You are on page 1of 258

Continue a

Amar a Deus
s

lvs-T
180314
Continue a
Amar a Deus
ES TE LIVRO PERTENCE A

Crédito das fotos:


N Página 16: Buena Vista Images
N Página 161: Mixa/age fotostock

Este livro não é vendido. Ele faz parte de um trabalho voluntário para
ajudar as pessoas no mundo todo a entender a Bíblia. As despesas desse
trabalho são cobertas por donativos.
Para fazer um donativo, acesse www.jw.org.

Se não houver nenhuma observação, os textos bíblicos citados neste livro


são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada.
How to Remain in God’s Love
Edição de fevereiro de 2018
Portuguese (Brazilian Edition) (lvs-T)
˘ 2018
Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania
Associação Torre de Vigia de Bíblias e Tratados
Editoras
Watchtower Bible and Tract Society of New York, Inc.
Wallkill, New York, U.S.A.
˜ ´
Associaçao Torre de Vigia de Bıblias e Tratados
´ ˜
Cesario Lange, Sao Paulo, Brasil
Todos os direitos reservados
Made in Brazil
ASSUNTOS

CAPÍTULO PÁGINA
1. Deus pode nos amar para sempre ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 5
2. Como ter uma consciência limpa? ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 16
3. Seus amigos são amigos de Deus? ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 31
4. Por que respeitar pessoas que têm autoridade? ․ ․ 45
5. Não faça parte do mundo ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 60
6. Como escolher bem nossa diversão? ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 75
7. Você dá valor à vida? ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 89
8. Jeová quer um povo limpo ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 104
9. Fique longe da imoralidade sexual ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 118
10. O casamento é um presente de Deus ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 132
11. Depois do dia do casamento ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 147
12. Use as palavras para o bem ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 159
13. Todas as comemorações agradam a Deus? ․ ․ ․ ․ 172
14. Seja honesto em todas as coisas ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 187
15. Você pode gostar do seu trabalho ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 200
16. Você pode vencer o Diabo ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 213
17. Continue a amar a Deus ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 226
Entenda Melhor ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ ․ 238
3

Para os que amam a Jeová e sua Palavra, a Bíblia:

Jesus disse: “Vocês conhecerão a verdade, e a verdade


os libertará.” (João 8:32) Pense em como você se sentiu
quando aprendeu a verdade da Bíblia. Foi muito bom
saber que mesmo neste mundo cheio de mentiras é
possível aprender a verdade. — 2 Timóteo 3:1.
Jeová quer que cada um de nós aprenda a verdade.
E como nós amamos as pessoas, queremos falar para
elas sobre Jeová. Só que servir a Deus envolve mais do
que isso. Precisamos fazer nosso melhor para viver
como cristãos porque temos profundo respeito pelos
princípios de Jeová. Jesus explicou qual é uma impor-
tante maneira de provarmos para Deus que o amamos.
Ele disse: “Se vocês obedecerem aos meus mandamen-
tos, permanecerão no meu amor, assim como eu
obedeço aos mandamentos do Pai e permaneço no
amor dele.” — João 15:10.
Jesus ama muito seu Pai, e faz tudo o que seu Pai
pede para ele fazer. Se imitarmos a Jesus na nossa vida,
Jeová vai nos amar e nós seremos realmente felizes.
Como Jesus disse, “se vocês sabem essas coisas, felizes
serão se as praticarem”. — João 13:17.
Esperamos que este livro ajude você a viver de acordo
com a verdade da Bíblia e a se tornar amigo de Deus.
Oramos para que seu amor por Deus fique mais forte
e que você continue “no amor de Deus . . . visando a
vida eterna”. — Judas 21.

Corpo Governante das Testemunhas de Jeová


CAPÍTULO 1

DEUS PODE NOS AMAR


PARA SEMPRE
“O amor de Deus significa o seguinte:
que obedeçamos aos seus mandamentos; contudo,
os seus mandamentos não são pesados.” — 1 JOÃO 5:3.

VOCÊ ama a Deus? Pode ser que seu amor por Deus
seja tão grande que você decidiu dedicar sua vida a
ele. Você talvez sinta que ele é o seu melhor Amigo.
Só que antes de você amar a Jeová, ele amou você. A
Bíblia diz: “Nós amamos porque ele nos amou pri-
meiro.” — 1 João 4:19.
2 Pense nas muitas maneiras que Jeová mostra

que nos ama. Ele nos deu este lindo planeta com
tudo o que precisamos para ter uma vida feliz. (Ma-
teus 5:43-48; Apocalipse 4:11) Além disso, ele quer
que a gente seja amigo dele. Por isso, ele nos dá
a oportunidade de aprender sobre ele. Quando le-
mos a Bíblia, estamos escutando a Jeová. E quan-
do oramos, Jeová está nos escutando. (Salmo 65:2)
Jeová nos orienta e nos fortalece por meio do seu
poderoso espírito santo. (Lucas 11:13) Ele até mes-
mo enviou seu Filho amado à Terra para nos livrar
do pecado e da morte. — Leia João 3:16; Romanos
5:8.
1, 2. Por que você ama a Jeová?
6 CONTINUE A AMAR A DEUS

3
Sabe aquele amigo que ficou do seu lado nos
bons e nos maus momentos? É preciso esforço para
manter forte uma amizade como essa, não é ver-
dade? O mesmo acontece com nossa amizade com
Jeová, o melhor Amigo que podemos ter na vida.
Para que nossa amizade com ele dure para sempre,
precisamos ‘nos manter no amor de Deus’, ou seja,
fazer de tudo para sermos pessoas que Deus ama.
(Judas 21) Como podemos fazer isso? A Bíblia res-
ponde: “O amor de Deus significa o seguinte: que
obedeçamos aos seus mandamentos; contudo, os
seus mandamentos não são pesados.” — 1 João 5:3.
O QUE É O “AMOR DE DEUS”?
4O que a Bíblia quer dizer com “amor de Deus”?
De acordo com a nota em 1 João 5:3, “amor de
Deus” é o mesmo que “amor a Deus”. Sendo assim,
nesse texto o “amor de Deus” não se refere ao amor
de Deus por nós, mas ao nosso amor por ele. Você
se lembra de quando começou a amar a Jeová?
5 Lembra como você se sentiu quando descobriu

que Jeová quer que você viva para sempre no Paraí-


so? Você aprendeu tudo o que Jeová fez para que
isso aconteça. Também entendeu como é valioso
o presente que Jeová nos deu quando enviou seu
próprio Filho à Terra. (Mateus 20:28; João 8:29; Ro-
manos 5:12, 18) Sem dúvida, aprender que Jeová
3. O que podemos fazer para que nossa amizade com Jeová dure
para sempre?
4, 5. (a) O que a Bíblia quer dizer com “amor de Deus”? (b) Con-
te como você começou a amar a Jeová.
Quando você se dedica
e se batiza, você mostra que
ama a Jeová e quer obedecer
a ele para sempre
8 CONTINUE A AMAR A DEUS

ama muito você tocou seu coração e fez você amá-lo


também. — Leia 1 João 4:9, 10.
6 Mas amar a Deus é só o começo. Amar alguém

envolve mais do que apenas dizer “eu te amo”.


Quando amamos uma pessoa, queremos fazer de
tudo para deixá-la feliz. Da mesma forma, seu amor
por Jeová fez você querer viver de um jeito que agra-
de a ele. Quando seu amor por Jeová ficou mais for-
te, você provavelmente se dedicou e se batizou. Des-
sa forma, você prometeu servir a ele para sempre.
(Leia Romanos 14:7, 8.) Como você pode cumprir
essa promessa?
‘OBEDECEMOS OS SEUS MANDAMENTOS’
7
Nós amamos a Jeová e por isso ‘obedecemos os
seus mandamentos’, ou seja, suas leis. A Bíblia ensina
como Jeová quer que a gente leve a nossa vida. Por
exemplo, Jeová nos diz que é errado ficar bêbado,
roubar, mentir, fazer sexo com uma pessoa que não é
nosso marido ou nossa esposa, e adorar alguém ou
alguma coisa que não seja Jeová. — 1 Coríntios 5:11;
6:18; 10:14; Efésios 4:28; Colossenses 3:9.
8 Será que isso quer dizer que, para agradar a

Jeová, é só obedecer suas leis e pronto? Não é


bem assim, afinal ele não nos deu uma longa lis-
ta de leis para cada situação na vida. Por isso, às
6. (a) O que está envolvido em amar alguém? (b) O que você já
fez para mostrar que ama a Deus?
7. (a) O que fazemos quando amamos a Jeová? (b) Quais são al-
gumas leis de Jeová?
8, 9. Quando a Bíblia não diz exatamente o que temos que fazer,
como podemos saber o que agrada a Jeová? Dê um exemplo.
DEUS PODE NOS AMAR PARA SEMPRE 9

vezes vai acontecer de a Bíblia não ter uma lei di-


zendo o que temos que fazer. Nesse caso, como va-
mos tomar boas decisões? (Efésios 5:17) Para isso,
Jeová nos deu princípios, que são verdades da Bíblia
que nos ensinam como Deus vê as coisas. Quan-
to mais lemos a Bíblia, mais conhecemos a Jeová.
Aprendemos como ele pensa, incluindo as coisas
que ele ama e as coisas que ele odeia. — Leia Salmo
97:10; Provérbios 6:16-19; veja a seção Entenda Me-
lhor, n.° 1.
9 Vamos ver isso na prática. Como podemos saber

o que ver na TV ou na internet? Bem, a Bíblia não


diz exatamente o que fazer nesses casos, mas Jeová
nos deu princípios que nos ajudam a tomar boas de-
cisões. Por exemplo, sabemos que grande parte da
diversão hoje em dia está cheia de violência e sexo.
E a Bíblia nos diz que Jeová “odeia quem ama a vio-
lência” e que “julgará os que praticam imoralida-
de sexual”. (Salmo 11:5; Hebreus 13:4) Como esses
princípios podem nos ajudar a tomar boas decisões?
Quando sabemos que Jeová odeia uma coisa ou diz
que ela é errada, queremos ficar bem longe dela.
10 Por que obedecemos a Jeová? Será que é porque

não queremos ser castigados ou não queremos so-


frer as consequências de uma decisão ruim? (Gála-
tas 6:7) Claro que não. Obedecemos a Jeová porque
o amamos. Assim como um filho quer deixar seu
pai feliz, nós queremos deixar nosso Pai no céu fe-
liz. Não existe nada melhor do que saber que Jeová
10, 11. Por que obedecemos a Jeová?
10 CONTINUE A AMAR A DEUS

está feliz com a gente! — Salmo 5:12; Provérbios


12:2; veja a seção Entenda Melhor, n.° 2.
11 Não obedecemos a Jeová só quando é fácil ou

não tem outro jeito. Também não ficamos esco-


lhendo qual lei ou princípio vamos seguir. (Deute-
ronômio 12:32) Em vez disso, nós obedecemos a
Jeová em tudo. Isso porque nos sentimos como o es-
critor de um dos salmos, que disse: “Gosto muito
dos teus mandamentos, sim, eu os amo.” (Salmo
119:47; Romanos 6:17) Além disso, queremos ser
como Noé. Ele mostrou que amava a Deus por fazer
tudo o que Jeová mandou. A Bíblia diz que Noé “fez
exatamente assim”. (Gênesis 6:22) Não gostaria que
Jeová dissesse isso de você também?
12 Como Jeová se sente quando obedecemos a

ele? A Bíblia diz que isso ‘alegra seu coração’. (Pro-


vérbios 11:20; 27:11) Imagine só! Fazemos o Criador
do Universo ficar feliz quando obedecemos a ele.
Mas Jeová não nos obriga a obedecer. Ele nos dá
liberdade para escolher fazer o que é certo ou erra-
do. Jeová quer que a gente escolha fazer o que é cer-
to por amor a ele. E isso vai nos ajudar a viver da me-
lhor maneira possível. — Deuteronômio 30:15, 16,
19, 20; veja a seção Entenda Melhor, n.° 3.
“SEUS MANDAMENTOS NÃO SÃO PESADOS”
13
Mas e se achamos que é muito difícil obedecer
as leis de Jeová ou que elas tiram nossa liberdade? A
12. Como podemos fazer Jeová feliz?
13, 14. Por que podemos dizer que os mandamentos de Deus não
são pesados? Dê um exemplo.
DEUS PODE NOS AMAR PARA SEMPRE 11

Bíblia diz: “Seus mandamentos não são pesados.”


(1 João 5:3) O que isso quer dizer? A palavra grega
traduzida “pesado” é usada em outros textos para
falar de regras muito difíceis de seguir ou de pessoas
que tentam controlar ou prejudicar outros. (Mateus
23:4; Atos 20:29, 30, nota) Sendo assim, os manda-
mentos de Jeová não são “pesados”, ou seja, não são
difíceis demais de obedecer. Jeová nunca pede uma
coisa que não conseguimos fazer.
14 Por exemplo, imagine que você vai ajudar um

amigo a mudar de casa. Ele colocou tudo dentro de


caixas. Algumas são leves e fáceis de carregar. Mas
outras são pesadas e é preciso duas pessoas para le-
vantar. Acha que seu amigo ia pedir para você pegar
sozinho uma caixa pesada? Claro que não. Ele não
quer que você se machuque. Assim como esse amigo,
Jeová nunca pede para fazermos algo difícil demais.
(Deuteronômio 30:11-14) Ele sabe até onde podemos
ir e “lembra-se de que somos pó”. — Salmo 103:14.
15 No passado, Moisés disse para a nação de Is-

rael que as leis de Jeová eram para o bem deles. Se


os israelitas obedecessem, eles ‘continuariam vivos’.
(Deuteronômio 5:28-33; 6:24) Hoje não é diferente.
Tudo o que Jeová pede faz nossa vida ficar melhor.
(Leia Isaías 48:17.) Nosso Pai, Jeová, sabe o que é
melhor para nós. (Romanos 11:33) A Bíblia também
diz que “Deus é amor”. (1 João 4:8) Isso quer dizer
que tudo o que Jeová diz e faz é por amor.
15. Por que podemos ter certeza de que as leis de Jeová são para
o nosso bem?
12 CONTINUE A AMAR A DEUS

16
Nem sempre é fácil obedecer a Deus porque vi-
vemos num mundo mau, governado pelo Diabo.
Ele tenta levar as pessoas a fazer o que é errado.
(1 João 5:19) Além disso, não somos perfeitos. Por
isso temos que lutar contra pensamentos e senti-
mentos que muitas vezes nos levam a desobedecer a
Deus. (Romanos 7:21-25) Mas nem tudo está perdi-
do. Nosso amor por Jeová nos dá forças para fazer o
que é certo. E Jeová vê nosso esforço para obedecer
a ele e daí nos ajuda com seu poderoso espírito san-
to. (1 Samuel 15:22, 23; Atos 5:32) O espírito santo
nos ajuda a ter qualidades que tornam mais fácil ser
obedientes a Jeová. — Gálatas 5:22, 23.
17 Neste livro, vamos aprender como viver de um

modo que deixa Jeová feliz. Vamos aprender a colo-


car em prática os princípios bíblicos em nossa vida,
levando em conta o que Deus acha certo ou errado.
Devemos lembrar que Jeová nunca nos obriga a
obedecer a ele. Mas se obedecermos, vamos ter uma
vida melhor agora e um futuro maravilhoso. E o
mais importante, vamos mostrar que o amamos
muito. — Veja a seção Entenda Melhor, n.° 4.
18 Para nos ajudar a saber o que é certo e erra-

do, Jeová nos deu a consciência. Treinar a cons-


ciência vai nos ajudar a ‘obedecer os mandamentos’
de Deus. Mas o que é consciência? Como podemos
treiná-la? Vamos ver isso no próximo capítulo.
16. Nem sempre é fácil obedecer a Deus. Mas o que vai nos aju-
dar a ser obedientes?
17, 18. (a) O que vamos aprender neste livro? (b) O que vamos
ver no próximo capítulo?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 DEUS AMA VOCÊ


‘Mantenha-se no amor de Deus,
visando a vida eterna.’ — Judas 21
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que você tem certeza de que Deus te ama?


João 3:16; Salmo 65:2;
1 João 4:8-10; Atos 5:32
Apocalipse 4:11 Jeová quer que a gente
Jeová criou este lindo pla- tenha uma vida feliz mes-
neta com tudo o que preci- mo agora. Para isso ele
samos para ter uma vida nos deu a Bíblia, o espírito
feliz. Adão e Eva pecaram, santo e a oração. Podemos
mas a vontade de Deus orar a Jeová com a certeza
não mudou. Jeová deu a de que ele está escutando.
vida do seu Filho para que
todos os humanos pudes-
sem ter a oportunidade de
viver para sempre.
14

2 OBEDECER A JEOVÁ É SEMPRE


O MELHOR PARA NÓS
“Eu, Jeová, sou o seu Deus, Aquele que ensina
o que é melhor para você.” — Isaías 48:17
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que obedecer a Jeová é o melhor para você?


Deuteronômio 5:28-33;
6:24
Jeová vê nosso esforço de
obedecer a ele. Ser obedien-
te nos ajuda a ter uma vida
melhor agora e nos dá a
oportunidade de ter um
futuro maravilhoso.
15

3 MOSTRE A JEOVÁ QUE VOCÊ


O AMA DE VERDADE
“O amor de Deus significa o seguinte:
que obedeçamos aos seus mandamentos.”
— 1 João 5:3
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Será que é possível obedecer a Deus? Por quê?


Deuteronômio 30:11; Provérbios 6:16-19;
Salmo 103:14 Efésios 5:17
Jeová sabe que não somos Os princípios da Bíblia nos
perfeitos. Ele nunca pede ensinam o que Deus pensa
uma coisa que não conse- sobre as coisas. Eles po-
guimos fazer. dem nos ajudar a pensar
Provérbios 27:11; como Jeová e aumentar
Romanos 7:21-25 nosso amor por ele. Os
princípios também nos
Nosso amor por Jeová nos
ajudam a saber como agir
ajuda a obedecer a ele
mesmo quando a Bíblia
mesmo quando isso não
é fácil. não tem uma lei dizendo
exatamente o que temos
que fazer.
CAPÍTULO 2

COMO TER
UMA CONSCIÊNCIA LIMPA?
“Mantenham uma boa consciência.” — 1 PEDRO 3:16.

IMAGINE que você está caminhando por um deser-


to. Você só vê areia por todo lado. É muito fácil se
perder. O que pode ajudar você a encontrar o cami-
nho? Você vai precisar de alguém que conheça bem
o deserto ou de alguma coisa para guiar você, como
um mapa, o Sol, as estrelas, uma bússola ou um GPS.
Isso é importante porque pode até salvar sua vida.
1, 2. (a) Quando estamos num lugar que não conhecemos, por
que precisamos de ajuda para nos guiar? (b) O que Jeová nos deu
para nos guiar?
COMO TER UMA CONSCIÊNCIA LIMPA? 17

2 Todos nós enfrentamos dificuldades na vida e às


vezes podemos nos sentir perdidos. Mas, para nos
guiar, Jeová deu a todos nós um presente: a cons-
ciência. (Tiago 1:17) Neste capítulo, vamos apren-
der: (1) o que é consciência e como ela funciona;
(2) como treinar a consciência; (3) por que temos
que nos preocupar com a consciência de outros e
(4) como uma consciência limpa pode deixar nossa
vida muito melhor.
O QUE É CONSCIÊNCIA E COMO ELA FUNCIONA?
3 O que é consciência? É a capacidade que temos
dentro de nós de perceber se uma coisa é certa ou
errada. A palavra grega para “consciência” usada na
Bíblia quer dizer “conhecimento que a pessoa tem
de si mesma”. Quando funciona bem, a consciência
nos ajuda a ver o que realmente pensamos e senti-
mos. Pode nos guiar para o que é certo e nos afastar
do que é errado. Também pode fazer a gente se sen-
tir feliz quando toma uma boa decisão ou culpado
quando toma uma decisão ruim. — Veja a seção En-
tenda Melhor, n.° 5.
4 Todos nós podemos escolher se vamos ouvir

nossa consciência. Veja o caso de Adão e Eva. Eles


escolheram não ouvir a consciência deles. Qual foi
o resultado? Eles pecaram. Depois os dois se senti-
ram culpados, mas era tarde demais. Eles tinham
3. O que é consciência?
4, 5. (a) Qual foi o resultado de Adão e Eva não ouvirem a cons-
ciência deles? (b) Como a consciência funcionou no exemplo de Jó
e de Davi?
18 CONTINUE A AMAR A DEUS

desobedecido a Deus. (Gênesis 3:7, 8) Adão e Eva


eram perfeitos e sabiam que era errado desobedecer
a Deus. Mesmo assim eles escolheram não ouvir a
consciência deles.
5 Mas humanos imperfeitos também têm cons-

ciência e podem ouvi-la. Jó foi um bom exemplo


disso. Ele tomou boas decisões e por isso pôde dizer:
“Enquanto eu viver, meu coração não me condena-
rá.” (Jó 27:6) O que Jó quis dizer com a palavra “co-
ração”? Ele estava falando da consciência dele. Ago-
ra veja o exemplo de Davi. Ele nem sempre ouviu
sua consciência e por isso acabou desobedecendo
a Jeová. Por exemplo, depois de desrespeitar o rei
Saul, ele se sentiu tão culpado que seu coração “o
acusava”. (1 Samuel 24:5) No fundo, era a consciên-
cia de Davi dizendo que ele tinha feito uma coisa er-
rada. Se ouvisse sua consciência, Davi não ia mais
repetir esse erro.
6 Jeová deu a todos uma consciência. Mesmo pes-

soas que não servem a Jeová geralmente sabem o


que é certo ou errado. A Bíblia diz: “Pelos seus pen-
samentos, elas são acusadas ou até mesmo descul-
padas.” (Romanos 2:14, 15) Por exemplo, a maioria
das pessoas sabe que é errado matar ou roubar. Elas
podem até não se dar conta disso, mas quando não
fazem essas coisas, estão na verdade ouvindo a cons-
ciência delas. E estão obedecendo os princípios de
Deus, ou seja, as verdades da Bíblia que Jeová nos
deu para nos ajudar a tomar boas decisões.
6. O que mostra que Jeová deu a todos uma consciência?
COMO TER UMA CONSCIÊNCIA LIMPA? 19

7 Mas nossa consciência às vezes erra. Somos im-


perfeitos; por isso, nossos pensamentos e sentimen-
tos podem confundir nossa consciência e nos levar
a fazer coisas erradas. Além disso, uma boa cons-
ciência não surge do nada. Para funcionar bem, ela
precisa ser treinada. Foi isso o que ajudou José a re-
sistir a tentações. (Gênesis 39:1, 2, 7-12) Para nos
ajudar a treinar a consciência, Jeová nos dá seu espí-
rito santo e os princípios da Bíblia. (Romanos 9:1)
Vamos ver, então, como treinar a consciência.
COMO PODEMOS TREINAR NOSSA CONSCIÊNCIA?
8 Alguns pensam que ouvir a consciência é fazer o
que o coração manda. Eles acham que o importante
é se sentir bem, e que por isso podem fazer o que
quiserem. Mas nosso coração não é perfeito e pode
nos enganar. Nossos sentimentos às vezes são tão
fortes que podem atrapalhar nossa consciência. A
Bíblia diz: “O coração é mais traiçoeiro do que qual-
quer outra coisa e está desesperado. Quem pode co-
nhecê-lo?” (Jeremias 17:9) Por isso, podemos achar
que uma coisa é certa quando na verdade não é.
Por exemplo, antes de ser cristão, Paulo perseguia o
povo de Deus. Ele achava que estava certo e que po-
dia ficar com a consciência tranquila. Mas, quando
aprendeu o que Jeová achava, Paulo viu que precisa-
va mudar. Ele entendeu que o importante é ter uma
7. Por que nossa consciência às vezes erra?
8. (a) O que pode acontecer com a consciência por causa dos nos-
sos sentimentos? (b) Antes de tomar uma decisão, o que precisa-
mos nos perguntar?
20 CONTINUE A AMAR A DEUS

consciência limpa do ponto de vista de Jeová. (Atos


23:1; 1 Coríntios 4:4; 2 Timóteo 1:3) Isso mostra
que, antes de tomar uma decisão, devemos nos per-
guntar: ‘O que Jeová quer que eu faça?’
9 Quando amamos uma pessoa, não queremos

deixá-la triste. Nós amamos a Jeová, por isso, não


queremos fazer nada que deixe Jeová triste. Nee-
mias é um bom exemplo. Ele era governador e po-
dia ter aproveitado para ficar rico. Mas ele não fez
isso, por causa do seu ‘temor a Deus’. (Neemias
5:15) Nós também precisamos temer a Deus, ou
seja, ter medo de fazer uma coisa que deixe Jeová
triste. Esse sentimento precisa ser bem forte. E pode-
mos saber o que deixa Jeová feliz por ler a Bíblia.
— Veja a seção Entenda Melhor, n.° 6.
10 Veja, por exemplo, as bebidas alcoólicas. Que

princípios da Bíblia nos ajudam a decidir se devemos


beber? Vamos ver alguns. A Bíblia não diz que é erra-
do beber. Aliás, ela mostra que o vinho é um pre-
sente de Deus. (Salmo 104:14, 15) Mas Jesus disse
que seus seguidores não deviam beber demais. (Lu-
cas 21:34) E Paulo falou para os cristãos não se en-
volverem em “farras e bebedeiras”. (Romanos 13:13,
nota) Ele disse que quem bebe demais não vai ga-
nhar “o Reino de Deus”. — 1 Coríntios 6:9, 10.
11 É bom o cristão pensar: ‘Beber é muito impor-

tante pra mim? Preciso beber pra relaxar ou me sen-


9. O que é temer a Deus?
10, 11. Que princípios da Bíblia podem nos ajudar a decidir se va-
mos tomar ou não bebidas alcoólicas?
COMO TER UMA CONSCIÊNCIA LIMPA? 21

tir confiante? Consigo ficar vários dias sem beber?


Consigo controlar o quanto bebo?1 Tenho que be-
ber pra me divertir?’ Também podemos pedir ajuda
a Jeová para fazer o que é certo. (Leia Salmo 139:23,
24.) Assim deixamos os princípios da Bíblia guiar
nossa consciência. Mas será que devemos nos preo-
cupar só com a nossa consciência?
POR QUE SE PREOCUPAR COM
A CONSCIÊNCIA DOS OUTROS?
12 Cada um tem sua consciência. Assim duas pes-
soas podem pensar de modo diferente. Por exem-
plo, você talvez decida tomar bebidas alcoólicas, e
outra pessoa decide não tomar. Por que isso acon-
tece?
13 Muitas coisas podem influenciar a maneira de

uma pessoa pensar: onde ela nasceu, como foi cria-


da, o que ela já passou na vida, e outras coisas. No
caso das bebidas, pode ser que no passado uma pes-
soa teve problemas com isso e decidiu parar de be-
ber. (1 Reis 8:38, 39) Por isso, se você oferecer uma
bebida para alguém e ele não aceitar, como você vai
reagir? Vai ficar ofendido? Vai insistir? Vai ficar per-
guntando por que ele não quer aceitar? Não, porque
você respeita a consciência dele.
1 Vrrios médicos dizem que é muito difícil para os alcoólatras
controlarem o quanto vão beber. Por isso, os médicos aconselham
que eles não bebam nada que tenha álcool.

12, 13. (a) Por que duas pessoas podem pensar de modo diferen-
te? (b) O que devemos fazer quando outros não pensam igual a
nós? Dê um exemplo.
22 CONTINUE A AMAR A DEUS

14
Nos dias de Paulo, aconteceu uma coisa que
mostra que cada um tem sua consciência. Algumas
carnes vendidas no açougue tinham sido oferecidas
a deuses falsos. Paulo não achava errado comer es-
sas carnes já que, para ele, todo alimento vinha de
Jeová. (1 Coríntios 10:25) Mas alguns irmãos que no
passado tinham adorado deuses falsos achavam que
era errado comer aquela carne. Paulo poderia ter
pensado: ‘Tenho o direito de comer o que eu quiser.
Isso não incomoda minha consciência.’ Mas será
que ele fez isso?
15 Não. Paulo não pensava assim. Para ele, a cons-

ciência e os sentimentos dos irmãos eram mui-


to importantes. Por isso, ele estava disposto a abrir
mão de seus direitos. Paulo disse que não deve-
mos “agradar a nós mesmos”. E disse também: “Pois
nem mesmo o Cristo agradou a si mesmo.” (Roma-
nos 15:1, 3) Assim como Jesus, Paulo se preocupava
mais com os outros do que com ele mesmo. — Leia
1 Coríntios 8:13; 10:23, 24, 31-33.
16 E se a consciência de uma pessoa deixa que

ela faça uma coisa que achamos errado? Precisamos


ter cuidado para não criticar nem insistir que es-
tamos certos e ela errada. (Leia Romanos 14:10.)
Jeová nos deu a consciência para julgar a nós mes-
mos, não para julgar outros. (Mateus 7:1) Não que-
remos deixar que coisas de decisão pessoal tirem a
união da congregação. Queremos fazer de tudo para
14, 15. (a) O que aconteceu nos dias de Paulo? (b) Que conselho
Paulo deu?
16. Jeová nos deu a consciência para julgar quem?
Uma consciência treinada vai nos ajudar a decidir
se vamos beber ou não

que sempre exista amor e união entre nós. — Roma-


nos 14:19.
COMO UMA CONSCIÊNCIA LIMPA
PODE DEIXAR NOSSA VIDA MELHOR?
17 Pedro escreveu: “Mantenham uma boa cons-
ciência.” (1 Pedro 3:16) Infelizmente, quando a pes-
soa fica desobedecendo os princípios de Jeová, com
o tempo a consciência dela não funciona mais. Pau-
lo disse que uma consciência assim foi “marcada
como que com ferro quente”. (1 Timóteo 4:2) O que
17. O que acontece com a consciência de algumas pessoas?
24

Uma consciência treinada


vai nos ajudar a tomar
boas decisões, nos dando
paz e alegria

acontece se encostarmos num ferro quente? Vamos


nos queimar. E se a queimadura for grave, vai for-
mar uma cicatriz e a pele não vai sentir mais nada.
Da mesma forma, se uma pessoa continua fazen-
do coisas erradas, a consciência dela fica como que
queimada, e ela não sente mais dor de consciência.
18 Quando nos sentimos culpados, nossa cons-

ciência pode estar dizendo que fizemos uma coi-


sa errada. Isso pode ajudar a gente a se arrepender
e parar de fazer o que é errado. Queremos apren-
der com nossos erros e não repeti-los. Por exemplo,
quando o rei Davi pecou, a consciência dele fez com
18, 19. (a) O que o sentimento de culpa pode nos levar a fazer?
(b) Do que é bom lembrar se continuamos a nos sentir culpados
mesmo depois de nos arrepender?
que ele se arrependesse. Ele passou a odiar o que ti-
nha feito e decidiu nunca mais desobedecer a Jeová.
Davi pôde dizer por experiência própria que Jeová
é ‘bom e está sempre pronto a perdoar’. — Salmo
51:1-19; 86:5; veja a seção Entenda Melhor, n.° 7.
19 Mas mesmo muito tempo depois de uma pes-

soa ter se arrependido, ela pode continuar se sentin-


do culpada. Esse sentimento dói demais e pode fa-
zer a pessoa achar que não tem valor. Você se sente
assim? Nesse caso, lembre-se que não dá para mu-
dar o passado, mas se você se arrependeu e buscou a
ajuda de Jeová, ele perdoou você. Não importa se
na época você sabia ou não que aquilo era errado,
tenha certeza de que Jeová apagou seus pecados.
Para ele, você está limpo e agora está fazendo o que
26 CONTINUE A AMAR A DEUS

é certo. Mesmo que seu coração condene você, a Bí-


blia diz: “Deus é maior do que o nosso coração.”
(Leia 1 João 3:19, 20.) Assim, por mais que você
se sinta culpado ou envergonhado pelo que fez, o
amor e o perdão de Jeová são muito maiores do que
isso. Quando a pessoa aceita o perdão de Jeová, a
consciência dela fica em paz e ela pode ser feliz ser-
vindo a Deus. — 1 Coríntios 6:11; Hebreus 10:22.
20 Este livro vai ajudar você a treinar sua consciên-

cia, e isso vai protegê-lo nestes últimos dias. Ele tam-


bém vai ajudá-lo a aplicar os princípios da Bíblia em
sua vida. É claro que não vamos encontrar aqui uma
lista de regras para cada situação na vida. Seguimos
a “lei do Cristo”, e essa lei não se baseia em regras,
mas nos princípios de Deus. (Gálatas 6:2) Mas não
é porque não existe uma lei específica que vamos
usar isso como desculpa para fazer o que é errado.
(2 Coríntios 4:1, 2; Hebreus 4:13; 1 Pedro 2:16) Em
vez disso, queremos usar nossa liberdade de escolha
para mostrar nosso amor por Jeová.
21 Quando pensamos nos princípios da Bíblia e os

colocamos em prática, aprendemos a usar a “capaci-


dade de discernimento”, ou seja, a capacidade de
ver a diferença entre o certo e o errado. (Hebreus
5:14) Também aprendemos a pensar como Jeová
pensa. Assim, nossa consciência vai nos ajudar a fa-
zer as melhores escolhas na vida e a continuar a ser
amados por Deus.
20, 21. (a) Este livro vai ajudar você a fazer o quê? (b) Que liber-
dade nós temos, e como queremos usá-la?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 A CONSCIÊNCIA É UM
PRESENTE DE DEUS
“Pelos seus pensamentos, elas são acusadas ou
até mesmo desculpadas.” — Romanos 2:14, 15
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como a consciência pode ajudar você?


Salmo 139:23, 24 1 Samuel 24:5;
A consciência é a capaci- Jó 27:6
dade que temos dentro de A consciência pode nos
nós de perceber se uma guiar para o que é certo e
coisa é certa ou errada. nos afastar do que é erra-
Ela nos ajuda a ver o que do. Ela faz a gente se sentir
realmente pensamos e feliz quando toma uma
sentimos. boa decisão ou culpado
quando toma uma decisão
ruim.
28

2 NOSSA CONSCIÊNCIA PRECISA


SER TREINADA
“O coração é mais traiçoeiro do que qualquer
outra coisa e está desesperado.” — Jeremias 17:9
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que Jeová nos deu para nos ajudar a treinar


a consciência?
Romanos 9:1; Hebreus 5:14;
1 Coríntios 4:4 1 Pedro 3:16
A nossa consciência é im- Na Bíblia, nós aprendemos
perfeita e às vezes erra. o modo de Jeová pensar.
Por isso não é bom fazer o Isso nos ajuda a saber o
que o coração manda, mas que é certo e errado, e a
deixar a consciência ser treinar a consciência.
guiada pelo espírito santo.
29

3 CADA UM TEM SUA


CONSCIÊNCIA
“Que cada um persista em buscar não a sua
própria vantagem, mas a da outra pessoa.”
— 1 Coríntios 10:23, 24
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como podemos respeitar a consciência


dos outros?
Romanos 15:1, 3 Romanos 14:10, 19
Cada pessoa tem sua cons- Jeová nos deu a cons-
ciência. Você pode achar ciência para julgar a nós
que uma coisa é certa, já mesmos, não para julgar
outra pessoa pode achar outros. Precisamos ter cui-
que é errada. dado para não ficar insis-
tindo que estamos certos
1 Coríntios 10:31-33
Paulo se preocupava mais e os outros estão errados.
com os irmãos do que com
ele mesmo. Para ele, os
sentimentos dos irmãos
eram muito importantes e
por isso Paulo estava dis-
posto a abrir mão de seus
direitos.
30

4 JEOVÁ PODE NOS AJUDAR A TER


UMA CONSCIÊNCIA LIMPA
“Tranquilizaremos o nosso coração diante
dele . . . porque Deus é maior do que o
nosso coração e sabe todas as coisas.”
— 1 João 3:19, 20
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que não devemos desistir se nos sentimos


culpados por alguma coisa que fizemos no
passado?
Salmo 86:5; pode fazer a gente achar
1 Coríntios 6:11 que não tem valor. Mas
Mesmo muito tempo de- não podemos mudar o
pois de termos nos arre- passado. Jeová nos per-
pendido, ainda podemos doou, e esses pecados fo-
nos sentir culpados. Esse ram apagados. Aos olhos
sentimento dói demais e dele estamos limpos.
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como ter uma consciência treinada pode


nos ajudar?
Gálatas 6:2; fica arrumando desculpa
1 Pedro 2:16 para fazer o que é errado.
A “lei do Cristo” não se
baseia em regras, mas
nos princípios da Bíblia.
Mesmo quando não existe
uma lei específica sobre
um assunto, o cristão não
CAPÍTULO 3

SEUS AMIGOS
SÃO AMIGOS DE DEUS?
“Quem anda com sábios se tornará sábio.”
— PROVÉRBIOS 13:20.

JÁ VIU como um bebê fica olhando para os pais?


Igual a uma esponja, o bebê absorve tudo o que vê
e escuta. Aí, quando ele cresce, começa a imitar os
pais mesmo sem perceber. O mesmo acontece com
a gente. Quando passamos muito tempo com uma
pessoa, começamos a falar e a agir como ela.
2 Provérbios 13:20 diz: “Quem anda com sábios se

tornará sábio.” O que aprendemos disso? A expres-


são ‘andar com’ significa mais do que só dizer “oi”
e “tchau”. Dá a ideia de passar tempo com uma pes-
soa porque queremos fazer isso. Um estudioso da Bí-
blia disse que andar com alguém envolve amar essa
pessoa e querer estar com ela. E se passamos muito
tempo com alguém, acabamos imitando essa pes-
soa, principalmente se gostamos dela.
3 Nossos amigos podem nos levar a fazer coisas

boas ou ruins. Provérbios 13:20 continua: “Quem se


junta com tolos acabará mal.” Em hebraico, a ex-
pressão “se junta com” dá a ideia de ter amizade
1-3. (a) Em Provérbios 13:20, o que significa a expressão ‘andar
com’? (b) Por que precisamos escolher bem nossos amigos?
32 CONTINUE A AMAR A DEUS

com alguém. (Provérbios 22:24) Quando nossos


amigos amam a Deus, eles nos incentivam a conti-
nuar fiéis a ele. Então, como podemos escolher bem
nossos amigos? Ver como Jeová escolhe os amigos
dele vai nos ajudar.
QUEM SÃO OS AMIGOS DE DEUS?
4
Jeová é a Pessoa mais importante do Universo.
Mesmo assim, ele nos dá a oportunidade de ser ami-
gos dele. Isso é um grande privilégio. Mas Jeová es-
colhe bem seus amigos; ele escolhe pessoas que o
amam e têm fé nele. Veja o caso de Abraão. Jeová o
chamou de “meu amigo”. (Isaías 41:8; Tiago 2:21-
23) Isso porque Abraão sempre foi fiel e obediente.
Ele estava disposto a fazer qualquer coisa por Deus,
até mesmo oferecer seu filho Isaque como sacrifí-
cio. Abraão confiava em Jeová e tinha certeza de
que ele podia ressuscitar seu filho. (Hebreus 11:17-
19; Gênesis 22:1, 2, 9-13) Dá para entender por que
Jeová disse que Abraão era seu amigo.
5 Para os amigos de Jeová, nada é mais importan-

te do que ser leal a Deus. (Leia 2 Samuel 22:26.)


Eles são leais e obedientes porque o amam. A Bíblia
diz que Jeová é amigo dos “íntegros”, que são os que
obedecem a ele. (Provérbios 3:32) Jeová ama muito
os seus amigos e os convida a entrar na sua “tenda”,
ou seja, ele os convida a ser seus adoradores e a orar
para ele sempre que quiserem. — Salmo 15:1-5.
4. (a) Por que é um grande privilégio ser amigo de Deus? (b) Por
que Jeová chamou Abraão de “meu amigo”?
5. O que Jeová sente pelos seus amigos leais?
SEUS AMIGOS SÃO AMIGOS DE DEUS? 33

6 Jesus disse: “Se alguém me amar, obedecerá à


minha palavra, e o meu Pai o amará.” (João 14:23)
Para sermos amigos de Jeová, precisamos mostrar
que amamos a Jesus. Como fazemos isso? Fazendo o
que Jesus ensinou, como pregar e fazer discípulos.
(Mateus 28:19, 20; João 14:15, 21) Também mostra-
mos que amamos a Jesus quando ‘seguimos fiel-
mente os passos dele’, ou seja, quando nos esforça-
mos para imitar a Jesus em tudo o que falamos e
fazemos. (1 Pedro 2:21) Jeová fica feliz quando vê
que estamos fazendo isso.
7 Vimos que os amigos de Jeová são fiéis, leais,

obedientes e amam a Jesus. E os nossos amigos?


