You are on page 1of 14

L

rastros
um olhar na história
uz
de JUNHO
2018
nº 12

vem!

Despretensioso convite para o


retorno às coisas simples, belas
e profundas do Evangelho.

Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida


3

bem-aventurados
os que
choram...

“Bem-aventurados os que
choram, porque eles serão
consolados.” (Mateus 5 : 4)
4 RASTROS DE LUZ | A LEI DA CRUZ 5

Mar da Galileia

h Hoje ainda vemos conturbações aqui e ali,


sofrimento fazendo morada, aflições tomando
posse nos corações, como se, sob esse aspecto,
o tempo não houvesse passado, e, em face disso,
dizer que esse é o lado perdedor. No
entanto, há os que optam pelo lado
lado e assim vai permanecer. É dEle a
promessa: E eu estarei sempre com vocês,
conceda.” (João 15: 16)

E peçamos com unção e devoção o


imaginemos as mesmas paisagens que acolheram vencedor dAquele que venceu o mundo: até o fim dos tempos”. (Mateus 28:20)
Jesus às margens do Mar da Galileia, podendo equilíbrio, moderação, harmonia, Seu divino auxílio.
nos ver reunidos com a grande multidão, ouvindo fraternidade, solidariedade, tolerância, Mesmo os que ontem optaram
equivocadamente por rumos cujo Porque qualquer que pede recebe; e
a voz suave do Meigo Rabi, recitando cântico conhecimentos edificantes, práticas
destino é de sofrimento agravado, hoje quem busca acha; e a quem bate abrir-
de luz: “Tenho-vos dito isto, para que em mim construtivas, fé renovadora, valores
podem mudar a trajetória rumo à Luz, se-lhe-á. (Lucas 11: 10)
tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende indestrutíveis, ações dignificantes.
bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16: 33) pois o consolo e a esperança sempre Ouvimos o convite, e Ele nos deu o
Jesus, conhecedor dos problemas se externaram de Seus ensinos: “E se roteiro: “Eu sou o caminho, e a verdade
Como outrora, Ele repete hoje o celeste humanos e respeitador da liberdade alguém ouvir as minhas palavras, e não e a vida; ninguém vem ao Pai, senão
convite: “Vinde a mim, todos os que estais de escolha de cada um, afirmava, com crer, eu não o julgo; porque eu vim, não por mim.” (João 14: 6)
cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” (Mateus 11: clareza, sem nada impor a ninguém: Eu para julgar o mundo, mas para salvar o
28)
sou o pão da vida; aquele que vem a mundo.” (João 12: 47) “As minhas ovelhas ouvem a minha
mim não terá fome, e quem crê em mim voz, e eu conheço-as, e elas me
O sofrimento, desde os primórdios, é velho E os que estamos no turbilhão das
nunca terá sede. (João 6: 35) seguem.” (João 10: 27)
conhecido da Humanidade. aflições, lembremo-nos do suave convite:
E completava, distendo mãos que não Vem! Jesus é guia e modelo.
Para resolvê-lo, desde muito tem se buscado
só convidavam: Vem!, mas também que
medidas diversas. Há a busca do lenitivo e do “Bem-aventurados os que choram, Prosseguir na caminhada, com
se apresentavam para apoiar, orientar,
bálsamo nas coisas da Terra e nas do Céu. porque eles serão consolados.” (Mateus 5: 4) determinação, incansavelmente e com
socorrer, proteger: Todo o que o Pai me
dá virá a mim; e o que vem a mim de destemor, pelo caminho dos vitoriosos.
Não se despreza o que o mundo pode “Não me escolhestes vós a mim, mas
oferecer de bom e útil, porém há quem lance maneira nenhuma o lançarei fora. (João 6: eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para “Mas aquele que perseverar até ao
37)
mão do que o mundo conhece como distrações, que vades e deis fruto, e o vosso fruto fim será salvo.” (Mateus 24 : 13)
anestesiamento e fuga, como o caso dos permaneça; a fim de que tudo quanto
Ontem e hoje, Ele continua ao nosso “Segue-me você.” (João 21: 22)
alcoólicos e outras drogas alucinógenas. Podemos em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo
7

vem!
Sofres? Estás fatigado?
Tropeças sob os fardos do
mundo?

