Tribunais
www.qstao.com.br Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017

08) Nesse período, a invenção parece estar esgotada e a solução é 11) O segmento em que se expressa noção de finalidade está em
voltar ao passado por meio da paródia, do neoexpressionismo. a)  É preciso qualidade e tecnologia para poupar-se tempo e
O ambiente pós-moderno significa basicamente isso: entre nós
dinheiro.
e o mundo estão os meios tecnológicos de comunicação, ou seja,
de simulação. b)  O fim dessa ruptura seria, para muitos críticos da modernida-
Sem que se faça qualquer outra alteração na frase, mantêm – se o de, o nosso “pós-modernismo”
sentido e a correção caso se substitua c)  Então nos questionamos: primeiramente, se o pós-moderno
a)  parece estar esgotada por parecem estar esgotada. pretende acabar com o moderno
b)  voltar ao passado por meio da paródia por voltar ao passado d)  a invenção parece estar esgotada e a solução é voltar ao
atravéz da paródia. passado por meio da paródia
c)  significa basicamente isso: entre nós e o mundo estão os e)  hiper-realizam o mundo, pois algo inviável na realidade pode
meios tecnológicos por significa basicamente isso, que entre ser possível na televisão.
nós e o mundo estão os meios tecnológicos.
d)  os meios tecnológicos de comunicação, ou seja, de simulação Gabarito: A
por os meios tecnológicos de comunicação, pelo contrário, de Comentário: A alternativa A apresenta a ideia de finalidade da
simulação. qualidade e da tecnologia, ou seja, poupar tempo e dinheiro.
e)  voltar ao passado por meio da paródia, do neoexpres-
sionismo por voltar do passado por meio da paródia, do
neoexpressionismo. 12) Há muitas posturas pós-modernas, especialmente quando se
........ de arte. A arte, para alguns críticos, passa a ser pastiche e
Gabarito: C
ecletismo porque ......... a originalidade, não sabe mais criar. A
Comentário: Na letra C o termo após os dois pontos é o aposto, antiarte não apresenta propostas bem definidas. O pluralismo
função que permanece presente após a substituição. e o ecletismo ........ a norma. O pós-moderno é uma miscige-
nação de muitas coisas, é composto de diversos paradoxos e
porque falar de pós-modernidade é falar de tudo e não conse-
09) Pós-modernismo é uma síntese de todos os conteúdos da guir falar de nada ao mesmo tempo.
contemporaneidade, que surgiu primeiro no cenário artístico
e ganhou terreno, espalhando-se em todas as áreas. Nascendo a)  tratam – perdia – era
com a arquitetura – que se antes era definida pela clareza, b)  tratava – perdeu – foi
abstração, ângulo reto, agora fala a linguagem cultural das
pessoas que vão utilizá-la (o ornamento é recuperado, a emoção c)  trata – perdeu – são
e humor nas curvas, a volta da cor) – e com a computação nos d)  trata – perderam – é
anos 50, parece que toma corpo com a arte pop nos anos 60. e)  tratam – perdeu – são
Considerando-se o contexto, mantêm-se a lógica e a correção da
Gabarito: C
frase acima, substituindo-se
a)  síntese por divisão Comentário: O verbo tratar deve permanecer no singular, pois
b)  contemporaneidade por ancianidade não concorda com nenhum sujeito. O verbo “perdeu” concorda
com o sujeito “arte”. O verbo “são” concorda com “pluralismo” e
c)  abstração por reificação
“ecletismo”.
d)  ornamento por desatavio
e)  humor por jocosidade
TEXTO PARA AS QUESTÕES 13 ATÉ 15
Gabarito: E
Outra tendência do pós-modernismo é a Pop Art, que é repre-
Comentário: O termo “humor” tem como sinônimo o termo sentada por objetos e imagens tirados do consumo popular que
“jocosidade” que vem de “jocoso”, ou seja, aquilo que traz graça, acabam por entrar em cena. O hiper-realismo ou fotorrealismo
riso, alegria, estado de espírito de graça. copia minuciosamente, em tinta acrílica, fotografias de automóveis,
paisagens etc. A tinta acrílica deixa o real mais intenso e bonito.
Também, a Minimal Art, que tira os traços estéticos (forma, cor,
10) o pós-modernismo visa ao diálogo com o tempo...
etc.) do objeto artístico e o reduz a estruturas primárias.
O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o grifado
acima está em: A Arte Conceitual desmaterializa a arte. Pinturas e esculturas são
supérfluas. Só interessa a ideia, a criação mental do artista. Happe-
a)  os meios de comunicação refazem o mundo à sua maneira
ning é a intervenção do artista no cotidiano, fazendo da interven-
b)  referem-se a fantasmagorias
ção uma obra. É a fusão entre arte e vida, chamando a atenção para
c)  transformando-o num espetáculo o artista e os materiais que ele utiliza. Qualquer processo que inter-
d)  pois abala os preconceitos venha sobre a realidade para modificá-la, desequilibrá-la de modo
e)  Eles não nos informam sobre o mundo inventivo e gratuito é arte segundo a arte processual. A entropia é
Gabarito: B um termo importante para o mundo pós-moderno já que significa
que nas sociedades atuais tudo migra em direção à confusão, não há
Comentário: O verbo destacado é um verbo transitivo indireto, valores solidificados, nem ordem.
pois exige a preposição A para introduzir o seu complemento. O
mesmo acontece com o verbo “referir-se”. A entropia na forma se dá por meio da destruição do romance e
a entropia no conteúdo é a destruição do mundo e dos valores.
Filhos da bomba atômica, escritores americanos respondiam ao

Carreiras Tribunais 5
Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017 www.qstao.com.br

drama do absurdo social de forma cômica ou cínica. Pois era como


se a saída estivesse em rir do caos vivido. É como se os homens Raciocínio Lógico Matemático
tivessem perdido a cabeça, caído no ridículo deixando o computa-
dor programar seus fins, não podendo fazer nada, apenas rir. Parte
16) Considere que todo e qualquer termo da sequência a baixo
dos homens, equivocadamente, ainda ri.
pode ser representado por an, com n ∈ N* Desta forma temos
13) Infere-se corretamente do texto que a1 sendo o primeiro termo desta sequência, a2 sendo o segundo
a)  O hiper-realismo e o fotorrealismo excluem tinta acrílica, termo desta mesma sequência e assim sucessivamente.
fotografias e paisagens. (3,4,20,21,105,106,...)
b)  A arte materializa a Arte Conceitual em pinturas e esculturas Seguindo a lógica utilizada na construção desta sequência, pode-se
supérfluas, pois a ideia não é o ponto central. afirmar que a7 + a9 vale:
c)  Para a arte processual só pode ser considerada arte aquilo que a)  3185.
intervenha sobre a realidade para confirmá-la.
b)  2772.
d)  A solidez de valores ou a ordem não fazem parte das socieda-
c)  3401.
des contemporâneas, pois estas apresentam desordem.
d)  2568.
e)  A entropia aponta para a confusão na arte, ponto pouco
importante para o mundo pós-moderno. e)  2909.
Gabarito: D Gabarito: A

Comentário: O texto afirma que: “nas sociedades atuais tudo migra Comentário: Comentário: a sequência segue um padrão do tipo, do
em direção à confusão, não há valores solidificados, nem ordem”. termo de ordem impar para o termo de ordem par soma 1 unidade,
e do termo de ordem par para o termo de ordem impar multipli-
ca por 5. Seguindo esse padrão os próximos termos da sequência
14) O segmento em que se verifica a causa de uma afirmação
serão: 530, 531, 2655, 2656, .... Somando agora, 530 + 2655 = 3185.
anterior está em:
a)  Filhos da bomba atômica, escritores americanos respondiam
17) Considere as afirmações a seguir.
ao drama do absurdo social (3º parágrafo)
b)  que acabam por entrar em cena (1º parágrafo) I. Maria é mãe de cinco crianças.
c)  como se a saída estivesse em rir do caos vivido (3º parágrafo) II. Três das cinco crianças de Maria têm olhos castanhos e duas
d)  por meio da destruição do romance (3º parágrafo) delas têm olhos azuis.
e)  já que significa que nas sociedades atuais tudo migra em III. Maria é mãe de mais meninas do que de meninos.
direção à confusão (2º parágrafo) Se as três afirmações anteriores são verdadeiras, como consequên-
Gabarito: E cia, pode-se deduzir que
Comentário: O trecho destacado pertence à passagem: A entropia a)  duas das crianças são meninos.
é um termo importante para o mundo pós-moderno já que signi- b)  pelo menos duas meninas têm olhos azuis.
fica que nas sociedades atuais tudo migra em direção à confusão. c)  pelo menos dois meninos têm olhos azuis.
Assim, “como” tudo migra em direção à confusão, o termo entropia
é importante nas sociedades modernas. d)  pelo menos um menino tem olhos castanhos.
e)  pelo menos uma menina tem olhos castanhos.
15) O verbo empregado no singular que também estaria correta- Gabarito: E
mente empregado no plural, sem que se faça qualquer outra Comentário: Se Maria tem mais meninas do que meninos, então
alteração na frase, está grifado em: as possibilidades dos filhos dela são: 5 meninas e 0 meninos, ou
a)  para o artista e os materiais que ele utiliza. (2º parágrafo) 4 meninas e 1 menino, ou 3 meninas e 2 meninos. Disto a única
b)  A tinta acrílica deixa o real mais intenso e bonito (1º alternativa que estará certa em todas as possibilidades de filhos que
parágrafo) Maria tenha é a de que pelo menos 1 menina tem olhos castanhos.
c)  Parte dos homens, equivocadamente, ainda ri. (3º parágrafo)
d)  nas sociedades atuais tudo migra em direção à confusão (2º
paragrafo)
e)  A entropia na forma se dá por meio da destruição do romance
e a entropia no conteúdo é a destruição do mundo e dos
valores (3º parágrafo)
Gabarito: C
Comentário: O verbo “ri” pode ser flexionado no plural para
concordar com “homens”, pois se trata de uma expressão partitiva.

