You are on page 1of 83

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS


ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA , SENDO OS SEUS
ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95


4 - NIRE

35.300.198.107

01.02 - SEDE

1 - ENDEREÇO COMPLETO 2 - BAIRRO OU DISTRITO

AV. BRIGADEIRO FARIA LIMA, 1384 - 6º AND JD. PAULISTANO


3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

01452-002 SÃO PAULO SP


6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX

11 3038-8161 3038-8634 0000-0000 0000000


11 - DDD 12 - FAX 13 - FAX 14 - FAX

11 3038-8477 0000-0000 0000-0000


15 - E-MAIL

www.uol@uol.com.br

01.03 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia)

1 - NOME

MIGUEL LONGO JUNIOR


2 - ENDEREÇO COMPLETO 3 - BAIRRO OU DISTRITO

AV. BRIGADEIRO FARIA LIMA,1384 - 11º AND JD. PAULISTANO


4 - CEP 5 - MUNICÍPIO 6 - UF

01452-002 SÃO PAULO SP


7 - DDD 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEFONE 11 - TELEX

11 3038-8161 0000-0000 0000-0000 0000000


12 - DDD 13 - FAX 14 - FAX 15 - FAX

11 3038-8615 0000-0000 0000-0000


16 - E-MAIL

mlongo@uolinc.com

01.04 - REFERÊNCIA / AUDITOR

EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO TRIMESTRE ATUAL TRIMESTRE ANTERIOR

1 - INÍCIO 2 - TÉRMINO 3 - NÚMERO 4 - INÍCIO 5 - TÉRMINO 6 - NÚMERO 7 - INÍCIO 8 - TÉRMINO

01/01/2010 31/12/2010 2 01/04/2010 30/06/2010 1 01/01/2010 31/03/2010


9 - NOME/RAZÃO SOCIAL DO AUDITOR 10 - CÓDIGO CVM

PRICEWATHERHOUSECOOPERS AUDITORES INDEPENDENTES 00287-9


11 - NOME DO RESPONSÁVEL TÉCNICO 12 - CPF DO RESP. TÉCNICO

RICARDO NOVAES DE QUEIROZ 528.099.605-00

13/08/2010 09:29:50 Pág: 1


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

01.05 - COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL

Número de Ações 1 - TRIMESTRE ATUAL 2 - TRIMESTRE ANTERIOR 3 - IGUAL TRIMESTRE EX. ANTERIOR

(Mil) 30/06/2010 31/03/2010 30/06/2009


Do Capital Integralizado
1 - Ordinárias 60.066.155 60.066.155 60.066.155
2 - Preferenciais 60.066.155 60.066.155 60.066.155
3 - Total 120.132.310 120.132.310 120.132.310
Em Tesouraria
4 - Ordinárias 0 0 0
5 - Preferenciais 495.000 495.000 0
6 - Total 495.000 495.000 0

01.06 - CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA

1 - TIPO DE EMPRESA

Empresa Comercial, Industrial e Outras


2 - TIPO DE SITUAÇÃO

Operacional
3 - NATUREZA DO CONTROLE ACIONÁRIO

Privada Nacional
4 - CÓDIGO ATIVIDADE

1130 - Telecomunicações
5 - ATIVIDADE PRINCIPAL
PROVEDORES DE ACESSO AS REDES DE TELECOMUNICAÇÕES

6 - TIPO DE CONSOLIDADO

Total
7 - TIPO DO RELATÓRIO DOS AUDITORES

Sem Ressalva

01.07 - SOCIEDADES NÃO INCLUÍDAS NAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CONSOLIDADAS

1 - ITEM 2 - CNPJ 3 - DENOMINAÇÃO SOCIAL

01.08 - PROVENTOS EM DINHEIRO DELIBERADOS E/OU PAGOS DURANTE E APÓS O TRIMESTRE

1 - ITEM 2 - EVENTO 3 - APROVAÇÃO 4 - PROVENTO 5 - INÍCIO PGTO. 6 - ESPÉCIE E 7 - VALOR DO PROVENTO P/ AÇÃO
CLASSE DE
AÇÃO

01 AGE 27/04/2010 Dividendo 11/05/2010 ON 0,0108000000


02 AGE 27/04/2010 Dividendo 11/05/2010 PN 0,0108000000

13/08/2010 09:29:51 Pág: 2


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

- . . / -

01.09 - CAPITAL SOCIAL SUBSCRITO E ALTERAÇÕES NO EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO

1- ITEM 2 - DATA DA 3 - VALOR DO CAPITAL SOCIAL 4 - VALOR DA ALTERAÇÃO 5 - ORIGEM DA ALTERAÇÃO 7 - QUANTIDADE DE AÇÕES EMITIDAS 8 - PREÇO DA AÇÃO NA
ALTERAÇÃO EMISSÃO
(Reais Mil) (Reais Mil) (Mil)
(Reais)

01.10 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES

1 - DATA 2 - ASSINATURA

13/08/2010 09:29:51 Pág: 3


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

02.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 30/06/2010 4 - 31/03/2010

1 Ativo Total 1.264.160 1.227.665


1.01 Ativo Circulante 771.580 739.583
1.01.01 Disponibilidades 562.457 554.083
1.01.01.01 Caixa e Equivalentes de Caixa 3.223 4.521
1.01.01.02 Aplicações Financeiras 559.234 549.562
1.01.02 Créditos 167.297 151.413
1.01.02.01 Clientes 167.297 151.413
1.01.02.01.01 Contas a Receber de Clientes 163.552 148.557
1.01.02.01.02 Contas a Receber de Partes Relacionadas 3.745 2.856
1.01.02.02 Créditos Diversos 0 0
1.01.03 Estoques 0 0
1.01.04 Outros 41.826 34.087
1.01.04.01 Impostos a Recuperar 10.578 5.913
1.01.04.02 Impostos Diferidos 19.395 16.134
1.01.04.03 Adiantamentos a Fornecedores 3.517 4.653
1.01.04.04 Despesas Pagas Antecipadamente 5.462 6.458
1.01.04.05 Outras Contas a Receber 2.874 929
1.02 Ativo Não Circulante 492.580 488.082
1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 173.524 179.145
1.02.01.01 Créditos Diversos 723 2.019
1.02.01.01.01 Contas a Receber de Clientes 723 2.019
1.02.01.02 Créditos com Pessoas Ligadas 26.588 26.631
1.02.01.02.01 Com Coligadas e Equiparadas 0 0
1.02.01.02.02 Com Controladas 26.535 26.578
1.02.01.02.03 Com Outras Pessoas Ligadas 53 53
1.02.01.03 Outros 146.213 150.495
1.02.01.03.01 Depósitos Judiciais 63.815 62.099
1.02.01.03.02 Impostos Diferidos 78.651 84.459
1.02.01.03.04 Despesas Pagas Antecipadamente e Outras 3.716 3.906
1.02.01.03.06 Outras Contas a Receber 31 31
1.02.02 Ativo Permanente 319.056 308.937
1.02.02.01 Investimentos 127.289 122.143
1.02.02.01.01 Participações Coligadas/Equiparadas 0 0
1.02.02.01.02 Participações Coligadas/Equiparadas-Ágio 0 0
1.02.02.01.03 Participações em Controladas 83.437 78.291
1.02.02.01.04 Participações em Controladas - Ágio 43.852 43.852
1.02.02.01.05 Outros Investimentos 0 0
1.02.02.02 Imobilizado 115.363 110.490
1.02.02.03 Intangível 76.404 76.304
1.02.02.04 Diferido 0 0

13/08/2010 09:29:51 Pág: 4


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

02.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 30/06/2010 4 - 31/03/2010

2 Passivo Total 1.264.160 1.227.665


2.01 Passivo Circulante 224.437 197.668
2.01.01 Empréstimos e Financiamentos 8.204 5.740
2.01.02 Debêntures 0 0
2.01.03 Fornecedores 92.990 87.570
2.01.04 Impostos, Taxas e Contribuições 11.447 13.722
2.01.05 Dividendos a Pagar 0 1.301
2.01.06 Provisões 3.327 3.524
2.01.06.01 Provisão para Contigências 3.327 3.524
2.01.07 Dívidas com Pessoas Ligadas 4.547 3.191
2.01.07.01 Fornecedores - Partes Relacionadas 4.547 3.191
2.01.08 Outros 103.922 82.620
2.01.08.01 Salários e Encargos Sociais 30.264 23.657
2.01.08.02 Adiantamento de Clientes 30.241 26.848
2.01.08.03 Outras Contas a Pagar 21.422 15.926
2.01.08.04 Perda não Realizada de swap 10.562 11.265
2.01.08.05 Impostos Diferidos 11.433 4.924
2.02 Passivo Não Circulante 121.829 146.790
2.02.01 Passivo Exigível a Longo Prazo 121.829 146.790
2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 59.906 60.871
2.02.01.02 Debêntures 0 0
2.02.01.03 Provisões 13.511 20.061
2.02.01.03.01 Provisão para Perdas em Investimentos 8.427 11.787
2.02.01.03.02 Provisão para Contigências 5.084 8.274
2.02.01.04 Dívidas com Pessoas Ligadas 30.692 30.316
2.02.01.05 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0
2.02.01.06 Outros 17.720 35.542
2.02.01.06.01 Impostos e Contribuições 477 1.014
2.02.01.06.02 Impostos Diferidos 15.443 16.148
2.02.01.06.03 Outras Contas a Pagar 1.800 18.380
2.03 Resultados de Exercícios Futuros 0 0
2.05 Patrimônio Líquido 917.894 883.207
2.05.01 Capital Social Realizado 530.621 530.621
2.05.02 Reservas de Capital 0 0
2.05.03 Reservas de Reavaliação 0 0
2.05.03.01 Ativos Próprios 0 0
2.05.03.02 Controladas/Coligadas e Equiparadas 0 0
2.05.04 Reservas de Lucro 332.838 332.838
2.05.04.01 Legal 17.128 17.128
2.05.04.02 Estatutária 0 0
2.05.04.03 Para Contingências 0 0

13/08/2010 09:29:51 Pág: 5


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

02.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -30/06/2010 4 -31/03/2010

2.05.04.04 De Lucros a Realizar 0 0


2.05.04.05 Retenção de Lucros 320.358 320.358
2.05.04.05.01 Reserva para Investimentos 320.358 320.358
2.05.04.06 Especial p/ Dividendos Não Distribuídos 0 0
2.05.04.07 Outras Reservas de Lucro (4.648) (4.648)
2.05.04.07.01 Ações em Tesouraria (4.648) (4.648)
2.05.05 Ajustes de Avaliação Patrimonial (142) (3.715)
2.05.05.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0
2.05.05.02 Ajustes Acumulados de Conversão (142) (3.715)
2.05.05.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0
2.05.06 Lucros/Prejuízos Acumulados 54.577 23.463
2.05.07 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0