São assim também? É importante que nossos ami-
gos imitem a Jesus e se esforcem para pregar sobre o
Reino de Deus. Amigos assim nos ajudam a ser pes-
soas melhores e a continuar leais a Jeová.
EXEMPLOS DE BONS AMIGOS
8 A Bíblia fala de várias pessoas que foram bons
amigos. Vamos ver primeiro o exemplo de Rute e
sua sogra, Noemi. Elas não eram do mesmo país
nem tinham a mesma cultura. Além disso, Noe-
mi era bem mais velha do que Rute. Mas elas fo-
ram grandes amigas porque amavam a Jeová. Quan-
do Noemi quis sair da terra de Moabe e voltar
para Israel, Rute insistiu para ir com ela. Rute dis-
se: “Seu povo será o meu povo, e seu Deus será o
6. Como podemos mostrar que amamos a Jesus?
7. Por que é importante que nossos amigos sejam amigos de Jeová?
8. O que chama sua atenção na amizade de Rute e Noemi?
34 CONTINUE A AMAR A DEUS

meu Deus.” (Rute 1:14, 16) Rute tratava Noemi mui-


to bem. Quando elas chegaram em Israel, Rute tra-
balhou bastante para cuidar de sua amiga Noemi.
Noemi amava Rute e deu bons conselhos para ela.
Rute fez o que Noemi falou, e o resultado foi que as
duas receberam muitas bênçãos. — Rute 3:6.
9 Davi e Jonatã são outro exemplo de bons ami-

gos que foram leais a Jeová. Jonatã era uns 30 anos


mais velho do que Davi. (1 Samuel 31:2; 2 Samuel
5:4) Jonatã seria o próximo rei de Israel. Só que
Jeová tinha escolhido Davi para ser o próximo rei.
Quando Jonatã descobriu isso, não ficou com inve-
ja nem tentou tomar o lugar de Davi. Em vez disso,
fez de tudo para apoiar Davi. Por exemplo, quan-
do Davi estava em perigo, Jonatã o ajudou a con-
fiar em Jeová. Jonatã até arriscou a vida por Davi.
(1 Samuel 23:16, 17) Davi também foi um amigo
leal. Ele prometeu cuidar da família de Jonatã e
cumpriu essa promessa mesmo depois de Jonatã
ter morrido. — 1 Samuel 18:1; 20:15-17, 30-34; 2 Sa-
muel 9:1-7.
10 Veja também o exemplo dos três hebreus. Sa-

draque, Mesaque e Abednego eram amigos e foram


levados para Babilônia quando eram jovens. Eles es-
tavam longe da família, mas um ajudou o outro a
ser fiel a Jeová. Quando ficaram adultos, eles en-
frentaram uma situação que testou a fé deles: o rei
Nabucodonosor mandou que eles adorassem uma
9. O que você gosta na amizade de Davi e Jonatã?
10. O que você aprendeu da amizade dos três hebreus?
SEUS AMIGOS SÃO AMIGOS DE DEUS? 35

imagem de ouro. Os três disseram para o rei que


‘não iam servir os deuses dele nem iam adorar a
imagem’ que ele tinha feito. Aqueles três amigos
continuaram leais a Jeová. — Daniel 1:1-17; 3:12,
16-28.
11 Quando Paulo conheceu Timóteo, ele viu que

Timóteo amava a Jeová e se preocupava com a


congregação. Por isso, Paulo treinou Timóteo para
ajudar os irmãos em vários lugares. (Atos 16:1-8;
17:10-14) Timóteo era tão esforçado no serviço de
Jeová que Paulo disse: “Ele trabalhou como escravo
comigo.” Paulo tinha certeza de que Timóteo ia
cuidar bem dos irmãos. Durante o tempo em que
Paulo e Timóteo trabalharam juntos, eles se torna-
ram bons amigos. — Filipenses 2:20-22; 1 Coríntios
4:17.
COMO ESCOLHER BONS AMIGOS?
12 Na congregação, temos irmãos de várias cultu-
ras e com jeitos diferentes de fazer as coisas. Alguns
são novos na verdade, e outros já servem a Jeová
por muitos anos. Podemos aprender muito com
nossos irmãos, e um pode ajudar o outro a ser fiel.
(Leia Romanos 1:11, 12.) Mas mesmo na congre-
gação precisamos ter cuidado ao fazer amigos. Por
quê? Bem, leva tempo para uma fruta amadure-
cer, não é? Da mesma forma, leva tempo para uma
11. Como Paulo e Timóteo se tornaram bons amigos?
12, 13. (a) Por que mesmo na congregação precisamos ter cuida-
do ao fazer amigos? (b) Por que Paulo disse o que está em 1 Co-
ríntios 15:33?
36 CONTINUE A AMAR A DEUS

pessoa ter uma amizade forte com Jeová. Por isso,


precisamos ter paciência e amar uns aos outros.
Ao mesmo tempo, precisamos escolher bem nossos
amigos. — Romanos 14:1; 15:1; Hebreus 5:12–6:3.
13 Às vezes podem surgir problemas sérios na con-

gregação. Quando isso acontece, precisamos ter cui-


dado. Por exemplo, pode ser que um irmão esteja fa-
zendo coisas que a Bíblia diz que são erradas. Ou
talvez alguém comece a reclamar de tudo, e isso
pode fazer mal para a congregação. Sabemos que

Você pode achar


bons amigos que
amam a Jeová
SEUS AMIGOS SÃO AMIGOS DE DEUS? 37

coisas assim podem acontecer, já que no tempo dos


apóstolos às vezes isso acontecia também. Alguns
cristãos naquele tempo estavam até duvidando dos
ensinos de Jesus. (1 Coríntios 15:12) Foi por isso
que Paulo disse o que está em 1 Coríntios 15:33:
“Não se deixem enganar. Más companhias estragam
bons hábitos.” Além disso, Paulo disse para Timóteo
escolher amigos com cuidado. Precisamos fazer a
mesma coisa. — Leia 2 Timóteo 2:20-22.
14 A coisa mais importante que temos é nossa

amizade com Jeová. Não queremos ser amigos de al-


guém que possa enfraquecer nossa fé ou atrapalhar
nossa amizade com Jeová. Por quê? Porque somos
como uma esponja. A esponja absorve o que está
perto dela. Se ela absorve água suja, não vai sair dela
água limpa, certo? Da mesma forma, absorvemos as
características das pessoas perto de nós. Se nossos
amigos fazem coisas erradas, vamos “absorver” isso,
e vai ser difícil fazer o que é certo. Por isso, precisa-
mos escolher bem nossos amigos e proteger nossa
amizade com Jeová. — 1 Coríntios 5:6; 2 Tessaloni-
censes 3:6, 7, 14.
15 Na congregação, vamos encontrar amigos que

amam a Jeová. Eles podem se tornar nossos melho-


res amigos. (Salmo 133:1) Mas não seja amigo só de
quem tem a mesma idade que você ou que gosta
das mesmas coisas que você. Lembra que Jonatã era
14. Que exemplo mostra que precisamos escolher bem nossos ami-
gos?
15. Como você pode fazer bons amigos na congregação?
38 CONTINUE A AMAR A DEUS

bem mais velho do que Davi, e que Rute era bem


mais nova do que Noemi? Então, queremos obede-
cer o que a Bíblia diz e ‘abrir nosso coração’, ou
seja, estar dispostos a fazer novas amizades. Quere-
mos ter “amor pela inteira fraternidade” de irmãos.
(2 Coríntios 6:13; leia 1 Pedro 2:17.) Se você imitar
a Jeová, outros vão ver suas qualidades e querer ser
seus amigos.
O QUE FAZER QUANDO
SURGEM PROBLEMAS?
16 A congregação é como uma família. Cada ir-

mão tem sua personalidade, opinião e jeito de fazer


as coisas. Podemos aprender muito uns com os ou-
tros. Agora, imagine se todo mundo fosse igual. A
vida ia ser chata, não é? Mas como cada um tem seu
jeito, às vezes podem acontecer desentendimentos,
e podemos acabar ficando irritados com um irmão.
Podemos até ficar ofendidos ou magoados com ele.
(Provérbios 12:18) Será que vamos parar de ir às reu-
niões por causa disso?
17 Não. Mesmo que um irmão nos magoe, não

vamos parar de ir às reuniões. Afinal, Jeová não


tem culpa. Ele nos deu a vida e tudo o que precisa-
mos para viver. Jeová merece nosso amor e lealdade.
(Apocalipse 4:11) Além disso, a congregação é um
presente de Jeová que nos ajuda a manter a fé forte.
Por isso precisamos ser obedientes aos irmãos que
cuidam da congregação. (Hebreus 13:17) Sendo as-
16, 17. Se ficarmos magoados com um irmão, o que não devemos
fazer?
SEUS AMIGOS SÃO AMIGOS DE DEUS? 39

sim, não devemos parar de ir às reuniões só porque


alguém nos magoou. — Leia Salmo 119:165.
18 Amamos os irmãos e queremos nos dar bem

com eles. Jeová não espera perfeição de ninguém.


Acha, então, que devemos esperar perfeição dos ir-
mãos? (Provérbios 17:9; 1 Pedro 4:8) Todos nós erra-
mos, mas o amor vai nos ajudar a “perdoar uns aos
outros” de verdade. (Colossenses 3:13) O amor tam-
bém vai nos ajudar a não transformar um proble-
minha num problemão. É verdade que, quando al-
guém nos magoa, é difícil pensar em outra coisa.
Podemos ficar com raiva por muito tempo. Mas isso
só vai nos deixar mal. Então, precisamos perdoar
porque assim ficamos mais tranquilos, a congrega-
ção fica mais unida e, o principal, nossa amizade
com Jeová fica mais forte. — Mateus 6:14, 15; Lucas
17:3, 4; Romanos 14:19.
QUANDO ALGUÉM É DESASSOCIADO
19 Numa família, cada um faz sua parte para que
todos fiquem felizes. Mas imagine que um filho fica
rebelde. A família tenta ajudar, mas ele não aceita
ajuda. A situação pode chegar a um ponto em que
ele decide sair de casa, ou o pai pede para ele sair.
Algo parecido pode acontecer na congregação. Al-
guém pode decidir fazer coisas que Jeová não gosta
e que prejudicam os irmãos. Ele não aceita ajuda e
suas ações mostram que ele não quer fazer parte da
18. (a) Que qualidade nos ajuda a nos dar bem com os irmãos?
(b) Por que precisamos perdoar?
19. Em que situação temos que cortar o contato com alguém?
40 CONTINUE A AMAR A DEUS

congregação. Ele talvez decida abandonar a congre-


gação, ou talvez tenha que ser desassociado. Se isso
acontecer, a Bíblia diz claramente que temos que
‘parar de ter convivência’ com essa pessoa, ou seja,
temos que cortar o contato com ela. (Leia 1 Corín-
tios 5:11-13; 2 João 9-11) Isso pode ser muito difícil
se a pessoa for nosso parente ou amigo. Mas nossa
lealdade a Jeová tem que ser maior que nossa lealda-
de por qualquer pessoa. — Veja a seção Entenda Me-
lhor, n.° 8.
20 Desassociar alguém é uma prova do amor de

Deus. Protege a congregação de pessoas que não


querem obedecer a Jeová. (1 Coríntios 5:7; Hebreus
12:15, 16) Também nos ajuda a mostrar amor e res-
peito por Jeová, por seu santo nome e por suas
orientações. (1 Pedro 1:15, 16) Além disso, mostra
amor pela pessoa. É verdade que não fazer mais par-
te da congregação é uma disciplina forte. Mas isso
pode ajudar a pessoa a ver que é errado o que ela
está fazendo. Pode também ajudá-la a querer mu-
dar. Muitos que foram desassociados no passado
voltaram para Jeová e foram muito bem recebidos
pela congregação. — Hebreus 12:11.
21 Como vimos, nossos amigos podem nos levar a

fazer coisas boas ou ruins. Por isso é importante es-


colher bem os nossos amigos. Se nós amarmos as
pessoas que Jeová ama, vamos ter amigos que vão
nos ajudar a continuar fiéis a Deus para sempre.
20, 21. (a) Como desassociar alguém é uma prova do amor de
Deus? (b) Por que é importante escolher bem os nossos amigos?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 VOCÊ PODE SER AMIGO


DE JEOVÁ
“Abraão . . . veio a ser chamado amigo
de Jeová.” — Tiago 2:23
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como podemos ser amigos de Jeová?


2 Samuel 22:26; Provérbios 13:20;
Salmo 15:1-5; 1 Coríntios 15:33;
João 14:21 2 Timóteo 2:22
Jeová escolhe como ami- Quando passamos muito
gos pessoas que o amam, tempo com alguém,
o obedecem e que são acabamos imitando essa
leais a ele. pessoa.
42

2 ESCOLHA COMO AMIGOS


PESSOAS QUE AMAM A JEOVÁ
‘Jeová tem amizade com os íntegros.’
— Provérbios 3:32
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como podemos escolher bem nossos amigos?


Romanos 1:11, 12; Rute 1:14, 16;
2 Coríntios 6:13; 1 Samuel 18:1;
1 Pedro 2:17 Filipenses 2:20-22
Podemos ter amigos de A Bíblia fala de várias
muitas culturas e com pessoas que foram bons
jeitos diferentes de fazer as amigos.
coisas. Mas o importante é
que eles amem a Jeová.
43

3 SEJA UM AMIGO LEAL ASSIM


COMO JEOVÁ
“O verdadeiro amigo ama em todos os
momentos e se torna um irmão em tempos
de aflição.” — Provérbios 17:17
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que podemos fazer se tivermos um


desentendimento com um amigo?
Salmo 133:1; Salmo 141:5;
Mateus 6:14, 15; Provérbios 27:6
Romanos 14:19 Um amigo de verdade não
Tome a iniciativa para tem medo de dizer o que
fazer as pazes e manter precisamos ouvir.
a união.
Provérbios 12:18; 18:24;
Provérbios 17:9; 1 João 3:16-18
Colossenses 3:13; Seja você também um
1 Pedro 4:8 bom amigo.
O amor vai nos ajudar
a não transformar um
probleminha num proble-
mão. Também vai nos aju-
dar a perdoar e ser leais.
44

4 DEVEMOS SER LEAIS A JEOVÁ


ACIMA DE TUDO
‘É verdade que nenhuma disciplina parece
no momento ser motivo de alegria; depois,
porém, dá o fruto da justiça.’ — Hebreus 12:11
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que devemos fazer se um amigo abandona


a Jeová?
1 Coríntios 5:11-13; 1 Pedro 1:15, 16
2 João 9-11 Desassociar alguém que
Se um amigo não para de não aceita ajuda mostra
fazer coisas erradas e não amor e respeito por Jeová,
aceita ajuda, isso mostra por seu santo nome e por
que ele não quer mais fa- suas orientações.
zer parte da congregação.
Nesse caso, temos que
cortar o contato com ele.
CAPÍTULO 4

POR QUE RESPEITAR PESSOAS


QUE TÊM AUTORIDADE?
“Honrem a homens de todo tipo, tenham
amor pela inteira fraternidade, tenham
temor de Deus, honrem o rei.” — 1 PEDRO 2:17.

QUANDO você era criança, com certeza seus pais pe-


diram para você fazer alguma coisa que você não
queria. Você amava seus pais e sabia que o certo
era obedecer. Mesmo assim, você nem sempre queria
obedecer.
2 Nem sempre é fácil respeitar a autoridade de al-

guém. Mas precisamos respeitar a autoridade de Jeová.


(Provérbios 24:21) Ele é nosso Pai e nos ama muito.
Ele cuida de nós e nos dá tudo o que precisamos para
viver. Jeová quer que sejamos felizes, por isso ele nos
dá orientações. Às vezes, ele usa outras pessoas para fa-
zer isso. Mas por que nem sempre é fácil obedecer
orientações? Por que Jeová nos pede para fazer isso? E
como podemos mostrar que respeitamos a autoridade
dele? — Veja a seção Entenda Melhor, n.° 9.
POR QUE É DIFÍCIL SER OBEDIENTE?
3 Nós não somos perfeitos. Por isso pode ser difícil
1, 2. (a) Precisamos respeitar a autoridade de quem? (b) Que
perguntas vamos responder neste capítulo?
3, 4. (a) Por que todos os humanos nascem imperfeitos? (b) Por
que pode ser difícil obedecer a Jeová e a outros humanos?
46 CONTINUE A AMAR A DEUS

ser obediente. Isso é assim desde que Adão e Eva pe-


caram. Jeová criou os dois perfeitos, mas eles não
quiseram obedecer a Deus. Assim, todos os huma-
nos nascem imperfeitos. Esse é um motivo de às ve-
zes ser difícil obedecer a Jeová e a outros humanos.
Outro motivo é que as pessoas que Jeová usa para
nos orientar também não são perfeitas. — Gênesis
2:15-17; 3:1-7; Salmo 51:5; Romanos 5:12.
4 Somos imperfeitos e por isso às vezes somos or-

gulhosos. O orgulho faz com que aceitar orientação


seja difícil. No passado em Israel, Jeová tinha esco-
lhido Moisés para ser o líder do povo. Daí, um ho-
mem chamado Corá começou a não respeitar Moi-
sés. Corá era servo de Jeová já por muitos anos,
mas acabou ficando orgulhoso. Já Moisés poderia
ter sido orgulhoso, até porque era o líder do povo de
Deus. Mas a Bíblia diz que ele era o homem mais
humilde que existia naquele tempo. Mesmo assim,
Corá não quis aceitar orientação de Moisés. Corá
até mesmo convenceu muitas pessoas a ficar contra
Moisés. Qual foi o resultado? Corá e os que ficaram
do lado dele foram mortos. (Números 12:3; 16:1-3,
31-35) A Bíblia fala de muitos outros exemplos que
mostram que o orgulho é perigoso. — 2 Crônicas
26:16-21; veja a seção Entenda Melhor, n.° 10.
5 Você já deve ter visto que alguns quando ganham

poder mudam para pior. A História está cheia de pes-


soas assim. (Leia Eclesiastes 8:9.) Veja o exemplo de
Saul. Ele era bom e humilde quando Jeová o esco-
5. Como algumas pessoas usaram mal seu poder?
POR QUE RESPEITAR PESSOAS QUE TÊM AUTORIDADE? 47

lheu para ser rei de Israel. Mas se tornou uma pes-


soa orgulhosa e invejosa. Por isso, ele perseguiu Davi,
um homem inocente. (1 Samuel 9:20, 21; 10:20-22;
18:7-11) Mais tarde, Davi se tornou rei, e foi um dos
melhores reis de Israel. Mas com o tempo até Davi
usou mal seu poder. Ele teve relações sexuais com
Bate-Seba, que era casada. Depois, para tentar escon-
der esse pecado, ele deu um jeito de o marido dela,
Urias, morrer numa batalha. — 2 Samuel 11:1-17.
POR QUE RESPEITAR A AUTORIDADE DE JEOVÁ?
6 Amamos a Jeová mais do que qualquer outra
coisa ou pessoa. Por isso respeitamos a autoridade
dele e queremos deixar Jeová feliz. (Leia Provérbios
27:11; Marcos 12:29, 30.) Desde o tempo de Adão e
Eva, Satanás não quer que as pessoas respeitem a au-
toridade de Jeová. O Diabo quer que elas pensem
que Jeová não tem o direito de dizer o que elas de-
vem fazer. Mas sabemos que isso é mentira. Sabe-
mos que Jeová merece ‘a glória, a honra e o poder,
porque criou todas as coisas’. — Apocalipse 4:11.
7 Quando você era criança, deve ter aprendido

que precisava obedecer seus pais mesmo quando


não queria. Da mesma forma, nem sempre é fácil
obedecer a Jeová. Mas nós amamos a Jeová e res-
peitamos sua autoridade, por isso fazemos de tudo
para obedecer a ele. Jesus deu o exemplo para nós.
Ele obedecia a Jeová mesmo quando não era fácil ou
não era bem o que ele queria. Por isso, ele podia
6, 7. (a) Por amarmos a Jeová, vamos querer fazer o quê? (b) O que
aprendemos do exemplo de Jesus?
48 CONTINUE A AMAR A DEUS

dizer para o Pai dele: “[Aconteça] não a minha von-


tade, mas a tua.” — Lucas 22:42; veja a seção Enten-
da Melhor, n.° 11.
8 Hoje, Jeová nos orienta de várias maneiras,

como por meio da Bíblia e dos anciãos. Nós respei-


tamos a autoridade de Jeová quando respeitamos as
pessoas que ele usa para nos orientar. Dizer ‘não’
para a ajuda delas é como dizer ‘não’ para Jeová.
Quando os israelitas não quiseram obedecer a Moi-
sés, Jeová não gostou nada disso. Era como se os is-
raelitas não quisessem obedecer a Jeová. — Núme-
ros 14:26, 27; veja a seção Entenda Melhor, n.° 12.
9 Outra coisa importante é que, quando respei-

tamos as pessoas que têm autoridade, mostramos


amor pelos irmãos. Por exemplo, quando acontece
um desastre natural, muitas vezes uma equipe de
resgate vai ajudar. Para salvar o maior número de
pessoas, alguém tem que organizar a equipe. E to-
dos na equipe têm que obedecer as instruções. Mas
e se alguém não obedece e faz as coisas do jeito
dele? Mesmo que ele tenha boas intenções, não se-
guir as orientações pode trazer problemas. Talvez os
outros na equipe até se machuquem. Da mesma for-
ma, se não obedecemos a Jeová e as pessoas que
ele usa para nos orientar, outros podem sofrer. Mas
quando obedecemos a Jeová, mostramos que ama-
mos os irmãos e que respeitamos o modo dele de fa-
zer as coisas. — 1 Coríntios 12:14, 25, 26.
8. Quais são algumas maneiras de Jeová nos orientar hoje? (Veja
o quadro “Aceite conselhos”.)
9. Como o amor nos ajuda a seguir orientações? Dê um exemplo.
ACEITE CONSELHOS
DE VEZ EM QUANDO alguém vai nos dar um conselho
da Bíblia. Por que às vezes pode ser difícil aceitar um
conselho? E por que seria bom seguir o conselho mes-
mo assim? Veja três motivos. — Provérbios 19:20.
˛ ‘Esse conselho não é pra mim.’ Você pode achar que
a pessoa não entende sua situação. (Hebreus 12:5)
Mas talvez ela tenha um bom motivo para dar o
conselho. (Provérbios 19:3) Quando você entende
o motivo do conselho, fica mais fácil aceitá-lo.
— Leia Provérbios 4:13.
˛ ‘Não gostei de como o conselho foi dado.’ Só uma
pessoa perfeita pode dar um conselho de modo per-
feito. (Romanos 3:23; Tiago 3:2) Em vez de ficar pen-
sando no jeito que a pessoa falou, pense no que ela
falou e em como você pode colocar o conselho em
prática.
˛ ‘Não preciso de conselho.’ Você pode achar que
não precisa de conselho por causa da sua idade ou
conhecimento. No passado em Israel, até o rei recebia
conselho de profetas, sacerdotes e outros. (2 Samuel
12:1-13; 2 Crônicas 26:16-20) Precisamos ser humildes
e aceitar os conselhos da Bíblia. Assim, vamos ser
mais amigos de Jeová. — Tito 3:2.
Quando o conselho vem da Bíblia, isso é um presen-
te de Jeová. Ele nos ama e quer o melhor para nós. Por
isso, faça o máximo para aceitar conselhos e colocá-los
em prática. — Hebreus 12:6-11.
10 Tudo o que Jeová nos pede é para o nosso
bem. É importante respeitar a autoridade na famí-
lia, na congregação e ao lidar com autoridades. As-
sim, todo mundo sai ganhando. — Deuteronômio
5:16; Romanos 13:4; Efésios 6:2, 3; Hebreus 13:17.
11 Entender por que Jeová quer que a gente respei-

te outros vai nos ajudar a fazer isso. Vamos ver ago-


ra como podemos respeitar a autoridade na família,
na congregação e ao lidar com autoridades.
COMO MOSTRAR RESPEITO NA FAMÍLIA?
12Jeová criou a família e deu uma função impor-
tante para cada um. Quando todos na família en-
10, 11. O que vamos ver agora?
12. Como o marido mostra que respeita a autoridade de Jeová?
51

O pai que serve


a Jeová deve cuidar
da família; assim ele
imita a Cristo

tendem e fazem o que Jeová espera deles, as coisas


vão bem melhor. (1 Coríntios 14:33) Por exemplo,
Jeová decidiu que o marido é o chefe da família.
Isso quer dizer que Jeová quer que ele cuide da es-
posa e dos filhos e os oriente com amor. E Jeová vê
se o marido está fazendo isso ou não. O marido
que serve a Jeová é amoroso e bondoso, e trata a
família igual Jesus tratou a congregação. (Efésios
5:23) Quando o marido faz isso, ele mostra que
respeita a Jeová. — Veja a seção Entenda Melhor,
n.° 13.
13 A esposa tamb ém tem uma fun ç ão muito

importante. Ela ajuda o marido a ser um bom


13. Como a esposa mostra respeito na família?
52 CONTINUE A AMAR A DEUS

chefe de família. E junto com ele, a esposa tem a res-


ponsabilidade de educar os filhos. Uma maneira de
a esposa ensinar os filhos a mostrar respeito é pelo
seu próprio exemplo. (Provérbios 1:8) Ela respeita o
marido e se esforça para que as decisões dele deem
certo. Mesmo quando não concorda com ele, ela ex-
plica o que pensa com bondade e respeito. E se o
marido não for Testemunha de Jeová? Nesse caso a
situação pode ser mais difícil. Mas se ela continua a
tratar o marido com amor e respeito, pode ser que
um dia ele também comece a servir a Jeová. — Leia
1 Pedro 3:1.
14 Os filhos são muito importantes para Jeová.

Eles precisam de orientação e proteção. Os filhos


mostram que respeitam a autoridade dos pais quan-
do obedecem a eles. Isso deixa os pais muito felizes.
(Provérbios 10:1) Quando obedecem os pais, os fi-
lhos também mostram respeito por Jeová e alegram
o coração dele, que é o mais importante. Em muitas
famílias, os filhos são criados só pelo pai ou pela
mãe. Isso pode ser bem difícil tanto para os filhos
como para o pai ou a mãe que cria o filho sozinho.
Mas quando os filhos são obedientes e fazem de
tudo para ajudar, as coisas ficam bem mais fáceis. É
claro que nenhuma família é perfeita. Mas qualquer
família pode ser mais feliz se todos fizerem o que
Jeová pede. Isso dá honra a Jeová, o Criador da famí-
lia. — Efésios 3:14, 15.
14. Como os filhos mostram que respeitam a autoridade dos pais?
POR QUE RESPEITAR PESSOAS QUE TÊM AUTORIDADE? 53

COMO MOSTRAR RESPEITO NA CONGREGAÇ ÃO?


15 Jeová usa a congregação para nos orientar e
deu a Jesus autoridade para cuidar dela. (Colossen-
ses 1:18) E Jesus deu ao “escravo fiel e prudente”
a responsabilidade de cuidar do povo de Deus na
Terra. (Mateus 24:45-47) O “escravo fiel e pruden-
te” é o Corpo Governante. Esses irmãos sempre nos
dão o que precisamos para manter forte nossa fé. O
Corpo Governante também dá orientações aos an-
ciãos, servos ministeriais e superintendentes de cir-
cuito para cuidarem das congregações. Todos esses
irmãos têm que prestar contas a Jeová por essa res-
ponsabilidade. Quando respeitamos esses homens,
mostramos que respeitamos a autoridade na con-
gregação e a Jeová. — Leia 1 Tessalonicenses 5:12;
Hebreus 13:17; veja a seção Entenda Melhor, n.° 14.
16 Os anciãos e os servos ministeriais são escolhi-

dos por meio do espírito santo. Por que podemos di-


zer isso? Bem, eles têm que ter as qualidades que es-
tão em 1 Timóteo 3:1-7, 12 e Tito 1:5-9. E foi Jeová
que usou seu espírito santo para colocar essas quali-
dades na Bíblia. Os anciãos oram a Jeová pedindo
espírito santo quando analisam se um irmão pode
ser designado ancião ou servo ministerial. Tudo isso
mostra que são Jeová e Jesus que cuidam da congre-
gação. (Atos 20:28) É verdade que os anciãos e os
servos ministeriais são imperfeitos como nós. Mas
15. Como respeitamos a autoridade na congregação?
16. Por que podemos dizer que os anciãos e os servos ministeriais
são escolhidos por meio do espírito santo?
54 CONTINUE A AMAR A DEUS

eles são um presente de Jeová e ajudam a manter a


congregação fiel e unida. — Efésios 4:8.
17 Pode acontecer de não ter nenhum ancião ou

servo ministerial para cuidar de uma designação


na congregação. Nesse caso, outros homens batiza-
dos talvez possam ajudar. Mas se não tiver nenhum,
pode ser que uma irmã tenha que fazer uma tarefa
que normalmente seria feita por um homem batiza-
do. Quando isso acontece, ela deve cobrir a cabeça,
talvez com um lenço ou um chapéu. (1 Coríntios
11:3-10) Assim, ela mostra que respeita a autorida-
de que Jeová colocou na família e na congregação.
— Veja a seção Entenda Melhor, n.° 15.
COMO MOSTRAR RESPEITO
POR GOVERNANTES E OUTROS?
18
Os governantes têm autoridade porque Jeová
permite, e nós devemos respeitá-los. (Leia Roma-
nos 13:1-7.) Eles organizam as coisas para que as
pessoas tenham serviços básicos, como escolas e
hospitais. Somos cristãos e por isso devemos respei-
tar as “autoridades superiores” e obedecer as leis do
lugar onde vivemos. Essas leis podem ter a ver com
nossa família, com nosso trabalho ou com as coisas
que temos. Por exemplo, pagamos os impostos e da-
mos aos governos as informações que eles pedem.
Mas e se um governo pede para fazermos uma coisa
que é contra a lei de Deus? Nesse caso, fazemos o
17. Para mostrar respeito, o que uma irmã talvez tenha que fazer?
18, 19. (a) O que aprendemos de Romanos 13:1-7? (b) Como
mostramos respeito pelos governos e por outros que têm autori-
dade?
POR QUE RESPEITAR PESSOAS QUE TÊM AUTORIDADE? 55

que Pedro disse: “Temos de obedecer a Deus como


governante em vez de a homens.” — Atos 5:28, 29.
19 Quando falamos com uma pessoa que tem au-

toridade, como um juiz ou um policial, devemos


sempre mostrar respeito. Na escola, os jovens de-
vem respeitar os professores e outros funcionários.
No trabalho, nós respeitamos nosso patrão, mesmo
que os outros não façam isso. Dessa forma, imita-
mos o apóstolo Paulo. Ele sempre respeitava pes-
soas que tinham autoridade, mesmo quando isso
não era fácil. (Atos 26:2, 25) Mesmo que outros nos
tratem mal, vamos continuar mostrando respeito.
— Leia Romanos 12:17, 18; 1 Pedro 3:15.
20 No mundo todo, as pessoas mostram cada vez

menos respeito. Mas o povo de Jeová é diferente.


Queremos respeitar a todos. Pedro escreveu: “Hon-
rem [ou respeitem] a homens de todo tipo.” (1 Pe-
dro 2:17) As pessoas percebem quando mostramos
respeito por elas. Quando fazemos isso, obedece-
mos o que Jesus disse: “Deixem brilhar sua luz pe-
rante os homens, para que vejam suas boas obras e
deem glória ao seu Pai.” — Mateus 5:16.
21 Devemos mostrar respeito na família, na con-

gregação, e por governantes e outros. Se fizermos


isso, o que pode acontecer? Nosso bom exemplo
pode fazer outros querer aprender sobre Jeová. E
quando respeitamos outros, estamos respeitando a
Jeová. Isso faz Jeová feliz e mostra para ele que o
amamos.
20, 21. O que pode acontecer se mostrarmos respeito por outros?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 JEOVÁ USA PESSOAS


PARA NOS ORIENTAR
“Honrem a homens de todo tipo, . . .
tenham temor de Deus.” — 1 Pedro 2:17
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que nem sempre é fácil respeitar autoridade?


Números 16:1-3;
Eclesiastes 8:9;
Romanos 5:12
Assim como nós, as pes-
soas que Jeová usa para
nos orientar não são
perfeitas.
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Os princípios da Bíblia nos ajudam a ser


obedientes mesmo quando isso não é fácil.
Lucas 22:42 Provérbios 27:11;
Jesus é o melhor exemplo Marcos 12:29, 30
de obediência que existe. Amamos a Jeová e por isso
Ele sempre obedeceu respeitamos o modo dele
a Jeová. de fazer as coisas. Na famí-
lia, temos o chefe da casa.
Na escola, temos os pro-
fessores. Na congregação,
temos os anciãos.
57

2 JEOVÁ CRIOU A FAMÍLIA


“Eu me ajoelho diante do Pai, a quem toda
família . . . deve o seu nome.” — Efésios 3:14, 15
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que Jeová quer que a gente respeite


a autoridade na família?
Provérbios 10:1 Provérbios 1:8;
Jeová criou a família. 1 Coríntios 11:3;
Ele quer que o lar seja Efésios 6:1-3;
um lugar onde os filhos se 1 Pedro 3:1
sintam protegidos e todos A família inteira sai
se sintam amados. ganhando quando todo
mundo faz sua parte.
58

3 JEOVÁ DEU A JESUS


AUTORIDADE PARA CUIDAR
DA CONGREGAÇÃO
“Cristo é cabeça da congregação.” — Efésios 5:23
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que precisamos respeitar a autoridade


na congregação?
Mateus 24:45-47 Atos 20:28
Jesus usa o “escravo fiel e Quando respeitamos os
prudente” para cuidar do anciãos, isso faz bem para
povo de Deus na Terra. a congregação inteira.
1 Tessalonicenses 5:12; É por meio da congrega-
ção que podemos adorar
Hebreus 13:17
a Jeová.
Os anciãos e os servos
ministeriais ajudam a
manter forte a congrega-
ção. Respeitamos a autori-
dade de Jeová quando
obedecemos esses irmãos.
59

4 OS GOVERNOS TÊM
AUTORIDADE PORQUE
JEOVÁ PERMITE
“Não há autoridade sem a permissão de Deus;
as autoridades existentes foram colocadas
por Deus em suas posições relativas.”
— Romanos 13:1
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como mostramos respeito pelos governos?


Mateus 5:16; Romanos 13:1-4
1 Pedro 3:15 A Bíblia nos ajuda
Mostramos respeito pelo a respeitar pessoas que
que falamos e fazemos. têm autoridade.
Isso dá honra a Jeová.
Mateus 22:37-39; 26:52;
Atos 26:2, 25; João 18:36;
Romanos 12:17, 18 Atos 5:27-29;
Os cristãos obedecem as Hebreus 10:24, 25
leis do lugar onde vivem. Se um governo pedir para
Mesmo quando outros nos você fazer uma coisa que é
tratam mal, continuamos contra a lei de Deus, você
mostrando respeito. vai obedecer a Jeová?
CAPÍTULO 5

N ÃO FAÇA PARTE
DO MUNDO
“Vocês não fazem parte
do mundo.” — JOÃO 15:19.

ERA a última noite antes de Jesus morrer. Ele esta-


va preocupado com os discípulos. Por quê? Porque,
para Jesus, era muito importante que eles ‘não fizes-
sem parte do mundo’. (João 15:19) Ele até orou a
Jeová pedindo para ele proteger os discípulos, dizen-
do: “Eles não fazem parte do mundo, assim como eu
não faço parte do mundo.” (João 17:15, 16) O que Je-
sus quis dizer com isso?
2 Quando Jesus disse “mundo”, ele estava falando

das pessoas que não servem a Deus e são governa-


das por Satanás. (João 14:30; Efésios 2:2; Tiago 4:4;
1 João 5:19) Neste capítulo, vamos ver cinco manei-
ras de ‘não fazer parte do mundo’: (1) ser leal ao Rei-
no de Deus e ser neutro, ou seja, não se envolver na
política; (2) lutar contra o espírito do mundo; (3) to-
mar cuidado com o modo de se vestir e com a apa-
rência; (4) não pensar só em dinheiro; e (5) usar a ar-
madura completa de Deus. — Veja a seção Entenda
Melhor, n.° 16.
1. Por que Jesus estava preocupado com seus discípulos?
2. Quando Jesus disse “mundo”, do que ele estava falando?
NÃO FAÇA PARTE DO MUNDO 61

SER LEAL AO REINO DE DEUS


3 Quando Jesus estava na Terra, ele via que as pes-
soas tinham muitos problemas e que a vida delas não
era fácil. Ele se preocupava de verdade com elas. Mas
será que para ajudar as pessoas Jesus entrou na polí-
tica? Não. Ele sabia que as pessoas precisavam do Rei-
no, ou governo, de Deus. Jesus seria o Rei desse Rei-
no, e o Reino foi o assunto principal da pregação
dele. (Daniel 7:13, 14; Lucas 4:43; 17:20, 21) Jesus
não se envolveu na política; ele sempre foi neutro.
Quando ele estava na frente do governador romano
Pôncio Pilatos, ele disse: “Meu Reino não faz parte
deste mundo.” (João 18:36) Os discípulos de Jesus
também eram neutros. Um livro1 de História disse
que os primeiros cristãos “não aceitavam ter um car-
go na política”. Os cristãos verdadeiros hoje imitam
os cristãos do passado. Eles são leais ao Reino de
Deus e não se envolvem na política. — Mateus 24:14.
4 Paulo escreveu para os cristãos ungidos: ‘Somos

embaixadores, substituindo a Cristo.’ (2 Coríntios


5:20) O que é um embaixador? Um embaixador tra-
balha em outro país representando o governo do
país dele. Por isso, ele não se envolve na política
do país onde trabalha. É mais ou menos isso o que
acontece com os ungidos, que vão reinar com Cristo
no céu. Eles representam o governo de Deus e por
1 On the Road to Civilization.

3. Será que Jesus se envolveu na política? Como sabemos disso?


4. Como os cristãos verdadeiros mostram que apoiam o Reino de
Deus?
62 CONTINUE A AMAR A DEUS

isso não se envolvem na política. (Filipenses 3:20)


Na verdade, eles ajudam milhões de pessoas a apren-
der sobre o governo de Deus. E eles recebem o apoio
das “outras ovelhas”, que vão viver para sempre na
Terra. As “outras ovelhas” também são neutras na
política. (João 10:16; Mateus 25:31-40) Fica claro, en-
tão, que os cristãos verdadeiros não se envolvem na
política deste mundo. — Leia Isaías 2:2-4.
5 Para os cristãos verdadeiros, seus irmãos na fé

são como sua família. Eles são unidos, não impor-


ta seu país ou seus costumes. (1 Coríntios 1:10) Se
a gente fosse para a guerra, estaria lutando contra
nossa própria família, nossos irmãos. E Jesus disse
5. Qual é um motivo de os cristãos não irem para a guerra?

Você consegue
explicar por
que é leal
ao Reino
de Deus?
NÃO FAÇA PARTE DO MUNDO 63

que temos que amar nossos irmãos. (João 13:34, 35;


1 João 3:10-12) Aliás, Jesus disse que temos que amar
até os inimigos. — Mateus 5:44; 26:52.
6 É verdade que nós, cristãos, temos que ser neu-

tros. Mesmo assim, é importante respeitar os gover-


nos. Por exemplo, nós obedecemos as leis e paga-
mos os impostos. Mas nunca nos esquecemos de dar
“a Deus o que é de Deus”. (Marcos 12:17; Romanos
13:1-7; 1 Coríntios 6:19, 20) Isso inclui nosso amor
por ele, nossa obediência e nossa adoração. Estamos
dispostos a perder nossa vida em vez de desobedecer
a Jeová. — Lucas 4:8; 10:27; leia Atos 5:29; Romanos
14:8.
LUTAR CONTRA O “ESPÍRITO DO MUNDO”
7 Ficar separado do mundo de Satanás significa
não deixar que o “espírito do mundo” nos controle.
O que é o “espírito do mundo”? É o jeito de pensar e
de agir do mundo de Satanás. Esse espírito controla
as pessoas que não servem a Jeová. Mas os cristãos
têm que lutar contra isso. Paulo disse: “Não recebe-
mos o espírito do mundo, mas o espírito que vem de
Deus.” — 1 Coríntios 2:12; Efésios 2:2, 3; veja a seção
Entenda Melhor, n.° 17.
8 O espírito do mundo faz as pessoas serem egoís-

tas, orgulhosas e rebeldes. Faz com que elas pen-


sem que não precisam obedecer a Deus. Satanás quer
6. Como mostramos que respeitamos os governos? Mas não deve-
mos nos esquecer do quê?
7, 8. (a) O que é o “espírito do mundo”? (b) O que o espírito do
mundo faz com as pessoas?
64 CONTINUE A AMAR A DEUS

que as pessoas façam o que quiserem sem pensar nas


consequências. Ele quer que elas acreditem que satis-
fazer seus desejos é a coisa mais importante. (1 João
2:16; 1 Timóteo 6:9, 10) O Diabo faz de tudo para en-
ganar os servos de Jeová. Ele quer que a gente pense
e seja como ele. — João 8:44; Atos 13:10; 1 João 3:8.
9 Igual ao ar que respiramos, o espírito do mundo

está em todo lugar. Se não lutarmos contra esse es-


pírito, ele vai acabar nos influenciando. (Leia Pro-
vérbios 4:23.) Isso pode começar com coisas que
parecem não ter problema nenhum. Por exemplo,
podemos começar a pensar e a agir como as pessoas
que não servem a Jeová. (Provérbios 13:20; 1 Corín-
tios 15:33) Ou podemos ser influenciados por coisas
como pornografia, apostasia e esportes em que as
pessoas querem ganhar a todo custo. — Veja a seção
Entenda Melhor, n.° 18.
10 Como podemos lutar contra o espírito do mun-

do? Temos que ser amigos de Jeová e deixar que ele


nos oriente. Precisamos orar pedindo espírito san-
to e sempre estar bem envolvidos com as coisas de
Jeová. Ele é a Pessoa mais poderosa do Universo.
Com certeza Jeová pode nos ajudar a lutar contra o
espírito do mundo. — 1 João 4:4.
USAR ROUPAS QUE HONREM A DEUS
11
Outra maneira de mostrar que não fazemos par-
te do mundo é pela nossa aparência e nossas roupas.
9. De que maneiras o espírito do mundo pode nos influenciar?
10. Como podemos lutar contra o espírito do mundo?
11. Como as pessoas que fazem parte do mundo se vestem?
Minhas roupas honram a Jeová?