Vem!
8 RASTROS DE LUZ | A LEI DA CRUZ 9

abnegado e misericordioso para contigo, mas não te esqueças de que as circunstâncias se


modificam com as horas e de que nem todos os dias são iguais.
E aconteceu que, quando aqueles se apartaram dele, disse Pedro a Jesus: Mestre, bom
é que nós estejamos aqui, e façamos três tendas: uma para ti, uma para Moisés, e uma
para Elias, não sabendo o que dizia.

a
Muitos deles não saíram ainda do
jardim de infância espiritual. E, dizendo ele isto, veio uma nuvem que os cobriu com a sua sombra; e, entrando eles
na nuvem, temeram.
Dá sempre o bem pelo mal, a
verdade pela mentira e o amor pela E saiu da nuvem uma voz que dizia: Este é o meu amado Filho; a ele ouvi.
indiferença.
E, tendo soado aquela voz, Jesus foi achado só; e eles calaram-se, e por aqueles dias
A inexperiência e a ignorância dos não contaram a ninguém nada do que tinham visto.
corações que se iniciam na luta fazem,
frequentemente, grande algazarra
em torno do espírito que procura a si
mesmo.
Por isso, padecerás muitas vezes
aflição e desânimo.
Não te perturbes, porém.
Se as ilusões e os brinquedos da
maioria não mais te satisfazem, é que
a madureza te inclina a horizontes mais
vastos.
Recorda que somente Jesus é
Vem! bastante sábio e bastante forte para
acalmar-te.
(Fonte Viva. Emmanuel, Cap. 152. Francisco Ouve-lhe o apelo divino, formulado
Cândido Xavier nas derradeiras palavras do seu
Testamento de Amor: - “Vem!”
Ninguém te pode impedir o acesso à
fonte da luz infinita.
“E quem o ouve, diga: O Mestre é o Eterno Amigo que nos
- Vem. E quem tem sede, rompe as algemas e nos abre portas
venha.” Apocalipse, 22: 27) renovadoras...
Entretanto, é preciso saibas querer.
A Terra é a grande escola das almas O Senhor jamais nos fará violência.
em que se educam alunos de todas as
idades. Sofres? Estás fatigado? Tropeças sob
os fardos do mundo?
Se atingiste o nível das grandes
experiências, não te inquiete a Vem!
incessante extensão do trabalho.
Jesus reserva-te os braços abertos.
Não enxergues inimigos nos
semelhantes de entendimento Vem e atende-o ainda hoje. É
imperfeito. verdade que sempre alcançaste ensejos
de serviço, que o Mestre sempre foi
11

consegues
ir?
Entretanto, para falar com
verdade, já consegues ir?
12 RASTROS DE LUZ | A LEI DA CRUZ 13

Aqui, as palavras do Mestre se derramam por vitalizante bálsamo, entretanto, os laços da conveniência imediatista são demasiado
fortes; além, assinala-se o convite divino, entre promessas de renovação para a jornada redentora, todavia, o cárcere do desânimo
isola o espírito, através de grades resistentes; acolá, o chamamento do Alto ameniza as penas da alma desiludida, mas é quase
impraticável a libertação dos impedimentos constituídos por pessoas e coisas, situações e interesses individuais, aparentemente
inadiáveis.
Jesus, o nosso Salvador, estende-nos os braços amoráveis e compassivos. Com ele, a vida enriquecer-se-á de valores imperecíveis e

o
à sombra dos seus ensinamentos celestes seguiremos, pelo trabalho santificante, na direção da Pátria Universal...
Todos os crentes registram-lhe o apelo consolador, mas raros se revelam suficientemente valorosos na fé para lhe buscarem a
companhia. Em suma, é muito doce escutar o “vinde a mim...”
Entretanto, para falar com verdade, já consegues ir?

