You are on page 1of 4

1

Tópico 1
Atividade Financeira do Estado
1. Relação de Poder x Relação Jurídica Tributária
2. Receita Pública
3. Noção de Direito Tributário
4. Autonomia do Direito Tributário (legislativa, científica e didática).
5. Relação do Direito Tributário com outros ramos jurídicos (Civil, Administrativo,
Constitucional, Trabalhista, Societário, Processual, etc.)

Tópico 2
6. Conceito e características do Tributo (análise do art. 3º do CTN e do art. 9º da Lei
4.320/64)

Tópico 3
Espécies de Tributos
7. Classificação: escolas e CTN(art. 5º)
8. Critério legal: art. 4º, CTN.
9. Outros critérios de classificação: a) vinculados e não vinculados; b) Direitos e
Indiretos; c) Fiscais, extrafiscais e parafiscais; d) Fixos e variáveis; e) Progressivos e
Regressivos; f) Pessoais e Reais; g) cumulativos e não-cumulativos; h) seletivos e
não-seletivos; i)Sobre o comércio exterior, sobre o patrimônio e a renda, sobre a
produção e a circulação.
10. Impostos (art. 16, CTN) – características.
11. Taxas (art. 77) - (Serviço – art. 79) (poder de polícia – art. 78 e 80). (Taxas x Tarifa x
Pedágio - art. 150, CF/88) (base de cálculo, art. 145, §2º, CF/88) (competência para
instituição)
12. Contribuições de Melhoria (art. 81 e 82) (competência para instituição) (limite
individual x limite global – art. 81) (DL 195/67)
13. Empréstimos Compulsórios (art. 148, CF/88). (fato gerador, base de cálculo, sujeito
passivo?)
14. - Contribuições Sociais/Especiais (art. 149 e 195, CF/88). (Espécies) (competência
para instituição) (base de cálculo, fato gerador, sujeitos passivos) (princípio da
anterioridade mitigada – art. 195, §6º) (contribuição previdenciária “residual” – art.
195, §4º - lei complementar?).

Tópico 4
Sistema Constitucional Tributário (art. 145 a 162 e 195, 212, 239, etc.)
15. Princípios Constitucionais Tributários x Normas Constitucionais Tributárias
16. Princípio da legalidade (art. 5º II, 37 e 150, I CF/88) (Tipicidade Fechada) (art. 97 e
parágrafos) (Exceções – art. 153, §1º / 155, §4º, IV, “c” / art. 177, §4º, I, “b') (Lei
específica para isenções, subsídios, etc. – art. 150, §6º), (Prazo de Vencimento)
(Medidas Provisórias)
17. Princípio Federativo (art. 1º e 60, §4º) – Ordens jurídicas parciais e nacional.
18. Princípio da Não-Surpresa: 1) Anterioridade (art. 150, III, b). Exceções (art. 150, §1º -
.I, I.E, IPI, IOF, empréstimos compulsórios (art. 148,I), Impostos extraordinários de
guerra (art. 154, II). Outras exceções: ICMS s/ combustíveis (art. 155, §4º, IV, c) e
CIDE combustíveis (art. 177, §4º, I, “b”). (Anualidade) (Alteração de prazo de
recolhimento - Súmula 669, STF); 2) Noventena (art. 150, III, c) e anterioridade
mitigada das contribuições para seguridade social (art. 195, §6º); - Exceções: I.I, I.E,
IR, IOF, Empréstimos compulsórios (art. 148, I) e Impostos Extraordinários de Guerra
(154,II) e fixação de base de cálculo do IPVA (art. 155, III e IPTU (art. 156, I)
2