6 Carreiras Tribunais
www.qstao.com.br Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017

18) Em uma escola da rede particular de ensino, o cargo de 20) A negação da frase “O Sol é uma estrela e a Lua é um satélite”
professor titular de uma turma só pode ser exercido por um de acordo com a equivalência lógica proposicional, é dada por:
professor que tenha o título de mestre. Sabendo que nessa a)  Se o Sol é uma estrela então a Lua não é um satélite
escola a professora Clarice é professora titular de uma turma
b)  O Sol não é uma estrela e a Lua é um satélite
e que o professor Augusto não é professor titular, pode-se
afirmar com certeza que c)  O Sol não é uma estrela ou a Lua é um satélite
a)  Clarice possui o título de mestre, mas Augusto não possui d)  O Sol é uma estrela ou a Lua não é um satélite
esse título Gabarito: A
b)  Clarice possui o título de mestre e Augusto possui o título Comentário: a negação da conjunção é uma disjunção e “nega
de mestre. tudo”, mas não tem essa possibilidade nas alternativas, porem a
c)  Clarice pode possuir o título de mestre, mas Augusto não disjunção tem uma equivalência com o condicional em que nega
possui esse título. o antecedente e mantem o consequente, achando a alternativa A
d)  Clarice possui o título de mestre e Augusto também pode ter como resposta.
o título de mestre.
e)  Clarice não possui o título de mestre e Augusto também não Direito Constitucional
possui esse título.
Gabarito: D 21) Segundo oArt. 1º da Constituição, a República Federati-
va do Brasil é formada pela união indissolúvel dos estados
Comentário: traduzindo a regra da escola tem-se: Se é professor e municípios e do Distrito Federal, constituindo-se em
titular, então tem o título de mestre. Trabalhando com a verdade Estado democrático de direito que se baseia nos seguintes
desse condicional e sendo Clarisse professora titular, então ela tem fundamentos:
o título de mestre; já Augusto como não é titular, pode ou não ter o
título de mestre (no condicional, se o antecedente é falso, o condi- a)  soberania, cidadania, dignidade da pessoa humana, valores
cional já é verdadeiro e com isso o consequente pode ser verdadeiro sociais do trabalho e da livre iniciativa e pluralismo político.
ou falso). b)  soberania, participação popular direta, dignidade da pessoa
humana e liberdade associativa e partidária.
19) Cadu emagrecer é condição necessária para Maria parar de c)  cidadania, pluralismo político, fraternidade e transitoriedade
fumar e condição suficiente para Luiz frequentar a academia. do exercício do poder político
Sabe-se ainda que Luiz frequentar a academia é condição d)  soberania, solidariedade e justiça, defesa da paz e autodeter-
necessária e suficiente para Julia ler um livro. Dessa forma, se minação dos povos.
Maria parou de fumar: e)  Nenhuma das alternativas
a)  Nem Cadu emagreceu nem Luiz frequentou a academia. Gabarito: A
b)  Cadu emagreceu e Júlia leu um livro
Comentário: De acordo com nossa constituiçao federal
c)  Luiz não frequentou a academia ou Júlia não leu um livro.
Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indis-
d)  Cadu não emagreceu ou Júlia não leu um livro
solúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-
e)  Luiz frequentou a academia e Cadu não leu um livro. se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
Gabarito: B
a SOberania;
Comentário: montando as premissas do argumento e resolvendo
a CIdadania
pelo método das premissas verdadeiras, achando nas alternativas à
conclusão que dá verdadeira, fica: a DIgnidade da pessoa humana;
M→C os VAlores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
C→L o PLUralismo político.
L↔J O famoso Mnemônico: SO.CI.DI.VA.PLU.
M
Como M = V, então C = V, L = V e J = V, dessa forma a única alter-
nativa que fica verdadeira é a B.

Carreiras Tribunais 7
Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017 www.qstao.com.br

22) Sobre aplicabilidade das normas constitucionais, assinale a Item “II”) XIV – é assegurado a todos o acesso à informação e
alternativa correta: resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício
a)  As normas programáticas têm por conteúdo princípios implí- profissional.
citos do ordenamento jurídico, enunciam programas políticos Item “III”) IV – é livre a manifestação do pensamento, sendo
não vinculantes e estampam fórmulas genéricas e abstratas. vedado o anonimato.
São providas, portanto, apenas de valor diretivo, servindo
unicamente de guia e orientação ao intérprete. Item “IV”) XXXIII – todos têm direito a receber dos órgãos
públicos informações de seu interesse particular, ou de interesse
b)  Normas imediatamente preceptivas são aquelas cujo fim é
coletivo ou geral, que serão prestadas no prazo da lei, sob pena de
provocar uma sucessiva atividade legislativa que venha disci-
responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo seja imprescindível
plinar uma certa matéria em sentido conforme como aquilo
à segurança da sociedade e do Estado.
que dispõem, fazendo-o em linhas gerais.
c)  Normas programáticas stricto sensu têm, desde o momento
24) Sobre os direitos sociais dispostos na Constituição Federal de
de sua edição, eficácia direta ao Estado e aos cidadãos.
1988, podemos afirmar:
d)  Normas de eficácia diferida trazem já definida, intacta e
a)  É permitida a dispensa do empregado sindicalizado a partir
regulada pela Constituição a matéria que lhe serve de objeto,
do registro da candidatura a cargo de direção ou representa-
que depois será apenas efetivada na prática mediantes atos
ção sindical e, se eleito, ainda que suplente, até um ano após
legislativos de aplicação.
o final do mandato, salvo se cometer falta grave nos termos
e)  Normas programáticas lato sensu são aquelas com que o da lei.
legislador, ao invés de regular imediatamente um certo objeto,
b)  É facultativa a participação dos sindicatos nas negociações
preestabelece a si mesmo um programa de ação, com respeito
coletivas de trabalho.
ao próprio objeto, obrigando-se a dele não se afastar sem um
justificado motivo. c)  Não é obrigatória e nem assegurada a participação dos traba-
lhadores e empregadores nos colegiados dos órgãos públicos
Gabarito: D
em que seus interesses profissionais ou previdenciários sejam
Comentário: Nas palavras do doutrinador e jurista: Paulo Bonavi- objeto de discussão e deliberação.
des:“As normas de eficácia diferida trazem já definida, intacta e d)  É livre a associação profissional ou sindical, observado que a
regulada pela Constituição a matéria que lhe serve de objeto, a qual lei não poderá exigir autorização do Estado para a fundação
depois será apenas efetivada na prática mediante atos legislativos de sindicato, ressalvado o registro no órgão competente,
de aplicação. vedadas ao Poder Público a interferência e a intervenção na
organização sindical.
23) Sobre os Direitos Fundamentais previstos na Constituição e)  Nao sera permitida a dispensa do empregado sindicalizado a
Federal de 1988, leia as assertivas a seguir e, depois, assinale a partir da eleiçao a cargo de direção ou representação sindical.
alternativa CORRETA.
Gabarito: D
I. A lei só poderá restringir a publicidade dos atos processuais
Comentário: a) Art. 8°, VIII – é vedada a dispensa do emprega-
quando a defesa da intimidade ou o interesse social o exigirem.
do sindicalizado a partir do registro da candidatura a cargo de
II. É assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o direção ou representação sindical e, se eleito, ainda que suplente,
sigilo da fonte quando necessário ao exercício profissional. até um ano após o final do mandato, salvo se cometer falta grave
III. É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o nos termos da lei.
anonimato. b) Art. 8°, VI – é obrigatória a participação dos sindicatos nas
IV. Todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de negociações coletivas de trabalho.
seu interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, que serão c) Art. 10. É assegurada a participação dos trabalhadores e empre-
prestadas no prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas gadores nos colegiados dos órgãos públicos em que seus interes-
aquelas cujo sigilo seja imprescindível à segurança da sociedade e ses profissionais ou previdenciários sejam objeto de discussão e
do Estado. deliberação.
a)  Apenas as assertivas I, II e IV estão corretas. d) Art. 8º É livre a associação profissional ou sindical, observado
b)  Apenas as assertivas II e IV estão corretas. o seguinte:
c)  Todas as assertivas estão corretas. a lei não poderá exigir autorização do Estado para a fundação
d)  Apenas as assertivas II, III e IV estão corretas. de sindicato, ressalvado o registro no órgão competente, vedadas
e)  Apenas as assertivas I e III estão corretas. ao Poder Público a interferência e a intervenção na organização
sindical;
Gabarito: C
Comentário: Todos os itens estão de acordo com a CF/88.
Item “I”) LX – a lei só poderá restringir a publicidade dos atos
processuais quando a defesa da intimidade ou o interesse social o
exigirem.