Muitas pessoas se vestem para chamar a atenção, fi-


car sensuais, mostrar que são rebeldes ou mostrar
que têm dinheiro. Outros não ligam para a aparência
e usam roupas sujas ou desarrumadas. Não pode-
mos deixar que nenhuma dessas coisas nos influen-
cie quando escolhemos uma roupa.
12 Somos servos de Jeová. Por isso queremos que

nossas roupas sejam limpas, bem-arrumadas, de


bom gosto e que combinem com o lugar e a ocasião.
12, 13. Que princípios da Bíblia nos ajudam a decidir o que vestir?
66 CONTINUE A AMAR A DEUS

Nós nos vestimos “com modéstia e bom juízo” para


mostrar que servimos a Deus. — 1 Timóteo 2:9, 10,
segunda nota; Judas 21.
13 A modéstia envolve respeitar os sentimentos e a

opinião dos outros. Além disso, o jeito que nos vesti-


mos pode fazer os outros pensar bem ou mal de Jeová
e dos servos dele. E nós queremos fazer “todas as coi-
sas para a glória de Deus”. (1 Coríntios 10:31) É por
isso que temos que nos preocupar com nossa roupa e
aparência. — 1 Coríntios 4:9; 2 Coríntios 6:3, 4; 7:1.
14 É bom pensarmos em que tipo de roupas usa-

mos nas reuniões e na pregação. Será que elas cha-


mam muita atenção? Deixam outros sem graça? Será
que pensamos: ‘A roupa é minha e ninguém tem
nada a ver com isso’? (Filipenses 4:5; 1 Pedro 5:6)
Claro que queremos ficar bonitos, mas o que faz
uma pessoa ser bonita de verdade é ela ter as qualida-
des que um cristão precisa ter. É isso o que Jeová re-
para quando olha para nós. Essas qualidades mos-
tram “a pessoa secreta do coração”, ou seja, mostram
quem somos por dentro. E isso tem “grande valor
aos olhos de Deus”. — 1 Pedro 3:3, 4.
15 Jeová não deu uma lista de regras com o que po-

demos ou não podemos vestir. Em vez disso, ele nos


deu princípios que nos ajudam a tomar boas deci-
sões. (Hebreus 5:14) Isso porque Jeová quer que nos-
sas decisões se baseiem no nosso amor por ele e por
14. Que perguntas nos ajudam a escolher que roupas usar nas reu-
niões e na pregação?
15. Por que Jeová não dá uma lista de regras com o que podemos
ou não podemos vestir?
outros, não importa se a decisão é grande ou peque-
na. (Leia Marcos 12:30, 31.) No mundo todo, o povo
de Jeová se veste de maneiras diferentes, dependen-
do da cultura e do gosto pessoal. Essa variedade é bo-
nita e deixa a vida mais interessante.
NÃO PENSAR SÓ EM DINHEIRO
16 Satanás quer que as pessoas pensem que di-
nheiro e coisas materiais vão trazer felicidade. Mas
os servos de Jeová sabem que isso não é verdade.
16. (a) O que Satanás quer que as pessoas pensem sobre o dinhei-
ro? Mas o que Jesus ensinou? (b) O que devemos nos perguntar?
68 CONTINUE A AMAR A DEUS

Confiamos nas palavras de Jesus: “Mesmo quando


alguém tem [muitas coisas], sua vida não vem das
coisas que possui.” (Lucas 12:15) Dinheiro não traz
felicidade. Não traz bons amigos, e não dá verdadei-
ra paz nem vida eterna. É claro que precisamos de di-
nheiro para viver, e queremos ter uma vida feliz. Mas
Jesus ensinou que para sermos felizes precisamos ser
amigos de Deus. Adorar a Deus deve ser a coisa mais
importante na vida. (Mateus 5:3; 6:22) Então, per-
gunte-se: ‘Será que eu encaro o dinheiro da mesma
forma que as pessoas do mundo? Será que eu só pen-
so em dinheiro e só falo nisso?’ — Lucas 6:45; 21:34-
36; 2 João 6.
17 Quando não damos muita importância ao di-

nheiro e nos concentramos no serviço de Jeová, te-


mos uma vida mais feliz. Ficamos satisfeitos com o
que temos, e sentimos paz na mente e no coração.
(Romanos 15:13) Também não ficamos tão preocu-
pados com coisas materiais. (Mateus 6:31, 32; leia
1 Timóteo 6:9, 10.) E vemos que, quando ajudamos
outros, somos mais felizes. (Atos 20:35) Temos mais
tempo para ficar com as pessoas que amamos. E nos-
so sono pode até ficar melhor. — Eclesiastes 5:12.
“A ARMADURA COMPLETA”
18
Satanás quer destruir nossa amizade com Jeová.
Por isso, temos que fazer de tudo para proteger essa
amizade. Temos que lutar contra as “forças espiri-
17. Quais são as vantagens de não darmos muita importância ao
dinheiro?
18. O que Satanás quer fazer?
NÃO FAÇA PARTE DO MUNDO 69

tuais malignas”, ou seja, contra Satanás e seus demô-


nios. (Efésios 6:12) Eles não querem que a gente seja
feliz nem que viva para sempre. (1 Pedro 5:8) É ver-
dade que esses inimigos são poderosos, mas pode-
mos vencer essa luta com a ajuda de Jeová!
19 No passado, os soldados usavam escudos, ca-

pacetes e outras coisas para se proteger na guerra.


Isso era a armadura deles. Da mesma forma, temos
que usar “a armadura completa de Deus” para nos
proteger. (Efésios 6:13) Lemos sobre essa armadura
em Efésios 6:14-18: “Mantenham-se firmes, usando
o cinturão [ou cinto largo] da verdade, vestindo a
couraça1 da justiça e tendo os pés calçados com a
prontidão para declarar as boas novas de paz. Além
de tudo isso, usem o grande escudo da fé, com o qual
poderão apagar todas as flechas ardentes do Malig-
no. Aceitem também o capacete da salvação e a espa-
da do espírito, isto é, a palavra de Deus, ao passo que,
com toda forma de oração e súplica, em todas as oca-
siões, vocês continuam orando no espírito.”
20 Se um soldado esquecer de usar uma peça da ar-

madura, aquela parte do corpo não vai ficar protegi-


da. E vai ser bem ali que o inimigo vai atacar. Para a
“armadura” nos proteger, não podemos esquecer de
usar nenhuma peça. Temos que usar a “armadura”
o tempo todo e cuidar bem dela. Nossa luta contra
1 Peça usada no peito para proteger o coração.

19. De acordo com Efésios 6:14-18, quais são as peças da “arma-


dura” que o cristão deve ter?
20. O que temos que fazer para a “armadura” nos proteger?
70 CONTINUE A AMAR A DEUS

Satanás e os demônios vai continuar até eles serem


tirados da Terra e este mundo mau ser destruído.
(Apocalipse 12:17; 20:1-3) Por isso, se estivermos lu-
tando contra desejos errados ou alguma fraqueza,
não devemos desistir! — 1 Coríntios 9:27.
21 Sozinhos, não podemos vencer o Diabo. Mas

com a ajuda de Jeová, nós podemos vencer! Para isso,


precisamos orar a Jeová, estudar a Bíblia e sempre es-
tar com os irmãos. (Hebreus 10:24, 25) Essas coisas
vão nos ajudar a ser leais a Deus e a defender nossa fé.
PRONTOS PARA DEFENDER NOSSA FÉ
22
Em certos assuntos, as Testemunhas de Jeová
agem de modo bem diferente da maioria das pes-
soas. Temos que estar prontos para defender nossa
fé. (João 15:19) Por isso, pergunte-se: ‘Será que eu
entendo por que as Testemunhas de Jeová agem as-
sim? Tenho certeza que o que a Bíblia e o escravo fiel
dizem está certo? (Mateus 24:45; João 17:17) Tenho
orgulho de ser Testemunha de Jeová? (Salmo 34:2;
Mateus 10:32, 33) Consigo explicar para outros em
que acredito?’ — Leia 1 Pedro 3:15.
23 Em muitas situações, fica bem claro o que te-

mos que fazer para ficarmos separados do mundo.


Mas às vezes não é tão claro. Satanás usa muitas coi-
sas para nos enganar. Uma delas é a diversão. Vamos
ver no próximo capítulo como escolher bem nossa
diversão.
21. Como podemos vencer o Diabo?
22, 23. (a) O que temos que fazer para estar sempre prontos para
defender nossa fé? (b) O que vamos ver no próximo capítulo?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 OS CRISTÃOS SÃO LEAIS AO


REINO DE DEUS
“Meu Reino não faz parte deste mundo.”
— João 18:36
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como mostramos que somos neutros e leais ao


Reino de Deus?
Isaías 2:2-4; Mateus 26:52
João 6:15; Violência só causa mais
1 Pedro 3:15 violência. Confiamos que
Nós não vamos para a Jeová vai resolver para
guerra nem nos envolve- sempre os problemas
mos com a política. deste mundo.
Êxodo 20:4, 5; João 13:34, 35;
1 João 5:21 1 João 3:10-12
Nós não cantamos o hino Nós amamos todos os nos-
nacional, não adoramos a sos irmãos, não importa o
bandeira nem fazemos país onde moram ou a cul-
outras coisas desse tipo. tura deles. Nunca vamos
lutar uns contra os outros.
72

2 OS CRISTÃOS “NÃO FAZEM


PARTE DO MUNDO”
“Eles não fazem parte do mundo, assim como
eu não faço parte do mundo.” — João 17:16
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que temos que ficar separados do mundo


de Satanás?
1 João 5:19 Tiago 4:4
“O mundo” se refere a Queremos ser amigos de
pessoas que não conhe- Jeová. Imitamos a Jeová e
cem a Deus e que são in- a Jesus no nosso modo de
fluenciadas por Satanás, o pensar, falar e agir.
governante deste mundo.
73

3 OS CRISTÃOS SÃO DIFERENTES


DO MUNDO
“Proteja, acima de tudo, o seu coração.”
— Provérbios 4:23
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que temos que fazer para lutar contra


o mundo de Satanás?
Efésios 2:2; 1 Coríntios 2:12;
1 João 2:16 1 João 4:4
Satanás é egoísta, orgu- Para lutar contra o modo
lhoso e rebelde. Ele quer de pensar do mundo,
que as pessoas pensem temos que ser amigos
que não têm que obedecer de Jeová e deixar que ele
a Deus. nos oriente.
1 Coríntios 10:31
Mostramos que não faze-
mos parte do mundo pelo
que falamos e fazemos.
Mostramos isso até em
assuntos pessoais.
74

4 DINHEIRO NÃO TRAZ


FELICIDADE NEM PAZ
“Mesmo quando alguém tem [muitas coisas],
sua vida não vem das coisas que possui.”
— Lucas 12:15
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que vai nos ajudar a ver as coisas materiais


do jeito que Jeová vê?
Atos 20:35; Mateus 6:31, 32;
1 Timóteo 6:9, 10 Marcos 12:30, 31;
Satanás quer que a gente Lucas 21:34-36
acredite que ter dinheiro e Quando servimos a Jeová
satisfazer nossos desejos de coração, somos real-
vai trazer felicidade. Mas mente felizes. Nossa vida
Jesus ensinou que para não é vazia, e temos paz
sermos felizes de verdade na mente e no coração.
precisamos ser amigos de
Deus e ajudar outros.
CAPÍTULO 6

COMO ESCOLHER BEM


NOSSA DIVERSÃO?
“Façam todas as coisas para a glória de Deus.”
— 1 CORÍNTIOS 10:31.

IMAGINE que você pega uma fruta para comer, mas


uma parte dela está podre. O que você faz? Come
mesmo assim? Joga a fruta fora? Ou corta a parte
podre e come a parte boa?
2 A diversão é mais ou menos igual a essa fruta.

Existem muitos filmes, programas de TV, livros e


músicas para nos divertir. Algumas formas de di-
versão são boas, mas a maioria é podre porque é
1, 2. Por que temos que ter cuidado com nossa diversão?
76 CONTINUE A AMAR A DEUS

imoral, violenta e tem coisas sobrenaturais.1 Quan-


do você escolhe sua diversão, será que você diz: “A
decisão é minha. Posso escolher o que eu quiser”?
Ou diz: “Nenhum tipo de diversão presta”? Ou você
escolhe com cuidado sua diversão, ficando com o
que é bom e fugindo do que é ruim?
3 Precisamos nos divertir. Mas queremos escolher

bem nossa diversão, já que não queremos que isso


atrapalhe nossa amizade com Jeová.
“FAÇAM TODAS AS COISAS
PARA A GLÓRIA DE DEUS”
4
Quando nos dedicamos a Jeová, prometemos
usar nossa vida para servir a ele. (Leia Eclesiastes
5:4.) Prometemos fazer “todas as coisas para a gló-
ria de Deus”. (1 Coríntios 10:31) Será que somos
servos de Deus só quando estamos na pregação e
nas reuniões? Não. Somos servos de Deus o tempo
todo, mesmo quando estamos descansando ou nos
divertindo.
5 Adorar a Jeová é a coisa mais importante na

nossa vida. Por isso, sempre queremos dar a Jeová o


nosso melhor. Paulo falou sobre isso: “Apresentem
o seu corpo como sacrifício vivo, santo e aceitável a
Deus.” (Romanos 12:1) Jesus disse: “Ame a Jeová,
1 Coisas sobrenaturais são coisas que têm a ver com demônios,
como espiritismo, ocultismo, magia e coisas assim.

3. Por que queremos escolher bem nossa diversão?


4. Como o princípio de 1 Coríntios 10:31 nos ajuda a escolher bem
nossa diversão?
5. O que sempre queremos dar a Jeová?
COMO ESCOLHER BEM NOSSA DIVERSÃO? 77

seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma,


de toda a sua mente e de toda a sua força.” (Marcos
12:30) No passado em Israel, o povo oferecia para
Jeová sacrifícios de animais. Mas para Jeová aceitar
o sacrifício, o animal não podia ter nenhum defei-
to. (Levítico 22:18-20) Da mesma forma, se nossa
adoração tiver algum defeito, Jeová pode não acei-
tar nossa adoração. Como isso poderia acontecer?
6 Jeová diz: “Sejam santos, porque eu sou san-

to.” (1 Pedro 1:14-16; 2 Pedro 3:11) Para Jeová acei-


tar nossa adoração, ela tem que ser santa, ou lim-
pa. (Deuteronômio 15:21) Sabemos que se fizermos
coisas que Jeová odeia, que tenham a ver com imo-
ralidade sexual, violência e o sobrenatural, nossa
adoração não vai ser santa. (Romanos 6:12-14; 8:13)
Mas e se nós nos divertirmos com essas coisas? Será
que Jeová vai gostar? Claro que não. Nossa adora-
ção não vai mais ser santa. Isso pode acabar com a
nossa amizade com Jeová.
7 Então, como podemos escolher bem nossa di-

versão? Que princípios vão nos ajudar a saber se


uma diversão é boa ou ruim?
ODEIE O QUE É MAU
8Hoje em dia, existem vários tipos de diversão.
Algumas diversões são boas para os cristãos. Mas
a maioria está cheia de coisas que Jeová odeia, e
6, 7. O que Jeová vai achar da nossa adoração se escolhermos uma
diversão ruim?
8, 9. (a) De que tipo de diversão temos que ficar longe? (b) Por
que temos que ficar longe desse tipo de diversão?
78 CONTINUE A AMAR A DEUS

temos que ficar longe desse tipo de diversão. Vamos


ver alguns exemplos.
9 Muitos filmes, sites, programas de TV, videoga-

mes e músicas são imorais, violentos e têm coisas


sobrenaturais. Tudo isso muitas vezes é mostrado
como sendo normal e até engraçado. Mas os cris-
tãos não aceitam diversão que tem a ver com coisas
que Jeová odeia. (Atos 15:28, 29; 1 Coríntios 6:9, 10)
Quando fugimos desse tipo de diversão, mostramos
a Jeová que odiamos o que é mau. — Salmo 34:14;
Romanos 12:9.
10 Alguns acham que não há nada de errado em

se divertir com coisas que têm a ver com imoralida-


de sexual, violência e o sobrenatural. Eles pensam:
‘Qual o problema? Eu nunca faria essas coisas.’ Se
pensamos assim, estamos só nos enganando. A Bí-
blia diz: “O coração é mais traiçoeiro do que qual-
quer outra coisa e está desesperado.” (Jeremias 17:9)
Se nos divertimos com coisas que Jeová odeia, não
podemos dizer que realmente odiamos essas coisas.
E quanto mais nos divertimos com uma coisa erra-
da, mais achamos aquilo normal. Com o tempo,
nossa consciência não vai mais avisar que estamos
fazendo uma escolha errada. — Salmo 119:70; 1 Ti-
móteo 4:1, 2.
11 A Bíblia diz: “O que a pessoa semear, isso tam-

bém colherá.” (Gálatas 6:7) Não tenha dúvida: se


10. O que pode acontecer se escolhermos uma diversão ruim?
11. Como Gálatas 6:7 nos ajuda a escolher bem nossa diversão?
COMO ESCOLHER BEM NOSSA DIVERSÃO? 79

nos divertimos com coisas erradas, vamos acabar


fazendo coisas erradas. Por exemplo, alguns tinham
o costume de ver filmes com cenas imorais. A men-
te deles ficou tão cheia de pensamentos ruins que
acabaram fazendo coisas imorais. Mas Jeová nos dá
a ajuda que precisamos para escolher bem nossa di-
versão.
OS PRINCÍPIOS DA BÍBLIA PODEM AJUDAR
12 Tem diversão que é fácil saber que Jeová odeia,
e queremos ficar longe dela. Mas e quando não
temos certeza se uma diversão é ruim? Jeová não
deu uma lista de regras com o que podemos ou
não podemos ver, ouvir ou ler. Ele quer que cada
um de nós use sua consciência treinada pela Bíblia
para decidir o que fazer. (Leia Gálatas 6:5.) Para
treinar nossa consciência, Jeová deu princípios, que
são verdades da Bíblia que nos ensinam ‘qual é a
vontade dele’. (Efésios 5:17) Esses princípios vão
nos ajudar a tomar decisões que alegram a Jeová.
13 Nem sempre dois cristãos vão escolher o mes-

mo tipo de diversão. Por quê? Bem, as pessoas


têm gostos diferentes. Além disso, um cristão pode
achar que uma diversão é certa, e outro pode achar
que é errada. Mas todos os cristãos querem tomar
boas decisões e, por isso, seguem os princípios da
Bíblia. (Filipenses 1:9) Os princípios vão nos ajudar
12. O que vai nos ajudar a tomar decisões que alegram a Jeová?
13. (a) Por que nem sempre dois cristãos vão escolher o mesmo
tipo de diversão? (b) O que todos os cristãos querem fazer?
Os princípios da Bíblia nos ajudam a escolher nossa diversão

a escolher bem nossa diversão e agradar a Deus.


— Salmo 119:11, 129; 1 Pedro 2:16.
14 Também temos que tomar cuidado com o tem-

po que gastamos com diversão. Como cristãos, o


mais importante para nós é servir a Jeová. (Leia
Mateus 6:33.) Mas será que o tempo que gasta-
mos com diversão mostra isso? Às vezes, sem perce-
ber, podemos começar a gastar cada vez mais tem-
po com diversão. Paulo avisou os cristãos: “Estejam
bem atentos para não andarem como tolos, mas
como sábios, usando o seu tempo do melhor modo
14. (a) Temos que tomar cuidado com o quê? (b) Que aviso Pau-
lo deu aos cristãos?
81

Antes de escolher uma diversão,


um cristão deve se perguntar:
ˇ Como vai ficar minha amizade
com Jeová?
ˇ Como vou me sentir?
ˇ Como outros vão se sentir?
82 CONTINUE A AMAR A DEUS

possível.” (Efésios 5:15, 16) Isso mostra que temos


que colocar limites no tempo que gastamos com
diversão. Mostra também que precisamos fazer de
tudo para que nosso serviço a Deus venha em pri-
meiro lugar. — Filipenses 1:10.
15 Sabemos que precisamos ficar longe do tipo de

diversão que Jeová odeia. Mas e se estamos com dú-


vida se uma diversão é ruim? Será que mesmo as-
sim precisamos ter cuidado? Pense no seguinte: se
você estivesse caminhando por uma trilha no alto
de uma montanha, andaria pela beirada? Não. Você
ama a vida e quer ficar longe do perigo. O mesmo
acontece com a diversão. A Bíblia diz: “Afaste os
seus pés do que é mau.” (Provérbios 4:25-27) É im-
portante ficar longe da diversão que temos certeza
que é ruim. Mas também é importante ficar longe
da diversão que temos dúvida se é boa ou não. Afi-
nal, não queremos fazer nada que estrague nossa
amizade com Jeová.
PENSE IGUAL A JEOVÁ
16
Um dos escritores dos Salmos disse: “Vocês que
amam a Jeová, odeiem o que é mau.” (Salmo 97:10)
Na Bíblia, aprendemos como Jeová se sente e o que
ele pensa. E saber o que Jeová pensa pode ajudar
você a pensar igual a ele. Por exemplo, sabemos
que Jeová odeia “língua mentirosa, mãos que derra-
15. Será que só ficamos longe da diversão que temos certeza que
é errada?
16. (a) Quais são algumas das coisas que Jeová odeia? (b) Como
você pode mostrar que odeia o que Jeová odeia?
COMO ESCOLHER BEM NOSSA DIVERSÃO? 83

mam sangue inocente, o coração que planeja tra-


mas perversas, [e] pés que rapidamente correm para
a maldade”. (Provérbios 6:16-19) Sabemos também
que Jeová odeia “imoralidade sexual, . . . idola-
tria, ocultismo, . . . ciúme, acessos de ira, . . . inve-
ja, embriaguez, festas descontroladas e coisas como
essas”. (Gálatas 5:19-21) Consegue ver como esses
princípios podem ajudar você a escolher bem sua
diversão? Queremos obedecer a Jeová em qualquer
situação, não importa se estamos sozinhos ou com
outras pessoas. (2 Coríntios 3:18) Aliás, o que faze-
mos quando estamos sozinhos mostra quem somos
de verdade. — Salmo 11:4; 16:8.
17 Sendo assim, antes de escolher nossa diversão,

é bom nos perguntar: ‘Como minha amizade com


Jeová vai ficar depois disso? Como vai ficar minha
consciência?’ Vamos ver mais alguns princípios que
vão nos ajudar a escolher bem nossa diversão.
18 Escolher nossa diversão é como escolher as

coisas que vão encher nossa mente. Paulo escreveu:


“Tudo que é verdadeiro, tudo que é de séria preocu-
pação, tudo que é justo, tudo que é casto, tudo que é
amável, tudo de que se fala bem, tudo que é virtuo-
so e tudo que é digno de louvor, continuem a con-
siderar essas coisas.” (Filipenses 4:8) Quando en-
chemos nossa mente com coisas assim, podemos
17. Quando escolhemos nossa diversão, o que devemos nos per-
guntar?
18, 19. (a) Que conselho Paulo deu em Filipenses 4:8? (b) Que
princípios vão nos ajudar a escolher bem nossa diversão?
84 CONTINUE A AMAR A DEUS

dizer: “Que as palavras da minha boca e as refle-


xões do meu coração sejam agradáveis a ti, ó Jeová.”
— Salmo 19:14.
19 Pergunte-se: ‘Com que coisas estou enchendo

minha mente? Depois de ver certo filme ou progra-


ma de TV, será que penso em coisas boas e puras?
Fico tranquilo, com a consciência limpa? (Efésios
5:5; 1 Timóteo 1:5, 19) Fico à vontade para orar? Ou
sinto vergonha? Fico pensando em coisas violen-
tas ou imorais? (Mateus 12:33; Marcos 7:20-23) Será
que o tipo de diversão que escolho está me fazendo
ficar igual a “este mundo”?’ (Romanos 12:2) Res-
ponder com sinceridade vai nos ajudar a ver como
podemos manter forte nossa amizade com Jeová.
Queremos pedir para Jeová: “Desvia os meus olhos
do que é sem valor.”1 — Salmo 119:37.
COMO OS OUTROS VÃO SE SENTIR?
20
Em 1 Coríntios 10:23, 24 encontramos outro
princípio importante: “Tudo é permitido, mas nem
tudo edifica. Que cada um persista em buscar não
a sua própria vantagem, mas a da outra pessoa.”
Não é porque temos liberdade para fazer uma coisa
que temos que fazer isso. Temos que nos perguntar:
‘Como meus irmãos vão se sentir com a minha de-
cisão?’
1 Encontramos outros princípios sobre como escolher bem nos-
sa diversão em Provérbios 3:31; 13:20; Efésios 5:3, 4 e Colossenses
3:5, 8, 20.

20, 21. Por que temos que pensar no sentimento de outros quan-
do escolhemos nossa diversão?
COMO ESCOLHER BEM NOSSA DIVERSÃO? 85

21 Cada pessoa pensa de um jeito. Você talvez de-


cida ver um filme e sua consciência não fica pe-
sada. Mas e se depois você descobrir que o fil-
me incomoda a consciência de um irmão? O que
você vai fazer? É verdade que você tem o direito de
ver o filme. Mas você talvez decida não fazer isso.
Isso porque você não quer pecar “contra os seus ir-
mãos”, muito menos “contra Cristo”. (1 Coríntios
8:12) Não queremos fazer nada para enfraquecer a
fé dos nossos irmãos. — Romanos 14:1; 15:1; 1 Co-
ríntios 10:32.
22 Agora imagine que é a sua consciência que não

permite ver, ler ou fazer uma coisa, mas outro ir-


mão não vê problema nenhum nisso. O que você
vai fazer? Bem, você ama e respeita esse irmão. En-
tão não vai insistir para ele mudar de opinião. Por
exemplo, um motorista sabe que outros podem di-
rigir mais rápido ou mais devagar e ainda assim
serem bons motoristas. Da mesma forma, você e
outro irmão podem ter opiniões um pouco diferen-
tes sobre um tipo de diversão e mesmo assim os
dois podem estar seguindo os princípios da Bíblia.
— Eclesiastes 7:16; Filipenses 4:5.
23 Então, o que vai nos ajudar a escolher bem

nossa diversão? Usar nossa consciência treinada


pela Bíblia e respeitar a consciência de nossos ir-
mãos. Assim, teremos a alegria de fazer “todas as
coisas para a glória de Deus”.
22. Como mostramos que respeitamos a opinião de outro irmão?
23. O que vai nos ajudar a escolher bem nossa diversão?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 NOSSA DIVERSÃO MOSTRA


PARA JEOVÁ SE AMAMOS A ELE
“Façam todas as coisas para a glória de Deus.”
— 1 Coríntios 10:31
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que temos que ter cuidado ao escolher


nossa diversão?
Salmo 11:5, 7; 34:14; Marcos 12:30;
Romanos 12:9; Romanos 12:1, 2
1 Coríntios 6:9, 10 O que escolhemos como
Hoje, muitos filmes, sites, diversão pode nos fazer
programas de TV, video- sentir bem ou pode fazer
games e músicas têm a ver com que seja mais difícil
com imoralidade sexual, ser fiel a Jeová.
violência e o sobrenatural. Jeremias 17:9;
Gálatas 6:7
Somos influenciados pela
diversão que escolhemos.
87

2 A BÍBLIA NOS AJUDA A


ESCOLHER NOSSA DIVERSÃO
“Compreendam qual é a vontade de Jeová.”
— Efésios 5:17
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Que princípios da Bíblia podem nos ajudar


a escolher nossa diversão?
Salmo 16:8; Mateus 6:33;
Provérbios 6:16-19; Efésios 5:15, 16
Gálatas 5:19-21 Temos que tomar cuidado
Temos que odiar o que para não gastar muito
Jeová odeia, como coisas tempo com diversão. Ado-
que têm a ver com imorali- rar a Jeová tem que ser a
dade sexual, violência e o coisa mais importante na
sobrenatural. nossa vida.
Salmo 19:14;
Filipenses 4:8
Quando enchemos nossa
mente com coisas boas e
nos concentramos nisso,
deixamos Jeová feliz.
88

3 COMO OS OUTROS VÃO


SE SENTIR?
“Que cada um persista em buscar não a sua
própria vantagem, mas a da outra pessoa.”
— 1 Coríntios 10:24
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que temos que nos preocupar com o que


outros vão pensar da nossa diversão?
Eclesiastes 7:16; Gálatas 6:5;
Romanos 2:21 Filipenses 4:5
Nem sempre dois cristãos Tomamos nossas decisões
vão escolher o mesmo tipo com base na nossa cons-
de diversão. Não julgamos ciência. Uma coisa pode
a decisão de outros. Em ser certa para um cristão
vez disso, temos que nos e errada para outro.
esforçar para tomar boas
1 Coríntios 10:32;
decisões.
Filipenses 1:10
Não queremos fazer nada
para enfraquecer a fé dos
nossos irmãos. Por isso,
temos que escolher nossa
diversão com cuidado.
CAPÍTULO 7

VOCÊ DÁ VALOR À VIDA?


“Contigo está a fonte da vida.” — SALMO 36:9.

JEOVÁ nos deu um presente maravilhoso: a vida.


(Gênesis 1:27) E ele quer que a gente tenha a melhor
vida possível. Para isso, Jeová nos deu princípios.
Eles nos ajudam a saber a diferença entre o certo e
o errado, e a tomar boas decisões. (Hebreus 5:14)
Por meio dos princípios, Jeová nos ensina a pensar
de modo claro. Quando vemos que viver de acordo
com esses princípios deixa nossa vida melhor, en-
tendemos como eles são importantes.
2 A vida pode ser bem complicada. Podem surgir

situações em que a Bíblia não tem uma lei dizen-


do exatamente o que devemos fazer. Por exemplo,
pode ser que a gente tenha que tomar uma decisão
sobre tratamentos de saúde que envolvem usar san-
gue. Como vamos tomar decisões que deixam Jeová
feliz? A Bíblia tem princípios que nos ensinam o
que Jeová pensa sobre a vida e o sangue. Precisa-
mos entender esses princípios para conseguir tomar
boas decisões e ficar com a consciência tranquila.
(Provérbios 2:6-11) Vamos ver agora alguns desses
princípios da Bíblia.
1, 2. (a) Que presente maravilhoso Jeová nos deu? (b) O que
Jeová nos deu para termos a melhor vida possível?
90 CONTINUE A AMAR A DEUS

O QUE DEUS PENSA


SOBRE A VIDA E O SANGUE?
3
A vida é preciosa para Jeová. E para ele o sangue
é sagrado porque representa a vida. Prova disso foi o
que aconteceu depois que Caim matou Abel. Jeová
disse para Caim: “O sangue do seu irmão está cla-
mando a mim desde o solo.” (Gênesis 4:10) O san-
gue de Abel representava a vida dele. Quando Deus
falou do sangue de Abel, ele estava falando da vida
de Abel.
4 Depois do Dilúvio, Deus disse que as pessoas

podiam comer carne. Só que ele disse: “Não comam


a carne de um animal com seu sangue, que é a sua
vida.” (Gênesis 9:4) Todos os que nasceram depois
de Noé tinham que obedecer essa ordem. E isso in-
clui a nós. Fica claro que para Jeová o sangue re-
presenta a vida. E precisamos pensar igual a Jeová.
— Salmo 36:9.
5 Na Lei que Jeová deu a Moisés, Jeová disse: “Se

algum homem . . . comer o sangue de qualquer cria-


tura, eu certamente me voltarei contra aquele que
comer o sangue, e o eliminarei dentre seu povo.
Pois a vida de uma criatura está no sangue.” — Leví-
tico 17:10, 11.
6 A Lei dizia que quando alguém matava um ani-

mal para comer, o sangue do animal tinha que ser


3, 4. (a) O que o sangue representa? (b) Como a Bíblia mostra o
que Jeová pensa sobre o sangue?
5, 6. Como a Lei de Moisés mostrava o que Jeová pensa sobre o
sangue?
VOCÊ DÁ VALOR À VIDA? 91

derramado no chão. Isso mostrava que a vida do


animal tinha sido devolvida para o Criador, Jeová.
(Deuteronômio 12:16; Ezequiel 18:4) Mas Jeová não
esperava que os israelitas tirassem até a última gota
de sangue do animal. Se eles tirassem o sangue até
onde fosse possível, podiam comer a carne com a
consciência limpa. Por mostrar respeito pelo san-
gue do animal, eles mostravam respeito por Jeová,
que nos deu a vida. A Lei também mandava os is-
raelitas oferecer sacrifícios de animais para perdoar
pecados. — Veja a seção Entenda Melhor, n.° 19 e
n.° 20.
7 Vamos ver mais um exemplo que mostra que o

sangue é valioso. Quando Davi estava lutando con-


tra os filisteus, os soldados de Davi viram que ele es-
tava com muita sede. Por isso, fizeram uma coisa
perigosa: entraram no território dos inimigos e ar-
riscaram a vida para pegar água. Mas quando de-
ram a água para Davi, ele não quis beber e a “derra-
mou para Jeová”. Davi disse: “Eu jamais faria isso, ó
Jeová! Como eu poderia beber o sangue dos ho-
mens que arriscaram sua vida?” Davi sabia que a
vida e o sangue são valiosos para Deus. — 2 Samuel
23:15-17.
8 No tempo dos apóstolos, os cristãos não tinham

mais que oferecer sacrifícios de animais. Mas ain-


da tinham que obedecer algumas partes da Lei,
como a lei sobre o sangue. Eles precisavam ‘se abster
7. Como Davi mostrou que respeitava o sangue?
8, 9. O que os cristãos pensam sobre o sangue?
92 CONTINUE A AMAR A DEUS

de sangue’. Isso era tão importante quanto não se


envolver com imoralidade sexual e adoração falsa.
— Atos 15:28, 29.
9 O mesmo acontece com os cristãos hoje. Sabe-

mos que Jeová é o Criador e que cada vida pertence


a ele. Também sabemos que o sangue é sagrado e re-
presenta a vida. Por isso, temos que levar em conta
os princípios da Bíblia quando tomamos decisões so-
bre tratamentos de saúde que envolvem usar sangue.
TRATAMENTOS DE SAÚDE E O SANGUE
10
As Testemunhas de Jeová sabem que ‘se abs-
ter de sangue’ é mais do que não comer e não be-
ber sangue. Significa não colocar sangue no nosso
corpo de nenhuma maneira. Isso inclui não aceitar
transfusão de sangue, não doar sangue nem guardar
nosso próprio sangue para usar depois. Também in-
clui não aceitar nenhuma das quatro partes princi-
pais do sangue: glóbulos vermelhos, glóbulos bran-
cos, plaquetas e plasma.
11 Essas quatro partes principais do sangue po-

dem ser separadas em partes menores, chamadas


frações de sangue. Cada cristão tem que decidir se
aceita ou não essas frações. Também tem que deci-
dir se aceita procedimentos médicos que usam o
sangue do próprio paciente. Cada um tem que de-
cidir o que pode ou não ser feito com o seu pró-
prio sangue durante a realização de uma cirurgia,
10, 11. (a) O que as Testemunhas de Jeová pensam sobre transfu-
sões de sangue e das quatro partes principais do sangue? (b) O
que cada cristão tem que decidir?
Como eu explicaria
minha decisão sobre
frações de sangue?
94 CONTINUE A AMAR A DEUS

de um exame ou de uma terapia. — Veja a seção En-


tenda Melhor, n.° 21.
12 Será que Jeová se importa com nossa decisão

em assuntos de consciência? Sim, porque ele se in-


teressa com o que temos na mente e no coração.
(Leia Provérbios 17:3; 24:12.) Assim, como pode-
mos tomar boas decisões sobre tratamentos de saú-
de? Por pedir a orientação de Jeová, fazer pesquisa e
usar nossa consciência treinada pela Bíblia para to-
mar a decisão. Não ficamos perguntando para ou-
tros o que eles fariam no nosso lugar. E os outros
não devem tentar influenciar nossa decisão. Cada
cristão tem que levar “sua própria carga de respon-
sabilidade”. — Gálatas 6:5, nota; Romanos 14:12.
AS LEIS DE JEOVÁ MOSTRAM
QUE ELE NOS AMA
13
As leis de Jeová mostram que ele nos ama. Tudo
o que ele pede é para o nosso bem. (Salmo 19:7-11)
Mas não é só por isso que obedecemos a ele. Ama-
mos a Jeová e por isso não aceitamos transfusão de
sangue. (Atos 15:20) Fazer isso também protege nos-
sa saúde. A maioria das pessoas hoje sabe que as
transfusões de sangue trazem risco para a saúde. E
muitos médicos acham que fazer cirurgias sem san-
gue é melhor para a saúde dos pacientes. Fica claro
que Jeová é um Pai amoroso e sempre sabe o que é
melhor para nós. — Leia Isaías 55:9; João 14:21, 23.
12. (a) Por que Jeová se importa com nossa decisão em assuntos
de consciência? (b) Como podemos tomar boas decisões sobre tra-
tamentos de saúde?
13. O que a lei de Jeová sobre o sangue nos ensina sobre ele?
VOCÊ DÁ VALOR À VIDA? 95

14 Jeová sempre se preocupou com o seu povo.


Podemos ver isso nas leis que ele deu para os israeli-
tas no passado. Por exemplo, uma lei dizia que as ca-
sas tinham que ter um muro baixo em volta do ter-
raço para que ninguém caísse. (Deuteronômio 22:8)
Outra lei dizia que o dono de um touro bravo tinha
que controlar o animal para que o touro não ata-
casse nem matasse ninguém. (Êxodo 21:28, 29) Se
um israelita não obedecesse essas leis e uma pessoa
morresse, ele seria culpado.
15 Essas leis mostram que a vida é preciosa para

Jeová. O que aprendemos com isso? Temos que res-


peitar a vida. Mostramos isso pelo modo como cui-
damos da casa e do carro, pela maneira que dirigi-
mos e pela nossa diversão. Alguns fazem coisas que
colocam a vida em risco porque acham que nada de
ruim vai acontecer com eles. Isso acontece especial-
mente com os jovens. Mas Jeová não gosta disso. Ele
quer que a gente respeite a vida, tanto a nossa como
a dos outros. — Eclesiastes 11:9, 10.
16 A vida de cada pessoa é importante para Jeová,

incluindo a vida de um bebê na barriga da mãe. Na


Lei de Moisés, se uma pessoa sem querer machu-
casse uma mulher grávida, e a mulher ou o bebê
morresse, para Jeová a pessoa era culpada de as-
sassinato. Mesmo que tivesse sido sem querer, uma
pessoa tinha morrido. Deus ia exigir vida por vida.
14, 15. (a) Que leis do passado mostram que Jeová sempre se
preocupou com o seu povo? (b) Como mostramos que respeita-
mos a vida?
16. O que Jeová pensa do aborto?
96 CONTINUE A AMAR A DEUS

(Leia Êxodo 21:22, 23.) Para Deus, o bebê na barri-


ga da mãe já é uma vida. Isso mostra que para ele o
aborto é uma coisa errada. Como será que ele se
sente ao ver milhões de bebês sendo mortos a cada
ano por causa do aborto?
17 E se uma mulher fez um aborto antes de apren-

der sobre Jeová? Ela pode ter certeza de que Jeová


pode perdoar o que ela fez porque Jesus morreu pe-
los nossos pecados. (Lucas 5:32; Efésios 1:7) Se uma
mulher fez um aborto no passado, mas se arrepen-
deu de coração, ela não precisa se sentir culpada.
“Jeová é misericordioso e compassivo . . . Tão longe
como o nascente é do poente, tão longe ele põe de
nós [os nossos pecados].” — Salmo 103:8-14.
TIRE O ÓDIO DO SEU CORAÇ ÃO
18
Respeitar a vida envolve o que sentimos por
outros. Como assim? Pode ser que não gostemos
muito de uma pessoa. Se não tomarmos cuidado,
isso pode acabar virando ódio. Mas a Bíblia diz:
“Todo aquele que odeia o seu irmão é assassino.”
(1 João 3:15) O ódio pode fazer alguém desrespeitar
uma pessoa, inventar mentiras sobre ela ou até mes-
mo desejar que ela morra. Jeová sabe o que temos
no coração. (Levítico 19:16; Deuteronômio 19:18-
21; Mateus 5:22) Se percebemos que odiamos al-
guém, temos que fazer de tudo para tirar o ódio do
coração. — Tiago 1:14, 15; 4:1-3.
17. Se uma mulher fez um aborto antes de aprender sobre Jeová,
do que ela pode ter certeza?
18. Por que temos que fazer de tudo para tirar o ódio do coração?
VOCÊ DÁ VALOR À VIDA? 97

19 Existe outro jeito de mostrarmos que respeita-


mos a vida. A Bíblia diz que Jeová “odeia quem ama
a violência”. (Salmo 11:5) Se nos divertimos com
coisas violentas, mostramos que amamos a violên-
cia. Não queremos encher a mente com palavras,
ideias e imagens violentas. Em vez disso, queremos
encher a mente com coisas puras e que incentivam
a paz. — Leia Filipenses 4:8, 9.
FIQUE LONGE DE ORGANIZAÇÕES
QUE NÃO RESPEITAM A VIDA
20 O mundo de Satanás não respeita a vida. Por
isso, para Jeová este mundo tem culpa de sangue, ou
seja, é culpado de assassinato. Ao longo dos anos,
os governos já causaram a morte de milhões de
pessoas, incluindo muitos servos de Jeová. A Bíblia
compara esses governos a animais ferozes. (Daniel
8:3, 4, 20-22; Apocalipse 13:1, 2, 7, 8) Hoje, a ven-
da de armas dá muito dinheiro. Pessoas ficam ricas
vendendo armas que matam milhares de pessoas.
Com certeza “o mundo inteiro está no poder do Ma-
ligno”, ou seja, do Diabo. — 1 João 5:19.
21 Mas os cristãos verdadeiros “não fazem parte

do mundo”. Eles não se envolvem na política nem


nas guerras. Como não matam outros, também não
apoiam nada nem ninguém que mata pessoas. (João
15:19; 17:16) Quando perseguidos, não pagam na
mesma moeda. Na verdade, Jesus ensinou que temos
19. De que outro jeito mostramos que respeitamos a vida?
20-22. (a) O que Jeová pensa do mundo de Satanás? (b) Como o
povo de Deus mostra que ‘não faz parte do mundo’?
98 CONTINUE A AMAR A DEUS

que amar até os inimigos. — Mateus 5:44; Romanos


12:17-21.
22 A religião também está por trás da morte de

milhões de pessoas. Sobre Babilônia, a Grande, ou


seja, todas as religiões falsas, a Bíblia diz: “Nela se
achou o sangue dos profetas, dos santos e de todos
os que foram mortos na terra.” Dá para entender
por que Jeová diz: “Saiam dela, meu povo.” Os que
adoram a Jeová não se envolvem com a religião fal-
sa. — Apocalipse 17:6; 18:2, 4, 24.
23 Para ‘sair de’ Babilônia, a Grande, a pessoa tem

que deixar claro que não faz mais parte da religião


falsa. Por exemplo, talvez seja necessário ir até nos-
sa antiga igreja e pedir que tirem nosso nome de lá.
Além disso, temos que odiar as coisas erradas que as
religiões falsas fazem. Elas aceitam e até incentivam
as pessoas a fazer coisas imorais, a se envolver na
política e a querer ficar ricas a todo custo. (Leia Sal-
mo 97:10; Apocalipse 18:7, 9, 11-17) Ao longo dos
anos, milhões já morreram por causa disso.
24 Antes de aprender sobre Jeová, de um jeito ou

de outro cada um de nós apoiava as coisas erra-


das do mundo de Satanás. Mas nós mudamos. Pas-
samos a ter fé no resgate e dedicamos nossa vida
a Jeová. Assim, sentimos o “refrigério da parte de
Jeová”, ou seja, temos paz e uma consciência limpa,
porque sabemos que estamos deixando Deus feliz.
— Atos 3:19; Isaías 1:18.
23. O que a pessoa tem que fazer para ‘sair de’ Babilônia, a
Grande?
24, 25. Conhecer a Jeová nos traz que coisas boas?
VOCÊ DÁ VALOR À VIDA? 99

25 Pode ser que no passado a gente tenha apoiado


alguma organização que não respeita a vida. Mas
Jeová pode nos perdoar por meio do resgate. Nós
damos muito valor à vida. Mostramos isso por fazer
tudo o que pudermos para ajudar outros a aprender
sobre Jeová, a sair do mundo de Satanás e a ser ami-
gos de Deus. — 2 Coríntios 6:1, 2.
FALE A OUTROS SOBRE O REINO
26 No passado em Israel, Jeová deu uma tarefa ao
profeta Ezequiel: avisar ao povo que Jerusalém em
breve seria destruída e dizer o que eles tinham que
fazer para sobreviver. Se ele não fizesse isso, Eze-
quiel ia ter que prestar contas a Jeová pela vida da-
quelas pessoas. (Ezequiel 33:7-9) Ezequiel mostrou
que dava valor à vida por fazer tudo o que pôde para
avisar aquelas pessoas.
27 Jeová também nos deu uma tarefa: avisar às

pessoas que o mundo de Satanás em breve vai ser


destruído e ajudá-las a aprender sobre Jeová para vi-
verem no Paraíso. (Isaías 61:2; Mateus 24:14) Paulo
‘não deixou de declarar toda a vontade de Deus’
para as pessoas. Por isso ele tinha a consciência
tranquila. Assim como ele, queremos fazer tudo o
que pudermos para pregar as boas novas a outros.
— Atos 20:26, 27.
28 No próximo capítulo vamos ver como pode-

mos ficar puros, ou limpos, aos olhos de Deus.