19. Princípio da Irretroatividade (art. 150, III, a) – Retroatividade benigna e lei meramente
interpretativa (art. 106, I e II, CTN).
20. Princípio da Igualdade (art. 150, II). (Cooperativas – art. 146, III, “c”) (Microempresas
Empresas de pequeno porte – art. 146, III, d e 170, IX)
21. Princípio da capacidade contributiva (art. 145, §1º) – Conotações – Abrangência.
22. Princípio da Vedação de Confisco (art. 150, IV) – Noções – Relação com o princípio
da razoabilidade (proporcionalidade) (Multas confiscatórias: RE 833.106/GO – multa
por não pagamento limitada a 100 % / RE 754554 – multa não pode ser superior ao
valor da própria obrigação / AI 727872 – multa de mora limitada a 20% do valor do
tributo / RE 640452 – trata de multa por obrigações acessórias – repercussão geral
reconhecida / RE 736090 – multa de 150% por sonegação, fraude, dolo ou conluio –
art. 44, lei 9.430/96 – repercussão geral reconhecida)
23. Princípios protetivos da federação: a) da liberdade de tráfego (art. 150, V) (Pedágio);
b) Princípio da Uniformidade Geográfica: art. 151, I e art. 152.
24. Princípios aplicáveis a tributos específicos: a) Progressividade (art. 153, §2º, I - art.
153, §4º, I - art. 156, §1º, I); b) não-cumulatividade (art. 153, 3º, II – art. 155, §2º, I -
art. 154, I – art. 195, §4º - Lei 10.637/02 e 10.833/03); c) Seletividade (art. 153, §3º, I
– art. 155, §2º, III).

Tópico 5
25. - Competência Tributária (atributos, CTN – art. 6º (competência legislativa plena), art.
7º e parágrafos (indelegabilidade), e 8º (privatividade)).
26. Distribuição da competência tributária (arts. 145, 147, 148, 149, 149-A, 153, 154,
155, 156, 195 e 195, §4º, CF/88)

Tópico 6
27. Imunidades Tributárias (noção).
28. Imunidade x Isenção x Não-incidência x Alíquota zero.
29. Imunidades – Taxas (art. 5º, incisos XXXIV, LXXIV, LXXVI, LXXVII)
30. Imunidade Recíproca (art. 150, VI, a) (Autarquias e Fundações – art. 150, parág. 2º)
(Restrições – art. 150, parág. 3º)
31. Imunidade dos Templos (art. 150, VI, b) (alcance – art. 150, parág. 4º - Finalidades
essenciais).
32. Imunidade dos Partidos Políticos, suas Fundações, Entidades Sindicais dos
Trabalhadores, Instituições de Educação e de Assistência Social (art. 150, VI, c).
(Restrições – art. 150, § 4º) (Remuneração de diretores, superávit, atividade
comercial, etc) (Regulamentação – art. 146, II, CF/88) (Imóvel alugado, permanece a
imunidade – Súmula 724, STF).
33. Imunidade dos Livros, Jornais, Periódicos e Respectivo Papel (art. 150, VI, d).
(Demais insumos?) (Alcance aos filmes e papéis fotográficos – Súmula 657, STF).
34. Imunidade “musical” (art. 150, VI, “e”): fonogramas ou videogramas com obras
musicais produzidos no brasil e de autores brasileiros.
35. Imunidades específicas:
36. a) IPI (art. 153, §3º, III)
37. b) ITR (art. 153, §4º, II),
38. c) ICMS (Mercadorias destinadas ao exterior – art. 155, §2º, X, “a”) (Petróleo,
derivados, etc – art. 155, §2º, X, “b”), (Ouro como ativo financeiro - 155, §2º, X, “c” e
art. 153, §5º)
39. ITBI (art. 156, §2º, I)
40. Energia elétrica, serviços de telecomunicações, derivados de petróleo, combustíveis
e minerais do país (exceto ICMS, I.I e I.E) (art. 155, §3º)
41. Transferência de imóveis para reforma agrária (art. 184, §5º)
42. Contribuições em geral (art. 149, §2º, I)
3

43. Contribuição Social para a Seguridade Social (art. 195, §7º)

Tópico 7
Legislação Tributária (art. 96, CTN)
44. Constituição Federal e Emendas à Constituição
45. Tratados e Convenções Internacionais (art. 98, CTN)
46. Leis Complementares (art. 59, II e 69, CF/88)
47. Leis Ordinárias
48. Medidas Provisórias (art. 62, CF/88)
49. Resoluções do Senado Federal (art. 155, §2º, IV e V)
50. Decretos e Regulamentos (art. 99, CTN)
51. Normas Complementares (art. 100, CTN) (Observância – art. 100, parág. único,
CTN).