Consegues ir?
(Fonte Viva. Emmanuel, Cap. 5. Francisco
Cândido Xavier

“Vinde a mim...” (Mateus,


11:28)

O crente escuta o apelo do Mestre,


anotando abençoadas consolações. O
doutrinador repete-o para comunicar
vibrações de conforto espiritual aos
ouvintes.
Todos ouvem as palavras do Cristo,
as quais insistem para que a mente
inquieta e o coração atormentado lhe
procurem o regaço refrigerante...
Contudo, se é fácil ouvir e repetir o
“vinde a mim” do Senhor, quão difícil é ir
para Ele!
14 RASTROS DE LUZ | A LEI DA CRUZ 15

Lágrimas
(Camiho, verdade e vida. Emmanuel, Cap. 172.
Francisco Cândido Xavier

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” (Mateus, 11: 28)
Ninguém como Cristo espalhou na Terra tanta
alegria e fortaleza de ânimo.
Reconhecendo isso, muitos discípulos amontoam
argumentos contra a lágrima e abominam as
expressões de sofrimento.
O Paraíso já estaria na Terra se ninguém tivesse
razões para chorar.
Considerando assim, Jesus, que era o Mestre da
confiança e do otimismo, chamava ao seu coração
todos os que estivessem cansados e oprimidos sob o
peso de desenganos terrestres.
Não amaldiçoou os tristes: convocou-os à
consolação.
Muita gente acredita na lágrima sintoma de
fraqueza espiritual. No entanto, Maria soluçou no
Calvário; Pedro lastimou-se, depois da negação;
Paulo mergulhou-se em pranto às portas de
Damasco; os primeiros cristãos choraram nos circos
de martírio... mas, nenhum deles derramou lágrimas
sem esperança.
Prantearam e seguiram o caminho do Senhor,
sofreram e anunciaram a Boa Nova da Redenção,
padeceram e morreram leais na confiança suprema.
O cansaço experimentado por amor ao Cristo
converte-se em fortaleza, as cadeias levadas ao seu
olhar magnânimo transformam-se em laços divinos
de salvação.
Caracterizam-se as lágrimas através de origens
específicas. Quando nascem da dor sincera e
construtiva, são filtros de redenção e vida; no
entanto, se procedem do desespero, são venenos
mortais.
17

o
suave convite

Busque-O, você também, em


cada dia da sua vida, com
alegria interior, instalando em
si mesmo os prenúncios da
paz que o vacinarão contra os
maus tempos da alma, dando-
lhe resistência para enfrentar
com bom ânimo, todo e
qualquer testemunho pelo
qual tenha que passar.
18 RASTROS DE LUZ | A LEI DA CRUZ 19

embriaguez. sempre garantia de fortalecimento


para o enfrentamento da asperidade.
Caso alguém se apoie em outro
alguém, na tentativa de impor-se A ajuda de Jesus é essencial para
ao período áspero, muito cedo se a conquista da nossa harmonia
desgostará, caindo em desconforto. gradativa, nos quadros das lutas

p
humanas, porque, à medida que nos
Umas pessoas toleram outras, vai auxiliando, vai-nos informando
enquanto essas outras não se tornam a respeito dos motivos da nossa
pesos que acarretam desgastes dificuldade, da perturbação que nos
emocionais e complicações. atinge.
Um indivíduo suporta os Com Jesus Cristo fica mais fácil
problemas de outro até os limites da entender que ninguém se acha
própria resistência. no mundo como se estivesse
Alguém acompanhará alguém nas numa estação de entretenimento
vias escarpadas enquanto não surge permanente. A Terra se mostra
a bifurcação que impõe a cada um também como uma escola bendita
seus próprios passos e escolhas. que nos vai permitindo verificar
que o destino de todas as coisas
O mergulho na sexualidade, como é passar, e que cada companheiro
quem deseja chafurdar-se em ondas ou companheira ao nosso lado tem
de esquecimento das deficiências a sua própria cruz a conduzir, não
próprias, transforma-se numa lhe sendo possível dar atenção
danação a mais, pelo vazio que se continuada ao nosso madeiro.
impõe o desditoso, o qual acaba
O suave convite por afogar-se no agastamento e
perturbação.
O Cristo é, assim, para todos
nós, a fonte do ansiado alívio de
todos os tormentos e de todas as
(Quem é o Cristo?. Francisco de Paula Vitor, Cap.
3. Raul Teixeira)
“Vinde a mim...” propõe o Celeste lutas e dores, impulsionando-nos
Amigo. para que aprendamos a solucionar
intrincados enigmas por meio da
No entanto, a proposta do nossa comunhão com os Seus
Mestre é de auxílio e clareza, uma ensinos, não apenas nas quadras de
vez que Ele não promete retirar o aperto e infelicidade, mas, também,
problema da vida de ninguém. Não quando tudo nos sorri, quando o Sol
Por mais que a alma humana As compras, por mais caras e se compromete a evitar que cada um brilha sobre as nossas estradas, pois
busque proteção e apoio nos variadas, acabarão por impor enfado resgate o que deve perante as leis da esse é o melhor tempo de fixarmos
dias de árduas lutas e de graves e fadiga. consciência. Ele acena, isso sim, com o aprendizado para os tempos de
testemunhos, em coisas e pessoas, o alívio, com a ajuda, com o socorro invernia.
terá que encontrar frustrações e Os cardápios primorosos em na quadra mais complexa.
desalento em razão da ordem mesma mesas engalanadas, com o tempo, Busque-O, você também, em
da vida. trarão enjoo e inapetência. “Vinde a mim... que eu vos cada dia da sua vida, com alegria
aliviarei”. interior, instalando em si mesmo os
Se a pessoa se apoia em algo Os jogos de azar, que
aparentemente distraem, tornam- O apoio do Cristo é, assim, de prenúncios da paz que o vacinarão
material para tentar superar a fase contra os maus tempos da alma,
complexa, logo se desiludirá. se ladeiras escorregadias do vício e importância capital para cada um
estuário de vacuidades. e para todos nós. Se, por um lado, dando-lhe resistência para enfrentar
As viagens de espairecimento Ele não retira o fardo da quota com bom ânimo, todo e qualquer
e de lazer trarão cansaço e As taças de licores, repetidas das nossas responsabilidades, por testemunho pelo qual tenha que
aborrecimento. vezes, farão com que se acumulem outro, jamais nos deixa à míngua da passar.
sombras nas estradas de torturante Sua luminosa presença, o que será
21