8 Carreiras Tribunais
www.qstao.com.br Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017

25) A nacionalidade pode ser definida como o vínculo jurídico-polí- 27) Acerca da Lei 8.112 de 1990, julgue as assertivas:
tico que liga um indivíduo a determinado Estado, fazendo com I -  Às pessoas portadoras de deficiência é assegurado o direito de
que esse indivíduo passe a integrar o povo desse estado e, por
se inscrever em concurso público para provimento de cargo
consequência, desfrute de direitos e submeta-se a obrigações.
cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que
a)  João é um empresário Brasileiro casado com Alice cidadã
são portadoras; para tais pessoas serão reservadas até 20%
italiana, em férias tiverem um parto antecipado em Paris
onde nasceu seu filho Pedro. Neste caso, a única forma de (vinte por cento) das vagas oferecidas no concurso.
Pedro ser um brasileiro nato é se João o registrá-lo em repar- II -  A posse ocorrerá no prazo de quinze dias contados da publi-
tição brasileira competente. cação do ato de provimento.
b)  Para que um cidadão originário de país de língua portuguesa III -  A promoção não interrompe o tempo de exercício, que é
obtenha a nacionalidade brasileira ele deverá ter permanência
contado no novo posicionamento na carreira a partir da data
ininterrupta em território brasileiro por um ano e idoneidade
moral. de publicação do ato que promover o servidor.
c)  Caso um cidadão brasileiro seja obrigado a se naturalizar em IV -  O servidor estável só perderá o cargo em virtude de sentença
outro país para ali permanecer não haverá perda na naciona- judicial transitada em julgado ou de processo administrativo
lidade brasileira. disciplinar no qual lhe seja assegurada ampla defesa.
d)  A Constituição Federal estabelece que não há distinção Estão corretas:
entre brasileiros natos e naturalizados, porém é possível que
lei possa estabelecer hipóteses de distinção além daquelas já a)  I, II e IV
previstas pela Constituição Federal. b)  II, III e IV
e)  Aos portugueses com residência permanente no país, se c)  I, III e IV
houver reciprocidade em favor de brasileiros, serão atribuídos
os direitos inerentes ao brasileiro nato. d)  Todas estão corretas
Gabarito: C e)  Todas estão incorretas
Gabarito: C
Comentário: Letra A esta incorreta, pois Pedro também pode
tornar-se brasileiro nato caso opte, a qualquer tempo, após os 18 Comentário: Somente a assertiva II está incorreta, visto que o
anos, e estando em território brasileiro. prazo para a posse é de 30 dias.
Letra B esta incorreta, Ele deverá ter residência ininterrupta no
Brasil por 1 ano, não permanência. 28) Considere:
Letra C esta correta, Art. 12, § 4º, “b” da CF/88. I. O atributo da presunção de legitimidade dos atos administrativos
depende de lei expressa.
Letra D esta incorreta, existem sim, distinções entre direitos/
deveres de natos e naturalizados e VEDA que tais distinções sejam II. A imperatividade significa que os atos administrativos são
feitas em lei. cogentes, obrigando a todos quantos se encontrem em seu circulo
de incidência, ainda que o objetivo por ele alcançado contrarie
Letra E esta incorreta, Serão atribuidos os direitos inerentes de interesses privados.
brasileiro naturalizado.
III. Em alguns atos administrativos, como as permissões e autori-
zações, está ausente o cunho coercitivo.
Direito Administrativo
IV. A presunção de legitimidade dos atos administrativos é juris et
de jure, ou seja, presunção relativa.
26) Em importante julgamento proferido pelo Supremo Tribunal No que concerne aos atributos dos atos administrativos, está correto
Federal, foi considerada inconstitucional lei que destina-
o que se afirma APENAS em
va verbas públicas para o custeio de evento cultural tipica-
mente privado, sem amparo jurídico-administrativo. Assim, a)  I, II e IV.
entendeu a Corte Suprema tratar-se de favorecimento a b)  III e IV.
seguimento social determinado, incompatível com o interesse
público e com princípios que norteiam a atuação administra- c)  II e III.
tiva, especificamente, o princípio da d)  I e III.
a)  presunção de legitimidade restrita. e)  II.
b)  motivação.
Gabarito: C
c)  impessoalidade.
d)  continuidade dos serviços públicos. Comentário: Vamos analisar:
e)  publicidade. I - Errada. Não há necessidade de lei que reconheça a legitimidade.
Gabarito: C A presunção de legitimidade é atributo do ato administrativo.

Comentário: Quando favorece determinadas pessoas ou grupos II - Certa. Trata-se do conceito da imperatividade, que impõe
sociais, trata-se do princípio da impessoalidade. A atuação adminis- obrigações aos particulares de forma unilateral.
trativa deve ser voltada parao interesse público e não privilegiando III - Correta também, as permissõese autorizações são atos
algumas pessoas. negociais não fazendo o elemento coercitivo parte.
IV - Errada, a presunção é iuris tantum, admite prova em contrário.

Carreiras Tribunais 9
Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017 www.qstao.com.br

29) A Administração pública promoveu licitação para registro


de preços, e, homologado o resultado do certame, o forne- 30) A União Federal pretende contratar instituição brasileira
cedor mais bem classificado foi convocado para assinar a ata que exerce atividade de recuperação social do preso. Cumpre
de registro de preços no prazo e condições estabelecidos no salientar que a instituição não tem fins lucrativos, sendo
instrumento convocatório. Durante a execução contratual, o seu objetivo de caráter exclusivamente social. Além disso, é
preço registrado tornou-se superior ao praticado no mercado detentora de indubitável reputação ético-profissional. Nesse
por motivo superveniente, razão pela qual o órgão geren- caso, conforme preceitua a Lei nº 8.666/1993, a licitação é:
ciador convocou o fornecedor para negociar a redução dos
a)  dispensável.
preços aos valores praticados no mercado. Nessa hipótese, de
acordo com o Decreto nº 7.892/2013, o fornecedor: b)  obrigatória na modalidade convite.
a)  deve, obrigatoriamente, aceitar reduzir seus preços aos valores c)  obrigatória na modalidade concurso.
praticados pelo mercado d)  inexigível.
b)  pode recusar-se a reduzir seus preços aos valores praticados e)  obrigatória na modalidade tomada de preços.
pelo mercado, sendo liberado do compromisso assumido, sem Gabarito: A
qualquer penalidade.
Comentário: Questão texto de lei, precisamente artigo 24 da Lei
c)  pode recusar-se a reduzir seus preços aos valores praticados
8.666 de 1993:
pelo mercado, sendo liberado do compromisso assumido, mas
sofrerá penalidade de multa, haja vista o desrespeito ao ajuste Art. 24 A licitação é dispensável:
firmado, bem como aos princípios que norteiam as licitações
na contratação de instituição brasileira incumbida regimental ou
d)  pode recusar-se a reduzir seus preços aos valores praticados estatutariamente da pesquisa, do ensino ou do desenvolvimento
pelo mercado, no entanto, não será liberado do compromis- institucional, ou de instituição dedicada à recuperação social do
so assumido, sob pena de caracterizar rescisão unilateral do preso, desde que a contratada detenha inquestionável reputação
contrato administrativo pelo contratado. ético-profissional e não tenha fins lucrativos;
e)  deve, obrigatoriamente, pleitear a liberação do compromisso
e a consequente rescisão contratual, pois não se pode negociar Direito do Trabalho
preços já fixados na ata de registro de preços, devendo ser
realizado outro procedimento licitatório para tanto.
31) São direitos constitucionalmente garantidos aos trabalhado-
Gabarito: B res urbanos e rurais, exceto:
Comentário: A questão aborda o Decreto 7.892 de 2013, precisa- a)  proteção do mercado de trabalho da mulher, mediante incen-
mente o artigo 18: tivos específicos, nos termos da lei;
Art. 18. Quando o preço registrado tornar-se superior ao preço prati- b)  jornada de seis horas para o trabalho realizado em turnos
cado no mercado por motivo superveniente, o órgão gerenciador ininterruptos de revezamento, salvo negociação coletiva;
convocará os fornecedores para negociarem a redução dos preços aos c)  proteção em face da automação, na forma da lei;
valores praticados pelo mercado. d)  participação nos lucros, ou resultados, vinculada à remunera-
§ 1º Os fornecedores que não aceitarem reduzir seus preços aos valores ção, e, excepcionalmente, participação na gestão da empresa,
praticados pelo mercado serão liberados do compromisso assumido, conforme definido em lei;
sem aplicação de penalidade. e)  proteção do salário na forma da lei, constituindo crime sua
retenção dolosa.
§ 2º A ordem de classificação dos fornecedores que aceitarem reduzir
seus preços aos valores de mercado observará a classificação original. Gabarito: D
Vamos as alternativas: Comentário: A questão trata dos direitos trabalhistas elencados
nos incisos do art. 7º da CF/88. Sendo assim:
a)Inexiste tal obrigatoriedade
a) art. 7º, XX/CF
b)Está de acordo com a norma citada
b) art. 7º, XIV/CF
c)Não será aplicada qualquer penalidade
c) art. 7º, XXVII/CF
d)Existe a previsão de liberação do compromisso, conforme citado
no artigo supra d) art. 7º, XI/CF: participação nos lucros, ou resultados, desvin-
culada  da remuneração, e, excepcionalmente, participação na
e)Existe previsão para renegociar preços.
gestão da empresa, conforme definido em lei;
e) art. 7º, X/CF