26-28. (a) Que tarefa Jeová deu a Ezequiel? (b) Que tarefa Jeová
nos deu?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 A VIDA É PRECIOSA PARA JEOVÁ


“Contigo está a fonte da vida.” — Salmo 36:9
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que devemos ver a vida como um presente


maravilhoso?
Gênesis 1:27; Romanos 14:12;
Salmo 19:7-11; Gálatas 6:5
Provérbios 2:6-11 Jeová nos deu liberdade
Jeová criou todas as coisas, de escolha. Ele não nos
incluindo os humanos. So- criou como robôs. Ele nos
mos preciosos para ele, e deu a capacidade de to-
ele quer que cada pessoa mar decisões que mostram
tenha uma vida feliz e inte- que damos valor à vida.
ressante.
101

2 O SANGUE É SAGRADO
PARA JEOVÁ
“A vida de uma criatura está no sangue.”
— Levítico 17:11
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que Jeová pensa sobre o sangue?


Levítico 17:10; Gênesis 9:4, 5, 9;
Provérbios 13:16; Deuteronômio 12:16;
Atos 15:20; Atos 15:28, 29
Romanos 12:2 Para Jeová, o sangue
Pode acontecer de termos representa a vida. A lei
que tomar decisões sobre que Jeová deu sobre o san-
tratamentos de saúde que gue nos dias de Noé, na
envolvem usar sangue, in- Lei de Moisés e no tempo
cluindo frações de sangue. dos apóstolos é a mesma e
Outras pessoas não po- nunca mudou.
dem decidir no nosso lu-
gar. Numa situação assim,
temos que orar a Jeová pe-
dindo orientação e fazer
pesquisa.
102

3 PARA NÓS, A VIDA É SAGRADA


“Os meus caminhos são mais altos do que
os seus caminhos, e os meus pensamentos,
do que os seus pensamentos.” — Isaías 55:9
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Quais são algumas maneiras de mostrarmos


que a vida é sagrada para nós?
Êxodo 21:22, 23 Salmo 11:5;
A vida de cada pessoa é Eclesiastes 11:9, 10
importante para Jeová. O Mostramos que respeita-
aborto é errado porque, mos a vida quando não
para Deus, o bebê na bar- praticamos esportes peri-
riga da mãe já é uma vida. gosos, não somos agressi-
vos ou violentos e não fa-
Salmo 103:8-14;
zemos coisas que colocam
Atos 3:19;
a vida em risco. Também
Efésios 1:7
cuidamos para que nossa
Se uma mulher fez um
casa e nosso carro sejam
aborto no passado, mas
seguros.
agora está arrependida,
Jeová vai perdoar o que ela
fez.
103

4 PARA JEOVÁ, O MUNDO


DE SATANÁS TEM CULPA
DE SANGUE
“Vi que a mulher estava embriagada com
o sangue dos santos.” — Apocalipse 17:6
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que o mundo de Satanás tem culpa


de sangue?
Apocalipse 18:2, 4, 9, 24
Milhões de pessoas já
morreram por causa da
religião falsa, da política
e do dinheiro.
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como os cristãos devem encarar o mundo


de Satanás?
Mateus 24:14;
João 17:16;
Atos 20:26, 27
Os cristãos não se en-
volvem na política e não
apoiam nenhuma organi-
zação ou pessoa que tenha
a ver com guerra e assassi-
nato. Ajudamos as pessoas
a ganhar a vida por falar
a elas sobre o Reino
de Deus.
CAPÍTULO 8

JEOVÁ QUER UM POVO LIMPO

“Com o puro, tu te mostras puro.” — SALMO 18:26.

IMAGINE uma mãe arrumando seu filho para a esco-


la. Ela vê se o menino tomou banho e se as roupas
dele estão arrumadas e limpas. Isso mostra que ela
cuida da saúde do filho e se preocupa com ele.
2 Nosso Pai, Jeová, quer que a gente seja limpo e

puro. (Salmo 18:26) Ele sabe que isso é o melhor


para nós. E quando somos limpos, honramos a ele.
— Ezequiel 36:22; leia 1 Pedro 2:12.
3 O que está envolvido em ser limpo? E por que ser

1-3. (a) Por que uma mãe quer ver seu filho limpo? (b) Por que
Jeová quer que seu povo seja limpo?
JEOVÁ QUER UM POVO LIMPO 105

limpo é bom para nós? Responder essas perguntas


vai nos ajudar a ver se existe alguma coisa em que
precisamos melhorar.
POR QUE PRECISAMOS SER LIMPOS?
4 O principal motivo para sermos limpos e puros é
porque Jeová é assim. Ele é o nosso exemplo e que-
remos ‘ser imitadores’ dele. — Efésios 5:1; Levítico
11:44, 45.
5 A natureza nos ensina muito sobre o que Jeová

pensa sobre limpeza. Jeová criou a Terra de um jeito


que o ar e a água ficassem limpos. Pense nas muitas
maneiras em que a Terra consegue limpar a sujeira
que o homem faz na natureza. Por exemplo, Jeová
criou os micróbios, que são seres bem pequenos que
só podem ser vistos num microscópio. Alguns mi-
cróbios conseguem transformar sujeira numa coisa
que não faz mal à saúde. Isso é incrível. Os cientistas
até usam micróbios para acabar com a poluição em
alguns lugares. — Jeremias 10:12; Romanos 1:20.
6 Outra coisa que mostra como a limpeza é impor-

tante é a Lei que Jeová deu aos israelitas por meio de


Moisés. Por exemplo, o povo tinha que ser limpo
para Jeová aceitar sua adoração. No Dia da Expiação
(uma celebração que acontecia uma vez por ano), o
sumo sacerdote tinha que lavar o corpo inteiro duas
vezes. (Levítico 16:4, 23, 24) E antes de os outros
4, 5. (a) Qual o principal motivo para sermos limpos? (b) Como
a natureza nos ensina o que Jeová pensa sobre limpeza?
6, 7. Como as leis de Jeová mostram que os servos de Deus têm
que ser limpos?
106 CONTINUE A AMAR A DEUS

sacerdotes oferecerem sacrifícios, eles tinham que la-


var as mãos e os pés. (Êxodo 30:17-21; 2 Crônicas
4:6) Em alguns casos, quem não obedecesse as leis
sobre limpeza podia até ser morto. — Levítico 15:31;
Números 19:17-20.
7 As leis que Jeová deu para os israelitas nos ensi-

nam muito sobre ele. (Malaquias 3:6) Elas mostram


claramente que o povo de Deus tinha que ser limpo.
E que dizer de hoje? Jeová não mudou. Hoje ele tam-
bém espera que seus servos sejam limpos e puros.
— Tiago 1:27.
O QUE ESTÁ ENVOLVIDO EM SER LIMPO?
8 Para Jeová, ser limpo é mais do que ter o corpo,
as roupas e a casa limpa. Envolve toda a nossa vida.
Nossa adoração, nosso modo de agir e nossos pensa-
mentos têm que ser limpos. Vamos ver agora cada
um desses pontos.
9 Adoração pura. Não podemos ter nada a ver

com a religião falsa. Durante um tempo, os israelitas


ficaram presos na cidade de Babilônia. Além de ado-
rar deuses falsos, a religião das pessoas ali era cheia
de coisas imorais. O profeta Isaías disse que os israe-
litas voltariam para Israel e adorariam novamente
a Jeová. Jeová disse para eles: “Saiam daí, não to-
quem em nada impuro! Saiam dela, mantenham-se
puros.” A adoração deles não podia ter nada a ver
com os ensinos, os costumes e as tradições da reli-
gião falsa de Babilônia. — Isaías 52:11.
8. Para Jeová, o que é ser limpo?
9, 10. O que temos que fazer para que nossa adoração seja pura?
JEOVÁ QUER UM POVO LIMPO 107

10 Hoje os cristãos verdadeiros também não se


envolvem com a religião falsa. (Leia 1 Coríntios
10:21.) No mundo todo existem ideias e tradições
que se baseiam em ensinos falsos. Por exemplo, em
muitas culturas as pessoas acreditam que alguma
coisa dentro de nós continua viva depois que morre-
mos. Muitos costumes se baseiam nessa ideia erra-
da, como acender velas para os mortos. (Eclesiastes
9:5, 6, 10) Os cristãos têm que ficar longe dessas coi-
sas. Pode ser que nossos parentes fiquem insistindo
para participarmos desses costumes. Mas queremos
obedecer a Jeová e ser limpos aos olhos dele. — Atos
5:29.
11 Agir de modo puro. Para Jeová nos ver como

pessoas puras, temos que ficar longe de todo tipo de


imoralidade sexual. (Leia Efésios 5:5.) Jeová diz para
nós ‘fugirmos da imoralidade sexual’. Ele deixa claro
que os que fazem coisas imorais e não se arrependem
não vão ganhar “o Reino de Deus”. — 1 Coríntios
6:9, 10, 18; veja a seção Entenda Melhor, n.° 22.
12 Pensamentos puros. Pensamentos levam a

ações. (Mateus 5:28; 15:18, 19) Ter pensamentos pu-


ros vai nos ajudar a agir de modo puro. É claro que
não somos perfeitos, por isso temos pensamentos er-
rados de vez em quando. Quando isso acontece, te-
mos que logo pensar em outra coisa. Senão, com
o tempo nosso coração não vai mais ser puro. Po-
demos querer fazer as coisas erradas que pensamos.
11. Como mostramos que somos puros no nosso modo de agir?
12, 13. Por que nossos pensamentos têm que ser puros?
108 CONTINUE A AMAR A DEUS

Assim, temos que encher a mente com pensamentos


puros. (Leia Filipenses 4:8.) Por isso, não nos diver-
timos com coisas que tenham sexo ou violência. To-
mamos cuidado com o que lemos, vemos e falamos.
— Salmo 19:8, 9.
13 Para continuarmos no amor de Deus, nós temos

que ser puros na nossa adoração, no nosso modo de


agir e nos nossos pensamentos. Mas também é im-
portante para Jeová que nosso corpo, nossa roupa e
nossa casa sejam limpos.
NOSSO CORPO E AS COISAS À NOSSA VOLTA
14 Quando cuidamos da limpeza do nosso corpo e
das coisas à nossa volta, fazemos bem para nós e
para outros. Nós nos sentimos bem, e os outros vão
gostar de estar com a gente. Mas existe um motivo
mais importante. Quando somos limpos, honramos
a Jeová. Pense no seguinte: se vemos que uma crian-
ça está sempre suja, vamos pensar mal dos pais dela.
Da mesma forma, se não cuidarmos da nossa aparên-
cia e não formos limpos, as pessoas podem pensar
mal de Jeová. Paulo disse: “De modo algum damos
motivo para tropeço, para que o nosso ministério
não seja criticado; mas nós nos recomendamos de
todos os modos como ministros de Deus.” — 2 Co-
ríntios 6:3, 4.
15 Nosso corpo e nossa roupa. A limpeza tem que

fazer parte do nosso dia a dia. Por exemplo, sabemos


14. Por que é importante cuidar da limpeza do nosso corpo e das
coisas à nossa volta?
15, 16. Como podemos manter limpos nosso corpo e nossa roupa?
Somos servos de Jeová. Por isso, temos que manter nosso
corpo e as coisas à nossa volta limpos.

que é importante tomar banho todos os dias. Lava-


mos as mãos com água e sabão antes de comer e de
cozinhar, e especialmente depois de usar o banheiro
ou mexer em sujeira. Lavar as mãos pode parecer
pouco, mas é importante para não espalhar doenças.
Pode até salvar vidas. Mas e se nossa casa não tem ba-
nheiro ou não tem sistema de esgoto? Nesse caso, tal-
vez possamos fazer igual aos israelitas no passado.
Eles também não tinham sistema de esgoto. Por isso,
quando faziam suas necessidades, eles iam para lon-
ge de casa e do lugar onde pegavam água, e enterra-
vam o excremento. — Deuteronômio 23:12, 13.
16 Nossas roupas não têm que ser chiques, caras ou

da última moda. Mas elas têm que ser arrumadas e


110 CONTINUE A AMAR A DEUS

limpas. (Leia 1 Timóteo 2:9, 10.) Sempre queremos


que nossa aparência honre a Jeová. — Tito 2:10.
17 Nossa casa e as coisas à nossa volta. Não im-

porta onde moramos, nossa casa tem que ser limpa.


Também queremos que nosso veículo (como carro,
moto ou bicicleta) seja limpo, especialmente se for
para ir às reuniões ou à pregação. Afinal, quando pre-
gamos, falamos para as pessoas sobre o Paraíso, um
lugar limpo e livre daqueles que estragam a Terra.
(Lucas 23:43; Apocalipse 11:18) Quando cuidamos
bem da nossa casa e das coisas à nossa volta, mos-
tramos que estamos preparados para viver no novo
mundo.
18 O local onde adoramos a Jeová. Mostramos

que a limpeza é importante para nós quando mante-


mos limpo o local que usamos para nossas reuniões,
assembleias e congressos. Quando as pessoas vão ao
Salão do Reino pela primeira vez, geralmente elas
percebem como ele é limpo. Isso honra a Jeová. To-
dos nós temos a oportunidade de participar na lim-
peza do nosso Salão do Reino e cuidar da manuten-
ção dele. — 2 Crônicas 34:10.
FIQUE LIVRE DE MAUS HÁBITOS
19A Bíblia não dá uma lista com todos os maus
hábitos que não devemos ter. Mas ela dá princípios
que nos ajudam a ver o que Jeová pensa sobre essas
17. Por que queremos que nossa casa e as coisas à nossa volta se-
jam limpas?
18. Por que mantemos limpo o local onde adoramos a Jeová?
19. Quais são alguns vícios que não devemos ter?
JEOVÁ QUER UM POVO LIMPO 111

coisas. Por exemplo, para Jeová, não é certo beber


demais, fumar ou usar drogas. Se somos amigos de
Deus, não temos esses vícios. Por quê? Porque respei-
tamos a vida. Esses vícios nos fazem viver menos,
estragam a saúde e prejudicam as pessoas à nossa
volta. Muitos tentam se livrar desses vícios por cau-
sa da saúde. Mas nós, que somos amigos de Deus,
temos um motivo muito melhor: nosso amor por
Deus. Uma jovem disse: “Com a ajuda de Jeová, pas-
sei a ter uma vida limpa e me livrei dos vícios. . . .
Acho que teria sido impossível fazer essas mudanças
sozinha.” Vamos ver agora alguns princípios da Bí-
blia que ajudam as pessoas a se livrarem dos vícios.
20 “Purifiquemo-nos de toda imundície da carne

e do espírito.” (2 Coríntios 7:1) Isso quer dizer que


temos que ficar limpos de todo tipo de sujeira. Jeová
quer que a gente fique livre de maus hábitos, porque
eles prejudicam nossa mente e nosso corpo.
21 Se ficarmos livres dessas coisas, Jeová promete:

“Eu me tornarei pai para vocês, e vocês se tornarão fi-


lhos e filhas para mim.” (2 Coríntios 6:17, 18) Se ‘pa-
rarmos de tocar em coisa impura’, o que inclui ficar
livre de vícios, Jeová vai nos amar assim como um
pai ama os filhos. Não acha que esse é um forte mo-
tivo para ficarmos longe de qualquer coisa que nos
faça ficar impuros, ou sujos, para Deus?
22 “Ame a Jeová, seu Deus, de todo o seu coração,

20, 21. Jeová quer que a gente fique livre do quê?


22-25. Mostre como estes princípios bíblicos podem nos ajudar a
ficar livres de maus hábitos: (a) Mateus 22:37; (b) Atos 17:24, 25;
(c) Mateus 22:39; (d) Tito 3:1?
112 CONTINUE A AMAR A DEUS

de toda a sua alma e de toda a sua mente.” (Mateus


22:37) Esse é o mandamento mais importante. (Ma-
teus 22:38) Jeová merece que nosso amor por ele seja
completo. Não podemos dizer que amamos a Deus
de verdade se escolhemos fazer uma coisa que nos
faz viver menos ou prejudica nosso cérebro. Por isso,
fazemos o máximo para cuidar bem da nossa vida.
Assim, mostramos que amamos a Deus.
23 ‘Jeová dá a todos vida, fôlego e todas as coisas.’

(Atos 17:24, 25) Quando um amigo nos dá um pre-


sente, será que jogamos fora ou quebramos o presen-
te? Claro que não. Do mesmo modo, a vida é um pre-
sente maravilhoso de Jeová. (Salmo 36:9) Por isso,
damos muito valor à vida e vivemos de um jeito que
honra a Jeová.
24 “Ame o seu próximo como a si mesmo.” (Ma-

teus 22:39) Os vícios não prejudicam só a nós, mas


também as pessoas à nossa volta, que geralmente são
as pessoas que mais amamos. Por exemplo, quem
mora na mesma casa de uma pessoa que fuma pode
ter problemas sérios de saúde só de respirar a fumaça
do cigarro. Mas quando paramos com os vícios, mos-
tramos amor pelas pessoas à nossa volta. — 1 João
4:20, 21.
25 “Sejam obedientes a governos e autoridades.”

(Tito 3:1) Além dos outros motivos já mencionados,


é bom lembrar que em muitos países é proibido ter
ou usar drogas. Nós obedecemos essas leis porque
Jeová diz que temos que respeitar os governos. — Ro-
manos 13:1.
Quando somos limpos e puros, honramos a Jeová

26 Pode ser que a gente perceba que tem que mu-


dar alguma coisa na nossa vida. Nesse caso, temos
que fazer isso logo. Isso é importante porque quere-
mos ser amigos de Deus. Nem sempre é fácil se livrar
de um mau hábito, mas é possível! Jeová vai nos
ajudar. Ele diz: “Eu, Jeová, sou o seu Deus, Aquele
que ensina o que é melhor para você, Aquele que o
guia no caminho em que deve andar.” (Isaías 48:17)
Quando fazemos o máximo para ser limpos e puros,
podemos ter certeza de que damos honra a Jeová.
26. (a) O que temos que fazer para ser amigos de Deus? (b) Por
que queremos fazer o máximo para ser limpos e puros?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 JEOVÁ É SANTO EM TUDO


O QUE FAZ
“Sejam santos, porque eu sou santo.”
— Levítico 11:45
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que está envolvido em ser santo?


2 Coríntios 6:3, 4, 17, 18 Salmo 19:8, 9;
Ser santo, ou limpo, en- Mateus 15:18, 19;
volve toda a nossa vida. In- Filipenses 4:8
clui ter o corpo, as roupas Pensamentos levam a
e a casa limpa. Inclui tam- ações, por isso temos que
bém nossa adoração, nos- fazer o máximo para man-
so modo de agir e nossos ter nossos pensamentos
pensamentos. puros.
Êxodo 30:17-21;
Jeremias 10:12
A limpeza é importante
para Jeová.
115

2 NOSSA ADORAÇÃO TEM


QUE SER PURA
“Mantenham-se puros.” — Isaías 52:11
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como a nossa adoração pode ser pura?


1 Coríntios 10:21; Levítico 11:44;
Tiago 1:27 Malaquias 3:6
Nós não nos envolvemos Jeová é puro e não mudou.
com ideias e tradições que As leis e os princípios da
têm a ver com a religião Bíblia nos ajudam a man-
falsa. ter pura nossa adoração.
116

3 MAUS HÁBITOS ESTRAGAM


NOSSA AMIZADE COM JEOVÁ
“Purifiquemo-nos de toda imundície da
carne e do espírito.” — 2 Coríntios 7:1
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Quais são alguns vícios que não devemos ter?


Mateus 22:39; Romanos 7:21-25
Atos 17:25; Se você estiver lutando
Tito 3:1 contra um mau hábito,
Vícios como fumar, beber não desista. Você pode
demais e usar drogas nos vencer com a ajuda de
fazem viver menos e estra- Jeová.
gam a saúde. Não temos
esses vícios porque respei-
tamos a vida e não quere-
mos prejudicar as pessoas
à nossa volta. Além disso,
queremos obedecer os
governos.
117

4 PODEMOS FICAR LIVRES


DE MAUS HÁBITOS
“Surro o meu corpo e o conduzo como
escravo.” — 1 Coríntios 9:27
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que pode nos ajudar a ficar livres


de um mau hábito?
Mateus 6:13 Romanos 12:1, 2
Ore pedindo espírito santo Esteja preparado para usar
para lutar contra um os princípios da Bíblia
desejo errado. para explicar a outros por
que você decidiu não ter
1 Pedro 4:3, 4
um mau hábito, como
Fique longe de pessoas,
filmes ou músicas que pos- fumar.
sam atrapalhar sua luta
contra os maus hábitos.
CAPÍTULO 9

FIQUE LONGE DA
IMORALIDADE SEXUAL
“Façam morrer, portanto, os membros do seu corpo
com respeito a imoralidade sexual, impureza, paixão
desenfreada, desejos prejudiciais e ganância,
que é idolatria.” — COLOSSENSES 3:5.

UM PESCADOR pesca num lugar onde sabe que tem


o tipo de peixe que ele quer. Ele escolhe a isca com
cuidado e joga o anzol na água. Com paciência, ele
espera o peixe morder a isca. Quando isso acontece,
o pescador puxa o anzol e pega o peixe.
2 Às vezes, a mesma coisa acontece com as pes-

soas. Veja o exemplo dos israelitas. Quando estavam


quase chegando na Terra Prometida, eles ficaram
por um tempo perto de Moabe. O rei de Moabe
prometeu muito dinheiro a um homem chamado
Balaão para ele fazer mal aos israelitas. Como não
conseguiu, Balaão acabou achando um jeito de os
israelitas fazerem mal a eles mesmos. Ele usou as
mulheres de Moabe como isca. Elas tinham que ir
até o acampamento dos israelitas e seduzir os ho-
mens. — Números 22:1-7; 31:15, 16; Apocalipse 2:14.
3 Será que o plano de Balaão deu certo? Sim. Mi-

1, 2. Que isca Balaão usou para fazer mal ao povo de Deus?


3. Qual foi o resultado do plano de Balaão?
FIQUE LONGE DA IMORALIDADE SEXUAL 119

lhares de israelitas cometeram “imoralidade sexual


com as [mulheres] de Moabe”. Eles também co-
meçaram a adorar deuses falsos, incluindo Baal de
Peor, deus do sexo. Como resultado, 24 mil israeli-
tas morreram quando estavam quase chegando na
Terra Prometida. — Números 25:1-9.
4 Por que todos esses israelitas pecaram? Porque

só pensaram nos seus próprios desejos e esquece-


ram tudo o que Jeová tinha feito por eles. Os israeli-
tas tinham muitos motivos para serem leais a Deus.
Graças a Jeová, eles não eram mais escravos no Egi-
to, não passaram fome no deserto e agora estavam
perto da Terra Prometida. (Hebreus 3:12) Mesmo
assim, eles se deixaram levar pela imoralidade. O
apóstolo Paulo disse: “Não cometamos imoralidade
sexual, como alguns deles cometeram imoralidade
sexual, só para caírem.” — 1 Coríntios 10:8.
5 Assim como os israelitas estavam bem perto de

entrar na Terra Prometida, nós estamos bem per-


to de entrar no novo mundo. (1 Coríntios 10:11)
O mundo de hoje é mais viciado em sexo do que
o povo de Moabe. Isso pode influenciar os servos
de Jeová. Na verdade, a imoralidade sexual é a isca
que o Diabo mais usa para fazer as pessoas pecarem.
— Números 25:6, 14; 2 Coríntios 2:11; Judas 4.
6 Pergunte-se: ‘Será que vale a pena trocar a vida

eterna no novo mundo por um simples momento


4. Por que muitos israelitas pecaram?
5, 6. O que podemos aprender do que aconteceu com os israeli-
tas?
120 CONTINUE A AMAR A DEUS

de prazer?’ Claro que não! Vale muito mais a pena


obedecer o aviso de Jeová: “Fujam da imoralidade
sexual!” Você não concorda? — 1 Coríntios 6:18.
O QUE É IMORALIDADE SEXUAL?
7 Muitos hoje não têm o menor respeito pelas leis
de Deus sobre o sexo. Na Bíblia, imoralidade sexual
se refere a qualquer contato sexual entre um ho-
mem e uma mulher que não estão casados do pon-
to de vista de Deus. Também se refere a contato se-
xual entre pessoas do mesmo sexo e entre humanos
e animais. O que é contato sexual? É ter relações se-
xuais, fazer sexo oral ou sexo anal, ou acariciar os
órgãos sexuais de outra pessoa. — Veja a seção En-
tenda Melhor, n.° 23.
8 A Bíblia deixa claro que, se uma pessoa não

para de praticar imoralidade sexual, ela tem que


ser desassociada. (1 Coríntios 6:9; Apocalipse 22:15)
Quem comete imoralidade sexual perde o respeito
próprio e a confiança de outros. Além disso, a imo-
ralidade só traz problemas, como dor de consciên-
cia, gravidez indesejada, problemas no casamento,
doenças e até a morte. (Leia Gálatas 6:7, 8.) Se uma
pessoa parar para pensar nos problemas que a imo-
ralidade sexual causa, ela dificilmente vai fazer isso.
Mas o que geralmente leva uma pessoa a só pensar
em seus próprios desejos e cometer imoralidade? O
primeiro passo costuma ser a pornografia.
7, 8. (a) O que é imoralidade sexual? (b) Por que praticar imora-
lidade sexual é um assunto sério?
FIQUE LONGE DA IMORALIDADE SEXUAL 121

PORNOGRAFIA — O PRIMEIRO PASSO


9 A pornografia faz a pessoa ficar com vontade
de ter relações sexuais. Hoje, a pornografia está em
todo lugar — revistas, livros, músicas, programas de
TV e internet. Muitos acham que a pornografia não
faz mal, mas na verdade é muito perigosa. Por cau-
sa dela, a pessoa pode ficar viciada em sexo e co-
meçar a ter desejos sexuais que não são normais.
A pornografia pode levar uma pessoa a ter o cos-
tume de se masturbar. Também pode causar pro-
blemas no casamento, até o divórcio. — Romanos
1:24-27; Efésios 4:19; veja a seção Entenda Melhor,
n.° 24.
10 É importante entender o que leva uma pessoa

a se envolver em imoralidade sexual. Tiago 1:14, 15


diz: “Cada um é provado ao ser atraído e seduzido
pelo seu próprio desejo. Então o desejo, quando se
torna fértil, dá à luz o pecado; e o pecado, quan-
do consumado, produz a morte.” Então, quando
surgirem pensamentos errados, pense logo em ou-
tra coisa. Se de repente aparecer na sua frente uma
imagem ou uma cena imoral, olhe para o outro
lado! Desligue o computador ou mude de canal.
Não deixe que desejos errados entrem no seu co-
ração. Senão, eles podem ficar tão fortes que vai
ser difícil controlar esses desejos. — Leia Mateus
5:29, 30.
9. Por que a pornografia é perigosa?
10. Como Tiago 1:14, 15 pode nos ajudar a fugir da imoralidade?
É bom ter cuidado quando estamos na internet

11 Ninguém nos conhece melhor do que Jeová.


Ele sabe que não somos perfeitos. Mas ele também
sabe que podemos vencer desejos errados. Ele diz:
“Façam morrer, portanto, os membros do seu cor-
po com respeito a imoralidade sexual, impureza,
paixão desenfreada, desejos prejudiciais e ganância,
que é idolatria.” (Colossenses 3:5) Isso não é fácil,
mas Jeová é paciente e vai nos ajudar. (Salmo 68:19)
Veja o exemplo de um jovem que caiu na armadilha
de ver pornografia e se masturbar. Os colegas na es-
cola diziam que era normal os adolescentes fazerem
aquelas coisas, mas ele disse: “Aquilo estragou mi-
nha consciência e acabei caindo na imoralidade.”
Ele viu que precisava controlar seus desejos e, com a
ajuda de Jeová, ele conseguiu parar. Se coisas imo-
11. Se nós pensamos em coisas imorais, como Jeová pode nos ajudar?
FIQUE LONGE DA IMORALIDADE SEXUAL 123

rais passarem pela sua mente, ore a Jeová e peça a


ele “o poder além do normal” para ter pensamentos
limpos. — 2 Coríntios 4:7; 1 Coríntios 9:27.
12 Salomão escreveu: “Proteja, acima de tudo, o

seu coração, pois dele procedem as fontes da vida.”


(Provérbios 4:23) O “coração” é a pessoa que somos
por dentro, a pessoa que Jeová vê. Temos que prote-
ger o coração porque ele é muito influenciado por
aquilo que vemos. Foi por isso que Jó disse: “Fiz um
pacto com os meus olhos. Portanto, como eu pode-
ria dar atenção imprópria a uma virgem?” (Jó 31:1)
Assim como Jó, temos que controlar o que vemos e
o que pensamos. Queremos orar igual a um dos es-
critores dos Salmos: “Desvia os meus olhos do que é
sem valor.” — Salmo 119:37.
DINÁ NÃO FEZ UMA BOA ESCOLHA
13 Nossos amigos podem nos influenciar muito,
tanto para o bem como para o mal. Se escolhermos
amigos que obedecem a Deus, eles vão nos ajudar a
fazer o mesmo. (Provérbios 13:20; leia 1 Coríntios
15:33.) Vemos como é importante escolher bem os
amigos pelo que aconteceu com Diná, uma das fi-
lhas de Jacó. Ela foi criada numa família que adora-
va a Jeová. Diná não era imoral, mas fez amizade
com moças da terra de Canaã, que não adoravam a
Jeová. As pessoas de Canaã não tinham o mesmo
ponto de vista de Deus sobre o sexo, e todo mundo
sabia que elas eram imorais. (Levítico 18:6-25) Por
12. Por que é importante ‘proteger o coração’?
13. Que tipo de amigos Diná escolheu?
124 CONTINUE A AMAR A DEUS

causa das suas amigas, Diná conheceu Siquém. Ele


também era de Canaã e achou Diná muito bonita.
Siquém era o rapaz “mais honrado” da família dele.
Mas ele não amava a Jeová. — Gênesis 34:18, 19.
14 Siquém gostava muito de Diná. Por isso fez o

que parecia ser normal para ele: Siquém agarrou


Diná e a forçou a fazer sexo com ele. (Leia Gênesis
34:1-4.) Esse crime não causou sofrimento só para
Diná, mas também para toda a família dela. — Gêne-
sis 34:7, 25-31; Gálatas 6:7, 8.
15 Não temos que errar igual a Diná para apren-

der que as orientações de Jeová são para o nosso


bem. “Quem anda com sábios se tornará sábio, mas
quem se junta com tolos acabará mal.” (Provérbios
13:20) Esteja decidido a usar a Bíblia para entender
“o caminho do bem”. Assim você vai evitar muita
dor e sofrimento. — Provérbios 2:6-9; Salmo 1:1-3.
16 Sabemos que somos fracos e imperfeitos. (Jere-

mias 17:9) Mas podemos ter sabedoria por estudar a


Bíblia, orar a Jeová antes de tomar decisões e se-
guir os conselhos do escravo fiel e prudente. (Ma-
teus 24:45; Tiago 1:5) Mesmo assim, pode ser que
alguém nos dê um conselho, talvez dizendo que es-
tamos fazendo algo que pode acabar em imoralida-
de sexual. O que você faria? Ia ficar ofendido ou ia
aceitar ajuda com humildade? — 2 Reis 22:18, 19.
17 Imagine o seguinte: no trabalho de uma irmã

14. O que Siquém fez com Diná?


15, 16. Como podemos ter sabedoria?
17. Dê um exemplo que mostra como o conselho de um servo de
Jeová pode nos ajudar.
FIQUE LONGE DA IMORALIDADE SEXUAL 125

chamada Ana, um homem começa a ser simpático


com ela e a convida para sair. Ele não serve a Jeová,
mas parece ser uma boa pessoa. Daí outra irmã vê os
dois juntos e tenta ajudar Ana a ver o perigo de sair
com ele. Pode ser que Ana fique dando desculpas,
ou talvez veja a sabedoria por trás do conselho. Ana
diz que ama a Jeová e que quer fazer o que é certo.
Mas se ela continuar saindo com esse homem, será
que vai estar ‘fugindo da imoralidade sexual’? Ou
vai estar ‘confiando no seu próprio coração’? — Pro-
vérbios 22:3; 28:26; Mateus 6:13; 26:41.
APRENDA COM O EXEMPLO DE JOSÉ
18 Quando era rapaz, José foi escravo no Egito e
trabalhou para um homem chamado Potifar. Dia
18, 19. Conte como José conseguiu fugir da imoralidade.
126 CONTINUE A AMAR A DEUS

após dia, a esposa de Potifar insistia para José fazer


sexo com ela, mas ele sabia que isso era errado. É
verdade que José era escravo e não podia simples-
mente ir embora da casa de Potifar. Mas José ama-
va a Jeová e queria fazer Jeová feliz. Então, sempre
que a mulher tentava seduzir José, ele não aceita-
va. E quando a mulher tentou forçar José a fazer
sexo com ela, ele “fugiu para fora”. — Leia Gênesis
39:7-12.
19 Se José ficasse pensando em sexo ou criando

fantasias sexuais com a esposa de Potifar, dificil-


mente ele teria sido leal a Jeová. Mas, para José,
a amizade dele com Jeová era mais importante do
que qualquer outra coisa. Ele disse para a mulher:
“Meu senhor . . . não me negou absolutamente
nada, a não ser a senhora, porque é esposa dele. Por-
tanto, como eu poderia cometer essa grande mal-
dade e realmente pecar contra Deus?” — Gênesis
39:8, 9.
20 José estava longe da família, mesmo assim sem-

pre foi leal a Deus. Jeová ficou muito feliz com a


lealdade de José. (Provérbios 27:11) Por isso Jeová
abençoou José. (Gênesis 41:39-49) É verdade que
pode ser difícil fugir da imoralidade. Mas não se es-
queça: “Vocês que amam a Jeová, odeiem o que é
mau. Ele guarda a vida dos que lhe são leais; livra-os
da mão dos maus.” — Salmo 97:10.
21 O povo de Jeová é corajoso. Todos os dias, eles

20. Como sabemos que José deixou Jeová feliz?


21. Como um jovem imitou José?
FIQUE LONGE DA IMORALIDADE SEXUAL 127

mostram que ‘odeiam o mal e amam o bem’. (Amós


5:15) Você pode ser fiel a Jeová, não importa a sua
idade. Veja o que aconteceu com um jovem na esco-
la. Uma garota disse: ‘Se você me ajudar no teste
de matemática, eu faço sexo com você.’ O que ele
fez? Ele imitou José. Ele conta: “Imediatamente eu
disse não. Por ser fiel a Jeová, fiquei orgulhoso de
mim mesmo e fiquei com a consciência tranqui-
la.” A imoralidade pode até trazer um ‘prazer tem-
porário’, mas no final das contas traz muitos pro-
blemas e sofrimento. (Hebreus 11:25) Obedecer a
Jeová sempre traz felicidade. — Provérbios 10:22.
DEIXE JEOVÁ AJUDAR VOCÊ
22 Satanás vai tentar usar a imoralidade sexual
para nos fazer desobedecer a Jeová. Isso pode ser um
grande desafio. Todos nós podemos ter pensamen-
tos errados de vez em quando. (Romanos 7:21-25)
Jeová entende isso e se lembra de que “somos pó”.
(Salmo 103:14) Mas e se um cristão pecar e se envol-
ver em imoralidade? Será que está tudo perdido?
Não. Se ele se arrepender de verdade, Jeová vai aju-
dar. Deus está “sempre pronto a perdoar”. — Salmo
86:5; Tiago 5:16; leia Provérbios 28:13.
23 Jeová também nos ajuda por meio de anciãos

amorosos, que são “dádivas em homens”. (Efésios


4:8, 12; Tiago 5:14, 15) Eles podem nos ajudar a
recuperar nossa amizade com Jeová. — Provérbios
15:32.
22, 23. Se nós pecarmos, como Jeová pode ajudar?
128 CONTINUE A AMAR A DEUS

TENHA “BOM SENSO”


24 Para tomar boas decisões, precisamos enten-
der como as leis de Jeová nos ajudam. Provérbios
19:8 diz: “Quem obtém bom senso ama a si mesmo.
Quem preza o discernimento será bem-sucedido.”
Ter bom senso é mais do que ser inteligente. Quan-
do temos bom senso, tentamos entender o modo de
Deus pensar e colocamos isso em prática. Não que-
remos ser como o rapaz de Provérbios 7:6-23. Ele
não tinha “bom senso” e por isso caiu na armadilha
da imoralidade sexual.
25 Você est á totalmente convencido de que as

orientações de Jeová são sempre certas? Acredita


mesmo que obedecer a elas vai fazer você feliz? (Sal-
mo 19:7-10; Isaías 48:17, 18) Se você ainda tem dúvi-
das, lembre-se de todas as coisas boas que Jeová já
fez por você. O Salmo 34:8 diz: “Provem e vejam
que Jeová é bom.” Quanto mais você seguir esse
conselho, mais você vai amar a Deus. Ame o que ele
ama e odeie o que ele odeia. Encha a mente com
coisas boas: coisas que são verdadeiras, justas, puras,
amáveis e honrosas. (Filipenses 4:8, 9) Podemos ser
como José, que se deixou guiar pela sabedoria de
Deus. — Isaías 64:8.
26 Jeová quer que a gente aproveite a vida e seja fe-

liz, não importa se somos casados ou solteiros. Os


capítulos 10 e 11 vão nos ajudar a ter um casamen-
to feliz.
24, 25. (a) O que é ter “bom senso”? (b) O que precisamos fa-
zer para ter “bom senso” e fugir da imoralidade?
26. O que vamos ver nos capítulos 10 e 11?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 A IMORALIDADE É UMA
ARMADILHA
“Fujam da imoralidade sexual!”
— 1 Coríntios 6:18
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que a imoralidade é tão perigosa?


Números 25:1-9; Provérbios 22:3;
2 Coríntios 2:11 Gálatas 6:7, 8
O mundo de Satanás é Pense em quanta dor e
viciado em sexo, e isso sofrimento a imoralidade
pode influenciar os servos causa.
de Jeová. A imoralidade
1 Coríntios 6:9, 10
sexual é uma das armadi-
Se uma pessoa não para
lhas que Satanás mais usa
de praticar imoralidade
para fazer as pessoas peca-
sexual, ela tem que ser
rem. Por isso, precisamos
desassociada.
nos proteger contra ela.
130

2 PODEMOS FUGIR DA
IMORALIDADE SEXUAL
“Cada um é provado ao ser atraído e seduzido
pelo seu próprio desejo. Então o desejo . . .
dá à luz o pecado.” — Tiago 1:14, 15
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como você pode fugir da imoralidade sexual?


Jó 31:1; Provérbios 27:11
Jeremias 17:9; Pense em como obedecer
Mateus 5:27, 28; a Jeová é bom para você.
Colossenses 3:5
Provérbios 13:20;
Quando surgirem pensa-
1 Coríntios 15:33
mentos errados na sua
Escolha amigos que amam
mente, pense logo em
a Jeová e que obedecem
outra coisa, antes que
a ele.
esses pensamentos se
transformem num desejo
muito forte. Fique longe
da pornografia.
Gênesis 39:7-12;
2 Coríntios 4:7;
Tiago 1:5
Não demore a agir quan-
do necessário. Peça ajuda
a Jeová.
131

3 NÃO DESISTA; JEOVÁ VAI


AJUDAR VOCÊ
“Tu, ó Jeová, és bom e estás sempre pronto
a perdoar.” — Salmo 86:5
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como Jeová pode nos ajudar se nós pecarmos?