13/08/2010 09:29:51 Pág: 6


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

03.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/04/2010 a 30/06/2010 4 - 01/01/2010 a 30/06/2010 5 - 01/04/2009 a 30/06/2009 6 - 01/01/2009 a 30/06/2009

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 238.897 462.645 202.082 398.772
3.02 Deduções da Receita Bruta (65.546) (128.979) (58.367) (114.826)
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 173.351 333.666 143.715 283.946
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (58.139) (111.890) (52.912) (91.958)
3.05 Resultado Bruto 115.212 221.776 90.803 191.988
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (77.588) (156.457) (69.160) (130.441)
3.06.01 Com Vendas (58.017) (101.210) (39.806) (79.058)
3.06.02 Gerais e Administrativas (21.690) (48.735) (22.134) (45.616)
3.06.03 Financeiras 13.761 22.354 6.587 21.343
3.06.03.01 Receitas Financeiras 1.064 44.647 41.903 65.187
3.06.03.01.01 Receitas Financeiras 19.407 37.133 41.925 65.187
3.06.03.01.02 Variação Cambial Ativa (18.343) 7.514 (22) 0
3.06.03.02 Despesas Financeiras 12.697 (22.293) (35.316) (43.844)
3.06.03.02.01 Despesas Financeiras 1.032 (13.574) 6.271 (2.196)
3.06.03.02.02 Variação Cambial Passiva 11.665 (8.719) (41.587) (41.648)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 0 0 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais (14.858) (29.796) (16.907) (31.779)
3.06.05.01 Depreciações e Amortizações (8.446) (14.945) (9.142) (18.117)
3.06.05.02 Amort. Intangíveis Gerados Internamente (7.039) (13.414) (6.029) (10.822)
3.06.05.03 Amort. Outros Ativos (1.810) (3.600) (1.707) (2.699)
3.06.05.04 Outras Despesas Operacionais 2.437 2.163 (29) (141)
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 3.216 930 3.100 4.669
3.06.06.01 Equivalência Patrimonial 1.882 573 2.568 3.057
3.06.06.02 Provisão para Perdas em Investimentos 5 (972) 532 1.612
3.06.06.03 Outros Resultados com Investimentos 1.329 1.329 0 0
3.07 Resultado Operacional 37.624 65.319 21.643 61.547
3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0 0

13/08/2010 09:29:51 Pág: 7


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

03.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/04/2010 a 30/06/2010 4 - 01/01/2010 a 30/06/2010 5 - 01/04/2009 a 30/06/2009 6 - 01/01/2009 a 30/06/2009

3.08.01 Receitas 0 0 0 0
3.08.02 Despesas 0 0 0 0
3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 37.624 65.319 21.643 61.547
3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 1.841 (3.914) (2.311) (4.459)
3.11 IR Diferido (8.351) (6.828) 4.418 3.511
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0 0
3.12.01 Participações 0 0 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.15 Lucro/Prejuízo do Período 31.114 54.577 23.750 60.599
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Mil) 119.637.310 119.637.310 120.132.310 120.132.310
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,00026 0,00046 0,00020 0,00050
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)

13/08/2010 09:29:51 Pág: 8


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

04.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/04/2010 a 30/06/2010 4 - 01/01/2010 a 30/06/2010 5 - 01/04/2009 a 30/06/2009 6 - 01/01/2009 a 30/06/2009

4.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais 22.825 40.454 38.949 101.964

4.01.01 Caixa Gerado nas Operações 54.507 103.125 44.257 90.939

4.01.01.01 Lucro liquido do Trimestre 31.114 54.577 23.750 60.599

4.01.01.02 Depreciação e Amortização 18.524 34.293 18.079 33.868

4.01.01.03 Perda na venda de bens do Ativo Imob. 0 367 0 0

4.01.01.04 Acrés. de Prov. para Perdas em Inv. (977) 0 (532) (1.612)

4.01.01.05 Equivalência Patrimonial (1.882) (573) (2.568) (3.057)

4.01.01.06 IR E CS- Correntes 0 0 0 0

4.01.01.07 IR E CS - Diferidos 8.351 6.828 (4.418) (3.511)

4.01.01.08 Acréscimo (reversão) de provisão de PDD 16.703 26.057 14.949 17.124

4.01.01.09 Participação Monoritária 0 0 0 0

4.01.01.10 Participação Minoritária 0 0 0 0

4.01.01.11 Acrés.(reversão)provisão de contigências 162 3.418 2.000 6.196

4.01.01.12 Ganho não realizado operação "swap" 0 0 (29.341) (22.035)

4.01.01.13 Perda não realizada operação "swap" (703) 10.562 0 0

4.01.01.14 Juros, receitas aplic. financ., var. cam (17.757) (33.376) 22.338 3.367

4.01.01.15 Perda (ganho) capit. invest. por minorit 972 972 0 0

4.01.02 Variações nos Ativos e Passivos (27.888) (57.851) (3.800) 13.965

4.01.02.01 Contas a Receber de Clientes (31.291) (42.211) (21.476) (20.673)

4.01.02.02 Impostos a compensar (79) 2.664 2.805 2.483

4.01.02.03 Impostos Diferidos 0 0 0 0

4.01.02.04 Adiantamento a fornecedores 1.136 (3.016) (323) (995)

4.01.02.05 Depósitos judiciaos compulsórios (7.077) (8.139) (1.834) 3.498

4.01.02.06 Despesas pagas antecipadamente 1.186 (148) (184) 695

4.01.02.07 Outras contas a receber (1.945) (2.121) (11.872) (12.989)

4.01.02.08 Outras contas a pagar (11.085) (12.545) (91) 12.678

4.01.02.09 Fornecedores 4.293 (6.434) 136 (40.959)

13/08/2010 09:29:52 Pág: 9


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

04.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -01/04/2010 a 30/06/2010 4 -01/01/2010 a 30/06/2010 5 - 01/04/2009 a 30/06/200901/04/20096a- 30/06/2009


01/01/2009 a 30/06/200901/01/2009 a 30/06/2009

4.01.02.10 Salários e encargos sociais 6.607 1.429 6.683 (267)

4.01.02.11 Impostos e contribuições (2.540) 1.663 1.913 3.763

4.01.02.12 Adiantamento de clientes 3.393 6.558 5.992 3.241

4.01.02.13 Acrés. nas Aplicações Financeiras (23.700) (40.700) (2.265) (2.265)

4.01.02.14 Resgate de Aplicações Financeiras 33.214 45.149 16.716 65.755

4.01.03 Outros (3.794) (4.820) (1.508) (2.940)

4.01.03.01 IR/CS Pagos (4.586) (4.937) (1.389) (2.333)

4.01.03.02 Juros Pagos 792 117 (119) (607)

4.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento (23.596) (44.210) (33.047) (378.033)

4.02.01 Investimentos- valor pago nas aquisições (3.000) (3.000) 0 (36.690)

4.02.02 Imobilizado (11.384) (23.458) (8.082) (16.958)

4.02.03 Intangível (9.630) (18.798) (11.435) (20.352)

4.02.04 Partes Relacionadas 419 (9.146) (13.530) (25.033)

4.02.05 Acréscimo de aplicações financeiras (108.167) (108.167) 0 (279.000)

4.02.06 Resgate de aplicações financeiras 108.166 118.359 0 0

4.03 Caixa Líquido Atividades Financiamento (527) 266 (1.112) (1.310)

4.03.01 Empréstimos e financiamentos bancários 1.516 6.803 0 0

4.03.02 Pagamentos financ. bancários (pincipal) (470) (470) 0 0

4.03.03 Distribuição de Dividendos (1.301) (1.301) (914) (914)

4.03.04 Pagamento CPMF- REFIS/PAES (272) (537) (198) (396)

4.03.05 Recompra de ações 0 (4.229) 0 0

4.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 0 0 0 0

4.05 Aumento(Redução) de Caixa e Equivalentes (1.298) (3.490) 4.790 (277.379)

4.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 4.521 6.713 2.918 285.087

4.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 3.223 3.223 7.708 7.708

13/08/2010 09:29:52 Pág: 10


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

05.01 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/04/2010 a 30/06/2010 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO ACUMULADOS AVALIAÇÃO LÍQUIDO
PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 530.621 0 0 332.838 23.463 (3.715) 883.207

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 0 0 0 0

5.03 Saldo Ajustado 530.621 0 0 332.838 23.463 (3.715) 883.207

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0 0 31.114 0 31.114

5.05 Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.05.01 Dividendos 0 0 0 0 0 0 0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0 0 0 0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0 0 0 0 0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0 0 0 3.573 3.573

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0 0 0 0 0

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0 0 0 0 0

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0 0 0 0 0

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0 0 0 0 0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0 0 0 0 0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.12 Outros 0 0 0 0 0 0 0

5.13 Saldo Final 530.621 0 0 332.838 54.577 (142) 917.894

13/08/2010 09:29:52 Pág: 11


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

05.02 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2010 a 30/06/2010 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO ACUMULADOS AVALIAÇÃO LÍQUIDO
PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 530.621 0 0 337.067 0 (4.095) 863.593

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 0 0 0 0

5.03 Saldo Ajustado 530.621 0 0 337.067 0 (4.095) 863.593

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0 0 54.577 0 54.577

5.05 Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.05.01 Dividendos 0 0 0 0 0 0 0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0 0 0 0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0 0 0 0 0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0 0 0 3.953 3.953

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0 0 0 0 0

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0 0 0 0 0

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0 0 0 0 0

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0 0 0 0 0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0 (4.229) 0 0 (4.229)

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.12 Outros 0 0 0 0 0 0 0

5.13 Saldo Final 530.621 0 0 332.838 54.577 (142) 917.894

13/08/2010 09:29:52 Pág: 12


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

08.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 30/06/2010 4 - 31/03/2010