10 Carreiras Tribunais
www.qstao.com.br Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017

32) É cediço que a Constituição Federal garante ao trabalhador


o pagamento do décimo terceiro salário, também chamada de 33) No que tange ao trabalho noturno, assinale a alternativa
gratificação natalina, com base na sua remuneração integral correta.
ou no valor da sua aposentadoria. Sobre o tema, assinale a
a)  A Constituição Federal, em seu art. 7º, estabelece que a
assertiva correta.
remuneração do trabalho noturno deve ser superior à do
a)  Essa gratificação deve ser paga pelo empregador até o dia diurno em, no mínimo, 50% (cinquenta por cento);
20 de dezembro de cada ano, não podendo ser compensada
b)  A hora do trabalho noturno será computada como de 52
a importância que, a título de adiantamento, o empregado
minutos e 30 segundos. Contudo, a hora noturna no regime
houver recebido.
de trabalho no porto, compreendida entre dezenove horas e
b)  A gratificação corresponderá a 1/12 avos da remuneração sete horas do dia seguinte, é de 60 minutos.
devida em dezembro, por mês de serviço, do ano correspon-
c)  O empregado submetido à jornada de 12 horas de trabalho
dente. Nesse caso, a fração igual ou superior a 14 (quatorze)
por 36 de descanso, que compreenda a totalidade do período
dias de trabalho será havida como mês integral.
noturno, não tem
c)  Entre os meses de fevereiro e novembro de cada ano, o empre-
d)  O trabalho em regime de turnos ininterruptos de revezamen-
gador pagará, como adiantamento do décimo terceiro salário,
to retira o direito à hora noturna reduzida.
de uma só vez, metade do salário recebido pelo respectivo
empregado no mês anterior. e)  Considera-se noturno, nas atividades urbanas, o trabalho
executado entre as 21 horas de um dia e as 5 horas do dia
d)  A remuneração do serviço suplementar, independente de ser
seguinte.
habitualmente prestado ou não, deve integrar o cálculo do
décimo terceiro salário. Gabarito: B
e)  Reconhecida a culpa recíproca na rescisão do contrato de Comentário: Sobre o trabalho noturno, importante atentar às
trabalho, o empregado não terá direito ao pagamento do considerações abaixo:
décimo terceiro salário.
a) O art. 7º, IX, da CF/88 não traz nenhum limite mínimo:
Gabarito: C “remuneração do trabalho noturno superior à do diurno”. Em
Comentário: Quanto ao direito ao décimo terceiro salário, é neces- regra, o adicional mínimo estabelecido pelo art. 73, caput, da CLT
sário conhecer, além das disposições constitucionais e normativas é de 20%. Cuidado para não confundir com o adicional pela hora
elencadas na CLT, as Leis nos 4.090/62 e 4.749/65, bem como as extraordinária trabalhada (art. 7º, XVI/CF: “remuneração do
Súmulas do TST sobre o tema. serviço extraordinário  superior, no mínimo, em cinquenta por
cento à do normal”).
a) O erro da questão está ao afirmar que o adiantamento recebido
pelo empregado não pode ser compensado quando do pagamento da b) Item correto, segundo o art. 73, §1º, da CLT, e a Orientação
gratificação. O art. 1º, da Lei 4.749/65, dispõe de forma contrária: “A Jurisprudencial nº 60, I, da Subseção I Especializada em Dissí-
gratificação salarial instituída pela Lei número 4.090, de 13 de julho dios Individuais (OJ – 60, I, da SDI-1: “A hora noturna no regime
de 1962, será paga pelo empregador até o dia 20 de dezembro de cada de trabalho no porto, compreendida entre dezenove horas e sete
ano,  compensada a importância  que, a título de adiantamento, o horas do dia seguinte, é de sessenta minutos”).
empregado houver recebido na forma do artigo seguinte.” c) O erro dessa alternativa está ao negar o direito ao adicional
b) A primeira parte da assertiva está conforme o art. 1º, §1º, da Lei noturno, relativo às horas trabalhadas após as 5 horas da manhã,
4.090/62 (“A gratificação corresponderá a 1/12 avos da remunera- ao empregado submetido à jornada de 12 horas de trabalho por
ção devida em dezembro, por mês de serviço, do ano corresponden- 36 de descanso, que compreenda a totalidade do período noturno,
te”). Entretanto, sua parte final equivoca-se ao afirmar que a fração contrariando o entendimento da OJ – 388, da SDI-1: “O emprega-
deve ser igual ou superior a 14 dias, quando na verdade será igual do submetido à jornada de 12 horas de trabalho por 36 de descanso,
ou superior a 15 dias (art. 1º, §2º, da Lei 4.090/62: A fração igual que compreenda a totalidade do período noturno, tem direito ao
ou superior a 15 (quinze) dias de trabalho será havida como mês adicional noturno, relativo às horas trabalhadas após as 5 horas da
integral para os efeitos do parágrafo anterior”). manhã.”

c) O item está de acordo com o art. 2º, da Lei 4.749/65: “Entre d) OJ – 395, da SDI-1: “O trabalho em regime de turnos ininter-
os meses de fevereiro e novembro de cada ano, o empregador ruptos de revezamento não retira o direito à hora noturna reduzida,
pagará, como adiantamento da gratificação referida no artigo não havendo incompatibilidade entre as disposições contidas nos
precedente, de uma só vez, metade do salário recebido pelo arts. 73, § 1º, da CLT e 7º, XIV, da Constituição Federal.”
respectivo empregado no mês anterior.” e) Art. 73, §2º, da CLT: “Considera-se noturno, para os efeitos
d) O serviço suplementar deve ser habitualmente prestado para deste artigo, o trabalho executado entre as 22 horas de um dia e as
que sua remuneração integre o cálculo do décimo terceiro salário. 5 horas do dia seguinte.”
Entendimento da Súmula 45 do TST: “A remuneração do serviço
suplementar, habitualmente prestado, integra o cálculo da gratifica-
ção natalina prevista na Lei nº 4.090, de 13.07.1962.”
e) Súmula 14 do TST: “Reconhecida a culpa recíproca na rescisão
do contrato de trabalho (art. 484 da CLT), o empregado  tem
direito a 50% (cinquenta por cento) do valor do aviso prévio, do
décimo terceiro salário e das férias proporcionais.”

Carreiras Tribunais 11
Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017 www.qstao.com.br