Salmo 103:14; Provérbios 3:5, 6;
Provérbios 28:13; Filipenses 4:8, 9
Romanos 7:21-25 É importante que
Se nos arrependermos, nossos pensamentos dei-
Jeová vai nos perdoar. xem Jeová feliz. Se apren-
dermos a pensar igual a
Gálatas 6:1, 2;
Tiago 5:14-16 Jeová, vamos conseguir to-
mar boas decisões.
Os anciãos podem nos aju-
dar a recuperar nossa ami-
zade com Jeová.
CAPÍTULO 10

O CASAMENTO É UM PRESENTE
DE DEUS
“Um cordão tríplice não pode ser facilmente rompido.”
— ECLESIASTES 4:12.

IMAGINE um casal de noivos no dia do casamento.


Eles estão felizes e animados com a vida que terão
juntos. Os dois têm muitos sonhos e planos, e espe-
ram que seu casamento dure e seja feliz.
2 Mas muitos casamentos que começam bem não

continuam assim. Para um casamento durar e ser fe-


liz, o casal precisa da orientação de Deus. Vamos ver
a resposta da Bíblia às seguintes perguntas: Quais
são algumas vantagens do casamento? Se você quer
casar, como escolher a pessoa certa? Como ser um
bom marido ou uma boa esposa? O que pode ajudar
o casamento a durar? — Leia Provérbios 3:5, 6.
DEVO ME CASAR?
3 Alguns acham que uma pessoa só pode ser feliz
se ela casar. Mas isso não é verdade. Jesus disse que
ficar solteiro também pode ser bom. (Mateus 19:10-
12) E o apóstolo Paulo disse que ficar solteiro tem
1, 2. (a) O que os recém-casados esperam? (b) Que perguntas
vamos responder neste capítulo?
3. Será que é verdade que a pessoa só pode ser feliz se ela casar?
Por quê?
O CASAMENTO É UM PRESENTE DE DEUS 133

suas vantagens. (1 Coríntios 7:32-38) Não deixe que


seus amigos, seus parentes e sua cultura pressionem
você a casar. Essa decisão é só sua.
4 A Bíblia diz que o casamento também é um

presente de Deus e que tem suas vantagens. Jeová


disse sobre Adão: “Não é bom que o homem fi-
que sozinho. Vou fazer-lhe uma ajudadora, como
complemento dele.” (Gênesis 2:18) Quando Jeová
criou Eva para ser esposa de Adão, eles se tornaram
uma família, a primeira família humana. Além dis-
so, se um casal tiver filhos, o casamento pode dar
aos filhos as condições ideais para crescerem felizes.
Mas ter filhos não é o único objetivo do casamento.
— Salmo 127:3; Efésios 6:1-4.
5 O rei Salomão escreveu: “Melhor dois do que

um, porque eles têm boa recompensa pelo seu tra-


balho árduo. Pois, se um deles cai, o outro pode aju-
dar seu companheiro a se levantar. Mas o que acon-
tecerá com aquele que cai e não tem ninguém para
ajudá-lo a se levantar? . . . E um cordão tríplice não
pode ser facilmente rompido.” — Eclesiastes 4:9-12.
6 Um bom casamento é a união de dois grandes

amigos que ajudam, consolam e protegem um ao


outro. É verdade que o amor pode fazer o casamen-
to ficar forte. Mas o casamento fica mais forte ainda
quando os dois adoram a Jeová juntos. Aí o casa-
mento pode ser como um “cordão tríplice”, ou seja,
4. Quais são algumas vantagens de um bom casamento?
5, 6. De que maneira o casamento pode ser como um “cordão trí-
plice”?
134 CONTINUE A AMAR A DEUS

como um cordão de três fios bem entrelaçados um


no outro. Um cordão assim é muito mais forte do
que um cordão de dois fios. Quando Jeová faz parte
do casamento, o casamento fica forte.
7 Depois de casados, marido e esposa podem ter

relações sexuais, satisfazendo assim as necessidades


um do outro. (Provérbios 5:18) Mas se uma pessoa
se casar só por causa disso, ela pode acabar esco-
lhendo a pessoa errada. É por isso que Paulo disse
que a pessoa deve casar depois “da flor da juventu-
de”, ou seja, depois da idade em que os desejos se-
xuais são mais fortes. (1 Coríntios 7:36) É melhor
esperar para casar quando esses desejos estiverem
mais controlados. Aí a pessoa vai conseguir pen-
sar de modo mais claro e fazer uma boa escolha.
— 1 Coríntios 7:9; Tiago 1:15.
8 Se você está pensando em casar, é bom ser rea-

lista e saber que todo casamento tem seus desafios.


Paulo disse que os que se casam “terão dificuldades
na vida”. (1 Coríntios 7:28) Até o melhor dos casa-
mentos tem seus momentos difíceis. Se você resol-
ver casar, escolha bem seu marido ou sua esposa.
COM QUEM DEVO CASAR?
9 Antes de escolher um marido ou uma esposa, é
importante lembrar do seguinte princípio bíblico:
“Não se ponham em jugo desigual com descrentes.”
(2 Coríntios 6:14) O jugo era uma peça de madei-
7, 8. Que coisas Paulo disse sobre o casamento?
9, 10. O que poderia acontecer se a gente casasse com alguém
que não adora a Jeová?
O CASAMENTO É UM PRESENTE DE DEUS 135

ra colocada no pescoço de dois animais para tra-


balharem juntos numa plantação. Se dois animais
tivessem força ou tamanhos muito diferentes, eles
não seriam colocados no mesmo jugo. Isso não se-
ria bom para nenhum dos animais, já que os dois
iam sofrer. Da mesma forma, um casamento entre
uma pessoa que adora a Jeová e outra que não adora
pode acabar em muitos problemas. Por isso a Bíblia
aconselha a casar “somente no Senhor”. — 1 Corín-
tios 7:39.
10 Às vezes, alguns cristãos acham que seria me-

lhor casar com alguém que não adora a Jeová do


que ficar sozinho. Mas não fazer o que a Bíblia diz
geralmente acaba em dor e tristeza. Nós adoramos a
Jeová, e servir a ele é a coisa mais importante na
nossa vida. Como você ia se sentir se não pudesse
compartilhar com seu marido ou sua esposa a parte
mais importante da sua vida? Muitos decidiram fi-
car solteiros em vez de casar com alguém que não
ama e não serve a Jeová. — Leia Salmo 32:8.
11 Mas não é só porque alguém serve a Jeová que

ele vai ser um bom marido ou uma boa esposa para


você. Se você está pensando em casar, procure al-
guém que se dá bem com você e de quem você real-
mente gosta. Espere até encontrar uma pessoa que
tem os mesmos objetivos na vida que você e que co-
loca o Reino em primeiro lugar. Tire tempo para ler
e meditar nos conselhos sobre casamento que o es-
cravo fiel dá nas publicações. — Leia Salmo 119:105.
11. Como escolher um bom marido ou uma boa esposa?
136 CONTINUE A AMAR A DEUS

Tire tempo para meditar nos conselhos


que a Bíblia dá sobre casamento

12 Em algumas culturas, é comum os pais escolhe-


rem alguém para casar com seus filhos. Nesses ca-
sos, as pessoas entendem que os pais sabem o que
é melhor para os filhos. Esse costume era comum
nos tempos da Bíblia. Por exemplo, Abraão escolheu
uma esposa para seu filho Isaque. Só que o mais im-
portante para Abraão não era dinheiro nem posição
social, mas que a moça amasse a Jeová. (Gênesis
24:3, 67) Se sua família decidir seguir esse costu-
me, a Bíblia pode ajudar os pais a saber que tipo de
12. Que exemplo Abraão nos deu quando escolheu uma esposa
para Isaque?
O CASAMENTO É UM PRESENTE DE DEUS 137

pessoa procurar. — Veja a seção Entenda Melhor,


n.° 25.
COMO ME PREPARAR PARA O CASAMENTO?
13 Está pensando em casar? Então seria bom se
perguntar: ‘Estou preparado?’ Você talvez ache que
sim, mas vamos ver o que realmente significa estar
preparado para o casamento. A resposta pode sur-
preender você.
14 A Bíblia mostra que o marido e a esposa têm

funções diferentes na família. Por isso, estar prepa-


rado para se casar depende de o homem e a mulher
estarem preparados para cumprir suas responsabili-
dades. Se um homem pensa em casar, ele precisa ver
se está pronto para ser o chefe da família. Jeová es-
pera que o marido cuide da esposa e dos filhos tan-
to em sentido material como emocional. E o mais
importante, o marido precisa cuidar da família em
sentido espiritual. A Bíblia diz que o homem que
não cuida da família é “pior do que alguém sem fé”.
(1 Timóteo 5:8) Se você é homem e está pensando
em casar, veja o que a Bíblia diz: “Prepare o seu tra-
balho lá fora e deixe tudo pronto no campo; depois
construa a sua família.” Em outras palavras, veja se
você tem condições de ser o tipo de marido que
Jeová quer que você seja. — Provérbios 24:27, nota.
15 Uma mulher que pensa em casar precisa ver se

está pronta para as responsabilidades de ser esposa e


13-15. (a) Se um homem pensa em casar, para quais responsabi-
lidades ele precisa se preparar? (b) Se uma mulher pensa em ca-
sar, para quais responsabilidades ela precisa se preparar?
138 CONTINUE A AMAR A DEUS

talvez mãe. A Bíblia fala de algumas coisas que a boa


esposa faz para cuidar do marido e dos filhos. (Pro-
vérbios 31:10-31) Hoje, muitos só pensam no que
esperam da outra pessoa. Mas Jeová quer que a gen-
te pense no tipo de marido ou esposa que nós deve-
mos ser.
16 Antes de você casar, medite no que Jeová diz so-

bre os maridos e as esposas. Por exemplo, ser o che-


fe da casa não dá ao marido o direito de usar pala-
vras que ofendem nem de bater na família. Um bom
chefe de família imita a Jesus, que sempre é amoro-
so e bondoso com os que estão debaixo dos seus
cuidados. (Efésios 5:23) Já a mulher precisa pensar
no que está envolvido em apoiar as decisões do ma-
rido e cooperar com ele. (Romanos 7:2) Ela precisa
saber se pode ser feliz obedecendo um homem im-
perfeito. Se ela acha que não, talvez decida que é
melhor continuar solteira por enquanto.
17 Os que são casados precisam se preocupar mais

com a felicidade do marido ou da esposa do que


com a sua própria felicidade. (Leia Filipenses 2:4.)
Paulo escreveu: “Cada um de vocês ame a sua espo-
sa como a si mesmo; por outro lado, a esposa deve
ter profundo respeito pelo marido.” (Efésios 5:21-
33) Tanto o homem como a mulher precisam se
sentir amados e respeitados. Mas para o casamen-
to dar certo, especialmente o homem precisa sentir
que a esposa o respeita, e especialmente a mulher
precisa sentir que o marido a ama.
16, 17. Se você está pensando em casar, no que deve meditar?
O CASAMENTO É UM PRESENTE DE DEUS 139

18 O namoro deve ser um período agradável em


que o casal se conhece melhor. É também o tempo
em que eles precisam ser bem sinceros para ver se
querem mesmo passar o resto da vida juntos. No na-
moro, os dois podem aprender a se comunicar um
com o outro e tentar descobrir quem a outra pessoa
é de verdade. Conforme o namoro vai ficando mais
sério, é natural os dois sentirem atração um pelo ou-
tro. Mas eles precisam se controlar para não fazer
18. Por que os casais precisam tomar cuidado durante o namoro?

No namoro, um homem e uma mulher podem


aprender a se comunicar um com o outro
140 CONTINUE A AMAR A DEUS

nada imoral. O amor verdadeiro vai ajudar o casal a


ter autodomínio. E vai ajudá-los a não fazer nada
que possa estragar o relacionamento entre eles e a
amizade deles com Jeová. — 1 Tessalonicenses 4:6.
COMO POSSO FAZER
MEU CASAMENTO DURAR?
19 Muitos livros e filmes terminam com uma lin-
da festa de casamento. Mas na vida real, o casamen-
to é só o começo. Jeová quer que o casamento dure
para sempre. — Gênesis 2:24.
20 Para muitos hoje, o casamento é uma coisa

temporária. É fácil casar e é fácil se divorciar. Al-


guns acham que quando surgem problemas, é hora
de terminar o casamento. Mas Jesus disse: “O que
Deus pôs sob o mesmo jugo, o homem não deve se-
parar.” (Mateus 19:6) Lembra da ilustração do cor-
dão de três fios entrelaçados? Um cordão assim
é bem forte; é muito difícil arrebentá-lo. Quando
buscamos a ajuda de Jeová, nosso casamento pode
durar.
21 Todos nós temos qualidades e defeitos. É muito

fácil ficar vendo os defeitos de outra pessoa, espe-


cialmente se somos casados com ela. Mas se fizer-
mos isso, não vamos ser felizes. Por outro lado, se
nos concentramos nas qualidades do nosso marido
ou da nossa esposa, podemos ter um casamento fe-
liz. Será que é possível se concentrar nas qualidades
19, 20. Para os cristãos, quanto tempo um casamento deve durar?
Por quê?
21. O que vai ajudar o marido e a esposa a ter um casamento feliz?
O CASAMENTO É UM PRESENTE DE DEUS 141

e não nas imperfeições? Sim! Por exemplo, Jeová


sabe que somos imperfeitos. Mesmo assim, ele se
concentra nas nossas qualidades. Já pensou se ele
não fizesse isso? O Salmo 130:3 diz: “Se vigiasses os
erros, ó Jah, quem, ó Jeová, poderia ficar de pé?” Os
casados podem imitar a Jeová por se concentrar nas
qualidades um do outro e ser perdoadores. — Leia
Colossenses 3:13.

A Bíblia deve fazer parte do seu casamento


desde o começo
142 CONTINUE A AMAR A DEUS

22 Com o tempo, o casamento pode ficar mais for-


te. Abraão e Sara tiveram um casamento longo e fe-
liz. Quando Jeová disse para Abraão sair da cidade
de Ur, Sara talvez tivesse mais de 60 anos. Deve ter
sido difícil para ela deixar sua casa confortável e ir
morar em tendas. Mas Sara era uma boa amiga e
companheira de seu marido. Ela o respeitava muito
e até mesmo o chamava de “meu senhor”. Por isso,
ela apoiou Abraão e fez de tudo para que as decisões
dele dessem certo. — Gênesis 18:12; 1 Pedro 3:6.
23 É claro que ter um bom casamento não signifi-

ca que o casal vai sempre concordar em tudo. Uma


vez Abraão não concordou com Sara, e Jeová disse
para ele: “Escute o que ela diz.” Abraão fez isso, e
as coisas deram certo. (Gênesis 21:9-13) Se às vezes
você não concorda com o seu marido ou a sua espo-
sa, não fique desanimado. O importante é que vo-
cês se tratem com amor e respeito, mesmo quando
não concordam um com o outro.
24 Na organização de Jeová, existem milhares de

casais felizes. Se você quer se casar, lembre que esco-


lher um marido ou uma esposa é uma das decisões
mais importantes da vida. É uma decisão que vai
mudar sua vida para sempre. Sendo assim, busque a
orientação de Jeová. Se fizer isso, você vai conseguir
escolher a pessoa certa, se preparar para o casamen-
to e se esforçar para ter um casamento forte e que
honra a Jeová.
22, 23. Como Abraão e Sara deram um bom exemplo para os casa-
dos?
24. O que você deve fazer para que seu casamento dê honra a Jeová?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1
O CASAMENTO É UMA BÊNÇÃO
DE JEOVÁ
“Um cordão tríplice não pode ser facilmente
rompido.” — Eclesiastes 4:12
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que as pessoas casam?


Gênesis 2:18;
Salmo 127:3;
Provérbios 5:18;
Eclesiastes 4:9, 10
O casamento tem suas
vantagens, como ter al-
guém do nosso lado para
nos apoiar. Além disso,
pode dar aos filhos as con-
dições ideais para cresce-
rem felizes.
144

2 ESCOLHA A PESSOA CERTA


“Eu . . . o instruirei no caminho em que
deve andar.” — Salmo 32:8
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que devemos levar em conta se


queremos casar?
1 Coríntios 7:39; 1 Coríntios 7:36
2 Coríntios 6:14 É melhor esperar para
É importante casar com casar depois da idade em
uma pessoa que coloca o que os desejos sexuais são
Reino em primeiro lugar; mais fortes.
isso mostra sabedoria.
1 Coríntios 7:28
É bom ser realista e lem-
brar que todo casamento
tem seus desafios.
145

3 O MARIDO E A ESPOSA
TÊM FUNÇÕES DIFERENTES
NA FAMÍLIA
“Não é bom que o homem fique sozinho.
Vou fazer-lhe uma ajudadora, como
complemento dele.” — Gênesis 2:18
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que Jeová espera do marido e da esposa?


Efésios 5:23; Efésios 5:33;
1 Timóteo 3:1-7; 5:8 Filipenses 2:4
O marido precisa cuidar Tanto o marido como a es-
da esposa e dos filhos em posa precisam se preocu-
sentido material, emocio- par mais com a felicidade
nal e espiritual. Ele é o um do outro do que com
principal responsável por a sua própria felicidade.
ensinar e disciplinar os
filhos.
Provérbios 31:10-31;
Romanos 7:2
A esposa é uma boa amiga
e companheira do marido.
Ela apoia as decisões dele
e cuida da família. Ela aju-
da o marido a ensinar os
filhos.
146

4 JEOVÁ PODE AJUDAR NOSSO


CASAMENTO A DURAR
“Eles se tornarão uma só carne.” — Gênesis 2:24
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como nosso casamento pode continuar forte?


Provérbios 3:5, 6; Salmo 130:3;
Mateus 19:6 Colossenses 3:13
Jeová quer que o casamen- O casal não pode se con-
to dure para sempre. Ele centrar nos defeitos um do
nos dá os melhores conse- outro. Eles precisam ser
lhos sobre casamento. perdoadores e ver as quali-
dades um do outro.
CAPÍTULO 11

DEPOIS DO DIA DO CASAMENTO


“O amor nunca acaba.”
— 1 CORÍNTIOS 13:8.

O CASAMENTO é um presente de Jeová e pode trazer


muita alegria. Mesmo assim, todo casamento tem
seus desafios. Pode até parecer que os problemas não
têm fim, e o marido e a esposa podem acabar se afas-
tando um do outro.
2 Assim, não devemos ficar surpresos quando sur-

girem problemas no casamento. Mas isso não signi-


fica que o casamento deu errado. Até casais com
problemas bem sérios acharam maneiras de re-
solver suas dificuldades e fortalecer o casamento.
Como?
FICAR MAIS PERTO DE DEUS E UM DO OUTRO
3 O casamento une duas pessoas diferentes. Cada
um talvez tenha seus costumes, suas preferências,
ideias e maneira de fazer as coisas. Além disso, o ma-
rido e a esposa podem ter sido criados de maneiras
diferentes. Sendo assim, é preciso tempo e esforço
para conhecer e entender bem um ao outro.
4 Com o tempo, o marido e a esposa podem ficar

1, 2. Será que ter problemas no casamento significa que o casa-


mento deu errado? Por quê?
3, 4. O que às vezes pode acontecer num casamento?
148

Os conselhos da Bíblia são muito importantes


para o casamento dar certo

tão envolvidos com suas atividades que acabam se


afastando um do outro. Pode até parecer que são dois
estranhos vivendo na mesma casa. O que pode aju-
dar o casal a ficar mais unido?
5 Jeová dá ótimos conselhos que podem ajudar o

casal a ficar mais unido e mais perto de Deus. (Salmo


25:4; Isaías 48:17, 18) Ele diz: “O casamento seja hon-
roso entre todos.” (Hebreus 13:4) Uma coisa honro-
sa é uma coisa preciosa. E você cuida bem dela, não
de qualquer jeito. É assim que Jeová quer que a gen-
te veja o casamento.
5. (a) O que pode ajudar um casal a ficar mais unido? (b) De acor-
do com Hebreus 13:4, como devemos ver o casamento?
DEPOIS DO DIA DO CASAMENTO 149

AMAR A JEOVÁ PODE AJUDAR SEU CASAMENTO


6 Foi Jeová quem fez o primeiro casamento. Sobre
isso, Jesus disse: “Não leram que aquele que os criou
no princípio os fez homem e mulher, e disse: ‘Por
essa razão o homem deixará seu pai e sua mãe e se
apegará à sua esposa, e os dois serão uma só carne’?
De modo que não são mais dois, mas uma só carne.
Portanto, o que Deus pôs sob o mesmo jugo, o ho-
mem não deve separar.” (Mateus 19:4-6) Esse texto
mostra que desde o começo Jeová queria que o casa-
mento durasse para sempre. Ele queria que as famí-
lias fossem unidas e felizes.
7 Mas hoje os casais enfrentam mais pressão e es-

tresse do que nunca. Às vezes a pressão é tão grande


que eles acham que seu casamento não tem mais jei-
to e desistem. Entender como Jeová vê o casamento
pode ajudar. — 1 João 5:3.
8 Os conselhos de Jeová são sempre para o nosso

bem. Como vimos, um desses conselhos é que “o


casamento seja honroso”. (Hebreus 13:4; Eclesiastes
5:4) Se nos esforçarmos para obedecer a Jeová mes-
mo quando é difícil, com certeza as coisas vão dar
certo. — 1 Tessalonicenses 1:3; Hebreus 6:10.
9 O casamento é precioso para nós. Por isso, não

queremos fazer nem falar nada que possa prejudicar


6. De acordo com Mateus 19:4-6, o que Jeová quer para o casa-
mento?
7. O que pode ajudar os casais a fortalecer seu casamento?
8, 9. (a) Quando devemos obedecer os conselhos de Jeová sobre
o casamento? (b) Como mostramos que o casamento é precioso
para nós?
150 CONTINUE A AMAR A DEUS

nosso casamento. Em vez disso, queremos deixá-lo


mais forte. Como podemos fazer isso?
SUAS PALAVRAS E AÇÕES FAZEM DIFERENÇA
10 Sabemos que os cristãos não devem bater no
marido ou na esposa. Só que existem várias manei-
ras de um casal machucar um ao outro. Às vezes uma
palavra machuca muito mais do que um tapa. Uma
mulher disse: “Meu marido me ataca com palavras. É
verdade que não tenho marcas no corpo. Mas ele é
sempre grosso comigo e diz coisas como: ‘Você só in-
comoda!’ e ‘Você não presta!’. Essa é uma ferida que
vai ser difícil de curar.” Um marido disse que sem-
pre era humilhado e xingado pela esposa. Ele disse:
“Nem dá pra repetir as coisas que minha esposa me
fala. Não consigo mais conversar com ela. Fico no
trabalho até tarde só pra não ir pra casa. Assim evito
problemas.” Dizer palavras cruéis e que ofendem é
muito comum hoje em dia.
11 Quando os dois falam de maneira cruel um com

o outro, isso machuca tanto que leva tempo para es-


quecer. Com certeza não é assim que Jeová quer que
o casal se trate. Mas pode acontecer de um machucar
o outro sem perceber. Você pode achar que é sempre
bondoso, mas o que seu marido ou sua esposa acha?
Se ele ou ela fica triste com uma coisa que você fala,
será que você está disposto a mudar? — Gálatas 5:15;
leia Efésios 4:31.
10, 11. (a) Que problemas sérios existem em alguns casamentos?
(b) O que pode acontecer quando não tomamos cuidado com nos-
sa maneira de falar com nosso marido ou esposa?
DEPOIS DO DIA DO CASAMENTO 151

12 O modo como o casal fala um com o outro é im-


portante para Jeová, não importa se estão sozinhos
ou na frente de outros. (Leia 1 Pedro 3:7.) O texto de
Tiago 1:26 diz: “Se alguém acha que adora a Deus,
mas não domina a língua, ele está enganando seu
próprio coração, e a sua adoração é [inútil].”
13 O casal precisa tomar cuidado para não magoar

um ao outro de ainda outras maneiras. Por exemplo,


como seu marido ou sua esposa se sentiria se você
12. Quando a pessoa é casada, o que pode atrapalhar a amizade
dela com Jeová?
13. Qual é outra maneira de uma pessoa acabar magoando o ma-
rido ou a esposa?
152 CONTINUE A AMAR A DEUS

começasse a passar muito tempo com outra pessoa?


Pode até ser por um bom motivo, como trabalhar na
pregação ou ajudar a resolver algum problema. Mas
será que seu marido ou sua esposa vai ficar triste?
Uma esposa disse: “Fico triste quando vejo meu ma-
rido dando muita atenção a outra irmã na congrega-
ção. Parece que eu fico em segundo lugar.”
14 Como cristãos, temos que ajudar nossos pais

e os irmãos na congregação. Mas quando casamos,


nosso marido ou nossa esposa vem antes dos outros.
Jeová disse que o marido deve ‘se apegar à sua espo-
sa’. (Gênesis 2:24) Os sentimentos do nosso marido
ou da nossa esposa devem ser muito importantes
para nós. Pergunte-se: ‘Estou dando ao meu marido
ou à minha esposa o tempo, a atenção e o carinho
que ele ou ela precisa e merece?’
15 Se tivermos muita amizade com alguém que

não é nosso marido ou nossa esposa, isso pode cau-


sar problemas em nosso casamento. Podemos ficar
emocionalmente envolvidos com a pessoa e come-
çar a gostar dela. (Mateus 5:28) Esses sentimentos
podem aumentar e nos levar a fazer alguma coisa
que estrague nosso casamento.
MOSTRE RESPEITO PELO CASAMENTO
16 Depois de dizer que ‘o casamento deve ser hon-
roso’, a Bíblia diz: “O leito conjugal [deve ser] man-
14. (a) O que aprendemos de Gênesis 2:24? (b) O que devemos
nos perguntar?
15. Por que devemos ter cuidado para não ter muita amizade com
alguém que não é nosso marido ou nossa esposa?
16. Que ordem a Bíblia dá sobre o casamento?
DEPOIS DO DIA DO CASAMENTO 153

tido puro, porque Deus julgará os que praticam imo-


ralidade sexual e os adúlteros.” (Hebreus 13:4) Na
Bíblia, “leito conjugal” se refere às relações sexuais
entre marido e esposa. (Provérbios 5:18) Como o ca-
sal pode mostrar respeito nesse assunto?
17 Hoje alguns acham que não tem nada de erra-

do em trair o marido ou a esposa. Mas não pode-


mos deixar que esse modo de pensar nos influen-
cie. Jeová deixa claro que odeia a imoralidade sexual
e o adultério. (Leia Romanos 12:9; Hebreus 10:31;
12:29) Se fizéssemos sexo com alguém que não é
nosso marido ou nossa esposa, não estaríamos man-
tendo nosso casamento puro. Estaríamos mostrando
falta de respeito pelas leis de Jeová e perderíamos
nossa amizade com ele. Assim, devemos ‘abominar
[ou odiar] o que é mau’ e não fazer nada que possa
levar ao adultério. Isso inclui não criar fantasias se-
xuais com outra pessoa. — Jó 31:1.
18 A Lei de Moisés dizia que o adultério era um pe-

cado muito grave, tão grave como adorar deuses fal-


sos. A punição para esses dois pecados era a morte.
(Levítico 20:2, 10) Em que sentido o adultério era
como adorar deuses falsos? Se um israelita adoras-
se um deus falso, ele estaria quebrando a promessa
de ser fiel a Jeová. Da mesma forma, o israelita que
cometesse adultério estaria quebrando a promessa
de ser fiel ao marido ou à esposa. (Êxodo 19:5, 6;
17. (a) O que muitos acham sobre trair o marido ou a esposa?
(b) O que os cristãos devem achar do adultério?
18. (a) Em que sentido o adultério é como adorar deuses falsos?
(b) Como Jeová vê o adultério?
154 CONTINUE A AMAR A DEUS

Deuteronômio 5:9; leia Malaquias 2:14.) Fica cla-


ro que para Jeová o adultério era um pecado muito
grave.
19 Hoje não temos mais que obedecer a Lei de Moi-

sés, mas o que Jeová pensa sobre o adultério não mu-


dou. Assim como nunca iríamos adorar um deus fal-
so, nunca devemos ser infiéis ao nosso marido ou à
nossa esposa. (Salmo 51:1, 4; Colossenses 3:5) Quem
faz isso desrespeita não só a pessoa com quem casou,
mas também a Jeová. — Veja a seção Entenda Me-
lhor, n.° 26.
COMO DEIXAR SEU CASAMENTO MAIS FORTE?
20 Como você pode deixar seu casamento mais for-
te? A Bíblia diz: “Pela sabedoria se edifica [ou se
constrói] uma casa, e pelo discernimento ela é firma-
da.” (Provérbios 24:3) Uma casa bem construída é
agradável, confortável e segura. O casamento tam-
bém pode ser assim, mas o casal precisa ter sabedo-
ria. A sabedoria vai ajudar o casamento a ser mais
forte, além de feliz e agradável.
21 A Bíblia fala mais sobre essa casa: “Pelo conheci-

mento seus aposentos ficam cheios de todo tipo de


tesouros preciosos e agradáveis.” (Provérbios 24:4) O
que você aprende da Bíblia só vai melhorar seu casa-
mento. (Romanos 12:2; Filipenses 1:9) Quando você
e seu marido ou esposa lerem juntos a Bíblia e as pu-
19. Que comparação nos ajuda a estar decididos a não cometer
adultério?
20. Como o casamento pode ficar mais forte?
21. O que você precisa fazer para que o conhecimento da Bíblia
melhore seu casamento?
DEPOIS DO DIA DO CASAMENTO 155

blicações, conversem sobre como vocês podem colo-


car em prática o que leram. Vejam como vocês po-
dem ser bondosos, compreensivos e mostrar amor e
respeito no casamento. Peçam ajuda a Jeová para vo-
cês terem essas e outras qualidades importantes. As-
sim, seu casamento vai ficar mais forte e vocês vão
ser o tipo de pessoa que seu marido ou esposa ama.
— Provérbios 15:16, 17; 1 Pedro 1:7.
22 Devemos fazer o máximo para tratar nosso ma-

rido ou nossa esposa com amor e respeito. As-


sim nosso casamento vai ser mais forte e feliz. E o
mais importante, vamos deixar Jeová feliz. — Salmo
147:11; Romanos 12:10.
22. Por que devemos fazer o máximo para tratar nosso marido ou
nossa esposa com amor e respeito?

Busque a orientação de Jeová na adoração em família


PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 NOSSO CASAMENTO PODE DAR


HONRA A JEOVÁ
“O amor nunca acaba.” — 1 Coríntios 13:8
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que vai nos ajudar a resolver problemas


no casamento?
Eclesiastes 5:4; Salmo 25:4;
Mateus 19:4-6 Isaías 48:17, 18;
Todo casamento tem seus Mateus 6:33, 34
desafios, mas não pense Quando o casal fica mais
em logo desistir do seu amigo de Deus, o casa-
casamento. mento fica mais forte.
157

2 NOSSAS PALAVRAS E AÇÕES


FAZEM DIFERENÇA
“Eles se tornarão uma só carne.” — Gênesis 2:24
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que podemos fazer para não magoar nosso


marido ou nossa esposa?
Mateus 5:28; Provérbios 5:18;
Efésios 4:31 Hebreus 13:4
O casal deve ser fiel um ao Para Jeová, o adultério é
outro até mesmo em pen- um pecado grave. Deve-
samento. Devem se preo- mos estar decididos a ser
cupar com os sentimentos fiéis e a tratar nosso casa-
um do outro. Se descobri- mento como precioso.
rem que estão deixando o Não queremos nunca
outro magoado, devem es- desrespeitar a Jeová nem
tar dispostos a mudar. nosso marido ou esposa.
Gálatas 5:15
Não queremos nunca ma-
chucar nosso marido ou
nossa esposa, nem com
palavras nem com ações.
Palavras cruéis só prejudi-
cam o casamento.
158

3 VOCÊ PODE DEIXAR SEU


CASAMENTO MAIS FORTE
“Pela sabedoria se edifica [ou se constrói]
uma casa.” — Provérbios 24:3
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que você pode fazer para ter um casamento


forte e feliz?
Provérbios 24:4; Romanos 12:10;
Mateus 6:14, 15; 1 Pedro 4:8
Romanos 12:2; Se você fizer o máximo
1 Pedro 3:1 para mostrar que ama e
Tirem tempo para conver- respeita seu marido ou sua
sar um com o outro. Trate esposa, seu casamento vai
seu marido ou sua esposa ser mais forte e vocês dois
com amor, respeito e bon- vão deixar Jeová feliz.
dade. Aprenda a perdoar
logo.
Provérbios 14:1; 31:29;
Filipenses 1:9; 2:4;
1 Pedro 3:7
Peça ajuda a Jeová para
você ser um marido ou
uma esposa melhor. Veja
como você pode ser mais
bondoso e compreensivo.
CAPÍTULO 12

USE AS PALAVRAS
PARA O BEM
“Não saia da boca de vocês nenhuma palavra
pervertida, mas somente o que for bom
para a edificação.” — EFÉSIOS 4:29.

UM PAI dá uma bicicleta para seu filho. O pai fica fe-


liz por dar esse presente. Mas e se o filho não tomar
nenhum cuidado ao andar de bicicleta e acabar ma-
chucando alguém? Como será que o pai vai se sen-
tir?
2 “Toda boa dádiva e todo presente perfeito” vem

de Jeová. (Tiago 1:17) E um presente maravilhoso


que Jeová nos deu é a fala. Por meio da fala, podemos
dizer o que pensamos e o que sentimos. Podemos di-
zer coisas para ajudar e animar outros. Mas o que di-
zemos também pode prejudicar as pessoas e causar
muita dor.
3 Jeová sabe o poder das palavras, por isso ele nos

ensina como usar a fala. Ele diz: “Não saia da boca de


vocês nenhuma palavra pervertida [ou suja], mas so-
mente o que for bom para a edificação, conforme
a necessidade, para transmitir aos ouvintes o que é
1-3. (a) Qual é um presente maravilhoso que Jeová nos deu?
(b) Como poderíamos acabar usando mal esse presente? (c) Como
devemos usar a fala?
160 CONTINUE A AMAR A DEUS

benéfico.” (Efésios 4:29) Vamos ver como podemos


usar esse presente de Deus de uma forma que deixe
Jeová feliz e que anime outros.
CUIDADO COM SUAS PALAVRAS
4 As palavras têm poder, por isso temos que ter
cuidado com o que falamos e como falamos. Pro-
vérbios 15:4 diz: “A língua calma é árvore de vida,
mas a palavra perversa causa profunda tristeza.” As-
sim como uma bela árvore pode dar uma sombra
agradável, palavras bondosas animam e encorajam.
Mas palavras maldosas só magoam. — Provérbios
18:21.
5 Provérbios 12:18 diz: “Palavras impensadas são

como os golpes de uma espada.” Palavras duras ma-


chucam e podem estragar relacionamentos. Talvez
você já tenha ficado magoado com o que outra pes-
soa disse. Mas o mesmo provérbio diz também: “A
língua dos sábios é uma cura.” Palavras bondosas po-
dem curar um coração machucado. Também podem
ajudar dois amigos que se desentenderam a fazer as
pazes. (Leia Provérbios 16:24.) Lembrar que as pala-
vras têm poder vai nos ajudar a ter cuidado com o
que falamos.
6 Outro motivo para termos cuidado com o que fa-

lamos é que todos nós somos imperfeitos. A Bíblia


diz que “a inclinação [ou tendência] do coração do
homem é má”, e as palavras mostram o que temos
4, 5. O que o livro de Provérbios nos ensina sobre o poder da fala?
6. Por que controlar o que falamos não é nada fácil?
Palavras bondosas
animam e encorajam
no coração. (Gênesis 8:21; Lucas 6:45) Por isso, con-
trolar o que falamos não é nada fácil. (Leia Tiago
3:2-4.) Mas temos que nos esforçar para melhorar.
7 Também precisamos ter cuidado com o que fala-

mos e como falamos porque isso afeta nossa ado-


ração a Jeová. Tiago 1:26 diz: “Se alguém acha
que adora a Deus, mas não domina a língua, ele está
enganando seu próprio coração, e a sua adoração
é [inútil].” Assim, se não tomarmos cuidado com o
que falamos, poderemos estragar ou até perder para
sempre nossa amizade com Jeová. — Tiago 3:8-10.
8 Com certeza temos bons motivos para ter cuida-

do com o que falamos e como falamos. Para nos aju-


dar a usar a fala do jeito que Jeová deseja, vamos ver
que tipo de palavras não é bom usar.
7, 8. O que nossas palavras têm a ver com nossa amizade com
Jeová?
162 CONTINUE A AMAR A DEUS

PALAVRAS QUE MACHUCAM


9 Palavras obscenas, ou sujas, são muito comuns
hoje em dia. Muitos acham que só vão ser ouvidos se
usarem palavrões e palavras de mau gosto. Come-
diantes gostam de contar piadas sujas e usar palavras
obscenas para fazer outros rir. Mas o apóstolo Paulo
disse: “Vocês devem abandonar tudo isso: a raiva, a
ira, a maldade e as palavras ofensivas; e devem elimi-
nar a conversa obscena da sua boca.” (Colossenses
3:8) Ele também disse que “brincadeiras obscenas”
não devem “nem mesmo [ser] mencionadas” entre
os cristãos verdadeiros. — Efésios 5:3, 4.
10 Falar coisas obscenas deixa Jeová triste. Tam-

bém deixa tristes os servos de Jeová. É uma coisa im-


pura, suja. Gálatas 5:19-21 diz que a “impureza” é
uma das “obras da carne”. Vários pecados podem ser
chamados de “impureza”, e um hábito impuro pode
levar a outro. Se a pessoa tem o costume de falar coi-
sas muito sujas e obscenas e não quer parar de fazer
isso, ela pode acabar sendo desassociada. — 2 Corín-
tios 12:21; Efésios 4:19; veja a seção Entenda Melhor,
n.° 23.
11 Também não queremos fazer fofoca da vida

dos outros. É normal se interessar pelas pessoas e


querer falar sobre o que acontece com nossos paren-
tes e amigos. No tempo dos apóstolos, os cristãos
queriam saber como os irmãos estavam e o que po-
9, 10. (a) Que tipo de palavras são muito comuns hoje em dia?
(b) Por que não falamos coisas obscenas?
11, 12. (a) Como uma conversa pode virar fofoca? (b) Por que é
errado fazer calúnias?
USE AS PALAVRAS PARA O BEM 163

diam fazer para ajudar. (Efésios 6:21, 22; Colossenses


4:8, 9) Mas falar sobre pessoas pode facilmente virar
fofoca. Se repetirmos uma fofoca, podemos estar fa-
lando coisas que não são verdade ou coisas confi-
denciais de alguém. Se não tivermos cuidado, esse
tipo de conversa pode virar acusações falsas, ou calú-
nias. Os fariseus fizeram isso quando acusaram Jesus
de coisas que ele não tinha feito. (Mateus 9:32-34;
12:22-24) A calúnia mancha o bom nome de uma
pessoa, causa brigas e tristeza, e separa bons amigos.
— Provérbios 26:20.
12 Jeová quer que a gente use as palavras para aju-

dar e animar outros, não para colocar um amigo


contra outro. Jeová odeia os que causam “discórdias
[ou brigas] entre irmãos”. (Provérbios 6:16-19) A pri-
meira calúnia foi feita por Satanás, o Diabo, que fa-
lou mentiras sobre Deus. (Apocalipse 12:9, 10) Hoje
é comum as pessoas falarem mentiras sobre outros.
Mas isso não deve acontecer com os cristãos verda-
deiros. (Gálatas 5:19-21) Por isso temos que ter cui-
dado com o que falamos e sempre pensar antes de
falar. Antes de repetir alguma coisa sobre alguém,
pergunte-se: ‘É verdade? É bondoso? Vai ajudar em
alguma coisa? Vou ficar com vergonha se a pessoa
descobrir o que falei? Como eu ia me sentir se falas-
sem isso de mim?’ — Leia 1 Tessalonicenses 4:11.
13 Às vezes, todos nós falamos coisas de que nos

arrependemos depois. Mas não queremos ter o


13, 14. (a) O que acontece quando as pessoas dizem palavras que
ofendem? (b) O que é insultar? Por que os cristãos não devem fa-
zer isso?
164 CONTINUE A AMAR A DEUS

costume de criticar outros e dizer coisas que ofen-


dem. Palavras que ofendem não devem fazer parte
da nossa vida. Paulo disse: “Abandonem todo tipo de
ressentimento, ira, raiva, gritaria e palavras ofensi-
vas.” (Efésios 4:31) Dizer palavras que ofendem faz
com que a outra pessoa se sinta humilhada, sem va-
lor. Precisamos tomar mais cuidado ainda ao falar
com as crianças, já que elas são sensíveis e podem fi-
car muito tristes pelo que dizemos. — Colossenses
3:21.
14 A Bíblia diz que uma maneira muito séria de

usar palavras que ofendem é insultar outros. Insul-


tar é ficar agredindo outros com palavras só para ma-
goar. Seria muito triste se alguém tratasse dessa for-
ma o marido, a esposa ou os filhos. Na verdade, a
pessoa que não quer parar de insultar outros tem que
ser desassociada. (1 Coríntios 5:11-13; 6:9, 10) Como
vimos, dizer coisas que são obscenas, que não são
verdade ou que ofendem vai estragar nossa amizade
com Jeová e com outros.
PALAVRAS QUE ANIMAM
15 Como podemos usar a fala da maneira que
Jeová deseja? É verdade que a Bíblia não diz exata-
mente o que devemos e o que não devemos dizer.
Mas ela nos incentiva a falar “somente o que for bom
para a edificação”, ou seja, somente o que vai animar
outros. (Efésios 4:29) Palavras que animam são pu-
ras, bondosas e verdadeiras. Jeová quer que a gente
15. Que tipo de palavras podemos usar para animar outros?
USE AS PALAVRAS PARA O BEM 165

use as palavras para ajudar e encorajar outros. Isso


pode ser um desafio, já que é mais fácil dizer coisas
que magoam do que dizer coisas que animam. (Tito
2:8) Vamos ver algumas maneiras em que podemos
animar outros pelas nossas palavras.
16 Tanto Jeová como Jesus gostam de dar elogios,

e nós queremos imitá-los. (Mateus 3:17; 25:19-23;


João 1:47) Os elogios têm o poder de encorajar ou-
tros. Mas para isso acontecer, o elogio precisa ser sin-
cero e mostrar que nos importamos com a pessoa.
Provérbios 15:23 diz: “Como é boa uma palavra no
tempo certo!” Ficamos muito felizes quando alguém
nos dá um elogio de coração ou nos agradece por al-
guma coisa que fizemos. — Leia Mateus 7:12; veja a
seção Entenda Melhor, n.° 27.
17 Se você tiver o costume de ver o que outros têm

de bom, vai ser mais fácil dar um elogio. Quem você


pode elogiar? Podemos elogiar um irmão que se pre-
para bem para dar um discurso, alguém que se esfor-
ça para comentar nas reuniões, um jovem que é leal
a Jeová na escola ou um idoso que sempre participa
no ministério. Um elogio pode ser tudo o que eles
precisam. Outro exemplo é na família. É importante
o marido dizer para a esposa que a ama e que dá va-
lor ao que ela faz. (Provérbios 31:10, 28) Assim como
as plantas precisam de luz e água, as pessoas preci-
sam se sentir valorizadas. Isso acontece especialmen-
te com as crianças. Sempre que tiver oportunidade,
16, 17. (a) Por que é bom dar elogios? (b) Quem podemos elo-
giar?
166 CONTINUE A AMAR A DEUS

elogie as crianças pelo que fazem de bom. Isso pode


dar a elas a coragem e a confiança que precisam para
se esforçarem ainda mais a fazer o que é certo.
18 Quando encorajamos e consolamos outros,

imitamos a Jeová. Ele se importa muito com os “hu-


mildes” e com os “que estão sendo esmagados”.
(Isaías 57:15) Jeová quer que a gente ‘continue a
encorajar’ e a ‘consolar os que estão deprimidos’.
(1 Tessalonicenses 5:11, 14) Quando nos esforçamos
para fazer isso, Jeová vê e fica feliz.
18, 19. (a) Por que devemos fazer o nosso melhor para encorajar
e consolar outros? (b) Como podemos fazer isso?
USE AS PALAVRAS PARA O BEM 167

19 Pode ser que na sua congregação alguém esteja


desanimado ou deprimido. O que você pode dizer
para ajudar? É verdade que você talvez não consiga
resolver o problema, mas pode mostrar para a pes-
soa que você se importa com ela. Por exemplo, você
pode passar tempo com ela. Pode ler um texto da Bí-
blia encorajador ou até mesmo orar junto com a pes-
soa. (Salmo 34:18; Mateus 10:29-31) Deixe claro para
ela que os irmãos na congregação a amam muito.
(1 Coríntios 12:12-26; Tiago 5:14, 15) E fale de uma
maneira que mostre que você está sendo sincero, que
não é da boca pra fora. — Leia Provérbios 12:25.

