You are on page 1of 7

DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6

TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

TESTE DE DIAGNÓSTICO

Nome: __________________________________________ N.º ____ Turma: ____ Data: ____/ ____/ ____
Avaliação: _________________________________________ Professor(a) _________________________

GRUPO I – LEITURA E EDUCAÇÃO LITERÁRIA


PARTE A
Lê o texto que se segue.

PRONTO PARA A ESCOLA?


Rita dá-nos uma dica para começar bem o ano: escolher bons materiais. “Não gosto de
estar a escrever ou a pintar e os bicos dos lápis sempre a partirem-se! Vale mais comprar
materiais um pouco melhores. São mais caros, mas duram mais tempo”, diz, convicta. Rita
adora não ter nada para estudar, pois assim pode dedicar-se ao que mais gosta: brincar e
5 conversar com as amigas. Quando chega a casa, faz os trabalhos de casa e, muitas
vezes, ao fim da tarde, tem tempo para passear com a mãe e com o irmão, além de ir à
natação. Agora, apesar de ainda estar de férias, “aproveito para ler bastante e treinar a
escrita”. Durante o ano, quando os professores pedem aos alunos para estudarem alguma
matéria, Rita passa bastante tempo a lê-la. Na escola, quando tem tempo, explica aos
10 colegas aquilo que eles não entendem. Mas o que a diverte mesmo é treinar o raciocínio.
“Tento muitas vezes fazer contas de cabeça. A maior parte das vezes consigo, outras
não… E continuo a treinar!”, acrescenta, entusiasmada com o tom de quem adora
desafios.
O truque do Francisco é decorar a matéria lendo em voz alta enquanto dá toques na
15 bola. A mãe não gosta, mas parece que resulta. É que o Francisco é bom aluno a todas as
disciplinas. Além disso, confessa estar com muita atenção nas aulas e rever as matérias
todos os dias (cerca de uma hora por dia). “Quando chegam os testes, é só fazer uma
leitura geral para cada disciplina.” Sempre que fica com dúvidas, Francisco faz perguntas
aos professores as vezes que forem precisas até entender. Quando tem tempo livre na
20 escola, vai para uma sala de estudo. Também gosta de ajudar os colegas com mais
dificuldades. E assim, ao fim de semana, fica livre para fazer o que mais gosta – jogar
futebol!

Visão Júnior, n.º 76, setembro de 2010, págs. 25-26.

Responde ao que te é pedido sobre o texto que acabas de ler, de acordo com as
COTAÇÃO orientações que te são dadas.
4 1. Diz de quem se fala em cada frase, assinalando com um X a coluna adequada.
Rita Francisco
A. Gosta muito de brincar com as amigas.
B. No seu tempo livre, vai para a sala de estudo da escola.
C. Quando tem tempo, passeia com a mãe e com o irmão.
D. O seu segredo é decorar a matéria.
COTAÇÃO
1
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

2. Indica como se divertem a Rita e o Francisco, nos seus tempos livres, preenchendo o
4 quadro seguinte.

Rita

Francisco

12 3. Descreve os métodos de estudo da Rita e do Francisco.


__________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

PARTE B
Lê o texto que se segue.

João saiu da escola furioso. Mais uma negativa a Matemática!


Ia ficar de castigo e, ainda por cima, lhe cortavam a semanada.
– Para que serve a Matemática? – interrogava-se ele. – Os cães, os gatos,
os elefantes vivem sem fazer contas. Antes de inventarem a escolaridade obrigatória, a
5 humanidade era feliz sem essa tortura. Pior que a Matemática, só as injeções e a tia
Engrácia.
Deu um pontapé numa pedra e logo, por azar, traz!, a maldita foi acertar no vidro da
sapataria. Plim… plim… plim… desfez-se em cacos.
João largou a correr, atrás dele o lojista, atrás os colegas a rir, numa chacota.
10 – Que pontaria!
– Não acertas nas contas, mas acertas nas montras.
– Vais ser convidado para a seleção de futebol. Este foi o melhor golo do campeonato.
Fingindo não os ouvir, o rapaz esgueirou-se, saltou para um autocarro, sem saber o
destino que levava.
15 Aos balanços, sacudido para aqui e para além, via passar casas e ruas desconhecidas.
Perdido por cem, perdido por mil. Havia de ir até ao fim da carreira. Voltar para casa para
quê? Para apanhar um raspanete?
Era quase noite quando o autocarro finalmente parou junto a um lago triste. Apeou-se.
Não sabia onde estava. Foi vagueando ao acaso, por entre prédios arruinados, até um
20 jardim onde meia dúzia de árvores erguiam os ramos para o céu, como fantasmas
reformados. Doía-lhe a cabeça e tinha a barriga a dar horas. Sentou-se num banco,
pousou a mochila ao lado. Não havia por ali vivalma. Mas no banco em frente estava uma
pasta de pele de crocodilo.
Sempre fora curioso. Deu dois passos, carregou no fecho dourado e que viu ele? Maços
25 e maços de notas de quinhentos euros. Procurou um nome, uma morada. Absolutamente

2
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

nada.
Olhou mais uma vez em volta. Ninguém. Então atirou fora cadernos e livros e atulhou a
mochila com aquela inesperada fortuna. Quem a teria largado ali? Talvez um criminoso a
30
fugir à polícia. Ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão.
A cabeça quase lhe andava à roda de fome e entusiasmo. Podia comprar uma quinta,
um carro, um cavalo, tudo o que desejasse. Só não podia livrar-se da Matemática. Até aos
dezassete ou dezoito anos era forçado a ir à escola.
E ainda dizem que há liberdade!

Luísa Ducla Soares, O Rapaz e o Robô, 1.ª edição, Porto Editora, Porto, 2016, págs. 5-7.