34) Quanto à remuneração no Direito do Trabalho, julgue os podem ser considerados como salário, conforme o §2º, I, do art.
itens a seguir e assinale a alternativa correta. 458, da CLT.
a)  Integram o salário não só a importância fixa estipulada, como d) Súmula 354, do TST: “As gorjetas, cobradas pelo empregador
também as comissões, percentagens, gratificações ajustadas, na nota de serviço ou oferecidas espontaneamente pelos clientes,
ajudas de custo, diárias para viagens de até 50% do salário integram a remuneração do empregado, não servindo de base
percebido pelo empregado e abonos pagos pelo empregador. de cálculo para as parcelas de avisoprévio, adicional noturno,
b)  Compreendem-se na remuneração do empregado, para horas extras e repouso semanal remunerado.”
todos os efeitos legais, além do salário devido e pago direta-
e) O item equivoca-se ao inverter os percentuais para habitação
mente pelo empregador, como contraprestação do serviço,
e alimentação. Segundo o art. 458, §3º, da CLT: “A habitação e a
as gorjetas que receber, considerando-se como tal apenas a
alimentação fornecidas como salário-utilidade deverão atender aos
importância espontaneamente dada pelo cliente ao emprega-
fins a que se destinam e não poderão exceder, respectivamente, a
do, mas não o valor cobrado pela empresa, como serviço ou
25% (vinte e cinco por cento) e 20% (vinte por cento) do salário
adicional, a qualquer título, ainda que destinado à distribui-
contratual.”
ção aos empregados.
c)  Além do pagamento em dinheiro, compreende-se no salário,
35) As férias anuais remuneradas servem para o descanso e a
para todos os efeitos legais, a alimentação, habitação, vestuá-
reparação física e mental do empregado. Sua finalidade seria
rio, equipamentos e outros acessórios fornecidos aos empre-
a restauração do organismo após um período em que foram
gados e utilizados no local de trabalho, para a prestação do
despendidas energias no trabalho. O direito às férias integra
serviço ou outras prestações “in natura” que a empresa, por
o conjunto de garantias conferidas ao empregado visando à
força do contrato ou do costume, fornecer habitualmente ao
defesa do seu lazer e repouso. Sobre esse assunto, marque a
empregado. Em caso algum será permitido o pagamento com
alternativa incorreta.
bebidas alcoólicas ou drogas nocivas.
a)  Os adicionais por trabalho extraordinário, noturno, insalubre
d)  As gorjetas, cobradas pelo empregador na nota de serviço
ou perigoso serão computados no salário que servirá de base
ou oferecidas espontaneamente pelos clientes, integram a
ao cálculo da remuneração das férias.
remuneração do empregado, não servindo de base de cálculo
para as parcelas de aviso prévio, adicional noturno, horas b)  A extinção do contrato de trabalho sujeita o empregador ao
extras e repouso semanal remunerado. pagamento da remuneração das férias proporcionais, ainda
que incompleto o período aquisitivo de 12 (doze) meses,
e)  A habitação e a alimentação fornecidas como salário-utilida-
inclusive no caso de dispensa do empregado por justa causa.
de deverão atender aos fins a que se destinam e não poderão
exceder, respectivamente, a 20% (vinte por cento) e 25% c)  O pagamento das férias, integrais ou proporcionais, gozadas
(vinte e cinco por cento) do salário-contratual. ou não, sujeita-se ao acréscimo do terço previsto no respecti-
vo art. 7º, XVII, da Constituição Federal.
Gabarito: D
d)  É facultado ao empregado converter 1/3 (um terço) do
Comentário: Atentar para os comentários a seguir. período de férias a que tiver direito em abono pecuniário, no
a) O item está errado, pois confunde o que pode integrar a remune- valor da remuneração que lhe seria devida nos dias corres-
ração com o que não a integra. O que integra a remuneração – art. pondentes, devendo ser requerido até 15 (quinze) dias antes
457, §1º, da CLT: “Integram o salário não só a importância fixa do término do período aquisitivo.
estipulada, como também as comissões, percentagens, gratificações e)  Os membros de uma família, que trabalharem no mesmo
ajustadas, diárias para viagens e abonos pagos pelo empregador.” estabelecimento ou empresa, terão direito a gozar férias no
O que não integra – art. 457, §2º, da CLT: “Não se incluem nos mesmo período, se assim o desejarem e se disto não resultar
salários as ajudas de custo, assim como as diárias para viagem prejuízo para o serviço.
que não excedam de 50% (cinquenta por cento) do salário perce- Gabarito: B
bido pelo empregado.”
Comentário: Atenção para o fato que a questão pede o
b) A primeira parte da assertiva está de acordo com o  caput  do item ERRADO.
art. 457, da CLT (“Compreendem-se na remuneração do empre-
gado, para todos os efeitos legais, além do salário devido e pago a) Item correto, conforme o art. 142, §5º, da CLT.
diretamente pelo empregador, como contraprestação do serviço, b) Item incorreto, pois o caso não contempla a hipótese
as gorjetas que receber”). Contudo, ao conceituar o que pode ser de  dispensa do empregado por justa causa. Entendimento
considerado gorjeta, infringe o §3º do mesmo artigo (“Considera- contrário ao da Súmula 171, do TST: “Salvo na hipótese de
se gorjeta não só a importância espontaneamente dada pelo cliente dispensa do empregado por justa causa, a extinção do contrato
ao empregado,  como também o valor cobrado pela empresa, de trabalho sujeita o empregador ao pagamento da remunera-
como serviço ou adicional, a qualquer título, e destinado à ção das férias proporcionais, ainda que incompleto o período
distribuição aos empregados”). aquisitivo de 12 (doze) meses (art. 147 da CLT).”
c) O item trata a respeito do salário in natura, também conheci- c) Súmula 328, do TST: “O pagamento das férias, integrais ou
do como salário utilidade. Nesse caso, importante conhecer o que proporcionais, gozadas ou não, na vigência da CF/1988, sujeita-se
dispõe o art. 458 da CLT e seus parágrafos. Sendo assim, vestuá- ao acréscimo do terço previsto no respectivo art. 7º, XVII.”
rio, equipamentos e outros acessórios fornecidos aos empregados
e utilizados no local de trabalho, para a prestação do serviço, não d) Item certo, de acordo com o caput do art. 143, da CLT, e seu §1º.
e) Alternativa correta, conforme o art. 136, §1º, da CLT.
12 Carreiras Tribunais
www.qstao.com.br Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017

Direito Processual do Trabalho


36) Analise os itens a seguir:
I -  Contrato individual de trabalho é o acordo tácito ou expresso,
37) Sobre a composição da Justiça do Trabalho e seus órgãos,
correspondente à relação de emprego. Entretanto, no caso
assinale a afirmativa correta.
de sociedades cooperativas, qualquer que seja seu ramo de
a)  Conforme a Constituição Federal são órgãos da Justiça do
atividade, não existirá vínculo empregatício entre ela e seus
Trabalho o Tribunal Superior do Trabalho, os Tribunais
associados, nem entre estes e os tomadores de serviços Regionais do Trabalho, as Juntas de Conciliação e Julgamen-
daquela. to e os Juízes do Trabalho.
II -  O contrato por prazo determinado só será válido em se b)  O Tribunal Superior do Trabalho compor-se-á de vinte e sete
tratando de serviço cuja natureza ou transitoriedade justifi- Ministros, escolhidos dentre brasileiros com mais de trinta e
que a predeterminação do prazo, de atividades empresariais cinco anos e menos de sessenta e cinco anos, de notável saber
de caráter transitório ou de contrato de experiência. jurídico e reputação ilibada, nomeados pelo Presidente da
República após aprovação pela maioria absoluta do Congres-
III -  A
prestação de serviços a mais de uma empresa, seja de um so Nacional.
mesmo grupo econômico ou não, durante a mesma jornada c)  Ainda sobre o Tribunal Superior do Trabalho, em sua compo-
de trabalho, não caracteriza a coexistência de mais de um sição deve ser reservado um quinto das vagas para advogados
contrato de trabalho, salvo ajuste em contrário. com mais de dez anos de efetiva atividade profissional e outro
IV -  Por mais que a prática do jogo do bicho seja ilícita, o contrato um quinto para membros do Ministério Público do Trabalho
de trabalho celebrado para o desempenho dessa atividade não com mais de dez anos de efetivo exercício.
será nulo, tendo em vista o princípio da indisponibilidade dos d)  Os Tribunais Regionais do Trabalho compõem-se de, no
direitos trabalhistas. mínimo, sete juízes, recrutados, quando possível, na respectiva
região, e nomeados pelo Presidente da República dentre brasilei-
Estão corretas as afirmativas: ros com mais de trinta e menos de sessenta e cinco anos.
a)  I e II, apenas. e)  Os Tribunais Regionais do Trabalho instalarão a justiça itine-
rante nos limites territoriais da respectiva jurisdição, servin-
b)  I e IV, apenas. do-se de equipamentos públicos e comunitários, realizando
c)  II e III, apenas. as funções de atividade jurisdicional, mas não audiências.
d)  II e IV, apenas. Gabarito: D
e)  III e IV, apenas. Comentário: No caso em análise, deve-se observar as regras
Gabarito: A constantes dos arts. 111 a 116 da CF/88.
Comentário: Conforme veremos abaixo, apenas os itens I e II são a) Item incorreto, pois elenca como órgão da Justiça do Trabalho as
verdadeiros, sendo a alternativa “A” a opção correta. Juntas de Conciliação e Julgamento. Todavia, o art. 111, da CF/88
elenca como órgãos apenas o TST, os Tribunais Regionais do
A primeira parte está conforme o caput do art. 442, da CLT. E a
Trabalho e os Juízes do Trabalho.
segunda parte esboça o que dispõe o parágrafo único do mesmo
art. 442. b) O erro está ao afirmar que será necessária maioria absoluta do
Congresso Nacional, enquanto o correto é a maioria absoluta do
As hipóteses trazidas por este item estão dispostas nas alíneas “a”,
Senado Federal, segundo o art. 111-A, da CF/88: “O Tribunal
“b”, e “c” do §2º do art. 443, da CLT.
Superior do Trabalho compor-se-á de vinte e sete Ministros,
O item está falso, pois não caracteriza a coexistência de mais de escolhidos dentre brasileiros com mais de trinta e cinco anos e
um contrato de trabalho, durante a mesma jornada de trabalho, a menos de sessenta e cinco anos, de notável saber jurídico e reputa-
prestação de serviços a mais de uma empresa de um mesmo grupo ção ilibada, nomeados pelo Presidente da República após aprova-
econômico, apenas. Entendimento da Súmula 129, do TST: “A ção pela maioria absoluta do Senado Federal (...)”
prestação de serviços a mais de uma empresa  do mesmo grupo
c) O art. 111-A, I, da CF/88, dispõe que será reservado “um quinto
econômico, durante a mesma jornada de trabalho, não caracteriza
dentre advogados com mais de dez anos de efetiva atividade profis-
a coexistência de mais de um contrato de trabalho, salvo ajuste em
sional e membros do Ministério Público do Trabalho com mais
contrário.”
de dez anos de efetivo exercício”. Ou seja, não há um quinto para
Assertiva falsa, segundo a OJ – 199, da SDI-1: “É nulo o contrato advogados e outro um quinto para os membros do Ministério
de trabalho celebrado para o desempenho de atividade inerente à Público.
prática do jogo do bicho, ante a ilicitude de seu objeto, o que subtrai
d) Item correto, conforme o art. 115, da CF/88: “Os Tribunais
o requisito de validade para a formação do ato jurídico.”
Regionais do Trabalho compõem-se de, no mínimo, sete juízes,
recrutados, quando possível, na respectiva região, e nomeados
pelo Presidente da República dentre brasileiros com mais de
trinta e menos de sessenta e cinco anos (...)”
e) Item errado, pois a justiça itinerante da Justiça do Trabalho
também poderá realizar audiências, segundo o art. 115, §1º, da
CF/88: “Os Tribunais Regionais do Trabalho instalarão a justiça
itinerante,  com a realização de audiências  e demais funções de
atividade jurisdicional, nos limites territoriais da respectiva jurisdi-
ção, servindo-se de equipamentos públicos e comunitários.”