1 Ativo Total 1.255.127 1.220.852


1.01 Ativo Circulante 821.429 786.509
1.01.01 Disponibilidades 579.908 571.496
1.01.01.01 Caixa e Equivalentes de Caixa 6.092 7.631
1.01.01.02 Aplicações Financeiras 573.816 563.865
1.01.02 Créditos 190.372 171.162
1.01.02.01 Clientes 190.372 171.162
1.01.02.01.01 Contas a Receber de Clientes 186.627 168.306
1.01.02.01.02 Contas a Receber de Partes Relacionadas 3.745 2.856
1.01.02.02 Créditos Diversos 0 0
1.01.03 Estoques 0 0
1.01.04 Outros 51.149 43.851
1.01.04.01 Impostos a Recuperar 12.846 8.787
1.01.04.02 Impostos Diferidos 19.395 16.134
1.01.04.03 Adiantamentos de Fornecedores 4.825 5.642
1.01.04.04 Despesas Pagas Antecipadamente 10.796 11.244
1.01.04.05 Outras Contas a Receber 3.287 2.044
1.02 Ativo Não Circulante 433.698 434.343
1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 148.858 154.951
1.02.01.01 Créditos Diversos 723 2.019
1.02.01.01.01 Contas a Receber de Clientes 723 2.019
1.02.01.02 Créditos com Pessoas Ligadas 53 53
1.02.01.02.01 Com Coligadas e Equiparadas 0 0
1.02.01.02.02 Com Controladas 0 0
1.02.01.02.03 Com Outras Pessoas Ligadas 53 53
1.02.01.03 Outros 148.082 152.879
1.02.01.03.01 Depósitos Judiciais 63.839 62.124
1.02.01.03.02 Impostos a Recuperar 0 148
1.02.01.03.03 Impostos Diferidos 78.651 84.459
1.02.01.03.04 Despesas Pagas Antecipadamente e Outras 5.549 6.102
1.02.01.03.06 Outras Contas a Receber 43 46
1.02.02 Ativo Permanente 284.840 279.392
1.02.02.01 Investimentos 0 0
1.02.02.01.01 Participações Coligadas/Equiparadas 0 0
1.02.02.01.02 Participações em Controladas 0 0
1.02.02.01.03 Outros Investimentos 0 0
1.02.02.02 Imobilizado 138.021 133.768
1.02.02.03 Intangível 146.819 145.624
1.02.02.04 Diferido 0 0

13/08/2010 09:29:52 Pág: 13


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

08.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 30/06/2010 4 - 31/03/2010

2 Passivo Total 1.255.127 1.220.852


2.01 Passivo Circulante 246.460 222.040
2.01.01 Empréstimos e Financiamentos 9.715 7.286
2.01.02 Debêntures 0 0
2.01.03 Fornecedores 104.765 96.332
2.01.04 Impostos, Taxas e Contribuições 13.495 16.179
2.01.05 Dividendos a Pagar 0 1.301
2.01.06 Provisões 3.353 3.657
2.01.06.01 Provisões para Contigências 3.353 3.657
2.01.07 Dívidas com Pessoas Ligadas 4.584 3.228
2.01.07.01 Fornecedores - Partes Relacionadas 4.584 3.228
2.01.08 Outros 110.548 94.057
2.01.08.01 Salários e Encargos Sociais 33.446 26.236
2.01.08.02 Adiantamentos de Clientes 31.898 29.512
2.01.08.03 Outras Contas a Pagar 23.211 22.120
2.01.08.04 Perda não realizada na Operação de swap 10.560 11.265
2.01.08.05 Impostos Diferidos 11.433 4.924
2.02 Passivo Não Circulante 90.773 114.229
2.02.01 Passivo Exigível a Longo Prazo 90.773 114.229
2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 63.306 64.688
2.02.01.02 Debêntures 0 0
2.02.01.03 Provisões 6.989 10.153
2.02.01.03.02 Provisão para Contigências 6.989 10.153
2.02.01.04 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0
2.02.01.05 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0
2.02.01.06 Outros 20.478 39.388
2.02.01.06.01 Fornecedores 0 2.771
2.02.01.06.02 Impostos e Contribuições 477 1.014
2.02.01.06.03 Impostos Diferidos 16.189 16.895
2.02.01.06.04 Outras Contas a Pagar 3.812 18.708
2.03 Resultados de Exercícios Futuros 0 0
2.04 Part. de Acionistas Não Controladores 1 1.376
2.05 Patrimônio Líquido 917.893 883.207
2.05.01 Capital Social Realizado 530.621 530.621
2.05.02 Reservas de Capital 0 0
2.05.03 Reservas de Reavaliação 0 0
2.05.03.01 Ativos Próprios 0 0
2.05.03.02 Controladas/Coligadas e Equiparadas 0 0
2.05.04 Reservas de Lucro 332.837 332.838
2.05.04.01 Legal 17.128 17.128
2.05.04.02 Estatutária 0 0

13/08/2010 09:29:52 Pág: 14


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

08.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -30/06/2010 4 -31/03/2010

2.05.04.03 Para Contingências 0 0


2.05.04.04 De Lucros a Realizar 0 0
2.05.04.05 Retenção de Lucros 320.357 320.358
2.05.04.05.01 Reserva para Investimentos 320.357 320.358
2.05.04.06 Especial p/ Dividendos Não Distribuídos 0 0
2.05.04.07 Outras Reservas de Lucro (4.648) (4.648)
2.05.04.07.01 Ações em Tesouraria (4.648) (4.648)
2.05.05 Ajustes de Avaliação Patrimonial (142) (3.715)
2.05.05.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0
2.05.05.02 Ajustes Acumulados de Conversão (142) (3.715)
2.05.05.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0
2.05.06 Lucros/Prejuízos Acumulados 54.577 23.463
2.05.07 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0

13/08/2010 09:29:52 Pág: 15


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

09.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/04/2010 a 30/06/2010 4 - 01/01/2010 a 30/06/2010 5 - 01/04/2009 a 30/06/2009 6 - 01/01/2009 a 30/06/2009

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 269.480 521.383 228.026 447.236
3.02 Deduções da Receita Bruta (70.337) (138.368) (62.347) (122.141)
3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 199.143 383.015 165.679 325.095
3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (59.865) (117.620) (57.869) (101.087)
3.05 Resultado Bruto 139.278 265.395 107.810 224.008
3.06 Despesas/Receitas Operacionais (101.468) (198.124) (85.393) (161.038)
3.06.01 Com Vendas (59.070) (104.214) (43.633) (85.882)
3.06.02 Gerais e Administrativas (38.175) (78.647) (30.294) (61.317)
3.06.03 Financeiras 13.777 22.093 8.558 23.957
3.06.03.01 Receitas Financeiras 20.196 45.243 44.318 68.541
3.06.03.01.01 Receitas Financeiras 19.685 37.741 44.329 68.529
3.06.03.01.02 Variação Cambial Ativa 511 7.502 (11) 12
3.06.03.02 Despesas Financeiras (6.419) (23.150) (35.760) (44.584)
3.06.03.02.01 Despesas Financeiras (1.720) (14.011) 5.831 (2.931)
3.06.03.02.02 Variação Cambial Passiva (4.699) (9.139) (41.591) (41.653)
3.06.04 Outras Receitas Operacionais 0 0 0 0
3.06.05 Outras Despesas Operacionais (19.330) (38.686) (20.024) (37.796)
3.06.05.01 Depreciações e Amortizações (12.159) (22.645) (11.474) (22.771)
3.06.05.02 Amort. Intangíveis Gerados Internamente (7.088) (13.570) (6.060) (10.882)
3.06.05.03 Amortizações Outros Ativos (2.174) (4.267) (2.176) (3.734)
3.06.05.04 Outras Despesas Operacionais 2.091 1.796 (314) (409)
3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 1.330 1.330 0 0
3.06.06.01 Outros Resultados com Investimentos 1.330 1.330 0 0
3.07 Resultado Operacional 37.810 67.271 22.417 62.970
3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0 0
3.08.01 Receitas 0 0 0 0
3.08.02 Despesas 0 0 0 0

13/08/2010 09:29:53 Pág: 16


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

09.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/04/2010 a 30/06/2010 4 - 01/01/2010 a 30/06/2010 5 - 01/04/2009 a 30/06/2009 6 - 01/01/2009 a 30/06/2009

3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 37.810 67.271 22.417 62.970


3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 2.385 (5.120) (3.110) (5.930)
3.11 IR Diferido (9.097) (7.574) 4.418 3.511
3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0 0
3.12.01 Participações 0 0 0 0
3.12.02 Contribuições 0 0 0 0
3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0
3.14 Part. de Acionistas Não Controladores 16 0 25 48
3.15 Lucro/Prejuízo do Período 31.114 54.577 23.750 60.599
NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Mil) 119.637.310 119.637.310 120.132.310 120.132.310
LUCRO POR AÇÃO (Reais) 0,00026 0,00046 0,00020 0,00050
PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)

13/08/2010 09:29:53 Pág: 17


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/04/2010 a 30/06/2010 4 - 01/01/2010 a 30/06/2010 5 - 01/04/2009 a 30/06/2009 6 - 01/01/2009 a 30/06/2009

4.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais 22.452 31.343 31.810 93.096

4.01.01 Caixa Gerado nas Operações 60.875 112.308 52.608 103.312

4.01.01.01 Lucro Liquido do Trimestre 31.114 54.577 23.750 60.599

4.01.01.02 Depreciação e Amortização 22.800 43.208 20.995 39.792

4.01.01.03 Perda na venda ativo imobilizado 322 651 0 0

4.01.01.04 Acrésc. na provisão para perdas 0 0 0 0

4.01.01.05 Equivalência Patrimonial 0 0 0 0

4.01.01.06 Outros resultados com Investimentos 0 0 0 0

4.01.01.07 IR E CS- Correntes 0 0 0 0

4.01.01.08 IR E CS- Diferidos 9.097 7.574 (4.418) (3.511)

4.01.01.09 Acréscimo ( reversão ) de PDD 16.956 26.630 19.370 22.008

4.01.01.10 Participação Minoritária (16) 0 (25) (48)

4.01.01.11 Perda(ganho) na cap. investimentos 0 0 0 0

4.01.01.12 Acrésc. (reversão) provisão contigência 191 3.476 2.020 6.101

4.01.01.13 Ganho não realizado em operação "swap" 0 0 (29.341) (22.035)

4.01.01.14 Perda não realizada em operação "swap" (703) 10.562 0 0

4.01.01.15 Juros,receita aplic. finan, var. cambial (18.886) (34.370) 20.257 406

4.01.02 Variações nos Ativos e Passivos (33.858) (74.320) (18.751) (6.724)

4.01.02.01 Contas a Receber de Clientes (34.870) (50.770) (39.039) (46.716)

4.01.02.02 Impostos a compensar 768 6.383 2.393 2.267

4.01.02.03 Impostos Diferidos 0 0 0 0

4.01.02.04 Adiantamento a fornecedores 817 (3.755) (730) (1.406)

4.01.02.05 Depósitos judiciais compulsórios (7.234) (8.271) (1.436) 3.889

4.01.02.06 Despesas pagas antecipadamente 1.001 (3.826) (611) 133

4.01.02.07 Outras contas a receber (1.239) (2.012) (15.446) (16.530)

4.01.02.08 Outras contas a pagar (13.808) (9.755) 2.303 19.050

4.01.02.09 Fornecedores 4.546 (14.182) 3.410 (41.099)

13/08/2010 09:29:53 Pág: 18


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -01/04/2010 a 30/06/2010 4 -01/01/2010 a 30/06/2010 5 - 01/04/2009 a 30/06/200901/04/20096a- 30/06/2009