O que falamos e
como falamos pode
animar e consolar
outros
168 CONTINUE A AMAR A DEUS

20 Também podemos animar outros quando damos


conselhos. Somos imperfeitos, e por isso todos nós
precisamos de conselho de vez em quando. Provér-
bios 19:20 diz: “Escute o conselho e aceite a disciplina,
para se tornar sábio no futuro.” Não são só os anciãos
que podem dar conselhos. Os pais precisam orientar
os filhos. (Efésios 6:4) E as irmãs podem dar conselho
umas às outras. (Tito 2:3-5) Nós amamos os irmãos. As-
sim, quando damos um conselho para nossos irmãos,
queremos fazer isso sem magoá-los. O que pode nos
ajudar?
21 Já aconteceu de você receber um conselho que

foi fácil de aceitar? Por que foi fácil? Provavelmente


porque você percebeu que a pessoa se importava com
você. Ou pode ser que ela tenha falado com amor e
bondade. (Colossenses 4:6) E é bem provável que a pes-
soa tenha usado a Bíblia para dar o conselho. (2 Timó-
teo 3:16) Esse é um ponto importante: mesmo que a
gente não cite diretamente da Bíblia, nossos conselhos
devem estar de acordo com a Palavra de Deus. Tam-
bém não devemos obrigar outros a ter a mesma opi-
nião que a nossa, nem distorcer a Bíblia para combinar
com nossas ideias. Pensar em como gostaríamos de ser
aconselhados vai nos ajudar a saber aconselhar outros.
22 A fala é um presente de Jeová. O amor que temos

por ele vai nos incentivar a fazer de tudo para usar bem
esse presente. As palavras têm poder para machucar ou
para animar. Lembrar disso vai nos ajudar a usar as pa-
lavras para fortalecer e animar outros.
20, 21. Qual a melhor maneira de dar conselho?
22. Como você quer usar a fala?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 A FALA É UM PRESENTE DE DEUS


“Toda boa dádiva e todo presente perfeito
vem de cima.” — Tiago 1:17
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como mostramos que damos valor a esse


presente?
Efésios 4:29; Provérbios 12:18; 15:23;
Tiago 1:26 Mateus 7:12
As palavras têm poder, por Dizer a coisa errada na
isso temos que ter cuidado hora errada causa brigas
com o que falamos e como e sofrimento.
falamos.
Provérbios 16:24;
Isaías 57:15;
1 Tessalonicenses 5:11
Precisamos usar a fala do
jeito que Jeová deseja.
Nossas palavras devem
animar, encorajar, ensinar,
consolar, incentivar e
ajudar outros.
170

2 USE AS PALAVRAS PARA DEIXAR


JEOVÁ FELIZ
“Que as suas palavras sejam sempre
agradáveis.” — Colossenses 4:6
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Que cuidado devemos ter ao falar com parentes


e amigos?
Provérbios 31:28; Provérbios 15:1, 2;
Apocalipse 2:1-3 Filipenses 2:3, 4;
Todo mundo precisa de Tiago 1:19
amor e elogios, especial- Mostre pelas suas palavras
mente as pessoas da nossa que você se importa mais
família. com os outros do que com
você mesmo. Escute com
Provérbios 6:16-19; 26:20;
atenção.
Colossenses 3:8, 21;
1 Tessalonicenses 4:11
Palavras que ofendem, pa-
lavras de mau gosto e in-
sultos são coisas que ma-
goam muito. Acusações
falsas mancham o bom
nome de uma pessoa e
acabam com a paz.
171

3 DÊ CONSELHOS COM AMOR


“Escute o conselho e aceite a disciplina, para
se tornar sábio no futuro.” — Provérbios 19:20
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como podemos aconselhar outros?


Salmo 34:18; Provérbios 12:25;
Mateus 10:29-31; 1 Tessalonicenses 5:14;
2 Timóteo 3:16 Tiago 3:2-4
Os conselhos devem estar Use a fala para fortalecer
de acordo com a Bíblia e e animar outros.
devem ser dados com
bondade.
CAPÍTULO 13

TODAS AS COMEMORAÇÕES
AGRADAM A DEUS?
“Certifiquem-se sempre do que agrada ao Senhor.”
— EFÉSIOS 5:10.

JESUS disse: “Os verdadeiros adoradores adorarão o


Pai com espírito e verdade. Pois, realmente, o Pai
está procurando a esses para o adorarem.” (João 4:23;
6:44) Cada um de nós tem que ‘se certificar do que
agrada ao Senhor’. (Efésios 5:10) Isso nem sempre é
fácil. Satanás quer nos enganar para fazermos coisas
que deixam Jeová triste. — Apocalipse 12:9.
2 Um modo de Satanás tentar nos enganar é por

nos confundir sobre o que é certo e errado. Veja o


que aconteceu com o povo de Israel quando eles es-
tavam perto do monte Sinai. Moisés tinha subido a
montanha, e o povo ficou esperando por ele. Mas
eles se cansaram de esperar e pediram que Arão fizes-
se um deus para eles. Arão fez um bezerro de ouro.
Daí o povo fez uma festa. O povo dançou em volta do
bezerro e se curvou na frente dele. Eles achavam que
se curvar na frente do bezerro era o mesmo que ado-
rar a Jeová. Mas achar que era uma “festividade para
1. O que cada um de nós tem que fazer? Por que isso não é fácil?
2. Conte o que aconteceu com o povo de Israel quando estavam
perto do monte Sinai.
TODAS AS COMEMORAÇÕES AGRADAM A DEUS? 173

Jeová” não fazia daquilo uma coisa certa. Para Jeová,


aquilo era idolatria, e muitos deles morreram. (Êxo-
do 32:1-6, 10, 28) Isso nos ensina que temos que ter
cuidado para não ser enganados. Não devemos ‘tocar
em nada impuro’, ou seja, não devemos ter nada a ver
com a religião falsa. Devemos deixar que Jeová nos
ensine o que é certo e o que é errado. — Isaías 52:11;
Ezequiel 44:23; Gálatas 5:9.
3 Quando Jesus esteve na Terra, ele ensinou aos

apóstolos o modo certo de adorar a Jeová. Depois que


Jesus morreu, os apóstolos continuaram a ensinar a
outros a mesma coisa. Mas depois da morte deles,
falsos instrutores começaram a ensinar ideias erra-
das e a deixar que costumes e comemorações que
não tinham origem cristã entrassem na congregação.
Eles até mudaram o nome de algumas comemora-
ções para parecerem “cristãs”. (Atos 20:29, 30; 2 Tes-
salonicenses 2:7, 10; 2 João 6, 7) Muitas delas são
comuns hoje. Mas elas ainda têm a ver com ideias er-
radas, até com o ocultismo.1 — Apocalipse 18:2-4, 23.
4 No mundo todo, comemorações e feriados são

muito importantes na vida da maioria das pessoas.


Mas conforme você for aprendendo o ponto de vista
de Jeová sobre as coisas, talvez veja que precisa mu-
dar seu modo de pensar sobre certas comemorações.
1 No Índice das Publicações da Torre de Vigia, no Guia de Pesqui-
sa para Testemunhas de Jeová e no site jw.org você vai encontrar in-
formações sobre várias comemorações.

3, 4. Por que é bom saber a origem de algumas comemorações


comuns hoje?
174 CONTINUE A AMAR A DEUS

Talvez você ache difícil fazer isso, mas Jeová vai aju-
dar você. Vamos ver agora a origem de algumas co-
memorações comuns hoje. Isso vai nos ajudar a saber
o que Jeová pensa delas.
DE ONDE SURGIU O NATAL?
5 A maioria das pessoas acha que Jesus nasceu em
25 de dezembro, e é nesse dia que em muitos lugares
se comemora o Natal. A Bíblia não diz em que dia nem
em que mês Jesus nasceu, mas ela fala sobre a época
do ano. Lucas escreveu que quando Jesus nasceu, os
“pastores [estavam] vivendo ao ar livre”, cuidando dos
rebanhos. (Lucas 2:8-11) Jesus nasceu em Belém, e em
dezembro lá faz frio, chove e neva. Assim, os pastores
não ficariam “ao ar livre” com seus rebanhos à noite.
Isso mostra que Jesus nasceu quando o clima estava
agradável, não em dezembro. Tanto a Bíblia como a
História mostram que Jesus nasceu entre os meses que
agora chamamos de setembro e outubro.
6 Então de onde surgiu o Natal? De festas da reli-

gião falsa, como as festas romanas chamadas satur-


nais. As saturnais eram festas para Saturno, o deus da
agricultura. Uma enciclopédia1 diz: “Muitos costu-
mes do Natal vieram das saturnais, . . . que aconte-
ciam no mês de dezembro. Foi dali que veio, por
exemplo, o costume de fazer comidas especiais, dar
presentes e acender velas.” Além disso, era em 25 de
1 The Encyclopedia Americana.

5. O que mostra que Jesus não nasceu em 25 de dezembro?


6, 7. (a) De onde vieram muitos costumes do Natal? (b) Qual
deve ser o motivo para darmos presentes?
Saber a origem das
comemorações vai nos ajudar
a tomar boas decisões
dezembro que se comemorava o aniversário do deus-
sol persa chamado Mitra.
7 Mas a maioria das pessoas que comemora o Na-

tal hoje não pensa em nada disso. Para elas, o Natal


é uma oportunidade de estar com a família, comer
bem e dar presentes. É claro que gostamos de estar
com amigos e parentes. E Jeová quer que seus servos
sejam generosos. “Deus ama quem dá com alegria.”
(2 Coríntios 9:7) Mas Jeová não quer que a gente dê
176 CONTINUE A AMAR A DEUS

presentes só em ocasiões especiais. O povo de Jeová


gosta de dar presentes e de estar junto com os amigos
e a família em qualquer época do ano, sem esperar
nada em troca. Eles dão presentes por amor, não por
obrigação. — Lucas 14:12-14.
8 Para explicar o motivo de dar presentes no Natal,

muitos dizem que três reis magos deram presentes


para o bebê Jesus quando ele estava num estábulo. É
verdade que um grupo de homens visitou Jesus e deu
presentes para ele. Naquela época, era comum dar
presentes a pessoas importantes. (1 Reis 10:1, 2, 10,
13) Mas sabia que aqueles homens eram astrólogos?
Eles praticavam magia e não adoravam a Jeová. Além
disso, eles não visitaram Jesus quando ele era um be-
bezinho num estábulo. Eles foram mais tarde, quan-
do Jesus era uma “criancinha” e morava numa casa.
— Mateus 2:1, 2, 11.
O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE ANIVERSÁRIOS?
9 O dia em que um bebê nasce é um dia mui-
to feliz. (Salmo 127:3) Mas isso não quer dizer que
devemos tratar essa data como especial. Pense no
seguinte: A Bíblia só fala de dois aniversários. Um foi
o aniversário de Faraó, e o outro foi o do rei Herodes
Antipas. (Leia Gênesis 40:20-22; Marcos 6:21-29.)
Mas nenhum dos dois servia a Jeová. Além disso, a Bí-
blia não fala de nenhum servo de Jeová que come-
morou aniversário.
8. Será que os astrólogos deram presentes para Jesus quando ele
era um bebezinho?
9. De que dois aniversários a Bíblia fala?
TODAS AS COMEMORAÇÕES AGRADAM A DEUS? 177

10 Uma enciclopédia1 diz que os primeiros cristãos


achavam que comemorar “aniversário [era] um cos-
tume pagão”, ou seja, um costume de religiões não
cristãs. Esses costumes vinham de ideias erradas. Por
exemplo, os gregos no passado acreditavam que cada
pessoa era protegida por um espírito que via a pessoa
nascer. Para eles, esse espírito tinha ligação com um
deus que tinha nascido na mesma data que a pessoa.
Eles acreditavam que para continuar a ser protegida
a pessoa tinha que comemorar o aniversário dela.
Além disso, os aniversários têm a ver com a astrologia
e o horóscopo.
11 Muitas pessoas acham que seu aniversário é um

dia especial em que elas têm que ser tratadas com


amor e carinho. Mas podemos tratar bem nossos pa-
rentes e amigos o ano todo, não só num dia específi-
co. Jeová espera que sejamos bondosos e generosos
sempre. (Leia Atos 20:35.) Todos os dias ficamos fe-
lizes com a vida que Jeová nos deu, não apenas no
nosso aniversário. — Salmo 8:3, 4; 36:9.
12 Eclesiastes 7:1 diz: “Um bom nome é melhor do

que um bom óleo, e o dia da morte é melhor do que


o dia do nascimento.” Como o dia em que morre-
mos pode ser melhor do que o dia em que nasce-
mos? Quando nascemos, ainda não fizemos nada na
1 Enciclopédia Delta Universal.

10. O que os primeiros cristãos achavam de comemorar aniversá-


rio?
11. O que Jeová espera de nós?
12. Como o dia em que morremos pode ser melhor do que o dia
em que nascemos?
178 CONTINUE A AMAR A DEUS

Os cristãos verdadeiros dão presentes por amor

vida, nem de bom nem de mau. Mas quando usamos


nossa vida para servir a Jeová e fazer o bem, fazemos
“um bom nome”, e Jeová não vai se esquecer de nós
nem depois da nossa morte. (Jó 14:14, 15) Os ser-
vos de Jeová não comemoram o seu próprio aniversá-
rio nem o de Jesus. Na verdade, o único evento que
Jesus mandou comemorar é a Celebração da morte
dele. — Lucas 22:17-20; Hebreus 1:3, 4.
TODAS AS COMEMORAÇÕES AGRADAM A DEUS? 179

O QUE DIZER DA PÁSCOA?


13 Muitos acreditam que quando comemoram a
Páscoa estão comemorando a ressurreição de Jesus.
Mas, na verdade, muitos costumes da Páscoa de hoje
têm a ver com rituais de fertilidade da religião falsa.
Veja o caso dos coelhos e dos ovos de Páscoa. Já faz
muito tempo que nas religiões não cristãs os coelhos
são usados para representar a fertilidade. E um dicio-
nário1 diz que a brincadeira de procurar ovos de Pás-
coa vem “de um ritual de fertilidade”. Fica claro que
a Páscoa não tem nada a ver com a ressurreição de Je-
sus.
14 Será que Jeová gosta quando as pessoas mistu-

ram coisas da religião falsa com a ressurreição de Je-


sus? Claro que não. (2 Coríntios 6:17, 18) Na verdade,
Jeová nunca pediu para nós comemorarmos a ressur-
reição de Jesus.
FESTAS DE ANO-NOVO
15 Cada país tem seu modo de comemorar o Ano-
Novo. Mas em muitos lugares é comum as pessoas fa-
zerem grandes festas na virada do ano. E geralmente
essas festas têm muita imoralidade e bebedeira. Além
disso, a origem dessa festa não é cristã. Uma enciclo-
pédia2 diz: “Os romanos dedicavam [o dia do ano-
novo] a Jano, o deus dos portões, das portas e dos
1 Funk & Wagnalls Standard Dictionary of Folklore, Mythology
and Legend.
2 The World Book Encyclopedia.

13, 14. Qual é a origem da Páscoa?


15. Qual é a origem da festa de Ano-Novo?
180 CONTINUE A AMAR A DEUS

começos. O mês de janeiro recebeu esse nome por


causa de Jano, que tinha dois rostos — um virado para
frente e outro virado para trás.”
CASAMENTOS QUE DEIXAM JEOVÁ FELIZ
16 O casamento é uma ocasião feliz. O que as pes-
soas costumam fazer numa festa de casamento varia
de um país para outro. Mas em geral elas não param
para pensar de onde esses costumes vieram. Assim,
talvez não saibam que certo costume vem da religião
falsa. Mas um casal cristão que vai casar quer fazer de
tudo para que sua festa deixe Jeová feliz. Eles podem
pesquisar a origem de costumes comuns em festas de
casamento no seu país. Assim, eles vão poder tomar
boas decisões. — Marcos 10:6-9.
17 Alguns costumes têm a ver com desejar “boa sor-

te” ao casal. (Isaías 65:11) Em alguns lugares as pes-


soas jogam arroz (ou algo parecido) nos noivos. Eles
acham que isso vai ajudar o casal a ter filhos, felicida-
de e vida longa. Acham também que isso vai proteger
o casal contra o mal. Mas os cristãos precisam ter
cuidado para não fazer nada que tenha a ver com a re-
ligião falsa. — Leia 2 Coríntios 6:14-18.
18 O casal cristão quer que sua festa de casamento

seja uma ocasião alegre e decente, e que todos os con-


vidados se sintam bem. Por exemplo, se um convi-
dado quiser falar algumas palavras em público, não
16, 17. O que devemos fazer se estamos pensando em dar uma fes-
ta de casamento?
18. Que outros princípios da Bíblia devem ser levados em conta
numa festa de casamento?
TODAS AS COMEMORAÇÕES AGRADAM A DEUS? 181

deve dizer nada de mau gosto, imoral ou que mostre


falta de respeito com os noivos ou outros. (Provérbios
26:18, 19; Lucas 6:31; 10:27) Além disso, o casal não
vai querer fazer uma festa luxuosa, fazendo uma “os-
tentação de posses”. (1 João 2:16) Se você estiver pla-
nejando uma festa de casamento, faça de tudo para
que possa lembrar daquele dia com alegria, não com
tristeza. — Veja a seção Entenda Melhor, n.° 28.
É CORRETO BRINDAR?
19 Alguns têm o costume de brindar em festas de
casamento e em outras ocasiões. Num brinde, uma
pessoa deseja uma coisa boa, e os outros levantam
seus copos concordando com ela. Isso é certo?
20 Um livro1 diz que brindar provavelmente vem

de um costume não cristão “em que um líquido sa-


grado era oferecido aos deuses”. Isso era feito “em
troca de um pedido . . . [e daí] se dizia ‘Vida longa’ ou
‘Saúde’ ”. No passado, as pessoas costumavam levan-
tar seus copos para pedir uma bênção aos seus deu-
ses. Mas ter as bênçãos de Jeová não depende disso.
— João 14:6; 16:23.
“VOCÊS QUE AMAM A JEOVÁ,
ODEIEM O QUE É MAU”
21 Antes de decidir se deve participar de uma
comemoração, pergunte-se: ‘Que modo de pen-
sar e de agir essa comemoração incentiva?’ Algumas
1 International Handbook on Alcohol and Culture.

19, 20. De onde vem o costume de brindar?


21. De que tipo de comemorações os cristãos não participam?
182 CONTINUE A AMAR A DEUS

festas e comemorações envolvem danças sensuais,


bebedeiras e até imoralidade. Podem fazer parecer
que o homossexualismo é algo normal. Também po-
dem incentivar o nacionalismo, ou seja, ter orgulho
exagerado do próprio país. Se participamos nessas
coisas, será que estamos mesmo odiando o que Jeová
odeia? — Salmo 1:1, 2; 97:10; 119:37.
22 Os cristãos precisam ter cuidado para não parti-

cipar de nenhuma comemoração que mostra falta de


respeito por Jeová. Paulo escreveu: “Quer vocês co-
mam, quer bebam, quer façam qualquer outra coisa,
façam todas as coisas para a glória de Deus.” (1 Co-
ríntios 10:31; veja a seção Entenda Melhor, n.° 29.) É
claro que nem todas as comemorações têm a ver com
imoralidade, religião falsa ou nacionalismo. Se uma
comemoração não vai contra os princípios da Bíblia,
cada um precisa decidir se vai participar ou não. Mas
também temos que pensar em como nossa decisão
vai afetar outros.
MOSTRE RESPEITO POR JEOVÁ
EM PALAVRAS E AÇÕES
23 É provável que você não participe mais de ne-
nhuma comemoração que mostra falta de respeito
por Jeová. Por isso, alguns parentes que não são Tes-
temunhas de Jeová talvez achem que você não gos-
ta mais deles e não quer ficar com eles. Talvez eles
22. O que pode ajudar você a decidir se vai participar numa co-
memoração?
23, 24. Como você pode explicar para seus parentes o motivo de
você não participar mais de algumas comemorações?
TODAS AS COMEMORAÇÕES AGRADAM A DEUS? 183

achem que é só nessas comemorações que a famí-


lia tem a chance de se reunir. O que você pode fa-
zer? Existem muitas maneiras de mostrar amor por
eles e de mostrar que eles são importantes para você.
(Provérbios 11:25; Eclesiastes 3:12, 13) Que tal passar
tempo com eles em outras ocasiões?
24 E se seus parentes quiserem saber por que você

não participa mais de certas comemorações? Você


pode fazer pesquisa nas nossas publicações e no site
jw.org para ver como explicar para eles. Mas não dê a
impressão de que você é o dono da verdade nem in-
sista para que eles pensem igual a você. Ajude sua
família a ver que você estudou o assunto antes de
tomar sua decisão. Fique calmo e use palavras “agra-
dáveis, temperadas com sal”. — Colossenses 4:6.
25 É importante entender bem o motivo de não

participarmos de certas comemorações. (Hebreus


5:14) Queremos deixar Jeová feliz. E se somos pais,
temos que tirar tempo para ajudar os filhos a enten-
der e a amar os princípios da Bíblia. Quando Jeová se
tornar uma pessoa real para eles, eles também vão
querer deixar Jeová feliz. — Isaías 48:17, 18; 1 Pedro
3:15.
26 Jeová fica feliz quando vê que nos esforçamos

para adorar a ele da maneira certa. (João 4:23) Mas


também deixamos Jeová feliz quando somos hones-
tos. Será que é possível ser honesto no mundo de
hoje? Vamos ver isso no próximo capítulo.
25, 26. Como os pais podem ajudar os filhos a amar os princípios
da Bíblia?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 TEMOS QUE RESPEITAR A JEOVÁ


EM TUDO
“Quer vocês comam, quer bebam, quer façam
qualquer outra coisa, façam todas as coisas
para a glória de Deus.” — 1 Coríntios 10:31
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como podemos decidir se vamos participar


de uma comemoração?
Provérbios 15:15; Êxodo 32:1-6;
Eclesiastes 3:12, 13; Apocalipse 12:9
Atos 20:35; Nem sempre é fácil saber
2 Coríntios 9:7 o que fazer. Satanás quer
Jeová quer que cada um nos confundir sobre o que
de nós tenha alegria na é certo e errado.
vida. Ele quer que sempre João 8:32;
sejamos bondosos e gene- Hebreus 5:14
rosos, não só num dia Aprender sobre a origem
específico. de comemorações comuns
hoje vai nos ajudar a saber
o que Jeová pensa delas.
185

2 MUITAS COMEMORAÇÕES
COMUNS HOJE TÊM ORIGEM
NÃO CRISTÃ
“Vocês conhecerão a verdade, e a verdade
os libertará.” — João 8:32
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Qual é a origem de algumas comemorações?


2 Coríntios 6:14-18; Gênesis 40:20-22;
2 João 6, 7 Marcos 6:21-29
Depois que os apóstolos Os primeiros cristãos não
morreram, falsos instruto- comemoravam aniversá-
res deixaram que costu- rio. A Bíblia menciona dois
mes e comemorações não aniversários de maneira
cristãs entrassem na con- negativa.
gregação. Eles até muda-
ram o nome de algumas
delas para parecerem
“cristãs”. Muitas são
comuns hoje, como a
Páscoa e o Ano-Novo.
Lucas 2:8-11
Em muitos lugares as
pessoas comemoram o
Natal em 25 de dezembro.
Mas Jesus não nasceu
nesse dia.
186

3 PENSE BEM ANTES DE DECIDIR


SE VAI PARTICIPAR OU NÃO
“Certifiquem-se sempre do que agrada
ao Senhor.” — Efésios 5:10
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

De que tipo de comemorações os cristãos não


participam? Ao decidir se você deve participar
ou não em alguma comemoração, pergunte-se:
Isaías 52:11; Salmo 97:10;
1 Coríntios 4:6; 1 Coríntios 2:12;
2 Coríntios 6:14-18; Efésios 2:2;
Apocalipse 18:4 1 Pedro 4:3
Será que ela tem a ver com Será que incentiva “o espí-
a religião falsa ou até mes- rito do mundo”, talvez por
mo com o ocultismo? incentivar a pessoa a ficar
Jeremias 17:5-7; bêbada ou a fazer coisas
Atos 10:25, 26; imorais?
1 João 5:21 Romanos 14:21
Será que glorifica uma Se eu decidir participar,
pessoa ou uma organiza- como isso vai afetar a
ção? Será que incentiva o consciência de outros?
nacionalismo?
Romanos 12:1, 2;
Atos 10:34, 35; 17:26 Colossenses 4:6;
Será que faz parecer que 1 Pedro 3:15
uma raça ou um país é Se eu decidir não partici-
melhor do que outro? par, como vou explicar isso
para outras pessoas?
CAPÍTULO 14

SEJA HONESTO
EM TODAS AS COISAS
“Queremos nos comportar honestamente
em todas as coisas.” — HEBREUS 13:18.

AO VOLTAR da escola, um menino encontra uma


carteira cheia de dinheiro no chão. O que ele vai fa-
zer? Ele poderia ficar com ela. Mas ele devolve a car-
teira para o dono. Quando a mãe do menino fica sa-
bendo disso, ela fica muito orgulhosa dele.
2 A maioria dos pais fica feliz quando os filhos são

honestos. Nosso Pai no céu, Jeová, é o “Deus da ver-


dade” e ele fica feliz quando somos honestos. (Sal-
mo 31:5) Queremos deixar Jeová feliz e “nos com-
portar honestamente em todas as coisas”. (Hebreus
13:18) Vamos ver quatro áreas da vida em que ser
honesto pode ser um desafio. Daí vamos ver por
que vale a pena ser honesto.
SEJA HONESTO COM VOCÊ MESMO
3Para sermos honestos com outros, primeiro te-
mos que ser honestos com a gente mesmo. Isso nem
sempre é fácil. No tempo dos primeiros cristãos, os
1, 2. Como Jeová se sente quando somos honestos?
3-5. (a) Como podemos acabar enganando a nós mesmos?
(b) Que duas coisas nos ajudam a ser honestos com a gente
mesmo?
188 CONTINUE A AMAR A DEUS

irmãos na congregação em Laodiceia estavam en-


ganando a si mesmos. Eles achavam que estavam
agradando a Deus, mas na verdade não estavam.
(Apocalipse 3:17) Nós também podemos acabar en-
ganando a nós mesmos sobre quem somos de ver-
dade.
4 Tiago escreveu: “Se alguém acha que adora a

Deus, mas não domina a língua, ele está enganando


seu próprio coração, e a sua adoração é [inútil].”
(Tiago 1:26) Alguns pensam: ‘Não tem problema
ser grosseiro, maldoso e contar mentiras. Se eu fi-
zer coisas boas, Deus não vai se importar com isso.’
Se pensamos assim, estamos enganando a nós mes-
mos. O que pode nos ajudar a não fazer isso?
5 Quando olhamos num espelho, podemos ver

o que somos por fora. Quando lemos a Bíblia, po-


demos ver quem somos por dentro. A Bíblia pode
nos ajudar a ver nossas qualidades e nossos defeitos.
Ela nos ensina quais mudanças temos que fazer no
modo de pensar, de falar e de agir. (Leia Tiago 1:23-
25.) Mas se ficarmos pensando que não temos ne-
nhum defeito, não vamos poder melhorar. Por isso,
precisamos deixar que a Bíblia mostre quem real-
mente somos. (Lamentações 3:40; Ageu 1:5) A ora-
ção também nos ajuda a ver quem somos de verda-
de. Podemos pedir que Jeová nos ajude a ver em que
precisamos melhorar. (Salmo 139:23, 24) É impor-
tante lembrar que “Jeová detesta a pessoa falsa, mas
tem amizade íntima com os [justos]”. — Provérbios
3:32.
SEJA HONESTO EM TODAS AS COISAS 189

SEJA HONESTO NA FAMÍLIA


6 A honestidade é muito importante na família.
Quando marido e esposa são sinceros um com o ou-
tro, eles se sentem seguros e existe confiança no ca-
samento. Como um casal poderia não ser honesto
um com o outro? Por exemplo, uma pessoa casada
poderia começar a ver pornografia, paquerar outras
pessoas ou até mesmo começar secretamente um
romance com alguém. O Salmo 26:4 diz: “Não te-
nho convivência com homens mentirosos e evito os
que escondem o que são.” Se ‘escondermos o que
6. Por que marido e esposa têm que ser honestos um com o outro?

Fuja de qualquer coisa que possa prejudicar o seu casamento


190 CONTINUE A AMAR A DEUS

somos’, ou seja, se não formos honestos com nosso


marido ou nossa esposa até mesmo em pensamen-
tos, vamos prejudicar nosso casamento.
7 Os filhos também precisam aprender que é im-

portante ser honesto. Os pais podem usar a Bíblia


para ensinar isso. Ela traz o exemplo de pessoas que
não foram honestas: Acã, que se tornou ladrão; Gea-
zi, que mentiu para ganhar dinheiro; e Judas, que
roubava dinheiro e traiu Jesus por 30 moedas de
prata. — Josué 6:17-19; 7:11-25; 2 Reis 5:14-16, 20-27;
Mateus 26:14, 15; João 12:6.
8 Mas a Bíblia também traz o exemplo de muitas

pessoas que foram honestas: Jacó, que disse para os


filhos devolverem o dinheiro que tinham encontra-
do; Jefté e sua filha, que cumpriram uma promes-
sa a Deus; e Jesus, que falou a verdade mesmo em
situações difíceis. (Gênesis 43:12; Juízes 11:30-40;
João 18:3-11) Esses exemplos podem ajudar os fi-
lhos a entender que é importante ser honesto.
9 Romanos 2:21 tem uma lição importante para

os pais: “Você, que ensina a outros, não ensina a si


mesmo? Você, que prega: ‘Não furte’, furta?” Os fi-
lhos sabem quando os pais dizem uma coisa, mas
fazem outra. Se os pais dizem para os filhos serem
honestos, mas eles mesmos não dão o exemplo, os
filhos podem ficar sem saber o que fazer. E se os fi-
lhos perceberem que os pais mentem, mesmo em
7, 8. Como os pais podem usar a Bíblia para ensinar aos filhos que
é importante ser honesto?
9. Como o exemplo dos pais ajuda os filhos a serem honestos?
SEJA HONESTO EM TODAS AS COISAS 191

coisas pequenas, os filhos provavelmente vão fazer


o mesmo. (Leia Lucas 16:10.) Mas quando os filhos
veem que os pais são honestos, eles provavelmen-
te serão honestos quando crescerem e tiverem seus
próprios filhos. — Provérbios 22:6; Efésios 6:4.
SEJA HONESTO NA CONGREGAÇ ÃO
10 Também precisamos ser honestos com os ir-
mãos na congregação. É fácil uma conversa do dia a
dia virar fofoca, ou até calúnia. Se repetimos algo
sem saber se é verdade, podemos espalhar menti-
ras. É muito melhor ‘controlar a língua’. (Provérbios
10:19) Ser honesto não quer dizer que temos que
falar tudo o que pensamos, sabemos ou ouvimos.
Mesmo que seja verdade o que vamos falar, é bom
se perguntar: ‘É amoroso? É da minha conta? Preci-
sa mesmo ser dito?’ (1 Tessalonicenses 4:11) Alguns
são grosseiros e dão a desculpa: “Só estou falando
a verdade!” Mas somos servos de Jeová, e por isso
queremos que nossas palavras sejam sempre agradá-
veis e bondosas. — Leia Colossenses 4:6.
11 Jeová deu aos anciãos a responsabilidade de

ajudar a congregação. Vai ser mais fácil para os an-


ciãos nos ajudarem se formos honestos com eles.
Por quê? Se você estivesse doente e fosse ao médico,
ia esconder dele alguns sintomas? Se você fizesse
10. Que cuidado devemos ter nas conversas do dia a dia?
11, 12. (a) Como alguém que pecou pode piorar as coisas se não
for honesto? (b) Se você ficar sabendo que um amigo cometeu um
pecado grave, o que você não deve pensar? (c) Qual é outra ma-
neira de sermos honestos com a organização de Jeová?
192 CONTINUE A AMAR A DEUS

isso, como ele ia poder ajudar você? Da mesma for-


ma, se cometermos um pecado sério, não podemos
fingir que nada aconteceu. Temos que procurar os
anciãos e ser honestos com eles. (Salmo 12:2; Atos
5:1-11) E se você ficar sabendo que um amigo come-
teu um pecado grave? (Levítico 5:1) Será que você
vai pensar: ‘Um amigo de verdade não entrega o ou-
tro’? Ou vai lembrar que os anciãos podem ajudar
seu amigo a recuperar e fortalecer a amizade dele
com Jeová? — Hebreus 13:17; Tiago 5:14, 15.
12 Também temos que ser honestos com a or-

ganização de Jeová quando fazemos o relatório de


campo ou algum outro relatório. Além disso, so-
mos honestos ao preencher uma petição, como, por
exemplo, uma petição de pioneiro. — Leia Provér-
bios 6:16-19.
13 Como cristãos, não podemos misturar negó-

cios com nossa adoração. Por exemplo, não faze-


mos negócios no Salão do Reino nem na pregação.
E não tiramos vantagem dos irmãos em assuntos co-
merciais. Se irmãos trabalham para nós, temos que
pagar a eles em dia o valor combinado e dar to-
dos os benefícios que a lei exige. Isso pode incluir
registrar o trabalhador ou dar férias remuneradas.
(1 Timóteo 5:18; Tiago 5:1-4) E se nosso patrão for
um irmão, não vamos esperar tratamento especial.
(Efésios 6:5-8) Vamos cumprir nosso horário e fa-
zer o trabalho que estamos sendo pagos para fazer.
— 2 Tessalonicenses 3:10.
13. Como podemos ser honestos ao fazer negócios com um irmão?
SEJA HONESTO EM TODAS AS COISAS 193

14 E se fizermos negócios com um irmão? Isso tal-


vez envolva fazer um investimento ou um emprés-
timo. Em casos assim, existe um princípio bíblico
que ajuda muito: Coloque tudo por escrito! Quan-
do o profeta Jeremias comprou um terreno, ele fez
duas cópias do documento, pediu que testemunhas
assinassem uma das cópias e guardou os dois do-
cumentos. (Jeremias 32:9-12; veja também Gênesis
23:16-20.) Alguns acham que se fizerem um acordo
por escrito pode parecer que não confiam no irmão.
Mas na verdade isso pode evitar muitos mal-enten-
didos, aborrecimentos e até brigas. Temos que lem-
brar que a paz da congregação é mais importante do
que qualquer acordo comercial. — 1 Coríntios 6:1-8;
veja a seção Entenda Melhor, n.° 30.
SEJA HONESTO FORA DA CONGREGAÇ ÃO
15 Temos que ser honestos com todos, incluindo os
que não são Testemunhas de Jeová. Para Jeová, é im-
portante sermos honestos. “A balança desonesta é
detestável para Jeová, mas o peso exato é um prazer
para ele.” (Provérbios 11:1; 20:10, 23) Nos tempos da
Bíblia, era comum usar balanças no comércio. Mas
alguns comerciantes enganavam os clientes, fazendo
o cliente levar menos do que pagou ou pagar mais
caro pelo que comprou. Assim como naquele tempo,
a desonestidade no comércio é comum hoje. Mas
Jeová não mudou: ele ainda odeia a desonestidade.
14. O que os cristãos devem fazer antes de fazer negócios com um
irmão?
15. O que Jeová pensa sobre a desonestidade no comércio?
194 CONTINUE A AMAR A DEUS

16 Todos nós enfrentamos situações que podem


testar nossa honestidade: ao fazer um currículo,
preencher formulários do governo ou fazer um tes-
te na escola. Muitos acham que não tem problema
mentir, aumentar as coisas ou dar respostas que fa-
zem outros pensar uma coisa quando na verdade é
outra. Isso não é surpresa para nós. A Bíblia dis-
se que nos últimos dias as pessoas iriam ‘amar a si
mesmas, amar o dinheiro e não teriam amor ao que
é bom’. — 2 Timóteo 3:1-5.
17 Às vezes pode parecer que quem é desonesto

sempre se dá bem. (Salmo 73:1-8) Por ser honesto,


um cristão pode perder dinheiro, ser maltratado no
emprego ou até ser mandado embora. Mesmo assim
vale a pena ser honesto. Por quê?
SER HONESTO VALE A PENA
18 Ser conhecido como uma pessoa honesta e de
confiança tem muito valor e é raro hoje em dia. Mas
podemos ser conhecidos como uma pessoa assim.
(Miqueias 7:2) É verdade que alguns talvez vão rir de
você e dizer que você é inocente demais. Mas outros
vão gostar da sua honestidade e confiar em você. No
mundo todo, as Testemunhas de Jeová são conheci-
das por serem honestas. Alguns preferem contratar
Testemunhas de Jeová porque sabem que elas vão
ser honestas. E quando outros perdem o emprego
16, 17. Que situações podem testar nossa honestidade?
18. Por que vale a pena ser conhecido como uma pessoa ho-
nesta?
SEJA HONESTO EM TODAS AS COISAS 195

por serem desonestos, as Testemunhas de Jeová ge-


ralmente continuam com seu emprego.
19 Ser honesto em todas as coisas vai nos deixar

com a consciência tranquila e em paz. Vamos ser


como Paulo, que escreveu: “Estamos certos de que
temos uma boa consciência.” (Hebreus 13:18) E o
mais importante, nosso amoroso Pai, Jeová, vai ver
isso e ficar feliz por sermos honestos em todas as
coisas. — Leia Salmo 15:1, 2; Provérbios 22:1.
19. Como Jeová vai se sentir se formos honestos em todas as coisas?

Quando somos bons trabalhadores, damos honra a Jeová


PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 VIVEMOS NUM MUNDO


DESONESTO
“Dizem mentiras uns aos outros.” — Salmo 12:2
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que pode ajudar você a ser honesto


com você mesmo?
Salmo 31:5; Salmo 139:23, 24;
Hebreus 13:18 Tiago 1:23-25
É importante lembrar que Orar e ler a Bíblia pode
Jeová quer que você seja nos ajudar a ver quem
honesto com você mesmo somos de verdade e a fazer
e com outros. mudanças.
197

2 SER HONESTO NA FAMÍLIA


TRAZ UNIÃO E PAZ
“Evito os que escondem o que são.”
— Salmo 26:4
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que a honestidade é importante na família?


Provérbios 6:16-19 Provérbios 22:6;
A honestidade aumenta Efésios 6:4
a confiança na família. Quando os filhos veem
Os membros da família que os pais são honestos,
têm que ser honestos uns fica mais fácil para os
com os outros, mesmo filhos serem honestos
quando isso é difícil. também.
198

3 SER HONESTO FAZ BEM


PARA A CONGREGAÇÃO
“Jeová detesta a pessoa falsa, mas tem
amizade íntima com os [justos].”
— Provérbios 3:32
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que é importante ser honesto com os irmãos


da congregação?
Provérbios 10:19; Jeremias 32:9-12;
Colossenses 4:6 Efésios 6:5-8
Queremos sempre falar a Se fizermos negócios com
verdade, mas nossas pala- algum irmão, temos que
vras devem ser bondosas ser totalmente honestos,
e agradáveis. tratá-lo de modo justo e
cumprir o que combina-
Levítico 5:1;
mos.
Hebreus 13:17;
Tiago 5:14, 15
Quando somos honestos
com os anciãos, eles
podem nos ajudar.
199

4 SER HONESTO VALE A PENA


“Mais vale um bom nome do que muitas
riquezas.” — Provérbios 22:1
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Em que outras coisas precisamos ser honestos?