Carreiras Tribunais 13
Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017 www.qstao.com.br

d) A retenção, assim como a compensação também só pode ser arguida


38) São competências da Justiça do Trabalho, exceto: como matéria de defesa, conforme o art. 767, da CLT; “A compensa-
ção, ou retenção, só poderá ser arguida como matéria de defesa.”
a)  os mandados de segurança,  habeas corpus  e  habeas data,
quando o ato questionado envolver matéria sujeita à sua e) Item correto, expondo o disposto no art. 766, da CLT.
jurisdição.
b)  as ações de indenização por dano moral ou patrimonial, 40) Quanto às audiências na Justiça do Trabalho, está correto o
decorrentes da relação de trabalho. que se afirma em:
c)  as ações relativas às penalidades administrativas impostas
aos empregadores pelos órgãos de fiscalização das relações a)  O registro das audiências será feito em livro próprio, constan-
de trabalho. do de cada registro os processos apreciados e a respectiva
d)  as ações oriundas da relação de trabalho, excluídos os entes solução, bem como as ocorrências eventuais, podendo ser
de direito público externo e da administração pública direta fornecidas certidões às pessoas que o requererem.
e indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos b)  Em casos especiais, poderá ser designado outro local para a
Municípios. realização das audiências, mediante edital afixado na sede
e)  as ações sobre representação sindical, entre sindicatos, entre do Juízo ou Tribunal, com a antecedência mínima de 48
sindicatos e trabalhadores, e entre sindicatos e empregadores. (quarenta e oito) horas.
Gabarito: D c)  Se por doença ou qualquer outro motivo poderoso, devida-
Comentário: A questão aborda o rol de matérias de competência da mente comprovado, não for possível ao empregado compare-
Justiça do Trabalho no art. 114, da CF/88. Vale ressaltar que esse cer pessoalmente, poderá fazer-se representar pelo seu sindi-
rol é exemplificativo, admitindo outras hipóteses. cato, mas não por outro empregado que pertença à mesma
a) Art. 114, IV, da CF/88. profissão.
b) Art. 114, VI, da CF/88. d)  É facultado ao empregador fazer-se substituir pelo gerente,
ou qualquer outro preposto que tenha conhecimento do fato,
c) Art. 114, VII, da CF/88. mas suas declarações não obrigarão o proponente.
d) Item errado, pois, conforme o art. 114, I, da CF/88, é de e)  A audiência de julgamento será contínua. Mas, se não for
competência da Justiça do Trabalho processar e julgar “as ações possível, por motivo de força maior, concluí-la no mesmo dia,
oriundas da relação de trabalho, abrangidos os entes de direito
público externo e da administração pública direta e indireta da o juiz marcará a sua continuação para a primeira desimpedi-
União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.” da, devendo haver nova notificação.
e) Art. 114, III, da CF/88. Gabarito: A
Comentário: a) Item correto, traduzindo o exposto no caput do
art. 817, da CLT, e seu parágrafo único.
39) Marque a alternativa correta no que se refere ao Processo do
Trabalho. b) Assertiva falsa por trazer um prazo mínimo de antecedência de
a)  Os dissídios individuais ou coletivos submetidos à apreciação 48 horas no caso de designação de outro local para a realização
da Justiça do Trabalho serão sujeitos à conciliação sempre que das audiências trabalhistas, contrastando com o art. 813, §1º, da
o juiz assim entender necessário. CLT: “Em casos especiais, poderá ser designado outro local para a
b)  É lícito às partes celebrar acordo que ponha termo ao processo realização das audiências, mediante edital afixado na sede do Juízo
até antes de encerrado o juízo conciliatório. ou Tribunal, com a antecedência mínima de 24 (vinte e quatro)
c)  Não terá preferência o dissídio cuja decisão tiver de ser execu- horas.”
tada perante o Juízo da falência.
d)  A compensação só poderá ser arguida como matéria de c) Art. 843, §2º, da CLT: “Se por doença ou qualquer outro motivo
defesa, o que não ocorre com a retenção. poderoso, devidamente comprovado, não for possível ao empre-
e)  Nos dissídios sobre estipulação de salários, serão estabelecidas gado comparecer pessoalmente, poderá fazer-se representar por
condições que, assegurando justos salários aos trabalhadores, outro empregado que pertença à mesma profissão, ou pelo seu
permitam também justa retribuição às empresas interessadas. sindicato.”
Gabarito: E d) Item incorreto, pois se o empregador se fizer substituir pelo
Comentário: Sobre o tema suscitado, importante atentar para os gerente ou por um preposto, as obrigações destes obrigarão sim
arts. 763 a 769, da CLT. Sendo assim: o proponente, conforme o §1º do art. 843, da CLT: “É facultado
ao empregador fazer-se substituir pelo gerente, ou qualquer outro
a) Item falso, pois segundo o art. 764, caput, da CLT: “Os dissí-
dios individuais ou coletivos submetidos à apreciação da Justiça preposto que tenha conhecimento do fato, e  cujas declarações
do Trabalho serão sempre sujeitos à conciliação.” Portanto, não obrigarão o proponente.”
depende se o juiz entender ou não necessário. e) Nesse caso, a continuação da audiência independe de nova
b) Alternativa incorreta, vez que “é lícito às partes celebrar acordo notificação, como se percebe da leitura do art. 849, da CLT: “A
que ponha termo ao processo, ainda mesmo depois de encerrado audiência de julgamento será contínua; mas, se não for possível,
o juízo conciliatório” (art. 764, §3º, da CLT). por motivo de força maior, concluí-la no mesmo dia, o juiz ou
c) Art. 768, da CLT: “Terá preferência em todas as fases proces- presidente marcará a sua continuação para a primeira desimpedi-
suais o dissídio cuja decisão tiver de ser executada perante o Juízo da, independentemente de nova notificação.”
da falência.”

14 Carreiras Tribunais
www.qstao.com.br Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017

Analise as assertivas abaixo e depois responda ao que se pede. c)  Das decisões proferidas pelos Tribunais Regionais do
Trabalho ou por suas Turmas, em execução de sentença,
( ) Serão  executadas  ex-officio  as contribuições sociais devidas em
inclusive em processo incidente de embargos de terceiro, não
decorrência de decisão proferida pelos Juízes e Tribunais do Trabalho,
caberá Recurso de Revista, salvo na hipótese de ofensa direta
resultantes de condenação ou homologação de acordo, inclusive sobre
e literal de norma da Constituição Federal.
os salários pagos durante o período contratual reconhecido.
d)  Da decisão denegatória de Recurso de Revista caberá Agravo,
( ) É competente para a execução das decisões o Juiz ou Presidente do no prazo de 8 (oito) dias.
Tribunal que tiver conciliado ou julgado originariamente o dissídio.
e)  Nas causas sujeitas ao procedimento sumaríssimo, somente
( ) O juiz que teria competência para o processo de conhecimen- será admitido recurso de revista por contrariedade a súmula
to relativo à matéria não é competente para a execução de título de jurisprudência uniforme do Tribunal Superior do Trabalho
executivo extrajudicial. ou a súmula vinculante do Supremo Tribunal Federal e por
( ) Sendo ilíquida a sentença exequenda, ordenar-se-á, previamen- violação direta da Constituição Federal.
te, a sua liquidação, que poderá ser feita por cálculo, por arbitra- Gabarito: B
mento ou por artigos.
Comentário: Observe-se que a questão pede o item incorreto.
41) Assinale o item que apresenta a sequência correta: a) Está de acordo com o art. 896, caput, da CLT, e a parte final da
a)  V V F V sua alínea “a”: “Cabe Recurso de Revista para Turma do Tribunal
b)  V V F F Superior do Trabalho das decisões proferidas em grau de recurso
ordinário, em dissídio individual, pelos Tribunais Regionais do
c)  F F V F
Trabalho, quando: a) derem ao mesmo dispositivo de lei federal
d)  F F F F interpretação diversa da que lhe houver dado outro Tribunal
e)  V F F V Regional do Trabalho, no seu Pleno ou Turma, ou a Seção de Dissí-
Gabarito: A dios Individuais do Tribunal Superior do Trabalho, ou contraria-
rem súmula de jurisprudência uniforme dessa Corte ou súmula
Comentário: Como veremos a seguir, a alternativa que apresenta vinculante do Supremo Tribunal Federal.”
a sequência correta é a de letra “A”.
b) Assertiva incorreta, pois o Recurso de Revista terá apenas
(  V  ) Serão  executadas  ex-officio  as contribuições sociais devidas efeito devolutivo, conforme o §1º do art. 896, da CLT: “O recurso
em decorrência de decisão proferida pelos Juízes e Tribunais do de revista,  dotado de efeito apenas devolutivo, será interposto
Trabalho, resultantes de condenação ou homologação de acordo, perante o Presidente do Tribunal Regional do Trabalho, que,
inclusive sobre os salários pagos durante o período contratual por decisão fundamentada, poderá recebê-lo ou denegá-lo.
reconhecido. – > Item verdadeiro, conforme o art. 876, parágrafo
único, da CLT. c) Art. 896, §2º, da CLT.

