You are on page 1of 2

Contra lei islâmica, pastor luta para manter igreja em área

isolada na Etiópia.

Erik Erik Laursen, fundador das Missões do Novo Pacto, uma


organização que se dedica a promover ações de evangelismo em
várias partes do mundo, contou a agência God Reports como um
grupo de cristãos estão conseguindo sobreviver em uma das regiões
mais isoladas e violentas do planeta, por amor ao evangelho de Jesus
Cristo.

Erik viajou para uma região distante da Somália, na África, e lá


conheceu um pastor cujo nome precisou ser omitido por razões de
segurança, tendo em vista que onde vive impera a lei islâmica da
“Sharia”, uma espécie de constituição religiosa muçulmana que serve
para determinar a conduta dos cidadãos adeptos do islamismo, ou
mesmo os que não professam essa fé, mas residem nas regiões onde
a lei opera.

“Eu gostaria de poder compartilhar todas as histórias com você, mas


há um risco muito grande, pois o povo somali está sob a lei Sharia,
mesmo na Etiópia”, explica Erik.

Sendo a única igreja da região, Erik perguntou ao pastor qual era a


visão dele para a comunidade, no que ele respondeu: “Temos muitos
jovens adultos que estão prontos para ir (espalhar as Boas Novas), e
estamos todos prontos para morrer por causa do Evangelho!”, disse o
líder.O missionário contou que apesar dos grandes riscos e da
iminência de punição constante, a alegria dos cristãos locais é visível
ao saber da liberdade espiritual que possuem em Cristo. Eles
desafiam a morte, se preciso, em nome do evangelho, mas ao final se
reúnem e compartilham momentos de louvor e adoração a Deus:

“Pela primeira vez na África, fui convidado a tirar meus sapatos


enquanto entrava em uma pequena igreja da casa da Somália.
Ouvimos música maravilhosa juntos, bebemos um café incrível,
compartilhamos a Palavra de Deus e terminamos em oração pelo
povo somali e nossa equipe”, finalizou Erik, feliz com a viagem.