01/01/2009 a 30/06/200901/01/2009 a 30/06/2009

4.01.02.10 Salários e encargos sociais 7.210 2.267 7.044 298

4.01.02.11 Impostos e contribuições (2.949) (1.252) 3.118 5.340

4.01.02.12 Adiantamento de clientes 2.386 6.404 5.746 3.563

4.01.02.13 Acréscimo de aplicações financeiras (23.700) (40.700) (4.316) (9.916)

4.01.02.14 Resgate de aplicações financeiras 33.214 45.149 18.813 74.403

4.01.03 Outros (4.565) (6.645) (2.047) (3.492)

4.01.03.01 IR/CS Pagos (4.679) (5.614) (1.928) (2.885)

4.01.03.02 Juros Pagos 114 (1.031) (119) (607)

4.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento (26.087) (39.813) (21.341) (367.156)

4.02.01 Investimenstos-valor pago nas aquisições 0 0 0 (45.729)

4.02.02 Imobilizado (14.925) (29.181) (9.182) (20.716)

4.02.03 Intangível (11.161) (20.824) (12.261) (21.707)

4.02.04 Partes Relacionadas 0 0 102 (4)

4.02.05 Acréscimo de aplicações financeiras (108.167) (108.167) 0 (279.000)

4.02.06 Resgate das aplicações financeiras 108.166 118.359 0 0

4.03 Caixa Líquido Atividades Financiamento (1.073) (764) (4.396) (2.724)

4.03.01 Empréstimos e financiamentos bancários 1.344 6.631 (817) 1.053

4.03.02 Pagamentos de fin. bancários(principal) (844) (1.328) (2.467) (2.467)

4.03.03 Distribuição de Dividendos (1.301) (1.301) (914) (914)

4.03.04 Pagamento CPMF - REFIS/PAES (272) (537) (198) (396)

4.03.05 Recompra de ações 0 (4.229) 0 0

4.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 3.169 3.953 (332) (332)

4.05 Aumento(Redução) de Caixa e Equivalentes (1.539) (5.281) 5.741 (277.116)

4.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 7.631 11.373 5.366 288.223

4.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 6.092 6.092 11.107 11.107

13/08/2010 09:29:53 Pág: 19


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

11.01 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/04/2010 a 30/06/2010 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO ACUMULADOS AVALIAÇÃO LÍQUIDO
PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 530.621 0 0 332.838 23.463 (3.715) 883.207

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 0 0 0 0

5.03 Saldo Ajustado 530.621 0 0 332.838 23.463 (3.715) 883.207

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0 0 31.114 0 31.114

5.05 Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.05.01 Dividendos 0 0 0 0 0 0 0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0 0 0 0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0 0 0 0 0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0 0 0 3.573 3.573

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0 0 0 0 0

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0 0 0 0 0

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0 0 0 0 0

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0 0 0 0 0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0 0 0 0 0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.12 Outros 0 0 0 0 0 0 0

5.13 Saldo Final 530.621 0 0 332.838 54.577 (142) 917.894

13/08/2010 09:29:53 Pág: 20


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

11.02 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2010 a 30/06/2010 (Reais Mil)
1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO
CAPITAL REAVALIAÇÃO LUCRO ACUMULADOS AVALIAÇÃO LÍQUIDO
PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 530.621 0 0 337.067 0 (4.095) 863.593

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0 0 0 0 0

5.03 Saldo Ajustado 530.621 0 0 337.067 0 (4.095) 863.593

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0 0 54.577 0 54.577

5.05 Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.05.01 Dividendos 0 0 0 0 0 0 0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0 0 0 0 0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0 0 0 0 0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0 0 0 0 0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0 0 0 3.953 3.953

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0 0 0 0 0

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0 0 0 0 0

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0 0 0 0 0

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0 0 0 0 0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0 (4.229) 0 0 (4.229)

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0 0 0 0 0

5.12 Outros 0 0 0 0 0 0 0

5.13 Saldo Final 530.621 0 0 332.838 54.577 (142) 917.894

13/08/2010 09:29:53 Pág: 21


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

1. CONTEXTO OPERACIONAL

O Universo Online S.A. (“Companhia”) foi fundado em abril de 1996 e tem por objeto
social o desenvolvimento de atividades de internet e afins, a comercialização e veiculação
de publicidades, a intermediação no comércio de produtos e comercialização de assinaturas
por meio eletrônico e a participação em outras sociedades comerciais ou civis, cujo objeto
social seja relacionado às mesmas atividades, no Brasil e/ou no exterior. Possui sede
estabelecida na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo.

Em 14 de dezembro de 2005, a Companhia foi registrada na Comissão de Valores


Mobiliários - CVM, sendo suas ações negociadas na BM&FBOVESPA S.A. - Bolsa de
Valores, Mercadorias e Futuros sob o símbolo UOLL4, integrando também o Nível 2 de
governança corporativa.

2. APRESENTAÇÃO DAS INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS E PRINCIPAIS


PRÁTICAS CONTÁBEIS

As informações trimestrais são de responsabilidade da Administração da Companhia e


foram preparadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com
observância às disposições contidas na Lei das Sociedades por Ações e nas normas da
Comissão de Valores Mobiliários – CVM e incorporam as alterações trazidas pelas Leis
nº 11.638/07 e nº 11.941/09.

Na elaboração das informações trimestrais é necessário utilizar estimativas para


contabilizar certos ativos, passivos e outras transações. Para efetuar essas estimativas, a
Administração da Companhia utilizou as melhores informações disponíveis na data da
preparação dessas informações trimestrais, bem como a experiência de eventos passados
e/ou correntes, considerando ainda pressupostos relativos a eventos futuros. As informações
trimestrais incluem, portanto, estimativas referentes à seleção da vida útil do ativo
imobilizado e intangível, estimativa do valor de recuperação de ativos de vida longa,
provisões necessárias para discussões legais, determinação do valor justo de instrumentos
financeiros ativos e passivos, imposto de renda e contribuição social diferidos, dentre
outros. O resultado real das transações e informações quando da efetiva realização podem
divergir das estimativas.

2.1. As principais práticas contábeis adotadas na elaboração das informações trimestrais são
as seguintes:

(i) Caixa e equivalentes de caixa

O caixa e equivalentes de caixa compreendem os saldos de caixa, depósitos à vista, e

13/08/2010 09:29:55 Pág: 22


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


aplicações financeiras com prazo de resgate de até 90 dias da data da aplicação financeira.
Essas aplicações financeiras estão demonstradas ao custo, acrescido dos rendimentos
auferidos até as datas de encerramento dos períodos, e possuem vencimentos inferiores a 90
dias, com liquidez imediata, e estão sujeitas a um insignificante risco de mudança de valor.

(ii) Aplicações financeiras

As aplicações financeiras são classificadas nas seguintes categorias: títulos mantidos até o
vencimento, títulos disponíveis para venda e títulos mensurados pelo valor justo por meio
do resultado. A classificação depende do propósito para o qual o investimento foi
adquirido. Quando o propósito da aquisição do investimento é a aplicação de recursos para
obter ganhos de curto prazo, estes são classificados como títulos para negociação dentro da
categoria títulos mensurados pelo valor justo através do resultado; quando a intenção é
efetuar aplicação de recursos para manter as aplicações até o vencimento, estes são
classificados como títulos mantidos até o vencimento, desde que a Administração tenha a
intenção e possua condições financeiras de manter a aplicação financeira até seu
vencimento. Quando a intenção, no momento de efetuar a aplicação, não é nenhuma das
anteriores, tais aplicações são classificadas como títulos disponíveis para venda, sendo que
a Companhia não possui aplicações financeiras classificadas nessa categoria na data-base
dessas demonstrações financeiras.

Os títulos mantidos até o vencimento são mensurados pelo custo amortizado, representando
o custo de aquisição acrescido por juros, correção monetária, variação cambial, menos
perdas do valor recuperável, quando aplicável, incorridos até a data das informações
trimestrais, conforme demonstrado na nota explicativa nº 4.

Os títulos mensurados pelo valor justo por meio do resultado (inclui títulos mantidos para
negociação e outros designados pela Companhia) são mensurados pelo seu valor justo. Os
juros, correção monetária e variação cambial, quando aplicável, assim como as variações
decorrentes da avaliação ao valor justo, são reconhecidos no resultado quando incorridas,
conforme demonstrado na nota explicativa nº 4.

(iii) Instrumentos financeiros derivativos

Os instrumentos financeiros derivativos, sem alavancagem, são classificados como títulos


mensurados pelo valor justo por meio do resultado. Em função dos contratos derivativos da
Companhia não possuírem mercado ativo, o valor justo foi determinado utilizando
metodologia de avaliação e apreçamento, calculado nas datas-base de encerramento de
balanço e das informações trimestrais, conforme mencionado na nota explicativa nº 16.

(iv) Contas a receber de clientes

13/08/2010 09:29:55 Pág: 23


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Demonstradas líquidas da provisão para créditos de liquidação duvidosa, sendo esta
constituída em montante considerado suficiente para cobrir as prováveis perdas na
realização dos créditos. A constituição da referida provisão segue critérios distintos
conforme a correspondente modalidade de cobrança: (i) assinaturas - de acordo com a
média histórica de perdas; e (ii) publicidade, permuta e outras - de acordo com a análise
individual da Administração com relação à expectativa de recebimento.

(v) Demais ativos circulante e não circulante

Apresentados ao valor de custo ou realização, dos dois o menor, incluindo, quando


aplicável, os rendimentos e as variações monetárias auferidos até as datas dos balanços.

(vi) Investimentos

Os investimentos em empresas controladas, sobre os quais a Companhia participa, no


mínimo, em 20% do capital votante da controlada ou possui influência em sua
Administração são avaliados pelo método de equivalência patrimonial.

Para o adequado registro dos investimentos societários no exterior, as demonstrações


financeiras, ajustadas para as práticas contábeis adotadas no Brasil, foram convertidas para
reais (moeda de apresentação) levando em consideração os seguintes critérios: (i) a moeda
funcional das atividades das controladas foi determinada como sendo a do país onde
operam; e (ii) as controladas operam em países cuja economia não é considerada
hiperinflacionária;

Com base nas considerações acima, as demonstrações financeiras das controladas no


exterior foram convertidas para reais conforme segue: (i) os ativos e passivos para cada
item do balanço patrimonial apresentado, incluindo os comparativos, foram convertidos
utilizando a taxa de fechamento na data dos balanços; (ii) o patrimônio líquido inicial de
cada balanço corresponderá ao patrimônio líquido final do período anterior conforme
convertido à época e as mutações do patrimônio inicial durante o período corrente serão
convertidas pela taxa de suas respectivas datas; (iii) as receitas e despesas para cada item da
demonstração do resultado, incluindo as comparativas, foram convertidas utilizando as
taxas cambiais médias mensais, devido ao resultado não ser substancialmente diferente
daquele que seria obtido se as taxas de câmbio efetivas das datas de cada transação fossem
utilizadas para esse propósito; (iv) as variações cambiais resultantes dos itens elencados
acima foram reconhecidas em rubrica específica no patrimônio líquido denominado Ajustes
de Avaliação Patrimonial; (v) os fluxos de caixa das controladas no exterior foram
convertidos utilizando as taxas cambiais médias mensais, devido ao resultado não ser
substancialmente diferente daquele que seria obtido se as taxas de câmbio efetivas das datas
de cada fluxo de caixa fossem utilizadas para esse propósito. O efeito das mudanças nas
taxas cambiais sobre o caixa e equivalentes de caixa, mantidos ou devidos em moeda

13/08/2010 09:29:55 Pág: 24


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


estrangeira, é apresentado na demonstração dos fluxos de caixa, a fim de reconciliar o caixa
e equivalentes de caixa no início e no fim dos períodos.

