You are on page 1of 9

DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6

TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

TESTE DE AVALIAÇÃO 6

Nome: __________________________________________ N.º ____ Turma: ____ Data: ____/ ____/ ____
Avaliação: _________________________________________ Professor(a) _________________________

GRUPO I – LEITURA E EDUCAÇÃO LITERÁRIA

PARTE A

Lê o texto que se segue. Se necessário, consulta o vocabulário

TIMOR
A porção ocidental da ilha de Timor, com capital em Kupang, pertence hoje à República
da Indonésia. A porção oriental, com capital em Díli, pertencia a Portugal desde o século
XVI. Quando os primeiros mercadores e missionários portugueses aportaram na ilha de
Timor em 1515, encontraram populações organizadas em pequenos estados, reunidos em
5 duas confederações1: Servião e Belos, que praticavam religiões animistas2.
No 3.º quartel3 do século XVI, chegaram a Timor os primeiros frades dominicanos
portugueses, através dos quais se vai desenvolvendo uma progressiva influência religiosa,
ao mesmo tempo que se vai estabelecendo a dominação portuguesa. A evolução cultural
processou-se em sentido oposto ao que se verificou nas atuais ilhas indonésias de Java,
10 Sumatra e nas costas de Kalimantan e de Sulawesi, onde outras crenças religiosas se
implantaram cada vez mais.
Em 1651, os holandeses conquistaram Kupang, no extremo oeste da ilha de Timor, e
começam a penetrar até metade de seu território. Em 1859, um tratado firmado entre
Portugal e Holanda fixa a fronteira entre o Timor Português (atual Timor-Leste) e o Timor
15 Holandês (Timor Ocidental). Em 1945 a Indonésia obteve a sua independência, passando
o Timor Ocidental a fazer parte do seu território.
Governo de Timor-Leste, in: http://timor-leste.gov.tl/?p=29 (consultado em 14-6-2016 e adaptado)

1. confederação – aliança de nações. 2. animista – pessoa para quem todos os seres da natureza têm uma ou várias
almas. 3. quartel – período de 25 anos.

Responde ao que te é pedido sobre o texto que acabas de ler, de acordo com as
orientações que te são dadas.
COTAÇÃO

2 1. Assinala com X, de 1.1. a 1.4., a opção que completa cada frase, de acordo com o sentido do
texto.

1.1. Timor é

uma ilha. uma confederação.

um estado independente. uma colónia.

1
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

2 1.2. Kupang e Díli são


duas ilhas.
duas capitais situadas em Timor.
duas confederações.
dois estados independentes.
2 1.3. Timor-Leste situa-se
em Portugal.
na Indonésia.
na parte ocidental da Ilha de Timor.
na parte oriental da Ilha de Timor.
2 1.4. Antes da independência, Timor Ocidental era uma colónia
inglesa.
francesa.
holandesa.
portuguesa.

4 2. Esclarece a importância dos frades dominicanos para a evolução cultural de Timor.


__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

8 3. Associa os elementos da coluna A e da coluna B, de modo a restabeleceres a sequência


dos acontecimentos mais importantes para a ilha de Timor.

Coluna A Coluna B

• Tratado entre Portugal e Holanda que estabelece


1515 •
as fronteiras entre Timor Ocidental e Timor Oriental

• Chegada a Timor dos primeiros portugueses


1651 •
• Independência da Indonésia e integração de
1859 • Timor Ocidental no seu território

• Conquista de Kupang pelos holandeses


1945 •

2
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

PARTE B

Lê o texto que se segue. Se necessário, consulta o vocabulário.