( V ) É competente para a execução das decisões o Juiz ou Presi- d) Art. 896, §12, da CLT: “Da decisão denegatória caberá agravo,
dente do Tribunal que tiver conciliado ou julgado originariamente no prazo de 8 (oito) dias.”
o dissídio. – > Item verdadeiro, pois transcreve o disposto no art. e) Art. 896, §9º, da CLT.
877, da CLT.
( F ) O juiz que teria competência para o processo de conhecimen- Administração Geral
to relativo à matéria não é competente para a execução de título
executivo extrajudicial. – > O item está falso, vez que contraria 43) A comunicação organizacional é fundamental para uma
o art. 877-A, da CLT: “É competente  para a execução de título organização moderna, e a principal caracterítica das redes
executivo extrajudicial o juiz que teria competência para o processo organizacionais é
de conhecimento relativo à matéria.”
a)  A hierarquia.
( V ) Sendo ilíquida a sentença exequenda, ordenar-se-á, previa- b)  A legalidade.
mente, a sua liquidação, que poderá ser feita por cálculo, por
c)  A departamentalização.
arbitramento ou por artigos. – > Está conforme o art. 879, da CLT.
d)  A flexibilidade.
42) Sobre o Recurso de Revista no processo trabalhista, marque e)  A verticalização
a alternativa incorreta. Gabarito: D
a)  Cabe Recurso de Revista para Turma do Tribunal Superior Comentário: LTERNATIVA D:
do Trabalho das decisões proferidas em grau de recurso
ordinário, em dissídio individual, pelos Tribunais Regionais Redes organizacionais permitem que membros de departamentos
do Trabalho, quando contrariarem súmula de jurisprudên- distintos troquem informações sem estabelecer relações hierárqui-
cia uniforme dessa Corte ou súmula vinculante do Supremo cas, são voluntárias e facultativas e flexíveis quanto a abrangência e
Tribunal Federal. participação de membros.
b)  O recurso de revista, dotado de efeitos devolutivo e suspensi-
vo, será interposto perante o Presidente do Tribunal Regional
do Trabalho, que, por decisão fundamentada, poderá recebê-
-lo ou denegá-lo.

Carreiras Tribunais 15
Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017 www.qstao.com.br

44) Na gestão por resultados os indicadores de desempenho teriza a falta de distinção entre bens públicos e privados, não existin-
exercem importante papel nas organizações, e tem como do impessoalidade na ação pública.
objetivo final.
a)  Controlar ações.
48) Segunda a escola clássica da administração, as organiza-
b)  Indicar insumos necessários.
ções são sistemas que trazem clara distinção entre funções
c)  Garantir o controle. atribuídas a cada membro, e entende as organizações como
d)  Apontar falhas críticas. um sistema fechado. Indique a alternativa que apresenta um
e)  Atribuir funções. teórico desta escola.
Gabarito: B a)  Elton Mayo.
b)  Maslow.
Comentário: ALTERNATIVA B:
c)  Michael Porter.
A administração gerencial adota a gestão por resultados, pois tem d)  Peter Drucker.
foco nos resultados e não nas tarefas, e os indicadores de desem-
penho representam uma importante ferramenta para a análise de e)  Henri Fayol.
resultados com a finalidade de indicar os insumos necessários para Gabarito: E
as próximas ações organizacionais.
Comentário: Correção (E) – A escola clássica da administração,
da qual faz parte a teoria clássica de Henri Fayol, entende que deve
existir clara divisão entre os níveis estruturais e operacionais, sendo
45) Segundo o guia PMI/PMBOK, a gestão de projetos tem
claramente estabelecida a cadeia hierárquica, que é verticalizada e
cinco etapas, e logo após a segunda etapa, que é do planeja-
rígida.
mento, existe etapa:
a)  Do encerramento.
b)  Da execução 49) Um líder autocrático geralmente não é bem aceito pela
c)  Do controle. equipe, que resiste a sua liderança, porém sua atuação possibi-
lita a unidade da equipe na busca pelo cumprimento de seus
d)  Da análise.
objetivos, além de outra característica que é.
e)  Da implementação.
a)  A harmonia.
Gabarito: B b)  A celeridade.
Comentário: CORREÇÃO (B) – Segundo o guia PMBOK do PMI c)  A motivação.
– Instituto de Gerenciamento de Projetos, as etapas de um projeto d)  A hierarquia.
são: 1 – Inicio, 2 – Planejamento, 3 – Execução, 4 – Monitoramento
e Controle e 5 – Encerramento. e)  A sinergia.
Gabarito: B
Comentário: Correção (B) – O líder autocrático é coercivo, e por
46) A atual administração pública se utiliza da gestão por compe-
esta razão não é facilmente aceito pelos demais membros da equipe,
tências para a atribuição de funções dentro de uma organi-
porém, como centraliza as decisões, pode garantir celeridade e
zação, e sobre esta ferramenta é correto afirmar, exceto que
unidade da equipe.
a)  O conhecimento não é exclusivamente empírico.
b)  Fazer gera habilidades.
c)  A pró-atividade leva a atitude. Orçamento Público
d)  Habilidades são de fácil coletivização.
e)  Habilidades podem ser tácitas. 50) Um determinado ente segue os prazos estabelecidos na
Gabarito: D Constituição Federal para elaboração e aprovação dos instru-
mentos de planejamento. Por várias razões, o orçamento para
Comentário: CORREÇÃO (D) – Na gestão por competências, o o exercício de 2018 foi aprovado somente no dia 25 de março
conhecimento é técnico, e de fácil coletivização, as habilidades são do referido exercício, quando deveria ter sido aprovado em
empíricas e tácitas e de difícil coletivização, e a atitude tem relação 2017. Qual princípio orçamentário está sendo afetado?
com a disposição e pró-atividade.
a)  anualidade;
b)  consistência;
47) Considerando os modelos administrativos que foram adotados c)  legalidade;
pelo Estado brasileiro, indique a alternativa que apresenta uma d)  não afetação das receitas;
característica marcante do patrimonialismo, modelo que foi
adotado desde o Brasil colônia até o início da república. e)  universalidade.
a)  Legalidade. Gabarito: A
b)  Burocracia. Comentário: O Princípio da Anualidade afirma que o orçamen-
c)  Impessoalidade to deve ser elaborado e autorizado para o período de um ano. O
encaminhamento do Executivo ao Legislativo deve ocorrer até
d)  Moralidade.
quatro meses antes do encerramento do exercício (31 de agosto).
e)  Pessoalidade. A devolução ao Executivo deve ser feita até o encerramento do
Gabarito: E segundo período da sessão legislativa (22 de dezembro) do exercí-
cio financeiro em que foi encaminhado.
Comentário: Correção (E) – O patrimonialismo, modelo adminis-
trativo que foi superado na década de 30 do século passado, se carac-

16 Carreiras Tribunais
www.qstao.com.br Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017

51) As receitas e despesas devem ser especificadas, demonstrando e)  Todos estão corretos
a origem e a aplicação dos recursos. Este conceito refere-se Gabarito: E
ao princípio da:
a)  Legalidade Comentário: A lei orçamentária anual compreenderá:
b)  Proibição do Estorno o orçamento fiscal referente aos Poderes da União, seus fundos,
órgãos e entidades da administração direta e indireta, inclusive
c)  Orçamento Bruto
fundações instituídas e mantidas pelo Poder Público;
d)  Especificação/Especialização/Discriminação
o orçamento de investimento das empresas em que a União, direta
e)  Programação ou indiretamente, detenha a maioria do capital social com direito
Gabarito: D a voto;
Comentário: O Princípio da Especialização, também conheci- o orçamento da seguridade social, abrangendo todas as entidades
do como Discriminação ou Especificação afirma que as receitas e órgãos a ela vinculados, da administração direta ou indireta, bem
e despesas devem ser especificadas, demonstrando a origem e a como os fundos e fundações instituídas e mantidas pelo Poder
aplicação dos recursos. Público.

52) São créditos anteriores à abertura do crédito e são destinados 55) Classificam-se como despesas que não contribuem, direta-
a reforço da dotação orçamentária: mente, para a formação ou aquisição de um bem de capital:
a)  especiais e extraordinários. a)  Despesa Orçamentária
b)  adicionais. b)  Despesa Corrente
c)  suplementares e especiais. c)  Despesa de Capital
d)  extraordinários. d)  Despesa Extraorçamentária
e)  suplementares. e)  Despesa Ordinária
Gabarito: E Gabarito: B

Comentário: Os créditos Suplementares são anteriores à abertura Comentário: As Despesas Correntes são aquelas que não contri-
do crédito. São destinados a reforço da dotação orçamentária. buem, diretamente, para a formação ou aquisição de um bem de
capital.

53) Estabelece, de forma regionalizada, as diretrizes, objetivos


e metas da administração pública federal para as despesas 56) Verifica a procedência do crédito fiscal e a pessoa que lhe é
devedora e inscreve o débito desta. Trata-se:
de capital e outras delas decorrentes e para as relativas aos
programas de duração continuada: a)  do planejamento.
a)  Lei Orçamentária Anual. b)  do recolhimento.
b)  Lei de Diretrizes Orçamentárias. c)  do lançamento.
c)  Plano Plurianual. d)  do registro.
d)  Plano Diretor. e)  da cobrança
e)  Anexo de Riscos Fiscais. Gabarito: C
Gabarito: C Comentário: O Lançamento é o ato que verifica a procedência do
crédito fiscal e a pessoa que lhe é devedora e inscreve o débito desta.
Comentário: O Plano Plurianual estabelece de forma regionaliza-
da, as diretrizes, objetivos e metas da administração pública federal
para as despesas de capital e outras delas decorrentes e para as Administração de Recursos Materiais
relativas aos programas de duração continuada.