(vii) Arrendamento mercantil (“leasing”)

Os contratos de arrendamento mercantil são classificáveis como arrendamento financeiro


ou arrendamento operacional. Os arrendamentos que transferem substancialmente os riscos
e benefícios de propriedade dos ativos para a Companhia são classificados como
arrendamento financeiro e registrados como compra financiada dos bens arrendados. Na
análise para classificação, as seguintes premissas foram consideradas em conformidade
com essa norma: (i) no término da vigência do contrato de arrendamento, a ocorrência da
transferência de propriedade do bem para a Companhia; (ii) existência de opção de compra
do bem pela Companhia, por valor substancialmente inferior ao seu valor de mercado; (iii)
o período de contrato do arrendamento representa parcela substancial da vida útil do bem;
(iv) o valor presente do contrato de arrendamento em relação ao valor de mercado do bem;
e (v) natureza dos bens arrendados, atentando para a customização para o arrendatário sem
necessidade de modificações relevantes.

Os contratos de “leasing” dos quais as parcelas relevantes dos riscos e direitos de


propriedade são mantidos pelo locador, são classificados como leasing operacional. Os
pagamentos realizados nos contratos de leasing operacionais são registrados no resultado
do exercício de forma linear durante o período de vigência desses contratos.

(viii) Imobilizado

Demonstrado ao custo de aquisição, exceto os bens da controlada direta, DH&C


Outsourcing S.A., que está a valor justo, conforme mencionado na nota explicativa nº 9,
deduzido das respectivas depreciações calculadas pelo método linear. As taxas anuais de
depreciação, mencionadas na nota explicativa nº 9, levam em consideração o tempo de vida
útil-econômica dos bens. A Companhia está em processo de avaliação da vida útil
econômica do ativo imobilizado, cujo impacto decorrente das alterações dos valores das
depreciações, se houver, será reconhecido contabilmente durante o exercício a findar em 31
de dezembro de 2010, a partir da data da revisão.

Os direitos que tenham por objeto bens corpóreos destinados à manutenção das atividades
da Companhia e de suas controladas, originados de operações de arrendamento mercantil
do tipo financeiro, representados substancialmente por equipamentos de processamento de
dados, são registrados no imobilizado e submetidos às depreciações calculadas de acordo
com a vida útil estimada dos respectivos bens, conforme demonstrado na nota explicativa
nº 9.

13/08/2010 09:29:55 Pág: 25


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


As depreciações do exercício foram integralmente registradas em rubrica específica no
resultado. Os bens que se encontram em fase de construção ou aquisição (imobilizado em
andamento) não são depreciados até que sejam colocados em operação.

(ix) Intangível

Os ativos intangíveis são avaliados pelo custo de aquisição e compreendem o registro de


direitos que tenham por objeto bens incorpóreos destinados à manutenção da Companhia ou
exercidos com essa finalidade, inclusive fundos de comércio adquiridos. Os ativos
intangíveis com vida útil definida são amortizados pelo método linear, tomando-se por base
a sua vida útil estimada, conforme demonstrado na nota explicativa nº 10. Conforme
mencionado no item (viii) acima, encontra-se em andamento a primeira análise periódica
com o objetivo de revisar e ajustar a vida útil econômica estimada para o cálculo da
amortização, bem como para determinar o valor residual dos itens, cujo impacto, se houver,
será registrado contabilmente no exercício a findar em 31 de dezembro de 2010, a partir da
data da revisão.

Os ativos intangíveis com vida útil indefinida, incluindo o ágio gerado na aquisição de
investimento fundamentado em expectativa de resultado futuro, não são amortizados,
entretanto, a Companhia revisa o seu valor recuperável anualmente ou sempre que
existirem indícios de que o ativo intangível pode ter perdido o seu valor. A Companhia não
reconheceu nenhuma perda no resultado para os trimestres apresentados, em função da
aplicação dessa prática contábil.

Nenhum valor é atribuído a marcas e patentes desenvolvidos internamente ou direitos


semelhantes.

Ativos intangíveis gerados internamente – pesquisa e desenvolvimento

As despesas com pesquisas são reconhecidas no resultado quando incorridas.

Um ativo intangível gerado internamente proveniente de desenvolvimento (ou a partir da


fase de desenvolvimento de um projeto interno) é reconhecido se, e somente, quando todos
os seguintes elementos estiverem presentes: (i) viabilidade técnica para concluir o ativo
intangível de forma que ele seja disponibilizado para uso; (ii) intenção de concluir o ativo
intangível e de usá-lo; (iii) capacidade para usar o ativo intangível; (iv) o ativo intangível
deverá gerar benefício econômico futuro, com utilidade para uso interno; (v)
disponibilidade de recursos técnicos, financeiros e outros recursos adequados para concluir
o seu desenvolvimento e usar o ativo intangível; e (vi) capacidade de mensurar com
segurança os gastos atribuíveis ao ativo intangível durante o seu desenvolvimento.

O montante inicialmente reconhecido como ativo intangível gerado internamente é o


somatório dos gastos realizados a partir da data em que o ativo intangível atinge os critérios

13/08/2010 09:29:55 Pág: 26


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


de reconhecimento supramencionados. Quando um ativo intangível gerado internamente
não pode ser reconhecido como tal, esses gastos são reconhecidos no resultado, quando
incorridos.

As amortizações dos ativos intangíveis gerados internamente e dos outros ativos intangíveis
do período foram integralmente registradas em rubricas específicas no resultado, com
exceção daqueles que possuem vida útil indeterminada, os quais não são amortizados. Os
ativos intangíveis que estão em desenvolvimento ou em aquisição não são amortizados até
que sejam colocados em operação.

(x) Redução ao valor recuperável de ativos de longa duração

Compreende a avaliação anual ou sempre que eventos ou circunstâncias indiquem que o


valor contábil de um ativo ou grupo de ativos não poderá ser recuperável.

Para os ativos de longa duração com vida útil definida, tais como o ativo imobilizado e
certos ativos intangíveis, sujeitos a depreciação e amortização, a Administração da
Companhia avalia as fontes internas e externas, com o objetivo de identificar, se os
referidos ativos sofreram desvalorização. Para os períodos apresentados, não foram
identificados indicativos de que o valor de recuperação dos ativos com vida útil definida
pudesse ter sofrido uma desvalorização.

Para os ativos de longa duração com vida útil indefinida, incluindo o ágio gerado na
aquisição de investimento fundamentado em expectativa de resultado futuro, a Companhia
determina o seu valor recuperável como sendo o maior valor entre valor justo do ativo
menos o custo de vender e seu valor de uso. Para o propósito de avaliação do valor
recuperável, os ativos são agrupados ao menor nível para o qual existam Unidades
Geradoras de Caixa (“UGC”) e são realizadas projeções com base em fluxos de caixa
descontados, fundamentadas em expectativas sobre as suas operações. Uma eventual perda
é reconhecida por um montante pelo qual o saldo contábil do ativo excede o seu montante
recuperável. Durante os períodos apresentados, a Companhia não reconheceu perdas em
decorrência da aplicação dessa prática contábil.

(xi) Adiantamentos de clientes

Referem-se aos adiantamentos obtidos por conta de veiculação de publicidade e assinatura


futura e são registrados como receita quando da prestação de serviços.

(xii) Provisão para contingências

As provisões para contingências, mencionadas na nota explicativa nº 13, são registradas


com base nas avaliações de risco de perda provável e, para assuntos trabalhistas, nas perdas
percentuais históricas, atualizadas monetariamente pelos índices oficiais determinados para

13/08/2010 09:29:55 Pág: 27


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


sua correção. Para fins de demonstração, estão apresentadas líquidas dos depósitos judiciais
correlacionados.

A Companhia e suas controladas mantêm registradas provisões para todos os tributos


previstos em lei e que estão sendo questionados judicialmente, por entender que se trata de
obrigações legais, conforme Deliberação CVM nº 489/05.

(xiii) Empréstimos e financiamentos

Os empréstimos e financiamentos são reconhecidos inicialmente no recebimento dos


recursos, acrescidos dos encargos contratuais incorridos até as datas dos balanços,
conforme demonstrado na nota explicativa nº 11.

(xiv) Demais passivos circulante e não circulante

Demonstrados por valores conhecidos e calculáveis, acrescidos, quando aplicável, dos


correspondentes encargos incorridos.

(xv) Apuração do resultado

O resultado é apurado pelo regime de competência, destacando-se: (i) as receitas de


assinaturas e outros serviços são reconhecidas no período em que os serviços são prestados;
(ii) a receita de publicidade é reconhecida no período de veiculação; e (iii) as despesas com
publicidade são reconhecidas quando incorridas.

(xvi) Imposto de renda e contribuição social

Calculados de acordo com a legislação em vigor nas datas dos balanços. O imposto de
renda e a contribuição social são reconhecidos no resultado dos exercícios, considerando as
diferenças temporárias para o reconhecimento de despesas e receitas para fins contábeis e
efeitos tributários. O imposto de renda e a contribuição social diferidos, registrados no ativo
e passivo circulante e não circulante, decorrem de diferenças temporárias e sobre os saldos
de prejuízos fiscais e base negativa de contribuição social.

(xvii) Lucro por ação

Determinado de acordo com a quantidade de ações em circulação (i.e. descontadas ações


em tesouraria) nas datas dos balanços.

2.2. Novos pronunciamentos contábeis editados em 2009 e que entraram em vigor a partir
de 2010.

Novas práticas contábeis a serem adotadas a partir de 2010

13/08/2010 09:29:55 Pág: 28


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Durante o exercício de 2009, dentro do processo de convergência com as normas
internacionais, foram emitidas pelo CPC - Comitê de Pronunciamentos Contábeis, várias
normas e interpretações a serem adotadas a partir do exercício de 2010. Através do Oficio
Circular CVM/SNC/SEP/Nº01/2010 de 31 de março de 2010, a CVM esclareceu o
entendimento da Deliberação CVM 603 de 10 de novembro de 2009, prorrogando para
dezembro de 2010 a aplicação obrigatória dos Pronunciamentos, Interpretações e
Orientações do CPC editados e aprovados por esta Comissão em 2009. A Companhia
decidiu por não contemplar a antecipação da adoção dos novos pronunciamentos.

Baseado no exposto, a Companhia preparou esta informação trimestral de acordo com as


práticas contábeis em vigor até 31 de dezembro de 2009, que será reapresentada
oportunamente após a adoção integral das novas normas contábeis.