Salmo 37:21; mos negócios, quando
Mateus 22:17-21; preenchemos formulários
Romanos 13:1-7; (como pagamento de im-
Efésios 4:25, 28 postos e documentos do
Temos que ser governo) e quando faze-
honestos com nosso pa- mos um teste na escola.
trão. Também temos que
ser honestos quando faze-

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que ser honesto é melhor do que riquezas?


Salmo 15:1, 2;
Provérbios 11:1;
1 Timóteo 6:9, 10
Ser conhecido como uma
pessoa honesta e de con-
fiança tem muito valor. Ser
honesto vai nos deixar com
a consciência tranquila.
Jeová fica feliz quando nos
esforçamos para ser hones-
tos em todas as coisas.
CAPÍTULO 15

VOCÊ PODE GOSTAR


DO SEU TRABALHO
“Que todos . . . [aproveitem os] resultados de todo
o seu trabalho árduo.” — ECLESIASTES 3:13.

NO MUNDO todo, as pessoas trabalham muito para


se sustentar e sustentar a família. Muitas não gostam
do trabalho que têm, e algumas detestam ter que tra-
balhar todos os dias. É esse o seu caso? O que você
pode fazer para gostar mais do seu trabalho?
2 Jeová diz: “Que todos comam e bebam, e [apro-

veitem os] resultados de todo o seu trabalho árduo. É


a dádiva de Deus.” (Eclesiastes 3:13) Jeová nos criou
com a necessidade e o desejo de trabalhar. Ele quer
que a gente se sinta bem com o que faz. — Leia Ecle-
siastes 2:24; 5:18.
3 Então o que vai nos ajudar a gostar do nosso tra-

balho? Que tipos de trabalho o cristão não deve ter?


Como podemos equilibrar nosso trabalho com nos-
sa adoração a Jeová? E qual é o trabalho mais impor-
tante que podemos fazer?
OS DOIS MAIORES TRABALHADORES
4 Jeová ama trabalhar. Gênesis 1:1 diz: “No princí-
1-3. (a) O que muitas pessoas acham do trabalho que elas têm?
(b) Que perguntas vamos responder neste capítulo?
4, 5. O que Jeová pensa do trabalho?
VOCÊ PODE GOSTAR DO SEU TRABALHO 201

pio Deus criou os céus e a terra.” Depois de fazer a


Terra e todas as coisas nela, Deus disse que tudo era
“muito bom”. (Gênesis 1:31) Nosso Criador ficou
feliz com o que tinha feito. — 1 Timóteo 1:11.
5 Jeová nunca para de trabalhar. Jesus disse: “Meu

Pai está trabalhando até agora.” (João 5:17) É verda-


de que não sabemos todas as coisas maravilhosas
que Jeová tem feito, mas sabemos algumas delas.
Ele está escolhendo os que vão reinar com seu Filho,
Jesus Cristo, no céu. (2 Coríntios 5:17) Jeová tam-
bém está sempre orientando os humanos e cuidan-
do deles. Por exemplo, por causa do trabalho de pre-
gação, milhões estão aprendendo de Jeová e tendo
a esperança de viver para sempre na Terra. — João
6:44; Romanos 6:23.
6 Igual a seu Pai, Jesus ama trabalhar. Antes de vir

para a Terra, Jesus foi o “trabalhador perito” (ou tra-


balhador habilidoso) de Deus e participou na cria-
ção de todas as coisas no céu e na Terra. (Provérbios
8:22-31; Colossenses 1:15-17) E na Terra, Jesus traba-
lhou bastante. Quando jovem, Jesus aprendeu a ser
carpinteiro, e é bem provável que ele tenha cons-
truído casas e móveis. Ele trabalhava tão bem que fi-
cou conhecido pela sua profissão. — Marcos 6:3.
7 Mas o trabalho mais importante de Jesus na Ter-

ra era pregar as boas novas e ensinar sobre Jeová.


O ministério de Jesus durou três anos e meio. Du-
rante todo esse tempo, ele trabalhou bastante, co-
meçando cedo no dia e indo até tarde da noite.
6, 7. Que tipo de trabalhador é Jesus?
202 CONTINUE A AMAR A DEUS

(Lucas 21:37, 38; João 3:2) Ele andou centenas de


quilômetros por estradas poeirentas, pregando para
o maior número de pessoas possível. — Lucas 8:1.
8 Às vezes Jesus trabalhava tanto que nem tirava

tempo para comer. (João 4:31-38) Para ele, trabalhar


para Jeová era como alimento; esse trabalho dava
alegria e forças para Jesus. Ele usava toda oportuni-
dade para ensinar sobre seu Pai. Por isso ele pôde di-
zer para Jeová: “Eu te glorifiquei na terra e terminei
a obra que me deste para fazer.” — João 17:4.
9 Fica claro que Jeová e Jesus trabalham bastante

e sentem alegria no trabalho deles. Queremos ser


“imitadores de Deus” e ‘seguir fielmente os passos
de Jesus’. (Efésios 5:1; 1 Pedro 2:21) É por isso que
trabalhamos bastante e tentamos dar o nosso me-
lhor em tudo o que fazemos.
COMO DEVEMOS ENCARAR NOSSO TRABALHO?
10 Como servos de Jeová, trabalhamos muito para
sustentar a nós mesmos e nossa família. Queremos
ter alegria no trabalho, mas isso pode ser um desa-
fio. Se você não gosta do seu trabalho, o que pode
fazer?
11 Tenha uma atitude positiva. Talvez não dê

para mudar onde ou quanto tempo trabalhamos,


mas podemos mudar nossa atitude. Entender o que
Jeová espera de nós pode ajudar. Por exemplo, Jeová
espera que o chefe de família faça o seu melhor
8, 9. Como sabemos que Jesus gostava do trabalho dele?
10, 11. O que vai nos ajudar a ter uma atitude positiva em relação
ao nosso trabalho?
Ter uma atitude
positiva vai nos
ajudar a gostar mais
do nosso trabalho
204 CONTINUE A AMAR A DEUS

para cuidar das necessidades da família. Aliás, a Bí-


blia diz que quem não cuida da família “é pior do
que alguém sem fé”. (1 Timóteo 5:8) Se você é che-
fe de família, você trabalha muito para sustentar
sua família. Você talvez não goste do seu trabalho.
Mas lembre que ao sustentar a família você agrada a
Jeová.
12 Seja trabalhador e honesto. Se fizer isso, vai

ser mais fácil gostar do seu trabalho. (Provérbios


12:24; 22:29) Os patrões dão valor a empregados
que são honestos porque eles não vão roubar di-
nheiro, materiais nem tempo. (Efésios 4:28) Sendo
assim, seu patrão vai confiar em você. E o mais im-
portante, Jeová sabe quando você é trabalhador e
honesto. Você pode ter uma consciência tranquila
porque sabe que está agradando ao Deus que você
ama. — Hebreus 13:18; Colossenses 3:22-24.
13 Lembre-se: o que você faz no trabalho pode

dar honra a Jeová. Esse é outro motivo para termos


alegria no trabalho. (Tito 2:9, 10) Por causa do nos-
so bom exemplo, um de nossos colegas de traba-
lho pode querer estudar a Bíblia. — Leia Provérbios
27:11; 1 Pedro 2:12.
QUE EMPREGO DEVO ESCOLHER?
14 A Bíblia não dá uma lista de empregos que um
cristão pode ou não pode ter. Mas ela tem princípios
12. Por que é bom ser trabalhador e honesto?
13. O que mais pode acontecer se formos honestos no trabalho?
14-16. Com o que temos que tomar cuidado ao escolher um em-
prego?
VOCÊ PODE GOSTAR DO SEU TRABALHO 205

que nos ajudam a tomar boas decisões sobre tra-


balho. (Provérbios 2:6) Usando princípios bíblicos,
pense nas seguintes perguntas:
15 Nesse emprego, vou ter que fazer algo que

Jeová diz que é errado? Já aprendemos algumas


coisas que Jeová odeia, como roubar e mentir. (Êxo-
do 20:4; Atos 15:29; Efésios 4:28; Apocalipse 21:8)
Temos que tomar cuidado para não aceitar um

Procure um
trabalho que não
vá contra o que
Jeová diz que
é certo
206 CONTINUE A AMAR A DEUS

emprego que vá contra o que agrada a Jeová. — Leia


1 João 5:3.
16 Esse emprego apoia ou incentiva uma coisa

que Jeová odeia? Por exemplo, imagine que surgiu


um emprego para construir uma igreja. Não é er-
rado ser um construtor. Mas sabemos o que Jeová
pensa da adoração falsa. É verdade que você não es-
taria assistindo ao culto ou algo assim. Mas será que
construir uma igreja não seria o mesmo que apoiar
uma coisa que Jeová odeia? — Apocalipse 18:4.
17 Quando usamos os princípios da Bíblia, apren-

demos a usar nossa “capacidade de discernimento”,


ou seja, aprendemos a ver a diferença entre o certo
e o errado. (Hebreus 5:14) Pergunte-se: ‘Se eu acei-
tar esse emprego, será que isso vai enfraquecer a
fé de outros? Será que esse trabalho exige que eu
me mude para outro país, deixando minha família
pra trás? Como essa mudança afetaria minha famí-
lia?’
“AS COISAS MAIS IMPORTANTES”
18 Pode não ser fácil colocar Jeová em primeiro
lugar nestes “tempos críticos, difíceis de suportar”.
(2 Timóteo 3:1) Encontrar e manter um emprego
pode ser um grande desafio. É verdade que temos
que cuidar da família. Mas a adoração a Jeová vem
em primeiro lugar. Não podemos deixar que coisas
materiais se tornem importantes demais para nós.
(1 Timóteo 6:9, 10) Então como podemos buscar “as
17. O que vai nos ajudar a tomar decisões que agradam a Deus?
18. Por que pode ser difícil colocar Jeová em primeiro lugar?
VOCÊ PODE GOSTAR DO SEU TRABALHO 207

coisas mais importantes” e ao mesmo tempo cuidar


da nossa família? — Filipenses 1:10.
19 Confie totalmente em Jeová. (Leia Provérbios

3:5, 6.) Sabemos que Deus sabe exatamente do que


precisamos e que ele se importa muito com cada
um de nós. (Salmo 37:25; 1 Pedro 5:7) A Bíblia diz:
“Que o seu modo de vida seja livre do amor ao di-
nheiro; fiquem satisfeitos com as coisas que têm.
Pois [Deus] disse: ‘Eu nunca deixarei você e nunca o
abandonarei.’ ” (Hebreus 13:5) Jeová não quer que a
gente fique preocupado demais sobre como vamos
sustentar a família. Ele já mostrou muitas vezes que
pode cuidar de seu povo. (Mateus 6:25-32) Não im-
porta nossa situação de trabalho, continuamos es-
tudando a Bíblia, pregando as boas novas e indo às
reuniões. — Mateus 24:14; Hebreus 10:24, 25.
20 Mantenha o olho focado. (Leia Mateus 6:22,

23.) Isso significa manter a vida simples para poder-


mos nos concentrar em servir a Jeová. Sabemos que
não vale a pena deixar que dinheiro, uma vida con-
fortável ou os últimos aparelhos eletrônicos se tor-
nem mais importantes do que nossa amizade com
Deus. O que vai nos ajudar a colocar o que é mais
importante em primeiro lugar? Faça o máximo para
não entrar em dívidas. Se já estiver endividado, veja
como diminuir a dívida ou pagá-la de vez. Se não to-
marmos cuidado, podemos gastar muito tempo e
energia com coisas materiais e acabar não tendo
19. Como confiar em Jeová nos ajuda a não nos preocupar demais
com trabalho?
20. Como podemos manter a vida simples?
208 CONTINUE A AMAR A DEUS

tempo para orar, estudar ou pregar. Em vez de deixar


que coisas materiais compliquem nossa vida, quere-
mos estar contentes com coisas básicas, como ter “o
que comer e o que vestir”. (1 Timóteo 6:8) Além dis-
so, é bom de vez em quando analisar nossa situação
para ver como podemos servir ainda mais a Jeová.
21 Coloque as coisas certas em primeiro lugar.

Temos que usar nosso tempo, energia e coisas ma-


21. Por que temos que pensar bem no que vem em primeiro lugar
na nossa vida?

Servir a Jeová é o trabalho mais importante


que podemos fazer
VOCÊ PODE GOSTAR DO SEU TRABALHO 209

teriais com sabedoria. Por quê? Se não tomarmos


cuidado, coisas menos importantes, como educa-
ção ou dinheiro, vão tomar muito do nosso tempo.
Jesus disse: “Persistam . . . em buscar primeiro o Rei-
no.” (Mateus 6:33) Nossas escolhas, hábitos, ativi-
dades do dia a dia e alvos mostram o que vem em
primeiro lugar no nosso coração.
O TRABALHO MAIS IMPORTANTE
22 O trabalho mais importante que podemos fa-
zer é servir a Jeová e pregar as boas novas. (Ma-
teus 24:14; 28:19, 20) Igual a Jesus, queremos fazer
nosso máximo nesse trabalho. Alguns se mudaram
para onde precisava de mais pregadores. Outros es-
tão aprendendo um idioma para pregar a pessoas
que falam essa língua. Converse com pessoas que fi-
zeram isso. Elas vão contar para você como a vida
delas ficou mais feliz e completa. — Leia Provérbios
10:22.
23 Muitos de nós têm que trabalhar muitas horas

ou até ter mais de um emprego só para cuidar das


necessidades da família. Jeová vê seus esforços e fica
feliz de ver você cuidar de sua família. Queremos
continuar imitando a Jeová e a Jesus por sermos tra-
balhadores, não importa o tipo de trabalho que te-
mos. E lembre-se que nosso principal trabalho é ser-
vir a Jeová e pregar as boas novas. É isso que vai nos
dar alegria.
22, 23. (a) Qual o trabalho mais importante que podemos fazer?
(b) O que vai nos ajudar a gostar do nosso trabalho?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 JEOVÁ CRIOU OS HUMANOS


COM O DESEJO DE TRABALHAR
“Que todos comam e bebam, e [aproveitem
os] resultados de todo o seu trabalho árduo.
É a dádiva de Deus.” — Eclesiastes 3:13
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como sabemos que o trabalho é um presente


de Deus?
Gênesis 1:1, 31; Marcos 6:3;
Eclesiastes 2:24; Lucas 21:37, 38;
João 5:17 João 4:31-38; 17:4
Jeová trabalha bastante. Jesus fazia um trabalho de
Ele gosta do trabalho dele ótima qualidade. Ele fez
e quer que cada um de o que Jeová pediu para ele
nós também goste do tra- fazer, mesmo quando isso
balho que faz. não era fácil.
Provérbios 8:22-31;
Lucas 8:1;
Colossenses 1:15-17
Jesus sempre trabalhou
bastante também, tanto
no céu como na Terra.
211

2 PODEMOS ENCARAR NOSSO


TRABALHO DE MANEIRA
MAIS POSITIVA
“Você já viu um homem que é habilidoso
no seu trabalho? Ele tomará posição diante
de reis.” — Provérbios 22:29
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que vai nos ajudar a gostar do nosso trabalho?


Provérbios 12:24; Provérbios 27:11;
Colossenses 3:22-24; 1 Timóteo 5:8;
Hebreus 13:18 1 Pedro 2:12
Pode ser que não dê para Quando sustentamos nos-
mudar de emprego. Mas sa família, obedecemos a
podemos mudar o modo Deus. E nosso bom exem-
como nos sentimos em re- plo no trabalho honra a
lação ao nosso trabalho. Jeová.
Além disso, queremos ser
honestos e trabalhadores.
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Com o que temos que tomar cuidado ao escolher


um emprego?
Êxodo 20:13-15; aceitar um emprego,
Provérbios 2:6; precisamos pensar em
Romanos 14:19-22; como ele vai afetar a nós
Efésios 5:28–6:4; mesmos, a nossa família,
1 João 5:3; aos irmãos e, o mais
Apocalipse 18:4 importante, a Jeová.
A Bíblia nos ajuda a
entender que, antes de
212

3 COLOQUE AS COISAS CERTAS


EM PRIMEIRO LUGAR
“Que vocês se certifiquem de quais são
as coisas mais importantes.” — Filipenses 1:10
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Que coisas devem estar em primeiro lugar


na nossa vida?
Salmo 37:25; Provérbios 10:22;
Provérbios 3:5, 6; Mateus 6:33; 28:19, 20;
1 Pedro 5:7 Hebreus 10:24, 25
Confie que Jeová sabe Concentre-se em servir
quais são as suas necessi- a Jeová e pregar as boas
dades do dia a dia. novas. Esse é o trabalho
mais importante que
Mateus 6:25-32;
podemos fazer.
1 Timóteo 6:8-10;
Hebreus 13:5
Aprenda a ficar contente
com o que já tem.
CAPÍTULO 16

VOCÊ PODE VENCER O DIABO


“Oponham-se ao Diabo, e ele fugirá de vocês.”
— TIAGO 4:7.

A VIDA no Paraíso será maravilhosa. Finalmente


vamos ter a vida que Jeová queria que tivéssemos.
Mas hoje vivemos num mundo controlado por Sa-
tanás e os demônios. (2 Coríntios 4:4) É verdade
que eles são invisíveis, mas eles existem e são pode-
rosos.
2 Neste capítulo vamos ver como podemos ter

uma forte amizade com Jeová e nos proteger de Sa-


tanás. Jeová promete que vai nos ajudar. Mas preci-
samos entender o que Satanás e os demônios fazem
para nos enganar e nos atacar.
“UM LEÃO QUE RUGE”
3 Satanás diz que as pessoas só adoram a Jeová por
interesse e que, se as coisas ficarem difíceis demais,
elas vão parar de servir a Deus. (Leia Jó 2:4, 5.)
Satanás e os demônios veem quando alguém quer
aprender sobre Jeová e tentam fazer a pessoa desis-
tir. Eles ficam com raiva quando alguém se dedi-
ca a Jeová e se batiza. A Bíblia compara o Diabo a
1, 2. O que precisamos entender sobre Satanás e os demônios?
3. O que Satanás quer?
214 CONTINUE A AMAR A DEUS

“um leão que ruge, procurando a quem devorar”.


(1 Pedro 5:8) Satanás quer destruir nossa amizade
com Jeová. — Salmo 7:1, 2; 2 Timóteo 3:12.
4 Mas não precisamos ter medo de Satanás e os

demônios. Jeová colocou limites no que eles podem


fazer contra nós. Jeová promete que uma “grande
multidão” de cristãos verdadeiros vai sobreviver à
“grande tribulação”. (Apocalipse 7:9, 14) E o Diabo
4, 5. (a) O que o Diabo não pode fazer? (b) Como podemos ‘nos
opor ao Diabo’?

Satanás fica com raiva quando nos dedicamos a Jeová


VOCÊ PODE VENCER O DIABO 215

não pode impedir isso, porque Jeová está protegen-


do o povo Dele.
5 Se tivermos uma forte amizade com Deus, Sata-

nás não vai conseguir nos separar de Jeová. A Bíblia


diz: “Jeová estará com vocês enquanto continuarem
com ele.” (2 Crônicas 15:2; leia 1 Coríntios 10:13.)
Podemos nos opor ao Diabo, ou seja, ficar contra
ele. Como? Sendo amigos de Jeová. Foi isso o que
muitos servos fiéis do passado fizeram, como Abel,
Enoque, Noé, Sara e Moisés. (Hebreus 11:4-40) A Bí-
blia promete: “Oponham-se ao Diabo, e ele fugirá
de vocês.” — Tiago 4:7.
“TEMOS UMA LUTA”
6 Satanás sabe que Jeová colocou limites no que
ele pode fazer contra nós. Mesmo assim, ele vai ten-
tar fazer de tudo para enfraquecer nossa amizade
com Jeová. Hoje, o Diabo ataca de várias maneiras,
mas as armadilhas dele são as mesmas de sempre.
Quais são algumas delas?
7 O apóstolo João escreveu: “O mundo inteiro

está no poder do Maligno”, ou seja, do Diabo.


(1 João 5:19) Satanás controla este mundo mau e
quer controlar o povo de Jeová também. (Miqueias
4:1; João 15:19; Apocalipse 12:12, 17) O Diabo sabe
que tem pouco tempo. Por isso, ele pressiona cada
um de nós para ser desleal a Jeová. Às vezes o Diabo
usa ataques diretos; outras vezes usa ataques disfar-
çados.
6. Como o Diabo nos ataca?
7. Por que Satanás está atacando o povo de Jeová?
216 CONTINUE A AMAR A DEUS

8 Efésios 6:12 diz: “Temos uma luta . . . contra as


forças espirituais malignas.” Cada cristão tem uma
luta contra o Diabo e os demônios. Precisamos en-
tender que todos os que se dedicam a Jeová entram
nessa batalha. Na carta aos efésios, Paulo disse três
vezes para os cristãos ‘se manterem firmes’. — Efé-
sios 6:11, 13, 14.
9 Satanás e os demônios tentam nos enganar de

várias maneiras. Não é porque escapamos de uma


armadilha de Satanás que não vamos cair em outra.
O Diabo procura nossas fraquezas para poder es-
colher as armadilhas que vai usar contra nós. Mas
não temos que ser enganados porque a Bíblia fala
das armadilhas do Diabo. (2 Coríntios 2:11; veja
a seção Entenda Melhor, n.° 31.) Uma delas é o
ocultismo.
FIQUE LONGE DOS DEMÔNIOS
10 O ocultismo leva a pessoa a ter contato com
demônios por meio de coisas sobrenaturais. Isso
inclui adivinhação, feitiçaria e tentar falar com os
mortos. A Bíblia diz que o ocultismo é “detestável” e
que não podemos adorar a Jeová e ao mesmo tempo
nos envolver com ocultismo. (Deuteronômio 18:10-
12; Apocalipse 21:8) Os cristãos têm que ficar bem
longe do ocultismo. — Romanos 12:9.
11 Satanás sabe que se temos curiosidade por coi-

sas sobrenaturais, vai ser mais fácil para ele nos


8. O que precisamos entender?
9. O que Satanás e os demônios tentam fazer com a gente?
10. (a) O que é o ocultismo? (b) O que Jeová acha do ocultismo?
11. Qual o perigo de ter curiosidade por coisas sobrenaturais?
VOCÊ PODE VENCER O DIABO 217

atrair para o ocultismo. Qualquer tipo de ocultismo


pode destruir nossa amizade com Jeová.
SATANÁS TENTA NOS ENGANAR
12 Satanás quer confundir as pessoas. Ele cria dú-
vidas aos poucos, até a pessoa achar que “o bom é
mau e que o mau é bom”. (Isaías 5:20) O Diabo quer
que a gente acredite que os conselhos da Bíblia não
funcionam e que a gente seria mais feliz se deixasse
de lado o que Deus diz que é certo e errado.
13 Criar dúvidas é uma das armadilhas de Satanás

que mais funcionam. Ele já usa essa armadilha há


muito tempo. Veja alguns exemplos. Ele tentou co-
locar dúvidas na cabeça de Eva quando perguntou:
“Foi isso mesmo que Deus disse, que vocês não de-
vem comer de toda árvore do jardim?” (Gênesis 3:1)
No tempo de Jó, Satanás perguntou a Jeová na fren-
te dos anjos: “Será que é por nada que Jó teme a
Deus?” (Jó 1:9) Depois do batismo de Jesus, Satanás
fez um desafio: “Se você é filho de Deus, diga a estas
pedras que se transformem em pães.” — Mateus 4:3.
14 Hoje o Diabo continua a criar d úvidas. Ele

quer que as pessoas pensem: ‘Será que o ocultis-


mo é tão ruim assim?’ Ele pega coisas que têm a
ver com ocultismo e faz parecer que não têm peri-
go nenhum. Até alguns cristãos começaram a achar
que isso não tem nada de mais. (2 Coríntios 11:3)
O que podemos fazer para nos proteger? Como
12. O que Satanás faz para confundir as pessoas?
13. Dê exemplos de como Satanás tenta criar dúvidas.
14. O que Satanás faz para as pessoas duvidarem que o ocultismo
é mesmo perigoso?
218 CONTINUE A AMAR A DEUS

saber se não estamos sendo enganados por Satanás?


Vamos ver duas áreas em que Satanás poderia nos
enganar: diversão e tratamentos de saúde.
DIVERSÃO E TRATAMENTOS DE SAÚDE
15 Vários vídeos, filmes, programas de TV, jogos
de computador e sites têm a ver com demônios, ma-
gia e o sobrenatural. Muitos acham que isso não
tem problema nenhum e não veem o perigo de
deixar os demônios entrarem nas suas vidas. Al-
guém também pode se envolver com o ocultismo
por meio de coisas como horóscopo, tarô, bola de
cristal e ler as mãos. O Diabo esconde o perigo des-
sas coisas e faz com que pareçam misteriosas, fasci-
nantes e divertidas. Alguns podem pensar: ‘Não tem
problema ver filmes com coisas sobrenaturais; afi-
nal, não estou praticando ocultismo.’ Por que pen-
sar assim é perigoso? — 1 Coríntios 10:12.
16 Satanás e os demônios não podem ler nossos

pensamentos. Mas eles podem saber do que gosta-


mos e como pensamos pelas escolhas que fazemos
para nós e nossa família, incluindo a diversão. O
que vai acontecer se escolhermos filmes, músicas
ou livros sobre médiuns espíritas, magia, bruxas,
vampiros, demônios que entram no corpo das pes-
soas e coisas assim? Satanás e os demônios vão ver
que temos curiosidade por essas coisas. Aí eles po-
dem tentar fazer a gente se envolver ainda mais com
o ocultismo. — Leia Gálatas 6:7.
15. Como a diversão pode nos levar a ter contato com demônios?
16. Por que não devemos nos divertir com o sobrenatural?
VOCÊ PODE VENCER O DIABO 219

17 Satanás também se aproveita da nossa vontade


de ter saúde boa. Hoje muitos têm problemas de
saúde. Pode acontecer de uma pessoa tentar vários
tratamentos, mas sem resultados. (Marcos 5:25, 26)
Ela pode ficar desesperada e querer fazer de tudo
para ficar boa. Mas como cristãos, temos que ter
cuidado para não escolher tratamentos que envol-
vem usar ‘poderes mágicos’. — Isaías 1:13.
18 No passado em Israel, alguns usavam ‘pode-

res mágicos’. Jeová disse para eles: “Quando vocês


17. Como Satanás se aproveita da nossa vontade de ter saúde boa?
18. Que tipos de tratamentos de saúde o cristão não deve aceitar?

Confie em Jeová quando estiver doente


220 CONTINUE A AMAR A DEUS

estendem as mãos, escondo de vocês os meus olhos.


Embora façam muitas orações, não escuto.” (Isaías
1:15) Já pensou? Jeová nem mesmo ouvia as ora-
ções deles! Não queremos fazer nada que preju-
dique nossa amizade com Jeová e que nos leve a
perder a ajuda dele, em especial quando estamos
doentes. (Salmo 41:3) Se estamos pensando em fa-
zer certo tratamento, temos que saber se ele tem al-
guma coisa a ver com ocultismo ou com o sobrena-
tural. (Mateus 6:13) Se existir alguma chance de o
tratamento ter a ver com ocultismo, é melhor não
aceitar. — Veja a seção Entenda Melhor, n.° 32.
HISTÓRIAS SOBRE DEMÔNIOS
19 Alguns acham que o Diabo e os demônios não
existem. Já outros sabem por experiência própria
que são reais. Muitos vivem com medo de espíritos
maus e são escravos da superstição.1 Outros fazem
as pessoas terem medo dos demônios por contarem
histórias terríveis sobre eles. Em geral, as pessoas fi-
cam impressionadas com isso e logo querem contar
para outros. Essas histórias muitas vezes fazem as
pessoas terem medo do Diabo.
20 Pense no seguinte: Satanás quer que as pessoas

tenham medo dele. (2 Tessalonicenses 2:9, 10) Ele é


mentiroso e sabe como enganar as pessoas que se
interessam pelo ocultismo e como fazer com que
1 Superstições são coisas que alguns fazem para ter sorte ou evi-
tar o azar, como não passar debaixo de uma escada ou perto de um
gato preto.

19. O que faz com que muitos tenham medo dos demônios?
20. Como podemos acabar espalhando as mentiras de Satanás?
VOCÊ PODE VENCER O DIABO 221

elas acreditem em coisas que nem sempre são ver-


dade. Essas pessoas talvez contem histórias do que
acham que viram ou ouviram. Quanto mais as pes-
soas repetem essas histórias, mais essas histórias au-
mentam. Se repetirmos essas histórias, ajudaremos
Satanás a causar medo nas pessoas. Nós não quere-
mos fazer isso. — João 8:44; 2 Timóteo 2:16.
21 O povo de Jeová não precisa ficar assustado

com nada que o Diabo e seus demônios possam fa-


zer. Se um servo de Jeová teve alguma experiência
com demônios no passado, ele não vai ficar contan-
do isso só para matar a curiosidade de outros. Je-
sus não ficou contando histórias sobre os demônios
para seus discípulos. Ele se concentrou na mensa-
gem do Reino e nas “coisas magníficas de Deus”.
(Atos 2:11; Lucas 8:1; Romanos 1:11, 12) O povo
de Jeová precisa se concentrar em Jesus e no poder
que Jeová deu a ele, não em Satanás. — Hebreus
12:2.
22 Não podemos esquecer que o objetivo de Sata-

nás é destruir nossa amizade com Jeová. Ele vai ten-


tar de tudo para conseguir isso. Mas nós conhece-
mos as armadilhas que ele usa e estamos decididos a
não ter nada a ver com o ocultismo. Não vamos dar
ao Diabo uma ‘chance’ para ele enfraquecer nossa
decisão. (Leia Efésios 4:27.) Quando a gente se opõe
ao Diabo, ficamos livres de suas armadilhas e temos
a proteção de Jeová. — Efésios 6:11.
21. Em vez de contar histórias sobre demônios, sobre o que pode-
mos falar?
22. O que você está decidido a fazer?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 O MUNDO É CONTROLADO
PELO DIABO
“O mundo inteiro está no poder do Maligno.”
— 1 João 5:19
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Qual é o objetivo de Satanás?


1 Pedro 5:8 Jó 2:4, 5
Satanás quer prejudicar e Satanás diz que as pessoas
até mesmo destruir nossa só adoram a Jeová por
amizade com Jeová. interesse; o Diabo fica
com raiva quando alguém
aprende sobre Deus e
começa a servir a Jeová.
223

2 NÃO TENHA MEDO DE SATANÁS


“Sujeitem-se a Deus; mas oponham-se ao
Diabo, e ele fugirá de vocês.” — Tiago 4:7
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como sabemos que podemos nos opor ao Diabo?


Apocalipse 7:9, 14 2 Crônicas 15:2
Jeová colocou limites no Se tivermos uma forte
que o Diabo pode fazer amizade com Deus, Sata-
contra nós. Deus prome- nás não vai conseguir nos
teu que uma “grande separar de Jeová.
multidão” vai sobreviver 1 Coríntios 10:13;
ao fim deste mundo. Hebreus 11:4-40
Jeová promete nos
ajudar a ser fiéis, assim
como ele fez com muitos
no passado.
224

3 CONHEÇA AS ARMADILHAS
DE SATANÁS
“Não desconhecemos as suas tramas.”
— 2 Coríntios 2:11
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Por que Satanás está atacando o povo de Jeová?


Que tipos de armadilhas o Diabo usa?
João 15:19; Levítico 19:26;
Apocalipse 12:12, 17 Isaías 1:13, 15;
O Diabo controla este Marcos 5:25, 26
mundo mau, mas não Tenha cuidado ao escolher
consegue controlar o povo tratamentos de saúde.
de Jeová; por isso, Satanás Uma pessoa pode ficar
está atacando os servos tão desesperada para ficar
de Jeová. boa que chega a pensar
em fazer um tratamento
Gênesis 3:1;
que usa poderes sobrena-
Gálatas 5:19-21;
turais.
Efésios 6:12
O Diabo procura nossos Deuteronômio 18:10-12;
pontos fracos para poder Atos 19:19;
escolher bem as armadi- Gálatas 6:7;
lhas que vai usar contra Apocalipse 21:8
nós. Se os demônios perce-
berem que temos curiosi-
dade por coisas sobrenatu-
rais, eles vão usar isso
contra nós. Se nos envol-
vermos com o ocultismo,
não estaremos sendo
leais a Jeová.
225

4 NÃO ESPALHE AS MENTIRAS


DO DIABO
“O Diabo . . . é um mentiroso e o pai
da mentira.” — João 8:44
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como podemos acabar espalhando as mentiras


do Diabo?
Romanos 1:11, 12; Efésios 6:11
2 Timóteo 2:16 Quando conhecemos as
As pessoas contam histó- armadilhas que o Diabo
rias que fazem o Diabo e usa, podemos ficar contra
os demônios parecerem ele e manter forte nossa
mais poderosos do que amizade com Jeová.
são. Em vez de repetirmos
histórias que vão fazer as
pessoas terem medo dele,
devemos nos concentrar
em fortalecer outros.
CAPÍTULO 17

CONTINUE A AMAR A DEUS


“[Fortaleçam-se] na sua santíssima fé . . . a fim de se
manterem no amor de Deus.” — JUDAS 20, 21.

TODOS nós queremos ser fortes e ter saúde. Por isso,


procuramos comer alimentos saudáveis, fazer exercí-
cios e cuidar do corpo. Isso dá trabalho, mas como
os resultados são bons, não desistimos. Vamos ver
agora outra maneira em que precisamos ser fortes e
saudáveis.
2 Já conhecemos a Jeová e isso é um ótimo co-

meço. Mas precisamos continuar fortalecendo nos-


sa amizade com ele. Quando Judas disse para os
cristãos continuarem “no amor de Deus”, ele disse
como fazer isso: “[Fortaleçam-se] na sua santíssima
fé.” (Judas 20, 21) Então como podemos fortalecer
nossa fé?
FORTALEÇA A SUA FÉ
3 É importante que você esteja convencido de que
o modo de Jeová fazer as coisas é o melhor. Satanás
quer que você pense que é muito difícil obedecer a
Deus e que você vai ser mais feliz se decidir sozinho
o que é certo ou errado. Desde o jardim do Éden, Sa-
1, 2. O que podemos fazer para continuar no amor de Deus?
3-5. (a) O que Satanás quer que você pense sobre obedecer a
Jeová? (b) O que você acha das leis e dos princípios de Jeová?
CONTINUE A AMAR A DEUS 227

tanás tenta fazer as pessoas acreditarem nisso. (Gêne-


sis 3:1-6) E ele ainda faz isso hoje.
4 Será que Satanás está certo? Será que estamos

perdendo alguma coisa por obedecer a Jeová? Não.


Imagine que você está caminhando num lindo par-
que. Você vê uma cerca alta fechando parte do ca-
minho. Talvez você pense: ‘Por que essa cerca está
aqui?’ Aí um leão ruge do outro lado da cerca. O que
você acha agora da cerca? Sem a proteção dela, você
seria o almoço do leão! Os princípios de Jeová são
como a cerca, e o Diabo é como o leão. A Bíblia diz:
“Mantenham os sentidos, sejam vigilantes! Seu ad-
versário, o Diabo, anda em volta como um leão que
ruge, procurando a quem devorar.” — 1 Pedro 5:8.
5 Jeová quer a melhor vida possível para nós. Ele

não quer que Satanás nos engane. É por isso que


Jeová deu leis e princípios que nos protegem e nos
deixam felizes. (Efésios 6:11) Tiago escreveu: “Aque-
le que examina com cuidado a lei perfeita que per-
tence à liberdade, e continua nela . . . será feliz no
que faz.” — Tiago 1:25.
6 Quando obedecemos a Jeová, temos uma vida

melhor e nossa amizade com ele fica mais forte. Por


exemplo, Jeová nos convida a sempre orar a ele. E
a oração nos faz muito bem! (Mateus 6:5-8; 1 Tes-
salonicenses 5:17) Ficamos felizes quando obedece-
mos a orientação dele de nos reunir para adorar a
ele e para animar uns aos outros. Também ficamos
felizes quando damos o nosso melhor ao pregar e
6. O que nos convence de que Jeová quer o melhor para nós?
228 CONTINUE A AMAR A DEUS

ao dirigir estudos. (Mateus 28:19, 20; Gálatas 6:2;


Hebreus 10:24, 25) Pensar em como essas coisas nos
ajudam deixa nossa fé mais forte e nos convence ain-
da mais de que Jeová sempre quer o melhor para nós.
7 Pode ser que a gente fique preocupado, pensan-

do que vamos enfrentar provações muito difíceis no


futuro. Se um dia você se sentir assim, lembre-se das
palavras de Jeová: “Eu, Jeová, sou o seu Deus, Aquele
que ensina o que é melhor para você, Aquele que o
guia no caminho em que deve andar. Como seria
bom se você prestasse atenção aos meus mandamen-
tos! Então a sua paz se tornaria como um rio, e a sua
justiça como as ondas do mar.” — Isaías 48:17, 18.
7, 8. Do que devemos lembrar para não ficarmos preocupados
com as provações que talvez aconteçam no futuro?
CONTINUE A AMAR A DEUS 229

8 Quando obedecemos a Jeová, nossa paz se torna


como um rio que não fica seco. E nossa justiça, ou
seja, nosso modo correto de agir, se torna como as
ondas do mar, que não param de chegar na praia.
Não importa o que aconteça na nossa vida, podemos
ser fiéis. Lembre-se da promessa da Bíblia: “Lance
seu fardo sobre Jeová, e ele amparará você. Nunca
permitirá que o justo venha a cair.” — Salmo 55:22.
COMO SER UM CRISTÃO MADURO?
9 Quando fortalecemos nossa amizade com Jeová,
podemos nos tornar cristãos maduros. (Hebreus 6:1)
O que significa ser um cristão maduro?
10 Não nos tornamos cristãos maduros só porque

ficamos mais velhos. Para sermos maduros, Jeová


tem que ser o nosso melhor Amigo e temos que ver
as coisas como ele vê. (João 4:23) Paulo escreveu: “Os
que vivem de acordo com a carne fixam a mente nas
coisas da carne; mas os que vivem de acordo com o
espírito, nas coisas do espírito.” (Romanos 8:5) A pes-
soa madura não faz sua vida girar em torno de praze-
res ou de coisas materiais. Em vez disso, ela se con-
centra em servir a Jeová e toma boas decisões na vida.
(Provérbios 27:11; leia Tiago 1:2, 3.) Quem é madu-
ro sabe o que é certo e está decidido a fazer isso. Não
se deixa levar por pressões para fazer o que é errado.
11 É preciso esforço para se tornar um cristão ma-

duro. Paulo escreveu: “O alimento sólido é para as


9, 10. O que significa ser um cristão maduro?
11, 12. (a) O que Paulo disse sobre a “capacidade de discernimen-
to”? (b) Como se tornar um cristão maduro é parecido com se tor-
nar um atleta?
230 CONTINUE A AMAR A DEUS

pessoas maduras, para aqueles que pelo uso têm sua


capacidade de discernimento treinada para saber [a
diferença entre] o certo [e] o errado.” (Hebreus 5:14)
A palavra “treinada” nos faz pensar no treinamento
de um atleta.
12 Quando vemos um atleta numa competição, sa-

bemos que foi preciso tempo e esforço para ele con-


seguir fazer o que faz. Ele não nasceu atleta. Quando
um bebê nasce, ele não sabe usar muito bem os bra-
ços e as pernas. Mas aos poucos ele aprende a pegar
objetos e a andar. Com o tempo, se ele treinar, pode
se tornar um atleta. Da mesma forma, é preciso tem-
po e treinamento para sermos cristãos maduros.
13 Neste livro, vimos como podemos pensar como

Jeová e ver as coisas como ele vê. Aprendemos a amar


e a dar valor às leis e aos princípios dele. Ao tomar de-
cisões, nós nos perguntamos: ‘Que leis e princípios
da Bíblia se aplicam a essa situação? Como posso co-
locar esses princípios em prática? O que Jeová espera
que eu faça?’ — Leia Provérbios 3:5, 6; Tiago 1:5.
14 Nunca paramos de fortalecer a fé em Jeová. As-

sim como comer alimentos saudáveis nos ajuda a ter


um corpo forte, aprender sobre Jeová nos ajuda a ter
uma fé forte. Quando começamos a estudar a Bí-
blia, aprendemos verdades básicas sobre Jeová e seu
modo de fazer as coisas. Mas com o tempo é preci-
so entender coisas mais profundas. Foi o que Paulo
13. Para aprendermos a pensar como Jeová, o que devemos nos
perguntar?
14. O que precisamos fazer para ter uma fé forte?
CONTINUE A AMAR A DEUS 231

quis dizer quando falou: “O alimento sólido é para as


pessoas maduras.” Quando colocamos em prática o
que aprendemos, ganhamos sabedoria. A Bíblia diz:
“Sabedoria é a coisa mais importante.” — Provérbios
4:5-7; 1 Pedro 2:2.
15 Alguém pode ser forte e saudável, mas para con-

tinuar assim, ele sabe que tem que continuar se cui-


dando. Do mesmo modo, quem é maduro sabe que
precisa se esforçar para manter forte sua amizade
com Jeová. Paulo disse: “Persistam em examinar se
estão na fé; persistam em pôr à prova o que vocês
mesmos são.” (2 Coríntios 13:5) É importante ter
forte fé. Só que é preciso mais do que isso. Nosso
amor por Jeová e pelos irmãos tem que continuar a
aumentar. Paulo disse: “Se eu tiver . . . conhecimen-
to, e se eu tiver toda a fé, a ponto de mover monta-
nhas, mas não tiver amor, nada sou.” — 1 Coríntios
13:1-3.
CONCENTRE-SE NA SUA ESPERANÇA
16 Satanás quer que a gente pense que nunca vai
ser bom o suficiente para agradar a Jeová. Ele quer
nos desanimar e nos fazer pensar que nossos pro-
blemas não têm solução. Ele não quer que a gente
confie nos irmãos nem quer nossa felicidade. (Efé-
sios 2:2) Satanás sabe que pensamentos negativos
podem prejudicar a nós mesmos e a nossa amizade
com Deus. Mas Jeová nos deu uma ajuda para lutar
contra pensamentos negativos: a esperança.
15. Por que é importante realmente amar a Jeová e aos irmãos?
16. Como Satanás quer que a gente pense?
232

17 Em 1 Tessalonicenses 5:8, a Bíblia diz que a es-


perança é como um capacete que protege a cabeça do
soldado na batalha. A Bíblia chama esse capacete de
“esperança da salvação”. Ter esperança nas promes-
sas de Jeová protege nossa mente e nos ajuda a lutar
contra pensamentos negativos.
18 A esperança dava forças para Jesus. Na noite an-

tes de morrer, ele enfrentou um problema atrás do


outro. Ele foi traído por um amigo. Outro amigo até
disse que não o conhecia. Ainda outros o abandona-
ram e fugiram. Seu próprio povo ficou contra ele e
exigiu que ele fosse torturado até a morte. O que aju-
dou Jesus a enfrentar tudo isso? “Pela alegria que lhe
foi apresentada, ele suportou a morte numa estaca
17. Por que a esperança é importante?
18, 19. Como a esperança dava forças para Jesus?
de tortura, desprezando a vergonha, e se sentou à di-
reita do trono de Deus.” — Hebreus 12:2.
19 Jesus sabia que se fosse fiel daria glória a seu

Pai e provaria que Satanás é um mentiroso. Isso deu


muita alegria para Jesus. Ele também sabia que logo
estaria de novo com seu Pai no céu. Essa esperança
ajudou Jesus a perseverar. Igual a Jesus, temos que
nos concentrar na nossa esperança. Isso vai nos aju-
dar a perseverar, não importa o que aconteça.
20 Jeov á sabe da sua fé e perseverança. (Isaías

30:18; leia Malaquias 3:10.) Ele promete realizar “os


desejos do seu coração”. (Salmo 37:4) Assim, con-
centre-se na sua esperança. Satanás quer que você
perca a esperança e pense que as promessas de
20. O que vai ajudar você a lutar contra pensamentos negati-
vos?
234 CONTINUE A AMAR A DEUS

Jeová nunca vão se cumprir. Lute contra pensamen-


tos negativos! Se você sentir que sua esperança está
enfraquecendo, peça ajuda a Jeová. Lembre do que
diz Filipenses 4:6, 7: “Não fiquem ansiosos por cau-
sa de coisa alguma, mas em tudo, por orações e sú-
plicas, junto com agradecimentos, tornem os seus
pedidos conhecidos a Deus; e a paz de Deus, que está
além de toda compreensão, guardará o seu coração e
a sua mente por meio de Cristo Jesus.”
21 Sempre tire tempo para meditar no futuro ma-

ravilhoso que Jeová promete. Em breve, todas as


pessoas que existirem na Terra vão adorar a Jeová.
(Apocalipse 7:9, 14) A vida no novo mundo vai ser
melhor do que você pode imaginar! Satanás, os de-
mônios e toda a maldade não vão mais existir. Você
não vai ficar doente nem vai morrer. Todo dia você
vai acordar com energia e feliz por estar ali. Todos
vão trabalhar juntos para transformar a Terra num
paraíso. Todos vão ter alimentos saudáveis e um lu-
gar seguro para morar. Ninguém vai ser cruel ou
violento; todos vão ser bondosos uns com os outros.
Com o tempo, todos os humanos na Terra vão ter a
“liberdade gloriosa dos filhos de Deus”. — Romanos
8:21.
22 Jeová quer ser o seu melhor Amigo. Por isso,

faça o máximo para obedecer a Jeová e ser cada vez


mais amigo dele. Assim, todos nós vamos continuar
amando a Deus para sempre. — Judas 21.
21, 22. (a) O que Jeová promete para o futuro? (b) O que você
está decidido a fazer?
PRINCÍPIOS DA BÍBLIA

1 FORTALEÇA SUA FÉ
“[Fortaleçam-se] na sua santíssima fé.”
— Judas 20
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que vai nos ajudar a fortalecer nossa fé?


