You are on page 1of 1

1

BRITO. A abordagem e a clínica no atendimento aos moradores de rua

REFERÊNCIA
SOBRENOME, Nome. Título do capítulo. In: SOBRENOME, Nome (org? Ed.?). Título do
Livro: subtítulo. ed. Cidade: Editora, ano. Cap. ?. p. ??-??.

SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo. Ano. ??f. Dissertação/Tese (Mestrado/Doutorado) –


Instituição. Subdivisão. Cidade.

SOBRENOME, Nome. Nome do artigo. Nome do Periódico. Cidade. Volume/ano. Numero.


Mês. Ano. Disponível em <site>. Acesso em dia mês ano.

TEMA
Pequeno resumo, abordando os principais temas.

TEXTO
“É quando a cidade deixa de ser um conceito puramente geográfico para tornar-se
um símbolo complexo e inesgotável da existência humana” (Calvino,1999). 2.
A cidade é vista como um campo de conflitos e tensões, como lugar de
enfrentamentos e contradições que se produzem como resultado das continuidades e
descontinuidades dos processos de urbanização. 2.
A rua, longe de se constituir como um espaço do abandono, torna-se um espaço da
organização de uma rede de camaradagem e convivência, conformando a integração
hierarquizada de “uma fronteira em movimento” (Pessanha, 1995), que prolifera nas grandes
metrópoles, realizada por pessoas e grupos profundamente empobrecidos, lesados em sua
integridade material e psíquica, em sua autonomia e sem recursos básicos necessários à sua
subsistência. 3.
Institucionalização da população na rua.