Dentre as normas publicadas em 2009 e aplicáveis à Companhia, as seguintes poderão ter


algum impacto significativo nas Demonstrações Financeiras em 2010, nesta situação tendo
as cifras do exercício de 2009, reapresentadas para fins de comparação.

CPC 15 – Combinação de negócio - Determina que os investimentos cujo controle


acionário foi adquirido a partir de 2009 sejam avaliados a valor justo e o ágio
decorrente da aquisição seja alocado aos respectivos ativos, quando aplicável.

CPC 25 - Provisões, Passivos Contingentes e Ativos Contingentes - assegura que


sejam aplicados critérios de reconhecimento e bases de mensuração apropriados a
provisões, passivos contingentes e ativos contingentes e que seja divulgada
informação suficiente nas notas explicativas, para permitir que os usuários
entendam a natureza, oportunidade e valor.

CPC 38, 39 e 40 - Instrumentos Financeiros - estabelece princípios para o


reconhecimento, mensuração, apresentação e evidenciação de instrumentos financeiros
ativos ou passivos, inclusive derivativos.

CPC 30 - Receitas - estabelece o tratamento contábil de receitas provenientes de certos


tipos de transações e eventos.

No caso de ajustes decorrentes de adoção das novas práticas contábeis a partir de 1º de


janeiro de 2010, a Companhia avaliará a necessidade de remensurar os efeito que seriam
produzidos em suas demonstrações financeiras de 2009, para fins de comparação, caso
esses novos pronunciamentos já estivessem em vigor desde o início do exercício findo em
31 de dezembro de 2009.

3. CRITÉRIOS DE CONSOLIDAÇÃO

13/08/2010 09:29:55 Pág: 29


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


As informações trimestrais consolidadas estão apresentadas de acordo com a Instrução
CVM nº 247, de 27 de março de 1996, e suas alterações, e abrangem as informações
trimestrais da Companhia e das seguintes controladas:
Quantidade de ações
ou quotas Tipo de Participação no capital
Controladas diretas integralizadas em consolidação social e votante - %
30/06/10 30/06/10 31/03/10

Boldcron Technologies Com. Serv. Ltda. ("Boldcron") 5.569.956 Integral 100,00 100,00
DH&C Outsourccing S.A. ("DH&C") 36.114.662 Integral 100,00 100,00
Net+Phone Telecomunicações Ltda. ("Net+Phone") 6.935.440 Integral 99,99 99,99
Nuggent Hall Ltd. ("Nuggent") 28.706.623 Integral 100,00 100,00
Pagseguro Internet Ltda. ("Pagseguro") 24.439.004 Integral 100,00 100,00
UBN Internet Ltda. ("UBN") 214.380 Integral 99,99 99,99
UNI5 S.A. ("UNI5") 4.613.440 Integral 100,00 100,00
UOL Argentina Holdings S.A. ("UOL-A") 12.818 Integral 83,00 83,00
UOL E-Corp. ("UOL-E") 1.000 Integral 100,00 100,00
Yutz Participações Ltda. ("Yutz") 1.000 Integral 99,90 99,90
Zip.Sports Ltda. ("Zip") 200.000 Integral 60,00 60,00

Os resultados das empresas adquiridas ao longo de 2009 foram consolidados nas


informações trimestrais a partir da aquisição do controle, conforme mencionado na nota
explicativa nº 8.

Nas informações trimestrais consolidadas, foram eliminadas as contas a receber e a pagar,


as receitas e as despesas entre as empresas consolidadas e os investimentos.

4. APLICAÇÕES FINANCEIRAS

A composição dos saldos de aplicações financeiras da Companhia é como segue:

13/08/2010 09:29:55 Pág: 30


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Controladora Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10

Mantido até o vencimento


Título do Reino da Noruega (a) 264.645 357.915 264.645 357.915
264.645 357.915 264.645 357.915
Títulos para negociação
Título de renda fixa (b) 95.440 106.271 110.022 107.455
Certificados de depósito no exterior (c) 108.201 - 108.201 13.119
Certificados de depósito no exterior (d) 205 203 205 203
Debêntures (e) 90.743 85.173 90.743 85.173
294.589 191.647 309.171 205.950
Total 559.234 549.562 573.816 563.865

(a) Aplicações financeiras no exterior com remuneração de 100,00% do CDI e juros de


6,91% a.a a 7,47% a.a, sujeitas a perda com desvalorização cambial do dólar.

(b) Aplicações em Certificados de Depósitos Bancários - CDBs com remuneração a


104,80% do Certificado de Depósito Interbancário – CDI.

(c) Certificados de depósito no exterior indexados ao real, com remuneração de 83% do


CDI.

(d) Certificados de depósito no exterior indexados ao dólar norte-americano com liquidez


imediata.

(e) Aplicações em Debêntures - CDBs com remuneração de 101,00% a 104,50% do


Certificado de Depósito Interbancário - CDI.

A Companhia contratou derivativos para proteção de eventual desvalorização do câmbio


que possam trazer impacto em suas aplicações financeiras, conforme descrito na nota
explicativa nº 16.

5. CONTAS A RECEBER DE CLIENTES

13/08/2010 09:29:55 Pág: 31


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Controladora Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10

Assinaturas 71.085 67.091 71.085 71.306


Publicidade e outras 124.129 110.763 150.695 133.046
195.214 177.854 221.780 204.352
Provisão para créditos de liquidação duvidosa (31.662) (29.297) (35.153) (36.046)
Circulante 163.552 148.557 186.627 168.306

Publicidade e outras 723 2.019 723 2.019


Não Circulante 723 2.019 723 2.019

As movimentações da provisão para créditos de liquidação duvidosa foram como segue:

Controladora Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10

Saldo no início do trimestre (29.297) (28.963) (36.046) (35.491)


Adições (16.703) (9.354) (16.956) (9.674)
(-) Baixas 14.338 9.020 17.892 9.119
Saldo final (31.662) (29.297) (35.153) (36.046)

A composição das contas a receber por idade de vencimento é como segue:


Controladora Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10

A vencer 140.813 131.303 155.584 143.302


Vencidas até 30 dias 16.941 17.162 19.955 20.272
Vencidas de 31 a 60 dias 9.253 7.285 10.924 8.281
Vencidas de 61 a 90 dias 5.091 3.613 6.458 4.935
Vencidas de 91 a 180 dias 11.652 10.671 13.118 11.402
Vencidas acima de 180 dias 12.187 9.839 16.463 18.179
Total das contas a receber 195.937 179.873 222.502 206.371

6. IMPOSTOS A RECUPERAR

13/08/2010 09:29:55 Pág: 32


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Controladora Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10

Imposto de renda e contribuição social


antecipados 9.772 5.761 10.481 6.645
Imposto sobre Valor Agregado - IVA - - - 1.125
Imposto sobre Circulação de Mercadorias
e Serviços - ICMS a recuperar - - 655 483
Imposto de Renda Retido na Fonte -
IRRF - aplicações financeiras 645 84 646 84
Outros 161 68 1.064 450
Circulante 10.578 5.913 12.846 8.787

Imposto de Renda Retido na Fonte -


IRRF a recuperar - - - 148
Não circulante - - - 148

7. TRANSAÇÕES COM PARTES RELACIONADAS

O controlador da Companhia é a Folhapar S.A., entidade sediada no Brasil.

(i) Saldos e transações com partes relacionadas

13/08/2010 09:29:55 Pág: 33


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Controladora
30/06/10 31/03/10 30/06/09
Circulante Não circulante Circulante Não circulante
Efeito Efeito
Contas a Fornece- Contas a Contas a líquido no Contas a Fornece- Contas a Contas a líquido no
receber dores receber pagar resultado receber dores receber pagar resultado

Controladas
Adiantamento para futuro
aumento de capital - AFAC:
Boldcron - - 1.290 - - - - 770 - -
DH&C - - 11.089 - - - - 11.894 - -
Net+Phone - - 755 - - - - 674 - -
Nuggent - - 3.979 - - - - 3.979 - -
Pagseguro - - 457 - - - - 426 - -
UBN - - 5.363 - - - - 5.180 - -
UOL-BV - - - - - - - 127 - -
Zip - - 3.603 - - - - 3.528 - -
- - 26.536 - - - - 26.578 - -
Adiantamento para cobertura
de despesas:
Pagseguro - - - 30.490 - - - - 30.111 -
UOL-A - - - - - - - - 5 -
UOL-E - - - 201 - - - - 199 -
Yutz - - - 1 - - - - 1 -
- - - 30.692 - - - - 30.316 -
Prestação de serviços:
UBN - - - - (71) - - - - (71)
- - - - (71) - - - - (71)
Outras partes relacionadas
Prestação de serviços:
Banco de Dados de São
Paulo Ltda. - - - - (210) - - - - (264)
Empresa Folha da Manhã S.A. 3.600 4.123 53 - (5.938) 2.744 2.873 53 - (4.967)
Transfolha Transporte e
Distribuição Ltda. - 48 - - (550) - - - - (993)
Valor Econômico S.A. 145 376 - - 198 112 318 - - 45
3.745 4.547 53 - (6.500) 2.856 3.191 53 - (6.179)
Total 3.745 4.547 26.588 30.692 (6.571) 2.856 3.191 26.631 30.316 (6.250)

Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/09
Circulante Não circulante Circulante Não circulante
Efeito
Contas a Fornece- Contas a Efeito líquido Contas a Fornece- Contas a líquido no
receber dores receber no resultado receber dores receber resultado

Outras partes relacionadas


Prestação de serviços:
Banco de Dados de São
Paulo Ltda. - - - (210) - - - (264)
Empresa Folha da Manhã S.A. 3.600 4.144 53 (5.938) 2.744 2.893 53 (4.967)
Transfolha Transporte e
Distribuição Ltda. - 64 - (550) - - - (993)
Valor Econômico S.A. 145 376 - 198 112 335 - 45
Total 3.745 4.584 53 (6.500) 2.856 3.228 53 (6.179)

Durante o semestre findo em 30 de junho de 2010, a Companhia registrou despesas


referentes a aquisição de serviços de logística para armazenamento e distribuição de seus
modems com a Transfolha Transporte e Distribuição Ltda., no montante de R$550 (R$993
durante o semestre findo em 30 de junho de 2009).

13/08/2010 09:29:55 Pág: 34


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Durante o semestre findo em 30 de junho de 2010, a Companhia registrou despesas
referentes a aluguel de imóveis, comunicações e manutenção, entre outros, à Empresa
Folha da Manhã S.A., conforme contrato assinado entre as partes, no montante de R$6.233
(R$4.583 durante o semestre findo em 30 de junho de 2009). O prazo de término do
contrato está previsto para 31 de julho de 2015, sendo reajustado anualmente de acordo
com a variação do IGP-M/FGV. Na hipótese de ocorrer atrasos no pagamento do aluguel
ou qualquer outro encargo da locação, incidirá um acréscimo de 10% (dez por cento),
acrescido de juro de 1% (um por cento) ao mês e atualização monetária de acordo com a
variação do IGP-M/FGV pro-rata die.