MENINO DE TIMOR
Menino de Timor, estás triste?!…
Porquê?!… – Não tenho com que brincar!
Nem com quem!… Já nem posso falar!…
A minha terra correste e viste

Como só há silêncio e tristeza!…


Assim é na palhota1 que habito!…
Já nem oiço na várzea2 um só grito!…
Só vejo gente que chora e reza!…

Que saudades que eu tenho dos jogos


Da minha aldeia agora deserta!…
O “la’o-rai”, que a memória esperta,
Co’as pocinhas na terra, ora a fogos

Mil sujeita!… O “caleic” também era


Jogo apreciado da pequenada:
“Hana-caleic”!… De tudo já nada
Resta agora!… Só vejo essa fera

De garra adunca3 e dente aguçado


A rugir tão feroz que ninguém
A doma4 já, pois medo não tem
De um povo à fome, sem horta ou gado!…

Menino, sou, mas sofro já tanto


Como se fora de muita idade
E co’a alma cheia só de maldade!…
Jesus, tem pena deste meu pranto5!…

Jesus Menino, dá-me alegria!…


Na minha terra é tudo tão triste!…
Gente tão má neste mundo existe?!…
Coisas assim tão ruins?!… Não sabia!…
Jorge Barros Duarte, in: Sophia de Mello Breyner Andresen,
Primeiro Livro de Poesia, 13.ª edição, Porto Editora, Porto, 2014, págs. 91-92.

1. palhota – casa coberta de palha ou colmo. 2. várzea – planície cultivada. 3. adunco – em forma de garra; recurvado. 4.
domar – vencer; dominar à força. 5. pranto – choro; lágrimas; queixume.

3
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

Responde ao que te é pedido sobre o texto que acabas de ler, de acordo com as
orientações que te são dadas.

4. Repara na primeira estrofe do poema:


3 4.1. Sugere a resposta que o sujeito terá dado à pergunta que surge no primeiro verso.
__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

5. Ao longo do poema, cruzam-se duas situações: uma presente e outra passada.


4 5.1. Identifica-as, completando o quadro abaixo:

Presente
Passado

6. Os sons que se ouviam no passado feliz do sujeito poético foram substituídos por outros.
4 6.1. Associa esses sons a cada um dos momentos, estabelecendo a correspondência entre os
elementos das duas colunas.

Coluna A Coluna B
• silêncio (v. 5)
Presente • • jogos (v. 13)
Passado • • gritos (v. 7)
• choros (v. 8)

7. A paisagem parece também ter-se alterado.


3 7.1. Refere o fator que contribuiu para essa alteração.
__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

8. Relê a sequência seguinte:

“[…] fera / De garra adunca e dente aguçado / A rugir tão feroz que ninguém / A doma […]”
(vv. 16-19)
5 8.1. Interpreta o simbolismo presente nesta sequência.
__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

4
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

6 9. Esclarece de que forma o uso da pontuação contribui para a expressão dos sentimentos do
sujeito poético.
__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

5 10. Completa as afirmações seguintes, utilizando as palavras adequadas.

A primeira estrofe é uma _____________________, dado que é constituída por quatro


versos. Todos os versos são _____________________, pois apresentam rima. Por sua
vez, a rima destes versos é _____________________, já que a correspondência de sons
é total. Quanto ao esquema rimático, esta estrofe apresenta rima ___________________,
no 1.º e 4.º versos e rima _____________________, no 2.º e 3.º versos.

GRUPO II – GRAMÁTICA

Responde aos itens seguintes, de acordo com as orientações que te são dadas.

4 1. Diz a que classe pertence a palavra sublinhada na frase “Ah, como é linda a ilha de Timor!”
__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

5 2. Completa as frases seguintes, escrevendo os verbos destacados nas formas indicadas.

a. Se eles _________________________, contar-me-iam uma história muito interessante.


(querer – pretérito imperfeito do conjuntivo)

b. Consulta uma enciclopédia, para _________________________ a conhecer a história


de Timor-Leste. (ficar – infinitivo pessoal)

c. Ele afirmou que me _________________________ na minha viagem a Timor-Leste.


(acompanhar – condicional)

d. É melhor que tu _________________________ as tuas palavras! (medir – presente do


conjuntivo)

e. Se vós me _________________________ um tecido de Timor-Leste, farei com ele um


lindo vestido. (trazer – futuro do conjuntivo)

5
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

3. Considera a frase seguinte:

A família contava histórias.