Responde ao que te é pedido sobre o texto que acabas de ler, de acordo com as
orientações que te são dadas.

COTAÇÃO

4 4. “João saiu da escola furioso.” (linha 1)


O que é que deixou João tão furioso? Assinala a opção que completa a frase, de acordo
com o sentido do texto.
João ficou furioso, pois
esteve de castigo.
cortaram-lhe a semanada.
teve a primeira negativa a Matemática.
teve novamente negativa a Matemática.

2 5. “Deu um pontapé numa pedra […]” (linha 6)


Por que razão João deu um pontapé numa pedra? Assinala a opção que completa a frase
seguinte, de acordo com o sentido do texto.
João deu um pontapé numa pedra, pois
estava desesperado.
desejava treinar a pontaria.
pretendia ajustar contas com o lojista.
gostava de desafiar os colegas.

5 6. “[…] e logo, por azar, traz!, a maldita foi acertar no vidro da sapataria.” (linhas 6-7)
Explica o significado da palavra destacada na frase.
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

3
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

7. “– Não acertas nas contas, mas acertas nas montras.” (linha 10)

4 7.1. Justifica o emprego do travessão nesta frase.


__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

4 7.2. Refere o objetivo daquele que pronuncia esta frase.


__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

5 8. Assinala as afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F), de acordo com o sentido do texto.

Quando saltou para o autocarro, João queria


V F
A. chegar mais depressa a casa.
B. escapar ao dono da loja.
C. adiar o regresso a casa.
D. fugir da chacota dos colegas.
E. passear pela cidade.

9. “A cabeça quase lhe andava à roda de fome e entusiasmo.” (linha 29)

4 9.1. Indica o acontecimento que tanto entusiasmou João.


__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

4 9.2. Justifica o comportamento de João, no momento em que encontrou a mala repleta de notas.
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

GRUPO II – GRAMÁTICA

Responde aos itens seguintes, de acordo com as orientações que te são dadas.

5 1. Assinala com X a classe de palavras a que pertence cada palavra sublinhada.

Nome Adjetivo
A. O autocarro parou junto a um lago triste.
B. Aquele rico vestia andrajos.
C. Os ramos pareciam ramos reformados.
D. Os reformados jogavam às cartas.
E. João sempre fora curioso.

4
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

2. O João recebeu um recado da Isabel.


4 2.1. Escreve, em cada caixa, o sinal de pontuação em falta.

3 3. Assinala com X o conjunto em que as todas as palavras pertencem à mesma família.

lojista perdão anoitecer


loja imperdoável noitada
alojar perdoar noturno
relógio perder noite

A B C

4 4. Identifica o grau em que se encontra o adjetivo qualificativo na frase seguinte.

“Este foi o melhor golo do campeonato.” (linha 11)

__________________________________________________________________________

5. Lê a frase seguinte:

O João contou a sua aventura aos pais.

4 5.1. Faz a análise sintática da frase, preenchendo o quadro.

Sujeito simples

Predicado

Complemento direto

Complemento indireto

5
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

GRUPO III – ESCRITA

30 Escreve um texto narrativo sobre o teu primeiro dia de aulas.


O teu texto, com um mínimo de 140 e um máximo de 200 palavras, deve incluir:
• a situação inicial, o desenvolvimento da ação e o desfecho;
• um momento de diálogo;
• uma descrição.
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

6
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

CENÁRIOS DE RESPOSTA
Grupo I – Leitura e Educação Literária
Parte A
1. A – Rita
B – Francisco
C – Rita
D – Francisco
2. Rita – Passeia com a mãe e o irmão e vai à natação.
Francisco – Joga futebol.

3. A Rita faz sempre os trabalhos de casa, lê as matérias que os professores lhe pedem que estude e treina o raciocínio,
fazendo contas de cabeça.
O Francisco lê a matéria em voz alta para a tentar decorar e está sempre muito atento nas aulas.

Parte B
4. teve novamente negativa a Matemática.

5. estava desesperado.

6. Esta palavra representa o som produzido pela pedra, quando esta acertou no vidro.

7.1. Nesta frase, utiliza-se o travessão no início de uma sequência em discurso direto.

7.2. Esta frase é pronunciada com o objetivo de troçar de João.

8. A–F
B–V
C–F
D–V
E–F
9.1. João ficou muito entusiasmou por ter descoberto uma pasta com maços e maços de notas de quinhentos euros.

9.2. Quando viu que a mala estava repleta de notas, João procurou ver se nela havia um nome e uma morada, talvez para a
devolver ao dono.

Grupo II – Gramática
1. A – adjetivo
B – nome
C – adjetivo
D – nome
E – adjetivo
2.1. Olá, João! Queres ir passear comigo ao Jardim Zoológico? Podemos lá encontrar ursos, tigres, leões, pandas e muitos
outros animais. Conto contigo!

3. Conjunto C

4. “o melhor de” é o grau superlativo relativo de superioridade do adjetivo qualificativo “bom”.

5.1. Sujeito simples – “O João”


Predicado – “contou a sua aventura aos pais”
Complemento direto – “a sua aventura”
Complemento indireto – “aos pais”
Grupo III – Escrita
Na redação do texto, o aluno deverá:
– escrever um texto descritivo, cumprindo as instruções fornecidas relativamente ao tema e à extensão do texto;
– produzir um discurso coerente do ponto de vista da informação fornecida;
– usar adequadamente parágrafos, marcadores do discurso e pontuação;
– fazer adequadamente a divisão em situação inicial, desenvolvimento da ação e desfecho;
– utilizar vocabulário adequado, pertinente e variado;
– escrever com correção ortográfica e morfossintática.

7
© Areal Editores

Related Interests