Em busca de melhor aproveitamento dos seus recursos disponíveis, a Companhia oferece


espaços em sua página na internet (“website”) para permuta, tanto para terceiros quanto
para partes relacionadas, em condições comerciais equivalentes. A composição da receita e
das despesas relacionadas com operações de permuta com partes relacionadas é como
segue:

Controladora e consolidado
30/06/10 30/06/09
Receita Receita
líquida Despesas Efeito líquida Despesas Efeito
com permutas com permutas líquido com permutas com permutas líquido

Outras partes relacionadas


Empresa Folha da Manhã S.A. 1.310 (1.015) 295 784 (1.168) (384)
Valor Econômico S.A. 544 - 544 68 (11) 57
Total 1.854 (1.015) 839 852 (1.179) (327)

O prazo de término do contrato de permuta com a Empresa Folha da Manhã S.A. está
previsto para 31 de dezembro de 2010. A não observância de qualquer disposição
integrante desse contrato sujeitará a parte infratora à suspensão da utilização de seu crédito
e ao pagamento de multa, não compensatória, no valor de 20% (vinte por cento) do valor
total do contrato, acrescidos de juro de mora de 1% (um por cento) ao mês.
Os demais saldos mantidos no ativo não circulante da Companhia decorrem de
adiantamentos de recursos para cobertura de despesas das empresas controladas, bem como
de adiantamentos para futuro aumento de capital, não sujeitos a encargos financeiros nem a
prazos de vencimento.

Os valores a receber e a pagar de partes relacionadas são recebíveis através de recursos


mensais e, no caso de adiantamento para futuro aumento de capital, serão convertidos em
capital social após a aprovação da Administração. A Companhia não registrou despesa,
durante os períodos apresentados, relacionados a dívidas incobráveis ou de liquidação
duvidosa de partes relacionadas.

13/08/2010 09:29:55 Pág: 35


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Algumas controladas da Companhia utilizam-se de serviços administrativos
compartilhados, pessoal, recursos tecnológicos e infraestrutura.

(ii) Remuneração dos administradores

Durante os semestres findos em 30 de junho de 2010 e de 2009, os honorários dos


administradores, no consolidado, foram apropriados ao resultado, na rubrica “Despesas
gerais e administrativas”, não superando o limite aprovado pelos acionistas, conforme
demonstrado a seguir:

Remuneração dos Administradores

30/06/10 30/06/09

Benefícios de curto prazo a administradores 3.286 3.180


Benefícios pós-emprego 275 67
Total 3.561 3.247

8. INVESTIMENTOS
Informações das investidas em 30 de junho de 2010.

Participação Reversão
Patrimônio Lucro no capital (constituição) Investimentos
líquido líquido social de provisão para (provisão
Capital (passivo a (prejuízo) e votante Equivalência perdas em operação para perdas)
Controladas diretas social descoberto) do período (%) patrimonial de controladas em controladas

Boldcron 5.570 3.531 (248) 100,00 (248) - 3.531


DH&C 36.115 33.876 1.444 100,00 1.444 - 33.876
Net+Phone 6.935 (217) (407) 99,99 - (407) (217)
Nuggent 75.789 (3.979) - 100,00 - - (3.979)
Pagseguro 24.439 27.348 - 100,00 - - 27.348
UBN 214 (628) (404) 99,99 - (404) (628)
UNI5 4.613 4.029 256 100,00 256 - 4.029
UOL-A 6 6 - 83,00 - - 5
UOL-E 16.977 14.647 (879) 100,00 (879) - 14.647
Yutz 1 1 - 99,90 - - 1
Zip 200 (3.603) (161) 60,00 - (161) (3.603)
Total 573 (972)
Investimentos 83.437
Ágio gerado na aquisição de investimento 43.852
Investimentos em empresas controladas 127.289
Provisão para perda (8.427)

13/08/2010 09:29:55 Pág: 36


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Informações das investidas em 31 de março de 2010 e do semestre findo em 30 de junho de 2009

Participação Reversão
Participação Reversão
Patrimônio Lucro no capital (constituição) Investimentos
líquido líquido social de provisão para (provisão
Capital (passivo a (prejuízo) e votante Equivalência perdas em operação para perdas)
Controladas diretas social descoberto) do período (%) patrimonial de controladas em controladas
31/03/10 31/03/10 30/06/09 30/06/09 30/06/09 31/03/10

Boldcron 5.570 3.837 (347) 100,00 - (347) 3.837


DH&C 33.115 28.872 826 100,00 826 - 28.872
Net+Phone 6.935 (64) 57 99,99 - 57 (64)
Nuggent 75.789 (3.979) - 100,00 - - (3.979)
Pagseguro 24.439 27.348 - 100,00 - - 27.348
UBN 214 (871) 2.062 99,99 - 2.062 (871)
UNI5 4.613 3.852 - 100,00 - - 3.852
UOL-A 15.723 8.095 (278) 83,00 (233) - (3.207)
UOL-E 16.977 14.381 2.464 100,00 2.464 - 14.381
UOL-BV 50 (145) (1) 100,00 - (1) (145)
Yutz 1 1 - 99,90 - - 1
Zip 200 (3.521) (159) 60,00 - (159) (3.521)
Total 3.057 1.612
Investimentos 78.291
Ágio gerado na aquisição de investimento 43.852
Investimentos em empresas controladas 122.143
Provisão para perda (11.787)

- Boldcron Technologies Comércio e Serviços Ltda. (“Boldcron”): tem por objeto social
a prestação de serviços de informática e de internet; desenvolvimento, licenciamento e
transferência de informações digitalizadas por meio de redes; comércio de softwares e
hardwares; e participação em outras sociedades. A Companhia adquiriu o controle da
Boldcron em 23 de janeiro de 2009, passando os seus resultados a serem consolidados nas
demonstrações financeiras desde 1º de janeiro de 2009.

- DH&C Outsourcing S.A. (“DH&C”): tem por objetivo principal a terceirização de


serviços de informática (outsourcing), locação de equipamentos e hospedagem de
infraestrutura de equipamentos (hosting), e prestação de serviços de telecomunicações;
prestação de serviços de informática e de internet; desenvolvimento, licenciamento e
transferência de informações digitalizadas por meio de redes; comércio de softwares e
hardwares; e participação em outras sociedades. A Companhia adquiriu o controle da
DH&C em 05 de março de 2009, passando os seus resultados a serem consolidados nas
demonstrações financeiras desde 1º de janeiro de 2009.

- Net+Phone Telecomunicações Ltda. (“Net+Phone”): tem como objetivo principal a


prestação de serviços de telecomunicações em geral e serviços de assistência técnica,
administrativa, organizacional, de vendas e de consultoria ligados à área, além de
atividades de estudo e pesquisa, visando ao desenvolvimento do setor de telecomunicações.

- Nuggent Hall Ltd. (“Nuggent”): com sede na cidade de Road Town, território das Ilhas
Virgens Britânicas, tem como objetivo principal a participação em outras sociedades, na
qualidade de sócia, acionista ou quotista atuando como “holding”.

13/08/2010 09:29:55 Pág: 37


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


- Pagseguro Internet Ltda. (“Pagseguro”): tem por objetivo principal a intermediação no
comércio de produtos e serviços e comercialização de assinaturas por meio eletrônico; a
prestação de serviços ligados ou pertinentes à Internet, extranet, banner, exploração
comercial de websites e hospedagem de websites; e a participação em outras sociedades.

- UBN Internet Ltda.(“UBN”): tem por objeto social a prestação de serviços ligados ou
pertinentes à internet, por meio de quaisquer protocolos, plataformas ou tecnologias
disponíveis ou que venham a ser criados no futuro; gerenciamento de rede de
telecomunicações para tráfego de dados, áudio, vídeo e voz, visando à conexão de outras
sociedades; participação em outras sociedades, empresárias ou não e exploração de locação
de imóveis próprios a terceiros, para fins residenciais e/ou comerciais. A UBN possui
investimentos nas seguintes controladas:

 CLR Internet: empresa constituída em 2009, tem por objetivo principal a prestação
de serviços de telemarketing ativo e receptivo e demais serviços relacionados a
operações de centrais de atendimento com o cliente (call center). Em 30 de junho de
2010 o seu capital social é de R$1 representado por 1.000 quotas e apresenta
passivo a descoberto de R$31 (em 31 de março de 2010 o capital social era de R$1
representado por 1.000 quotas e apresentava uma passivo a descoberto de R$39). A
UBN detém 999 quotas (999 em 31 de março de 2010) que representam 99,99% do
seu capital social.

 MI Comunicação Ltda: tem por objetivo principal a prestação de serviços ligados ou


pertinentes à Internet, extranet, banner, exploração comercial de websites e
hospedagem de websites. Em 30 de junho de 2010 o seu capital social é de R$764
representado por 764.000 quotas e apresenta um patrimônio líquido de R$251 (em
31 de março de 2010 o capital social era de R$764 representado por 764.000 quotas
e apresentava passivo a descoberto de R$28). A UBN detém 763.999 quotas
(763.999 quotas em 31 de março 2010) que representam 99,99% do seu capital
social.

 SPN Participações e Empreendimentos de Internet Ltda: tem por objetivo principal


a prestação de serviços ligados ou pertinentes à Internet, extranet, banner,
exploração comercial de websites e hospedagem de websites. Em 30 de junho de
2010 o seu capital social é de R$390 representado por 390.000 quotas e apresenta
passivo a descoberto de R$2.530 (em 31 de março de 2010 o capital social era de
R$390 representado por 390.000 quotas e apresentava passivo a descoberto de
R$2.454). A UBN detém 389.999 quotas (389.999 quotas em 31 de março de 2010)
que representam 99,99% do seu capital social.

13/08/2010 09:29:55 Pág: 38


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


 Durante o quarto trimestre de 2009, o investimento detido no Pagseguro Internet
Ltda. foi transferido integralmente para a Companhia, a valor contábil do
investimento.

- UNI5 S.A. (“UNI5”): tem por objetivo principal pesquisa, desenvolvimento e


licenciamento de software; prestação de serviços de consultoria, treinamento e afins na área
de informática; provimento de serviços na internet; comercialização de espaços
publicitários; e a participação em outras sociedades. A Companhia adquiriu o controle da
UNI5 em 1º de outubro de 2009, data em que seus resultados passaram a ser consolidados
nas demonstrações financeiras.