4 3.1. Volta a escrever a frase acima, acrescentando-lhe um modificador com valor de tempo e um
modificador com valor de lugar, ao teu gosto.
__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________

4 4. Faz a análise sintática da frase seguinte.

Ontem, o rapaz chegou a Timor-Leste.

Sujeito simples
Predicado
Complemento oblíquo
Modificador

3 5. Assinala com X a frase complexa.

O menino brinca com uma estrela de papel.

Para ele, não há país no mundo igual a Timor-Leste.

Todos sabem que os meninos gostam de brincar!

Tu vieste à minha terra.

6
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

GRUPO III – ESCRITA


30 O menino de Timor que ficaste a conhecer no texto 2 do Grupo I jogava o “caleic” com os seus
amigos de infância.

Escreve uma pequena narrativa na qual relates um dia bem passado com os teus amigos,
entre jogos e brincadeiras.

O teu texto, com um mínimo de 140 palavras e um máximo de 200 palavras, deve incluir:
• a situação inicial, o seu desenvolvimento e o desenlace.
• a descrição de uma personagem e diálogo.
• um título adequado.
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

7
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

CENÁRIOS DE RESPOSTA
Grupo I – Leitura e Educação Literária
Parte A
1.1. uma ilha.

1.2. duas capitais situadas em Timor.

1.3. na parte oriental da ilha de Timor.

1.4. holandesa.

2. Os frades dominicanos passaram a exercer uma influência religiosa sobre a população de Timor, incutindo
no povo a fé cristã.

3. 1515 – Chegada a Timor dos primeiros portugueses


1651 – Conquista de Kupang pelos holandeses
1859 – Tratado entre Portugal e Holanda que estabelece as fronteiras entre Timor Ocidental e Timor Oriental
1945 – Independência da Indonésia e integração de Timor Ocidental no seu território

Parte B
4.1. O sujeito poético terá afirmado que está triste.

5.1. Passado: O sujeito poético jogava o “caleic” e cantava.


Presente: O sujeito poético não tem com quem falar nem brincar.

6.1. Presente: silêncio; choros


Passado: cantigas; gritos

7.1. O fator que contribuiu para essa alteração foi o fogo, que terá devastado a paisagem timorense. (v. 12)

8.1. A fera que é descrita nestes versos não é uma fera em sentido literal ou próprio. Ela é o símbolo da força
cruel e invencível que domina o povo timorense, impedindo-o de ser feliz.

9. Os pontos de exclamação, a demarcar as frases exclamativas, ao longo do poema, associados às


reticências, sugerem o desalento do sujeito poético, ao descrever as suas vivências presentes e ao recordar
o seu passado feliz.

10. quadra; rimados; consoante; interpolada; emparelhada

Grupo II – Gramática
1. A palavra sublinhada é uma interjeição.

2. a. quisessem
b. ficares
c. acompanharia
d. meças
e. trouxerdes

3.1. Ao serão, a família contava histórias ao redor da lareira.

4. Sujeito simples – “o rapaz”


Predicado – “Ontem […] chegou a Timor-Leste”
Complemento oblíquo – “a Timor-Leste”
Modificador – “Ontem”

5. Todos sabem que os meninos gostam de brincar!

8
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 6
TESTES DE AVALIAÇÃO – VERSÃO A

Grupo III – Escrita


Na redação do texto, o aluno deverá:
– escrever um texto narrativo, cumprindo as instruções fornecidas relativamente ao tema e à extensão do
texto;
– produzir um discurso coerente do ponto de vista da informação fornecida;
– usar adequadamente parágrafos, marcadores do discurso e pontuação;
– fazer adequadamente a divisão em situação inicial, desenvolvimento da ação e desfecho;
– utilizar vocabulário adequado, pertinente e variado;
– escrever com correção ortográfica e morfossintática.

9
© Areal Editores