57) Considerando bens patrimoniais, analise o processo correto.


54) A lei orçamentária anual compreenderá: a)  A retirada de um bem patrimonial é definida como Exclusão.
I -  o orçamento fiscal referente aos Poderes da União, seus b)  A ampliação de um ativo já incorporado é uma Adição.
fundos, órgãos e entidades da administração direta e indireta, c)  Uma Benfeitoria é uma Adição
inclusive fundações instituídas e mantidas pelo Poder Público; d)  A troca de um item por outro de mesmo tipo por motivo de
II -  o orçamento de investimento das empresas em que a União, atualização é uma Adição.
direta ou indiretamente, detenha a maioria do capital social e)  A Baixa se dá apenas para bens intangíveis.
com direito a voto;
Gabarito: B
III -  o orçamento da seguridade social, abrangendo todas as
entidades e órgãos a ela vinculados, da administração direta Comentário: ALTERNATIVA B:
ou indireta, bem como os fundos e fundações instituídas e Na gestão de recursos materiais é fundamental a movimentação de
mantidas pelo Poder Público. materiais e sua condição junto ao estoque e função na organização.
a)  Apenas I está correto Quando existe a ampliação de um ativo, como uma construção em
b)  Apenas II está correto edificação já existente, se define tal ato como adição.
c)  Apenas III está correto
d)  Dois estão corretos

Carreiras Tribunais 17
Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017 www.qstao.com.br

58) Dentre os objetivos do estoque, indique a alternativa que não


corresponde a uma ação desta etapa de gestão de materiais.
a)  Controlar disponibilidades de materiais e situação dos
pedidos, tanto em relação a fornecedores como em relação à
produção da empresa.
b)  Pesquisar continuamente novos materiais, novas técnicas
administrativas, novos equipamentos e novos fornecedores.
c)  Padronizar materiais, embalagens e fornecedores.
d)  Minimizar o investimento em estoques.
e)  Definir a modalidade de licitação.
Gabarito: E
Comentário: ALTERNATIVA E:
Quando, na gestão de recursos materiais, a função de estoque recebe
um material e existe sua retirada, existem diversas etapas, mas esta
não está vinculada a ação de compras, licitação ou contratos, e neste
sentido, definir a modalidade de licitação.

59) Sobre as etapas do ciclo PDCA (Plan – Do – Check – Act)


aplicado aos métodos de armazenagem de bens patrimoniais,
indique a alternativa que apresenta uma definição correta.
a)  O monitoramento é uma ação da etapa “Act”.
b)  A correção de metas deve ser verificada na etapa “Do”.
c)  Na etapa “Plan” tem inicio os indicadores de desempenho.
d)  Correção de rumos são definidos após a etapa “Check”.
e)  A etapa “Act” é opcional e não obrigatória.
Gabarito: D
Comentário: ALTERNATIVA D:
O ciclo PDCA é de melhoria contínua, e a etapa Plan é o momento
de planejamento, seguido da etapa Do, de execução daquilo que foi
planejado, o momento Check é de verificação e definição de correção
de rumos, comparando aquilo que foi executado com aquilo que foi
planejado e o momento Act é o encerramento do ciclo.

60) Na gestão de recursos materiais, o Teorema de Pareto ou


Classificação ABC define a importância dos materiais em
uma organização. Indique a alternativa que apresenta uma
classificação correta de materiais segundo tal ferramenta.
a)  Materiais importantes correspondem a cerca de 30% do total.
b)  Materiais pouco importantes correspondem a cerca de 20%
do total.
c)  Materiais importantes correspondem a cerca de 80% do
patrimônio.
d)  Materiais pouco importantes correspondem a cerca de 50%
do orçamento.
e)  NDA
Gabarito: C
Comentário: Alternativa C:
No teorema de pareto, materiais classificados como A são importan-
tes e correspondem a 20% do total e 80% do patrimônio, materiais
classificados como B são de importância intermediária, e correspon-
dem a 30% do total e 15% do patrimônio, e materiais classificados
como C são de pouca importância, e correspondem a 50% do total e
5% da importância.

18 Carreiras Tribunais
www.qstao.com.br Carreiras Tribunais - Analista (TRT) - 23/07/2017

PROPOSTA DE REDAÇÃO
A tese sociológica de que a perda de apoio na religião objetiva, a dissolução dos últimos resíduos pré-capitalistas, a diferencia-
ção técnica e social e a extrema especialização, deram lugar a um caos cultural é cotidianamente desmentida pelos fatos. A civilização
atual a tudo confere um ar de semelhança. Filmes, rádio e semanários constituem um sistema. Cada setor se harmoniza em si e todos
entre si. As manifestações estéticas, mesmo a dos antagonistas políticos, celebram da mesma forma o elogio do ritmo do aço. As sedes
decorativas das administrações e das amostras industriais são pouco diferentes nos países autoritários e nos outros. Os palácios colossais
que surgem de todas as partes representam a pura racionalidade sem sentido dos grandes cartéis internacionais a que já tendia a livre
iniciativa desenfreada, que tem, no entanto, os seus monumentos nos sombrios edifícios circundantes –de moradia ou de negócios - das
cidades desoladas. Por sua vez, as casas mais velhas em torno ao centro de cimento armado têm o aspecto de slums (favelas), enquanto
os novos bangalôs às margens das cidades cantam (como as frágeis construções das feiras internacionais) louvores ao progresso técnico,
convidando a liquidá-las, após um rápido uso, como latas de conserva. Mas os projetos urbanísticos que deveriam perpetuar, em pequenas
habitações higiênicas, o indivíduo como ser independente, o submetem ainda mais radicalmente à sua antítese, o poder total do capital.
Como os habitantes afluem aos centros em busca de trabalho e de diversão, como produtores e consumidores, as unidades de construção
se cristalizam sem solução de continuidade em complexos bem organizados. A unidade visível de macrocosmo e de microcosmo mostra
aos homens o esquema da sua civilização: a falsa identidade do universal e do particular. Toda a civilização de massa em sistema de
economia concentrada é idêntica, e o seu esqueleto, a armadura conceptual daquela, começa a delinear-se. Os dirigentes não estão mais
tão interessados em escondê-la; a sua autoridade se reforça quanto mais brutalmente é reconhecida. Filme e rádio não têm mais necessi-
dade de serem empacotados como arte.
Fonte: MAX HORKHEIMER E THEODOR W. ADORNO

Desenvolva um texto dissertativo-argumentativo sobre o tema:


A INDÚSTRIA CULTURAL
Comentário:
Indústria cultural é o termo usado para designar esse modo de fazer cultura, a partir da lógica da produção industrial. Significa que se
passou a produzir arte com a finalidade do lucro. Para se obter lucro com o cinema, por exemplo, é preciso fazer um filme que agrade o
maior número de pessoas. Dessa forma, criam-se alguns padrões, como o vilão e o mocinho, as histórias de amor, os finais felizes. No
fundo, toda a produção artística fica padronizada e não há espaço para o novo.
Todo esse processo de padronização ocorre também no universo da música. Um ritmo ou artista de sucesso logo é “copiado”, não possi-
bilitando aos ouvintes a escolha, já que é tudo muito parecido. Outro problema é que não há mais espaço para a liberdade de criação. No
caso da música, a composição precisa estar de acordo com o produtor musical, com o empresário, com o dono da gravadora. No fundo,
a lógica da produção artística é a mesma da produção industrial, onde cada um “aperta um parafuso” sem conhecer todo o processo. O
importante é sempre vender muitos álbuns, não importando muito a qualidade musical.
Essa indústria da cultura, produzindo essa cultura para as massas, faz com que se entre num círculo vicioso. A indústria define qual tipo
de arte pode ser consumido; e parte do público que não se rebelou com os padrões impostos passa a perder a sua capacidade de julgar e
de perceber algo bom. Com isso, a indústria cultural passa a produzir mais arte de péssima qualidade e o público consome essa arte. Disso
resulta arte sempre com qualidade inferior e público sempre com gosto inferior.
Entretanto, do mesmo grupo de amigos de Adorno e Horkheimer, o filósofo Walter Benjamin (1892-1940) via algo bom no fato de essa
arte alcançar diversas pessoas. Para Benjamin há uma democratização da arte. A possibilidade de copiar o que se produz é a possibilida-
de de levar cultura para um maior número de pessoas. A fotografia possibilita que se observe um quadro de um museu distante, sem a
necessidade de o observador ter de se deslocar. O cinema possibilita o mesmo. Mesmo a fotografia e o cinema sendo um fragmento do
olhar de quem estava por trás da câmera é possível levar esse pedaço do mundo para outras pessoas.
Além disso, com o avanço tecnológico, é possível que mais pessoas tenham acesso às ferramentas para a produção cultural. Benjamin não
viu o mundo tecnológico que temos hoje, mas o que ele pensou pode ser observado. O barateamento da tecnologia permitiu que muitos
artistas gravassem em estúdios improvisados nas suas garagens e quartos. O computador é uma dessas ferramentas que possibilitam uma
abertura para o mundo, democratizando o acesso à cultura.

Carreiras Tribunais 19