Efésios 6:11; Salmo 55:22;
Tiago 1:25; Isaías 48:17, 18
1 Pedro 5:8 Lembre que Jeová nunca
Pense em como obedecer vai nos abandonar. Quan-
a Jeová nos protege e nos do obedecemos a ele,
ajuda a ter uma vida me- temos paz.
lhor.
Mateus 28:19, 20;
1 Tessalonicenses 5:17;
Hebreus 10:24, 25
Para fortalecer nossa fé,
precisamos orar com fre-
quência, falar a outros so-
bre Jeová e estar sempre
com nossos irmãos.
236

2 QUEREMOS SER CRISTÃOS


MADUROS
“Avancemos à madureza.” — Hebreus 6:1
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que significa ser um cristão maduro?


Romanos 8:5; Provérbios 3:5, 6;
Hebreus 5:14 Tiago 1:5
É preciso tempo e esforço Quando temos que tomar
para se tornar um cristão decisões, meditamos no
maduro. Um cristão ma- que Jeová gostaria que nós
duro tenta ver as coisas fizéssemos e pedimos a
como Jeová vê e por isso ajuda dele.
toma boas decisões.
2 Coríntios 13:5
Provérbios 27:11; Nunca pare de aprender
Tiago 1:2, 3 sobre Jeová e de fortalecer
As provações são opor- sua amizade com ele.
tunidades para fortalecer-
mos a fé e provarmos que
amamos a Jeová.
237

3 CONCENTRE-SE NA SUA
ESPERANÇA
“Usemos . . . , como capacete, a esperança
da salvação.” — 1 Tessalonicenses 5:8
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Como a esperança nos protege?


Hebreus 12:2 Malaquias 3:10;
A esperança que temos Romanos 8:21
para o futuro nos dá for- Precisamos sempre medi-
ças. Precisamos pensar tar na nossa esperança
em como a esperança que para o futuro. O novo
Jesus tinha o ajudou a mundo vai ser melhor do
enfrentar provações. que qualquer coisa que
podemos imaginar.
Filipenses 4:6, 7
Se percebermos que nossa Salmo 37:4;
esperança está enfraque- Judas 21
cendo, precisamos orar a Jeová quer ser o nosso
Jeová. Dúvidas e pensa- melhor Amigo. Temos que
mentos negativos enfra- fazer o máximo para obe-
quecem a fé. Mas Jeová vai decer a ele e ser cada vez
nos dar coragem e paz mais amigo dele.
mental.
ASSUNTOS
1 Princípios 19 Expiação (perdão de
pecados)
2 Obediência
20 Respeito pela vida dos
3 Liberdade de escolha animais
4 Orientações sobre o que 21 Frações de sangue e
é certo e errado procedimentos médicos
5 Consciência 22 Ser limpo em sentido
6 Temor a Deus moral

7 Arrependimento 23 Conduta insolente e


impureza
8 Ser desassociado
24 Masturbação
9 Orientação e conselho
25 Poligamia
10 Orgulho e humildade
26 Separação e divórcio
11 Autoridade
27 Encorajar e dar elogios
12 Anciãos
28 Festas de casamento
13 Chefe de família
29 Tomar boas decisões
14 Corpo Governante
30 Negócios e assuntos
15 Cobrir a cabeça jurídicos

16 Neutralidade 31 Armadilhas de Satanás

17 Espírito do mundo 32 Tratamentos de saúde

18 Apostasia
ENTENDA MELHOR 239

1 PRINCÍPIOS
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

As leis de Deus se baseiam nos seus princípios. Esses princípios são


verdades básicas que estão na Bíblia. Eles nos ajudam a entender o
que Deus pensa e como ele se sente sobre os assuntos. Os princí-
pios nos ajudam a tomar boas decisões na vida e a fazer o que é cer-
to. Eles nos ajudam especialmente quando não existe uma lei de
Deus dizendo exatamente o que fazer.
* Capítulo 1, parágrafo 8

2 OBEDIÊNCIA
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Obedecer a Jeová significa fazer de coração o que ele nos pede.


Jeová quer que nossa obediência seja motivada por amor. (1 João
5:3) Se amarmos a Deus e confiarmos nele, vamos obedecer seus
conselhos em todas as situações. Vamos fazer isso mesmo quando
não for fácil. Para nós, é muito bom obedecer a Jeová, porque ele
nos ensina a ter uma vida feliz agora e promete nos dar muitas bên-
çãos no futuro. — Isaías 48:17.
* Capítulo 1, parágrafo 10

3 LIBERDADE DE ESCOLHA
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Jeová deu a cada pessoa liberdade de escolha, ou seja, podemos to-


mar nossas próprias decisões. Ele não nos criou como robôs. (Deu-
teronômio 30:19; Josué 24:15) Podemos usar nossa liberdade para
tomar boas decisões. Mas se não tomarmos cuidado, podemos to-
mar decisões ruins. Ter liberdade de escolha significa que cada um
de nós tem que decidir se quer ser leal a Jeová e provar que o ama
de verdade.
* Capítulo 1, parágrafo 12

4 ORIENTAÇÕES SOBRE O QUE É


CERTO E ERRADO
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Jeová nos deu orientações sobre o que é certo e errado e sobre


como agir. Na Bíblia, podemos aprender essas orientações e ver
240 CONTINUE A AMAR A DEUS

como elas nos ajudam a agradar a Jeová e a ter uma vida feliz. (Pro-
vérbios 6:16-19; 1 Coríntios 6:9-11) Essas orientações nos ensinam
como Deus pensa. Também nos ensinam a ser amorosos, a tomar
boas decisões e a ser bondosos com outros. Embora o modo de agir
do mundo continue a piorar, o que Jeová diz que é certo e erra-
do não muda. (Deuteronômio 32:4-6; Malaquias 3:6) Obedecer as
orientações de Jeová nos protege de muita dor e sofrimento.
* Capítulo 1, parágrafo 17

5 CONSCIÊNCIA
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A consciência é a capacidade que temos dentro de nós de perceber


se uma coisa é certa ou errada. Jeová deu a cada um de nós uma
consciência. (Romanos 2:14, 15) Para funcionar bem, ela precisa ser
treinada de acordo com o que Deus diz que é certo e errado. Daí
nossa consciência vai poder nos ajudar a tomar decisões que dei-
xam Jeová feliz. (1 Pedro 3:16) A consciência pode nos avisar quan-
do estamos para tomar uma decisão ruim. E quando fazemos uma
coisa errada, podemos ficar com dor de consciência. Nossa cons-
ciência pode ficar fraca, mas com a ajuda de Jeová ela pode voltar
a ficar forte. Uma boa consciência nos permite ter paz mental e res-
peito próprio.
* Capítulo 2, parágrafo 3

6 TEMOR A DEUS
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Ter temor a Deus significa que amamos e respeitamos tanto a Deus


que não queremos fazer nada que o deixe triste. Esse temor nos aju-
da a fazer o que é certo e não fazer o que é errado. (Salmo 111:10)
Por causa disso, prestamos atenção a tudo o que Jeová diz. Temer a
Deus também nos ajuda a cumprir o que prometemos a Jeová, já
que o respeitamos tanto. O temor a Deus influencia nosso modo de
pensar, como tratamos outros e as escolhas que fazemos todos os
dias.
* Capítulo 2, parágrafo 9
ENTENDA MELHOR 241

7 ARREPENDIMENTO
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Arrependimento inclui a grande tristeza que uma pessoa sente por


ter feito algo errado. Os que amam a Deus ficam muito tristes
quando percebem que fizeram algo que vai contra o que Jeová diz
que é certo. Quando erramos, temos que pedir perdão a Jeová por
meio do sacrifício de resgate de Jesus. (Mateus 26:28; 1 João 2:1, 2)
Quando nos arrependemos de coração e paramos de fazer o que é
errado, podemos ter certeza de que Jeová vai nos perdoar. Não
precisamos mais nos sentir culpados pelo que fizemos no passa-
do. (Salmo 103:10-14; 1 João 1:9; 3:19-22) Temos que nos esforçar
para aprender com os erros, mudar pensamentos errados e viver de
acordo com o que Jeová diz que é certo.
* Capítulo 2, parágrafo 18

8 SER DESASSOCIADO
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Quando alguém comete um pecado grave, não se arrepende e não


quer seguir as orientações de Jeová, ele não pode mais ser membro
da congregação. Ele tem que ser desassociado. Quando alguém é
desassociado, paramos de ter contato com ele e não falamos mais
com ele. (1 Coríntios 5:11; 2 João 9-11) Desassociar alguém prote-
ge o nome de Jeová e a congregação. (1 Coríntios 5:6) É uma disci-
plina que ajuda a pessoa a se arrepender para poder voltar para
Jeová. — Lucas 15:17.
* Capítulo 3, parágrafo 19

9 ORIENTAÇ ÃO E CONSELHO
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Jeová nos ama e quer nos ajudar. É por isso que ele nos dá orienta-
ção e conselho por meio da Bíblia e de pessoas que amam a Deus.
Somos imperfeitos e não podemos viver sem essa ajuda. (Jeremias
17:9) Quando ouvimos com respeito as pessoas que Jeová usa para
nos orientar, mostramos que respeitamos a Jeová e queremos obe-
decer a ele. — Hebreus 13:7.
* Capítulo 4, parágrafo 2
242 CONTINUE A AMAR A DEUS

10 ORGULHO E HUMILDADE
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Somos imperfeitos e por isso é fácil sermos egoístas e orgulhosos.


Mas Jeová espera que sejamos humildes. Geralmente passamos a
entender o que é humildade quando nos comparamos com Jeová e
vemos como somos pequenos. (Jó 38:1-4) Ser humilde também é
aprender a pensar mais nos outros e no que vai ser bom para eles
do que em nós mesmos. O orgulho costuma fazer a pessoa pensar
que é melhor do que os outros. Quem é humilde olha para si mes-
mo de modo honesto e vê suas qualidades e fraquezas. Não tem
medo de reconhecer seus erros, de pedir desculpas e de aceitar su-
gestões e conselhos. Quem é humilde confia em Jeová e obedece as
orientações dele. — 1 Pedro 5:5.
* Capítulo 4, parágrafo 4

11 AUTORIDADE
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Ter autoridade significa ter o direito de dar ordens e de tomar deci-


sões. Jeová tem a maior autoridade que existe no céu e na Terra. Ele
criou todas as coisas e por isso é a Pessoa mais poderosa do Univer-
so. Ele sempre usa sua autoridade para ajudar outros. Jeová deu a
alguns humanos a responsabilidade de cuidar de nós. Por exemplo,
os pais, os anciãos e os governos têm autoridade, e Jeová quer que
cada um de nós coopere com eles. (Romanos 13:1-5; 1 Timóteo
5:17) Mas quando as leis dos homens nos pedem para fazer algo
que vai contra as leis de Deus, nós obedecemos a Deus. (Atos 5:29)
Quando obedecemos as pessoas que Jeová colocou em posição de
autoridade, mostramos a Jeová que respeitamos as decisões dele.
* Capítulo 4, parágrafo 7

12 ANCIÃOS
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Os anciãos são irmãos experientes que Jeová usa para cuidar da


congregação. (Deuteronômio 1:13; Atos 20:28) Eles nos ajudam a
manter forte nossa amizade com Jeová. Também nos ajudam a ado-
rar a Jeová de modo organizado e em paz. (1 Coríntios 14:33, 40)
ENTENDA MELHOR 243

Para os anciãos serem designados por espírito santo, eles têm que
ter as qualificações que estão na Bíblia. (1 Timóteo 3:1-7; Tito 1:5-9;
1 Pedro 5:2, 3) Nós confiamos na organização de Deus e damos a
ela o nosso apoio. Por isso ficamos felizes de cooperar com os an-
ciãos. — Salmo 138:6; Hebreus 13:17.
* Capítulo 4, parágrafo 8

13 CHEFE DE FAMÍLIA
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Jeová deu aos pais a responsabilidade de cuidar dos filhos e dos


que moram na sua casa. Mas a Bíblia explica que o marido é o ca-
beça, ou chefe da família. Quando a família não tem pai, a mãe
passa a ter essa responsabilidade. O chefe da família tem a respon-
sabilidade de dar para a família coisas como comida, roupa e um
lugar para morar. É muito importante que o chefe da família tome
a iniciativa em ajudar a família a adorar a Jeová. Por exemplo, ele
cuida para que a família assista às reuniões, participe na pregação
e estude a Bíblia juntos. O chefe da família também é o responsá-
vel por tomar decisões. Ele sempre tenta imitar a Jesus por ser bon-
doso e equilibrado, nunca violento ou grosseiro. Quando ele faz
isso, o lar se torna um lugar de amor em que todos na família po-
dem se sentir seguros e podem fortalecer sua amizade com Jeová.
* Capítulo 4, parágrafo 12

14 CORPO GOVERNANTE
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O Corpo Governante é o grupo de homens com esperança de viver


no céu que Deus usa para orientar seu povo. No tempo dos após-
tolos, Jeová usou um corpo governante para orientar os primeiros
cristãos na sua adoração e na pregação. (Atos 15:2) Hoje, o grupo
de irmãos que serve como Corpo Governante toma a liderança em
ensinar, orientar e proteger o povo de Deus. Esses irmãos confiam
na orientação da Bíblia e do espírito santo ao tomar decisões. Jesus
chamou esse grupo de homens ungidos de “escravo fiel e pruden-
te”. — Mateus 24:45-47.
* Capítulo 4, parágrafo 15
244 CONTINUE A AMAR A DEUS

15 COBRIR A CABEÇA
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Pode acontecer de pedirem para uma irmã fazer algo na congrega-


ção que normalmente seria feito por um irmão. Quando isso acon-
tece, ela mostra que respeita o modo de Jeová fazer as coisas por
cobrir a cabeça. Mas ela só precisa fazer isso em algumas situações.
Por exemplo, se uma irmã for dirigir um estudo bíblico e seu mari-
do ou um irmão batizado estiver presente, ela vai cobrir a cabeça.
— 1 Coríntios 11:11-15.
* Capítulo 4, parágrafo 17

16 NEUTRALIDADE
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Quando somos neutros, nós não aceitamos nos envolver em assun-


tos políticos. (João 17:16) O povo de Jeová apoia o Reino de Deus.
Somos neutros nos assuntos do mundo assim como Jesus foi.
Jeová diz que temos que ser “obedientes a governos e autorida-
des”. (Tito 3:1, 2; Romanos 13:1-7) Mas a lei de Deus também diz
que é errado matar. Por isso a consciência do cristão não permite
que ele preste serviço militar ou que vá para a guerra. Se existir a
opção de fazer um serviço civil alternativo, ou seja, um trabalho
que não tem nada a ver com serviço militar, o cristão precisa pen-
sar se sua consciência permite que ele faça isso.
Jeová é o nosso Criador, por isso adoramos só a ele. É verdade que
mostramos respeito pelo país onde vivemos, mas não adoramos a
bandeira nem cantamos o hino nacional. (Isaías 43:11; Daniel 3:1-30;
1 Coríntios 10:14) Além disso, cada servo de Jeová decide por si mesmo
não escolher nenhum partido ou candidato nas eleições. Isso porque já
escolhemos o governo de Deus. — Mateus 22:21; João 15:19; 18:36.
* Capítulo 5, parágrafo 2

17 ESPÍRITO DO MUNDO
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O mundo incentiva as pessoas a pensar igual a Satanás. Esse modo


de pensar é comum entre as pessoas que não obedecem a Jeová e
ENTENDA MELHOR 245

que não amam e não imitam a ele. (1 João 5:19) Esse modo de pen-
sar e de agir é chamado de espírito do mundo. (Efésios 2:2) O povo
de Jeová faz de tudo para não ser enganado por esse espírito. (Efé-
sios 6:10-18) Em vez disso, amamos o modo de Jeová agir e nos es-
forçamos para pensar igual a ele.
* Capítulo 5, parágrafo 7

18 APOSTASIA
___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Apostasia é ficar contra a verdade da Bíblia. Os apóstatas são rebel-


des e não querem obedecer a Jeová e a Jesus, que é o Rei do Reino
de Deus. Os apóstatas também tentam influenciar outros para fica-
rem do lado deles. (Romanos 1:25) Eles querem criar dúvidas na
cabeça dos que adoram a Jeová. No tempo dos primeiros cristãos,
alguns se tornaram apóstatas, e o mesmo acontece hoje. (2 Tessa-
lonicenses 2:3) Os que são leais a Jeová não têm nada a ver com os
apóstatas. Não queremos deixar que a curiosidade ou a pressão de
outros nos leve a ler ou ouvir ideias apóstatas. Somos leais a Jeová
e adoramos apenas a ele.
* Capítulo 5, parágrafo 9

19 EXPIAÇ ÃO (PERDÃO DE PECADOS)


___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Na Lei de Moisés, quando a nação de Israel pedia perdão a Jeová pe-


los pecados, eles levavam para o templo sacrifícios de animais, e ofer-
tas de azeite e de cereais. Esses sacrifícios eram chamados de sacri-
fícios de expiação. Isso lembrava os israelitas de que Jeová podia
perdoar os pecados tanto da nação como de cada pessoa. Mais tarde,
depois de Jesus dar sua vida para cobrir, ou perdoar, nossos pecados,
esses sacrifícios não eram mais necessários. Jesus ofereceu o sacrifício
perfeito “de uma vez para sempre”. — Hebreus 10:1, 4, 10.
* Capítulo 7, parágrafo 6

20 RESPEITO PELA VIDA DOS ANIMAIS


___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

No tempo da Lei de Moisés, o povo podia usar animais como ali-


mento. Eles também usavam os animais para fazer sacrifícios a Jeová.
246 CONTINUE A AMAR A DEUS

(Levítico 1:5, 6) Mas Jeová nunca deixou seu povo ser cruel com os
animais. (Provérbios 12:10) Aliás, a Lei tinha regras que protegiam os
animais contra serem maltratados. A Lei dizia que os israelitas tinham
que cuidar bem dos animais. — Deuteronômio 22:6, 7.
* Capítulo 7, parágrafo 6

21 FRAÇÕES DE SANGUE E PROCEDIMENTOS


M ÉDICOS
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Frações de sangue. O sangue tem quatro partes principais: glóbu-


los vermelhos, glóbulos brancos, plaquetas e plasma. Essas quatro
partes principais podem ser separadas em partes menores, chama-
das frações de sangue.1
Os cristãos não aceitam transfusões de sangue total nem de nenhu-
ma das quatro partes principais do sangue. Mas será que podem
aceitar frações de sangue? A Bíblia não fala especificamente sobre
isso. Assim, cada cristão tem que tomar sua própria decisão com
base na sua consciência treinada pela Bíblia.
Alguns cristãos decidem não aceitar nenhuma fração de sangue.
Eles talvez digam que a Lei de Moisés exigia que qualquer sangue
tirado de um animal tinha que ser derramado “na terra”. — Deute-
ronômio 12:22-24.
Já outros não pensam assim. A consciência deles não vê problema
em aceitar algumas frações de sangue. Eles talvez pensem que
aquela fração não representa mais a vida da pessoa ou do animal
de onde o sangue foi tirado.
Ao tomar decisões sobre frações de sangue, pense nos seguintes
pontos:
˙ Se eu não aceito nenhuma fração de sangue, isso significa que
eu não aceito alguns remédios que combatem doenças ou que
1 Alguns médicos talvez encarem as quatro partes principais do sangue como frações
de sangue. Sendo assim, você precisa explicar para seu médico sua decisão de não acei-
tar transfusões de sangue total nem de suas quatro partes principais: glóbulos verme-
lhos, glóbulos brancos, plaquetas e plasma.
O CRISTÃO NÃO ACEITA DECISÃO
PESSOAL

Sangue Glóbulos Frações que vêm


total dos glóbulos
vermelhos vermelhos

Glóbulos Frações que vêm


dos glóbulos
brancos brancos

Frações que vêm


Plaquetas das plaquetas

Plasma Frações que vêm


do plasma

podem ajudar a parar um sangramento. É isso mesmo o que eu


quero?
˙ Pode ser que eu aceite uma ou mais frações de sangue, e não
aceite outras. Como eu iria explicar isso para um médico?
Procedimentos médicos. Como cristãos, não doamos sangue nem
guardamos nosso próprio sangue para ser usado depois numa ci-
rurgia. Mas existem outros procedimentos que usam o sangue do
próprio paciente. Cada cristão tem que decidir por conta própria
como quer que seu sangue seja usado durante a realização de
uma cirurgia, de um exame ou de uma terapia. Durante esses
procedimentos, o próprio sangue do paciente talvez seja totalmen-
te separado do corpo dele por um tempo. — Para mais informações,
veja A Sentinela de 15 de outubro de 2000, páginas 30 e 31.
Por exemplo, existe um procedimento chamado hemodiluição.
Nele, imediatamente antes da cirurgia parte do sangue do paciente
248 CONTINUE A AMAR A DEUS

é desviado do corpo e, no lugar do sangue que foi desviado, um ex-


pansor de volume (talvez um líquido) é colocado no paciente. Mais
tarde, durante a cirurgia ou logo depois, o sangue desviado é colo-
cado de volta no paciente.
Outro procedimento é a recuperação intraoperatória de células.
Nele, o sangue que o paciente perde durante a cirurgia é recupera-
do, lavado e daí é devolvido ao paciente durante a cirurgia ou logo
depois.
Dependendo do médico, a maneira como esses procedimentos são
feitos pode variar um pouco. Assim, antes de aceitar qualquer cirur-
gia, exame ou terapia, o cristão precisa saber exatamente o que
será feito com o seu próprio sangue.
Ao tomar decisões sobre procedimentos médicos que usam o seu
próprio sangue, pense nos seguintes pontos:
˙ Pode ser que parte do meu sangue seja desviado para fora do
meu corpo com a possiblidade de o fluxo de sangue ser inter-
rompido por um tempo. Será que a minha consciência vai per-
mitir que eu encare esse sangue como sendo ainda parte de
mim, não exigindo assim que ele seja ‘derramado na terra’?
— Deuteronômio 12:23, 24.
˙ Pode ser que durante um procedimento médico parte do meu
sangue seja retirado, modificado e recolocado (ou aplicado) no
meu corpo. Será que isso iria incomodar a minha consciência?

Você pode registrar sua decisão de não aceitar transfusão


de sangue total e das quatro partes principais do sangue.
Isso pode ser feito num documento, ou num cartão, como
o cartão de diretivas antecipadas. Esse documento pode
proteger você, evitando que você receba uma transfusão
de sangue. Ele também pode ser usado para registrar suas
decisões sobre frações de sangue e procedimentos que
usam o seu próprio sangue.
ENTENDA MELHOR 249

˙ Se eu recuso todos os procedimentos que usam o meu próprio


sangue, isso significa que eu não aceito exames de sangue, he-
modiálise e o uso da máquina coração-pulmão. É isso mesmo o
que eu quero?
Antes de tomarmos uma decisão sobre frações de sangue e trata-
mentos médicos que usam nosso próprio sangue, precisamos orar
a Jeová pedindo sua ajuda e depois pesquisar o assunto. (Tiago
1:5, 6) Daí temos que usar nossa consciência treinada pela Bíblia
para tomar a decisão. Não devemos perguntar a outros o que eles
fariam se estivessem no nosso lugar. E ninguém deve tentar in-
fluenciar nossa decisão. — Romanos 14:12; Gálatas 6:5.
* Capítulo 7, parágrafo 11

22 SER LIMPO EM SENTIDO MORAL


____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Ser limpo em sentido moral significa que tudo o que fazemos é


puro, ou limpo, aos olhos de Deus. Envolve o que pensamos, dize-
mos e fazemos. Jeová diz para ficarmos longe de todo tipo de impu-
reza ou imoralidade sexual. (Provérbios 1:10; 3:1) Temos que estar
decididos a nos manter puros aos olhos de Deus antes mesmo de
sermos tentados a fazer algo errado. Precisamos sempre pedir para
Jeová nos ajudar a ter pensamentos puros. E temos que estar deci-
didos a fugir da tentação de fazer coisas imorais. — 1 Coríntios 6:9,
10, 18; Efésios 5:5.
* Capítulo 8, parágrafo 11

23 CONDUTA INSOLENTE E IMPUREZA


____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Conduta insolente é quando a pessoa desobedece seriamente as


leis de Deus pelo seu modo de falar ou de agir e mostra uma atitu-
de desavergonhada. A pessoa que faz isso mostra que não respeita
as leis de Deus. Quando alguém se envolve em conduta insolente,
uma comissão judicativa cuida do assunto. Impureza inclui vários
tipos de pecados sérios. Dependendo da gravidade da situação, al-
guns assuntos que envolvem impureza talvez tenham que ser trata-
dos pelos anciãos numa comissão judicativa. — Gálatas 5:19-21;
250 CONTINUE A AMAR A DEUS

Efésios 4:19; para mais informações, veja “Perguntas dos Leitores”


em A Sentinela de 15 de julho de 2006.
* Capítulo 9, parágrafo 7; capítulo 12, parágrafo 10

24 MASTURBAÇ ÃO
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Jeová fez o sexo para ser um modo puro de o marido e a esposa


mostrarem que se amam. Mas quando alguém se masturba, ou es-
timula os órgãos sexuais para ter prazer, está usando o sexo de um
modo impuro. Esse hábito pode prejudicar a amizade da pessoa
com Jeová. Pode criar desejos sexuais que não são normais e fazer
a pessoa ver o sexo de modo errado. (Colossenses 3:5) Quem tem
esse hábito impuro e acha difícil de parar não deve desistir. (Salmo
86:5; 1 João 3:20) Se você está nessa situação, ore de coração a
Jeová e peça a ajuda dele. Fuja de coisas como pornografia, que só
vão fazer você ter pensamentos errados. Converse com os seus pais
cristãos ou com um amigo maduro que respeita as leis de Jeová.
(Provérbios 1:8, 9; 1 Tessalonicenses 5:14; Tito 2:3-5) Tenha certeza
de que Jeová vê os seus esforços para ser limpo em sentido moral e
dá valor a isso. — Salmo 51:17; Isaías 1:18.
* Capítulo 9, parágrafo 9

25 POLIGAMIA
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Poligamia é quando alguém tem mais de um marido ou mais de


uma esposa. Jeová fez o casamento para ser a união de um só ho-
mem com uma só mulher. No passado em Israel, Deus deixou que
os homens tivessem mais de uma esposa, mas essa não era a von-
tade dele no princípio. Hoje Jeová não permite a poligamia entre
seu povo. O marido pode ter uma só esposa, e a esposa pode ter
um só marido. — Mateus 19:9; 1 Timóteo 3:2.
* Capítulo 10, parágrafo 12

26 SEPARAÇ ÃO E DIVÓRCIO
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Jeová queria que o marido e a esposa ficassem juntos durante a


vida toda. (Gênesis 2:24; Malaquias 2:15, 16; Mateus 19:3-6; 1 Co-
ENTENDA MELHOR 251

ríntios 7:39) Ele só permite o divórcio quando o marido ou a espo-


sa comete adultério. Nesse caso, Jeová dá ao marido ou à esposa
inocente o direito de decidir se quer se divorciar ou não. — Mateus
19:9.
Mas às vezes alguns cristãos decidem se separar mesmo quando
nenhum deles cometeu imoralidade sexual. (1 Coríntios 7:11) Abai-
xo temos algumas situações que poderiam levar um cristão a deci-
dir se separar:
˙ Quando o marido não quer de jeito nenhum sustentar a família.
Isso pode chegar a ponto de a família ficar sem dinheiro e sem
comida. — 1 Timóteo 5:8.
˙ Quando o marido ou a esposa sofre sérias agressões físicas a
ponto de ele ou ela achar que sua vida está em perigo. — Gála-
tas 5:19-21.
˙ Quando o marido ou a esposa torna impossível que a outra pes-
soa sirva a Jeová. Isso coloca a amizade que a pessoa tem com
Jeová totalmente em risco. — Atos 5:29.

* Capítulo 11, parágrafo 19

27 ENCORAJAR E DAR ELOGIOS


____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Todos nós precisamos ser encorajados e elogiados. (Provérbios


12:25; 16:24) Podemos fortalecer e consolar uns aos outros com pa-
lavras amorosas e bondosas. Palavras assim podem ajudar os ir-
mãos a perseverar e a continuar servindo a Jeová apesar de gran-
des dificuldades. (Provérbios 12:18; Filipenses 2:1-4) Se alguém
está desanimado, precisamos ouvir com atenção e tentar entender
como ele se sente. Assim podemos saber o que dizer para ajudar.
(Tiago 1:19) Tenha o alvo de conhecer bem seus irmãos para que
possa realmente entender o que eles precisam. Assim você pode
ajudá-los a buscar a ajuda do Deus de todo o consolo e encoraja-
mento, aquele que pode dar o verdadeiro alívio. — 2 Coríntios
1:3, 4; 1 Tessalonicenses 5:11.
* Capítulo 12, parágrafo 16
252 CONTINUE A AMAR A DEUS

28 FESTAS DE CASAMENTO
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A Bíblia não tem regras específicas sobre como um casamento


deve ser feito. O que a lei exige e os costumes locais variam de um
lugar para outro. (Gênesis 24:67; Mateus 1:24; 25:10; Lucas 14:8) A
parte mais importante do casamento são os votos que o casal faz
diante de Jeová. Quando vão fazer os votos, muitos casais decidem
convidar familiares e amigos mais próximos. Muitos também pe-
dem para um ancião fazer um discurso bíblico. É o casal que deci-
de se vai fazer uma festa de casamento. (Lucas 14:28; João 2:1-11)
Não importa como o casal decida organizar sua festa de casamen-
to, eles têm que ter certeza de que a festa vai dar honra a Jeová.
(Gênesis 2:18-24; Mateus 19:5, 6) Os princípios da Bíblia podem
ajudar os noivos a tomar boas decisões. (1 João 2:16, 17) Se o casal
decidir servir bebidas alcoólicas, eles têm que ter certeza de que a
festa não fuja do controle. (Provérbios 20:1; Efésios 5:18) Se deci-
direm que a festa vai ter música ou algum tipo de diversão, eles
precisam tomar cuidado para que nada deixe Jeová triste. Mas em
vez de se preocupar só com o dia do casamento, o casal cristão pre-
cisa se concentrar na sua amizade com Deus e no seu relaciona-
mento um com o outro. — Provérbios 18:22; para mais sugestões,
veja A Sentinela de 15 de outubro de 2006, páginas 18 a 31.
* Capítulo 13, parágrafo 18

29 TOMAR BOAS DECISÕES


____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Queremos tomar boas decisões, que estejam de acordo com os


princípios da Bíblia. Por exemplo, imagine uma irmã que não tem
um marido cristão. O marido dela a convida para comer na casa de
parentes durante um feriado do mundo. O que você faria se esti-
vesse nessa situação? Se sua consciência permitir que você vá, você
pode explicar para seu marido ou sua esposa que, se na ocasião ti-
ver algum costume da religião falsa, você não vai participar. Se
você decidir ir, também precisa pensar em como isso vai afetar a
consciência de outros. — 1 Coríntios 8:9; 10:23, 24.
ENTENDA MELHOR 253

Ou talvez seu patrão ofereça para você um bônus na época de fim


de ano. Será que você não pode aceitar? Não necessariamente.
Aceitar ou não o bônus pode depender, até certo ponto, de como
seu patrão vê isso. Será que ele acha que o bônus faz parte da co-
memoração de fim de ano? Ou é só um jeito de ele agradecer o seu
trabalho? Pensar nisso e em outros pontos vai ajudar você a deci-
dir se deve aceitar o bônus.
Outra situação é quando alguém dá para você um presente na
época de fim de ano e diz: “Sei que você não comemora essas coi-
sas, mas eu quero te dar isso.” Talvez a pessoa só esteja sendo
bondosa. Por outro lado, é bom se perguntar: ‘Será que ela está
querendo testar minha fé ou me fazer participar dessas comemora-
ções?’ Depois de pensar nisso, a decisão de aceitar ou não o pre-
sente é sua. Em todas as nossas decisões, queremos ter uma cons-
ciência limpa e ser fiéis a Jeová. — Atos 23:1.
* Capítulo 13, parágrafo 22

30 NEGÓCIOS E ASSUNTOS JURÍDICOS


____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Na maioria das vezes, os desentendimentos não precisam se trans-


formar em problemas grandes, desde que sejam tratados de modo
rápido e pacífico. (Mateus 5:23-26) Para todos os cristãos, dar gló-
ria a Jeová e manter a congregação unida deve estar em primeiro
lugar. — João 13:34, 35; 1 Coríntios 13:4, 5.
Se acontecer um desentendimento sobre assuntos comerciais entre
cristãos, eles devem tentar resolver o assunto sem levar isso para a
justiça. Em 1 Coríntios 6:1-8, Paulo deu um conselho sobre um ir-
mão processar outro. Entrar na justiça contra um irmão pode fazer
outros pensar mal de Jeová e da congregação. Em Mateus 18:15-17,
lemos sobre três passos que os cristãos devem dar para resolver
acusações graves, como calúnia e fraude: (1) Primeiro devem ten-
tar resolver o assunto entre eles mesmos; (2) se isso não der cer-
to, podem pedir a ajuda de um ou dois irmãos maduros; (3) de-
pois, se necessário, podem levar o assunto para o corpo de anciãos
254 CONTINUE A AMAR A DEUS

cuidar. Se a situação chegar a esse ponto, os anciãos vão usar os


princípios da Bíblia para tentar ajudar todos os envolvidos a che-
gar a um acordo amigável. Se algumas das pessoas envolvidas não
estiverem dispostas a seguir o que a Bíblia diz, talvez seja necessá-
rio os anciãos tomarem uma ação judicativa.
Existem algumas situações em que um processo judicial talvez seja
necessário, como divórcio, guarda de filhos, pensão alimentícia,
indenização de seguro, falência ou testamentos. Se um cristão usar
os meios jurídicos para resolver o assunto da forma mais pacífica
possível, ele não vai estar desobedecendo o conselho de Paulo.
E se um crime sério tiver sido cometido, como estupro, abuso de
crianças, agressão física, roubo ou assassinato? Nesse caso, o cris-
tão que denuncia isso para as autoridades não está desobedecen-
do o conselho de Paulo.
* Capítulo 14, parágrafo 14

31 ARMADILHAS DE SATANÁS
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Satanás tenta enganar os humanos desde a época do jardim do


Éden. (Gênesis 3:1-6; Apocalipse 12:9) Ele sabe que se conseguir
mudar nosso modo de pensar, pode nos influenciar a fazer o que
é errado. (2 Coríntios 4:4; Tiago 1:14, 15) Por meio da política, reli-
gião, comércio, diversão, educação e muitas outras coisas, Satanás
incentiva seu modo de pensar e faz com que esse modo de pensar
pareça certo. — João 14:30; 1 João 5:19.
Satanás sabe que tem pouco tempo para enganar as pessoas. Por
isso está fazendo de tudo para enganar o máximo de pessoas pos-
sível. Mas quem ele mais quer enganar são os servos de Jeová.
(Apocalipse 12:12) Se não tomarmos cuidado, o Diabo pode aos
poucos influenciar nosso modo de pensar. (1 Coríntios 10:12) Por
exemplo, Jeová quer que o casamento dure a vida toda. (Mateus
19:5, 6, 9) Mas muitos hoje veem o casamento como um acordo de
pouca importância, que pode facilmente ser desfeito. Filmes e pro-
gramas de TV também incentivam essa ideia. Não podemos deixar
que a maneira como o mundo vê o casamento nos influencie.
ENTENDA MELHOR 255

Outra maneira de Satanás tentar nos enganar é por incentivar uma


atitude de independência. (2 Timóteo 3:4) Se não tomarmos cui-
dado, podemos perder o respeito pelas pessoas que Jeová colocou
em posição de autoridade. Por exemplo, um irmão talvez comece
a ir contra as orientações dos anciãos. (Hebreus 12:5) Ou uma irmã
talvez comece a não querer obedecer o princípio da chefia que
Jeová estabeleceu para a família. — 1 Coríntios 11:3.
Temos que estar decididos a não deixar que o Diabo influencie
nosso modo de pensar. Em vez disso, queremos pensar igual a
Jeová e ter a “mente fixa nas coisas de cima”. — Colossenses 3:2;
2 Coríntios 2:11.
* Capítulo 16, parágrafo 9

32 TRATAMENTOS DE SAÚDE
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Todos nós queremos ser saudáveis e receber o melhor tratamento


de saúde possível quando estamos doentes. (Isaías 38:21; Marcos
5:25, 26; Lucas 10:34) Hoje muitos médicos e outros oferecem vá-
rios tratamentos de saúde. Ao decidir que tratamento aceitar, é im-
portante seguir os princípios da Bíblia. Sabemos que só o Reino de
Deus vai curar todas as doenças. Não queremos nos concentrar
tanto na saúde a ponto de deixar a adoração a Jeová de lado.
— Isaías 33:24; 1 Timóteo 4:16.
Temos que tomar cuidado para não aceitar nenhum tratamen-
to que parece ter a ver com demônios. (Deuteronômio 18:10-12;
Isaías 1:13) Assim, antes de aceitar um tratamento ou um remédio,
precisamos descobrir tudo o que pudermos sobre ele e ver se ele
tem ligação com ocultismo. (Provérbios 14:15) Não podemos es-
quecer que Satanás quer enganar os servos de Jeová e fazer com
que eles se envolvam com ocultismo. Se tivermos alguma dúvida
de que um tratamento tem a ver com ocultismo, é melhor não acei-
tar. — 1 Pedro 5:8.
* Capítulo 16, parágrafo 18
Para mais informações, acesse www.jw.org
ou contate as Testemunhas de Jeová.