a
sinfonia
da vida
Do mesmo modo que a
simples semente tem um
propósito na vida, bem como
também cada elemento
da natureza, cabe-nos o
empenho em descobrir o
nosso sentido existencial,
aquele que está reservado
para nós.
22 RASTROS DE LUZ | A LEI DA CRUZ 23

Converte-se em vegetal, dando seu Mas o ser-pensante que habita o ser- Alimenta-se, emocionalmente, do
contributo ao meio ambiente, para se biológico, nem sempre segue o sentido que consegue identificar que já é, sem
repetir, sem cessar, em futuras sínteses, que a razão existencial indica, até enriquecer o tempero do tempo mental
expandindo-se a partir de novas porque, em muitos casos, nem busca de que dispõe, para formular o que
sementes que seu esforço biológico saber que sentido é esse, sem se dar gostaria de ser, idealizando conquistas,
permitiu gerar. conta que a tarefa inadiável consiste ensaiando o êxito.

a
em buscar o sentido da vida e aplicá-lo
Ela segue em seu ciclo delineado e de maneira consciente, de forma que Vive alimentando o conflito criado
recebe o contributo de outros fatores as lutas contribuam eficazmente para a pela falta de expectativa que não
do seu entorno, como o do solo fértil, autorrealização. preenche o vazio que se lhe apresenta
do sol e da água. Expressa sua forma nas energias dispersas, onde nem corpo
e conteúdo renovados, com vigor e Em decorrência do alheamento, nem espírito, alcançam a harmonia que
utilidade, e se mantem presente e ativa, insatisfações, vazios existenciais, poderia ser vivenciada com um mínimo
sem desperdiçar um segundo que seja desânimo, povoam essas mentes e de percepção.
do tempo que dispõe. dirigem seus comportamentos.
A Neurolinguística demonstra que as
Mesmo enquanto na escuridão do Fugaz é o tempo quando não utilizado fixações mentais contribuem para as
solo, usa de suas forças para crescer e de maneira lúcida em torno dos valores realizações humanas, e a Neurociência
sair na direção do Sol, momento esse transcendentais, aqueles adormecidos confirma o poder da força mental na
que, como todas as outras formas de no âmago de cada um. atividade humana.
vida, encanta-se com o fototropismo,
fenômeno que uma vez percebido, não Para que o indivíduo descubra o O pensamento é força viva e atuante.
se aparta jamais. significado existencial que lhe diz
respeito, é indispensável que se Conforme o seu direcionamento,
Na dinâmica da vida, a minúscula permita a reflexão, o hábito saudável manifesta-se, no mundo das formas,
semente mantém-se dentro do sentido da concentração e de pensamentos a sua realização. A sua educação
(Texto reproduzido com a devida para a renovação e o aprimoramento,
que a existência lhe confere, levando edificantes, criando condições
autorização: http://projeto-inove.com.br/ cada célula a preencher a formatação propiciatórias à viagem interior, onde é relevante, porque se torna fator
inove/2017/10/14/a-sinfonia-da-vida/ pré-estabelecida do seu projeto se encontram registrados os prejuízos e essencial para o enfrentamento dos
vivencial, que é seu modelo organizador as conquistas morais da longa viagem desafios e encontro das soluções
biológico próprio. evolutiva. necessárias à vida saudável.