Tópico 8
52. Vigência (arts. 101 a 104, CTN) e Aplicação (arts. 105 e 106) da Legislação
Tributária.
53. Vigência no tempo: (normas complementares do art. 100 – art. 103) (anterioridade,
reminiscência – art. 104, CTN).
54. Vigência no espaço:Territorialidade (art. 101 e 102)
55. Aplicação (art. 105) – Fatos geradores futuros e pendentes – A questão do I.R.
Superação da Súmula 584, STF.
56. Retroatividade (art. 106): norma meramente interpretativa e retroatividade benigna.

Tópico 9
57. Interpretação e Integração da Legislação Tributária (art. 107).
58. Métodos de interpretação (Gramatical-literal, Histórico, Sistemático, Teleológico).
59. Integração (art. 108, I)
60. Interpretação (art. 108, II a IV) (Restrições – parágrafos 1º e 2º).
61. Princípios gerais de direito privado (art. 109).
62. Restrição do art. 110, CTN.
63. Interpretação literal (art. 111, CTN). (críticas)
64. In dúbio pro contribuinte (art. 112, CTN) (críticas).

Tópico 10
Obrigação Tributária
65. Noção Geral
66. Espécies (art. 113, §§, CTN)
67. Críticas ao art. 113
68. Fato Gerador: (art. 114 – Obrig. Principal - “situação definida em lei como necessária
e suficiente à sua ocorrência”)/ art. 115 – Obrig. Acessória - “qualquer situação
que, na forma da legislação aplicável, impõe a prática ou a abstenção de ato
que não configure obrigação principal”).
69. Norma anti-elisão (art. 116, parág. único)

Tópico 11
Crédito Tributário
70. Noção Geral (art. 139 - mesma natureza da obrigação tributária, 140 - alterações que
alteram o C.T não afetam a obrigação tributária e 141 – princípio da legalidade na
modificação, extinção e suspensão do C.T.
71. Constituição (art. 142 – lançamento / art. 144 – tempus regit actum) (art. 148 -
arbitramento)
4

72. Espécies de Lançamento (art. 147 – “declaração”/ art. 149 – “ofício”/ art. 150 –
“homologação”).
73. Modificação do lançamento: (art. 145 – a) impugnação; b) recurso de ofício; c)
iniciativa de ofício.
74. Suspensão da exigibilidade do Crédito Tributário (art. 151).
75. Exclusão do Crédito Tributário: isenção e anistia (art. 175 a 179)
76. Garantias e Privilégios do Crédito Tributário (art. 183 a 193)
77. Art. 183 – Lista não taxativa - Necessária nova lei complementar, em razão do art.
146 da CF/88? / parág. único: natureza da garantia não influencia na natureza do
crédito./ Art. 184 – todo o patrimônio do devedor garantindo o crédito tributário.
78. Art. 185 – Fraude à execução.
79. Art. 185-A: indisponibilidade de bens e direitos
80. Art. 187 – Preferências do Crédito Tributário. Concurso de preferências entre entes
federados x princípio federativo (art. 187, § único)
81. Arts. 188, 189 e 190 – Tributos gerados no decorrer dos processos de falência,
inventário e liquidação.
82. Necessidade de prova de quitação de tributos: falência e concordatas (art. 191),
Partilha (art. 192) e contratação com o poder público (art. 193).

Tópico 12
Extinção do Crédito Tributário
83. Pagamento
84. Compensação
85. Transação
86. Remissão.
87. Decadência
88. Prescrição
89. Conversão do depósito em renda.
90. Pagamento antecipado e homologação de lançamento
91. Consignação em pagamento.
92. Decisão Administrativa
93. Decisão Judicial
94. Dação em pagamento de bens imóveis

Tópico 13
95. Administração Tributária