Dentro de certo tempo transforma-se Enquanto alguém se compraz com Não desejamos com isso afirmar
em frondosa árvore, floresce e frutesce o já conseguido, cessa de evoluir que, com o simples fato de elaborar-
e disponibiliza seus melhores recursos, e de aprimorar-se, contentando- se uma ideia, necessariamente,
A semente traz em si mesma os como forma silenciosa de manifestação se com o pouco adquirido que o acontecerá como se quer ou como se
códigos vitais e quando é colocada de sua gratidão às leis que regem a leva inevitavelmente ao tédio, ao planeja. No entanto, a onda mental
para germinação sob a compressão vida. desconhecimento ou à perda do sentido emitida se transforma em fator criador
do solo e auxílio da umidade, passa a existencial. de ambiência que propiciará, que
se desenvolver, seguindo seu modelo As flores não tentam desabrochar, irá contribuir para tornar viável o
organizador biológico. elas desabrocham; os pássaros não Sem sonhos, sem rumos; sem rumos, desejo, que deve ser acompanhado do
tentam voar, eles voam. sem estímulos para a ação renovadora empenho, do esforço para torná-lo real,
Essa circunstância peculiar lhe e progressista. Vida que cada um é, construtivo e edificante.
permite reavivar os fatores adormecidos A existência humana tem como acaba anulada, evitando o desatar da
e passa então por vigorosas objetivo essencial o desenvolvimento renovação, para seu próprio benefício. Reconhecendo a sabedoria milenar
transformações celulares. dos valores que se encontram disponibilizada para a Humanidade
adormecidos no cerne, no âmago do ser. Permanece postulando teses pelo Mestre dos mestres, que, em
Intumesce-se, e, dirigida pela repetitivas somente, sem o confronto outras palavras, ensinou há mais de
fatalidade biológica, desata a vida Seu corpo obedece aos códigos que devido das antíteses, para então poder dois mil anos que o mundo da paz é
sob nova forma, seguindo o projeto lhe veem impressos no espiral biológico, apresentar as necessárias e decorrentes semelhante a um homem que saiu a
existencial que lhe é próprio, inscrito nos segundo seu prévio modelo organizador. sínteses. semear, que experimentou a rudeza
códigos da vida. da terra, vencendo-a pelo trabalho,
24 RASTROS DE LUZ | A LEI DA CRUZ 25

superou o calor e a falta de água, e colocou as comentou:


suas sementes no colo amigo do solo, cuidando
através de irrigação, e resguardando-a de Aprendi... que vai demorar muito para me
pragas e mau tempo, quando então ressurgiu transformar na pessoa que quero ser, e devo
em débil plântula de esperança, até que se ter paciência.
transformou em vida exuberante a ornar-se de Mas aprendi, também, que posso ir além dos
flores e frutos, oferecendo sombra e apoio. limites que eu próprio coloquei.
Assim sucede com todo aquele que espera Aprendi que preciso escolher entre controlar
a colheita de felicidade, sendo convidado a meus pensamentos ou ser controlado por eles;
plantar antes e atender a sua seara. que os heróis são pessoas que fazem o que
Modificando comportamento atual, aquele acham que devem fazer naquele momento,
que deseja mudança psicológica para melhor, independentemente do medo que sentem.
deve direcionar a força mental para a sua Do mesmo modo que a simples semente tem
realização, a fim de que lhe surjam fatores um propósito na vida, bem como também cada
especiais que o auxiliem na modificação das elemento da natureza, cabe-nos o empenho em
paisagens íntimas e das ocorrências externas, descobrir o nosso sentido existencial, aquele
sabendo que todos devemos envidar os que está reservado para nós.
melhores esforços para alcançar os patamares
mais elevados da vida tanto biológica quanto Quando olhamos para o mundo à nossa
psicológica e mental. volta, descobrimos que não estamos jogados
no caos e na aleatoriedade, mas somos parte
Os desafios existenciais fazem parte da vida, de uma grande ordem, uma grande sinfonia da
sem os quais o ser seria destruído pela paralisia vida.
da vontade, dos membros, das aspirações, que
se transformariam em doentia aceitação dos Na verdade, nós pertencemos ao universo,
níveis inferiores do estágio da evolução a que e essa experiência de pertencer pode tornar a
estamos sujeitos. nossa vida profundamente significativa, para
nós próprios e para os demais à nossa volta.
Para se identificar que há luz acima e saber
de onde ela está vindo, é preciso que olhemos Lembremo-nos de Voltaire: Turva-me o
para o alto. universo e não posso imaginar que exista este
relógio e não haja um relojoeiro.
Não basta só saber, é preciso fazer.
Disse-nos Johann Goethe: A mais nobre
A atitude do enfrentamento dos estados alegria dos homens que pensam é haverem
emocionais perturbadores é necessário, a fim de explorado o concebível e reverenciarem em paz
que se consiga, de modo definitivo, o equilíbrio o incognoscível.
íntimo.
Não devemos nos abster e nem fugir do
Comecemos pelo mais simples, vamos exame da espiritualidade. É a vida em sua
despertar em nós a vontade de mudanças maior transcendência.
comportamentais, cientes de que ao mudar os
pensamentos estaremos mudando nossas vidas. No livro: A Visão Sistêmica da Vida, de Fritjof
Capra e Pier Luigi Luisi (Fritjof Capra é físico
A lição é de Buda, o Iluminado: Somos o que teórico e escritor que desenvolve trabalho na
pensamos. Tudo o que somos surge com nossos promoção da educação ecológica. Pier Luigi
pensamentos. Com nossos pensamentos, Luisi é professor de Bioquímica na Universidade
fazemos o nosso mundo. de Roma), lemos:
Como que numa confidência com seus A espiritualidade é uma experiência humana
leitores, William Shakespeare, o grande escritor, muito mais ampla e mais básica do que a
26 RASTROS DE LUZ | A LEI DA CRUZ 27

religião. Ela tem duas dimensões: uma pessoas como Gandhi ou Martin Luther PRÓXIMO FASCÍCULO:
vai para dentro, ou “para cima”, por King como seres espirituais, queremos
assim dizer, e a outra vai para fora, dizer que eles estavam expressando por A parábola do semeador
abraçando o mundo e os seres humanos meio de suas vidas os ideais superiores
nossos companheiros. Qualquer de uma humanidade melhor. Nesses
uma dessas duas manifestações casos, há uma união das dimensões
da espiritualidade pode ou não ser interiores e exteriores da espiritualidade
acompanhada pela religião. Assim, e podemos falar a respeito de uma
quando dizemos que cientistas como “espiritualidade leiga”, uma maneira
Einstein ou Bohr eram almas espirituais, de ser espiritual sem a necessidade de
queremos dizer que eles eram animados estar associado com uma religião em
por um vigoroso anseio para se particular.
aproximar, ou talvez até mesmo para se
identificar, com os mistérios do cosmos. Vamos refletir mais detidamente CRÉDITOS DESTE FASCÍCULO:
sobre tudo isso?
Por outro lado, quando vemos Imagens: acervo próprio ou baixadas da
Há uma religiosidade da consciência?
Internet: Google Imagens e The Church of

L
Jesus Christ of Latter-day Saints
Livros: A Bíblia de Jerusalém, além dos
livros citados no corpo do fascículo.
Blog/site: www.projeto-inove.com.br

rastros de
um olhar na história
uz
Revista eletrônica de circulação dirigida e gratuíta
Redação, organização e diagramação: Maurício Silva
Contato: redator@resenhaespiritaonline.com.br
Curitiba - PR

DIREITOS RESERVADOS: todos os direitos de reprodução, cópia, veiculação e comunicação ao público desta
obra estão reservados, única e exclusivamente, para Maurício Silva. Proibida a sua reprodução parcial ou total,
por qualquer meio, sem expressa autorização, nos termos da Lei 9.610/98.