- UOL Argentina Holdings S.A. (“UOL-A”): com sede na cidade de Buenos Aires na
Argentina, tem por objeto social o desenvolvimento de atividades de internet e afins e a
participação em outras sociedades comerciais ou civis, cujo objeto social seja relacionado
às mesmas atividades. A UOL-A possuia investimentos nas seguintes controladas:

 Uol Phone S.A (“UOL-P”): com sede na cidade de Buenos Aires na Argentina,
tinha por objetivo principal o desenvolvimento de atividades de Internet e prestação
de serviços de telecomunicações em geral. Em maio de 2010 a UOL-A decidiu pela
alienação do investimento, sendo gerada uma perda de capital no montante de R$28
registrado na rubrica “Outros resultados com investimentos”.

Uol Sinectis S.A (“UOL-S”): com sede na cidade de Buenos Aires na Argentina,
tinha por objetivo principal o desenvolvimento de atividades de Internet e afins e a
participação em outras sociedades comerciais ou civis. Em maio de 2010 a UOL-A
decidiu pela alienação do investimento, sendo gerado um ganho de capital no
montante de R$1.630, registrado na rubrica “Outros resultados com investimentos”.

 Em maio de 2010 a UOL Argentina Holdings S.A. reduziu o valor do capital social
de R$8.095 para R$6 utilizando como parte desta diminuição a absorção de
prejuízos acumulados. Esta redução de capital foi aprovada em 02 de Agosto de
2010 .

- UOL E-Corp. (“UOL-E”): com sede na cidade de Miami nos Estados Unidos da
América, tem a finalidade de negociar contratos de vendas globais de propaganda da
Companhia para os países da América Latina, o Canadá e os Estados Unidos da América.

- UOL International Services B.V. (“UOL-BV”): com sede na cidade de Amsterdã na


Holanda, tinha por objetivo principal as atividades de Internet e afins. Suas atividades
operacionais e estatutárias foram encerradas durante o segundo trimestre de 2010.

- Yutz Participações Ltda. (“Yutz”): tem por objeto social a prestação de serviços de
informática e de internet; o desenvolvimento, o licenciamento e a transferência de

13/08/2010 09:29:55 Pág: 39


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


informações digitalizadas por meio de redes; o comércio de softwares e hardwares e o
desenvolvimento de comércio eletrônico; e a participação em outras sociedades.

- Zip.Sports Ltda. (“Zip”): tem por objeto social a prestação de serviços de informática e
de internet; desenvolvimento, licenciamento e transferência de informações digitalizadas
por meio de redes; comércio de softwares e hardwares e desenvolvimento de comércio
eletrônico; criação, administração e exploração de um portal na internet dedicado à
divulgação de atividades e informações esportivas e/ou relacionadas a esportes; e
participação em outras sociedades.

Não há avais, garantias, fianças, hipotecas nem penhor concedidos pela Companhia em
favor das controladas, com exceção das mencionadas na nota explicativa nº 11, item (ii).

Ágio gerado na aquisição de investimento

Em 23 de janeiro de 2009, a Companhia adquiriu a totalidade do capital social da Boldcron.


Em 05 de março de 2009, a Companhia adquiriu a totalidade do capital social da Dorall,
que participava em 76% da empresa DH&C, sendo que a participação restante de 24% do
capital social da DH&C foi adquirida na mesma data pela controlada integral UBN. Em 02
de outubro de 2009, a Companhia adquiriu a totalidade do capital social da empresa UNI5.

Apresentamos a seguir o custo de aquisição do controle das empresas mencionadas acima,


bem como a indicação do fundamento econômico que o determinou:

Controladora e
Consolidado
31/12/09
Custo das aquisições 86.218

Patrimônio líquido das empresas adquiridas 8.003


Ajuste ao valor justo:
Imobilizado 11.773
Patrimônio líquido das empresas adquiridas ajustado 19.776

Ágio apurado fundamentado em expectativa de resultado futuro 66.442

No decorrer do 4° trimestre de 2009, a Companhia promoveu uma reestruturação societária


envolvendo algumas das suas controladas, com a finalidade de simplificar sua estrutura
operacional e gerar benefícios de ordem econômica, além de permitir um melhor
aproveitamento dos recursos das empresas envolvidas, bem como a racionalização de suas
inter-relações operacionais e administrativas. A referida reestruturação societária
contemplou: (i) a transferência do ágio e investimento contábil das empresas adquiridas

13/08/2010 09:29:55 Pág: 40


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


pela Companhia para a UBN aumentando o seu patrimônio líquido; (ii) a incorporação da
Dorall pela DH&C; (iii) a cisão parcial da UBN, sendo a parcela cindida vertida e
incorporada por Boldcron, DH&C, UNI5 e Pagseguro, relativamente (a) aos investimentos
respectivos que UBN detinha em cada uma de tais empresas; e (b) aos ágios respectivos de
tais empresas (exceto pela Pagseguro). Como consequência da referida reestruturação
societária, o patrimônio líquido das empresas adquiridas foi acrescido em R$34.363,
líquido de provisão da diferença entre o valor do ágio fundamentado em expectativa de
resultado futuro e do benefício fiscal no montante de R$43.852, constituído nas
controladas, conforme prevista na Instrução CVM nº 319/99. O ágio gerado na aquisição,
na controladora, apresentado na rubrica de investimento é representado pela referida
provisão.

No consolidado, o ágio fundamentado em expectativa de resultado futuro no montante de


R$66.442 está apresentado no ativo intangível, conforme nota explicativa nº 10, e o valor
justo de ativo imobilizado no montante de R$11.773 em subgrupo daquela rubrica,
conforme nota explicativa nº 9. Adicionalmente, o valor justo atribuído ao ativo
imobilizado vem sofrendo depreciação, conforme a vida útil estimada dos bens que o
gerou.

A Companhia e a controlada UBN manterão em conta vinculada o montante de R$15.452


(R$15.520 atualizado até 30 de junho de 2010), cujo pagamentos estão condicionados a
eventos futuros. Parte desse recurso será liberado de acordo com cronograma firmado entre
as partes que irá até março de 2014 e outra parte está condicionada a sua solução definitiva
da matéria.

Adicionalmente, a obrigação contratual que a Companhia possui para com os antigos


acionistas/quotistas das empresas adquiridas, em 30 de junho de 2010, estão apresentadas
na rubrica outras contas a pagar no passivo circulante e não circulante no montante de
R$19.228 e R$1.000, respectivamente.

Provisão para redução ao valor recuperável dos ativos

Em 31 de dezembro de 2009, a Companhia avaliou a recuperação do valor contábil do ágio


fundamentado em expectativa de resultado futuro utilizando o conceito do valor em uso,
através da metodologia do fluxo de caixa descontado das unidades geradoras de caixa,
representativa do conjunto de bens tangíveis e intangíveis utilizados no desenvolvimento e
venda dos seus serviços. No semestre encerrado em 30 de junho de 2010 não foi
identificado nenhum indício de perda de valor nos ativos.

9. IMOBILIZADO

13/08/2010 09:29:55 Pág: 41


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Controladora
30/06/10 31/03/10
Taxa anual de Depreciação Depreciação
depreciação - % Custo acumulada Líquido Custo acumulada Líquido

Imobilizado em operação
Equipamentos processamento de dados 37(*) 222.253 (176.495) 45.758 212.525 (169.435) 43.090
Instalações 10 44.440 (12.183) 32.257 43.374 (11.165) 32.209
Máquinas e equipamentos 15(*) 39.470 (9.248) 30.222 37.163 (8.444) 28.719
Móveis e utensilios 12 6.242 (3.696) 2.546 5.998 (3.593) 2.405
Benfeitorias imóveis de terceiros 27 3.695 (2.901) 794 3.173 (2.892) 281
Outros 20 51 (30) 21 51 (30) 21
Leasing financeiro
Equipamentos de processamento de dados 20 6.104 (6.104) - 6.104 (6.104) -
Imobilizado em andamento
Imobilizado em andamento 3.765 - 3.765 3.765 - 3.765
Total 326.020 (210.657) 115.363 312.153 (201.663) 110.490

Consolidado
30/06/10 31/03/10
Taxa anual de Depreciação Depreciação
depreciação - % Custo acumulada Líquido Custo acumulada Líquido

Imobilizado em operação
Equipamentos processamento de dados 37(*) 270.794 (209.118) 61.676 259.068 (200.343) 58.725
Instalações 10 45.117 (12.368) 32.749 44.704 (11.946) 32.758
Máquinas e equipamentos 15(*) 42.877 (12.234) 30.643 40.570 (11.413) 29.157
Móveis e utensilios 12 7.029 (4.194) 2.835 6.780 (4.070) 2.710
Terrenos 1.850 - 1.850 1.850 - 1.850
Benfeitorias imóveis de terceiros 27 4.542 (3.558) 984 4.048 (3.550) 498
Ajuste ao valor justo de bens adquiridos 30 11.773 (8.833) 2.940 11.773 (7.882) 3.891
Outros 20 67 (31) 36 98 (38) 60
Leasing financeiro
Equipamentos de processamento de dados 40 9.039 (8.828) 211 9.039 (8.690) 349
Máquinas e equipamentos 10 6 (1) 5 6 (1) 5
Imobilizado em andamento
Imobilizado em andamento 4.092 - 4.092 3.765 - 3.765
Total 397.186 (259.165) 138.021 381.701 (247.933) 133.768

(*) A Companhia optou pela depreciação acelerada dos bens ligados diretamente ao seu parque tecnológico, com base na projeção dos
novos investimentos gerados pelos recursos obtidos no processo de oferta pública inicial e na expectativa de vida útil desses bens
envolvendo as áreas técnicas da Companhia, que estão em processo de revisão, conforme mencionado na nota explicativa nº 2.1 (viii).

Movimentação do imobilizado

13/08/2010 09:29:55 Pág: 42


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Controladora
31/03/10 Adições 30/06/10

Imobilizado em operação
Equipamentos processamento de dados 212.525 9.728 222.253
Instalações 43.374 1.066 44.440
Máquinas e equipamentos 37.163 2.307 39.470
Móveis e utensilios 5.998 244 6.242
Benfeitorias imóveis de terceiros 3.173 522 3.695
Outros 51 - 51
Leasing financeiro
Equipamentos de processamento de dados 6.104 - 6.104
Imobilizado em andamento
Imobilizado em andamento 3.765 - 3.765
Total do custo 312.153 13.867 326.020

Imobilizado em operação
Equipamentos processamento de dados (169.435) (7.060) (176.495)
Instalações (11.165) (1.018) (12.183)
Máquinas e equipamentos (8.444) (804) (9.248)
Móveis e utensilios (3.593) (103) (3.696)
Benfeitorias imóveis de terceiros (2.892) (9) (2.901)
Outros (30) - (30)
Leasing financeiro
Equipamentos de processamento de dados (6.104) - (6.104)
Total da depreciação (201.663) (8.994) (210.657)

Total do imobilizado, líquido 110.490 4.873 115.363

13/08/2010 09:29:55 Pág: 43


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Consolidado
Ajustes de
31/03/10 Adições Baixas conversão (a) 30/06/10

Imobilizado em operação
Equipamentos processamento de dados 259.068 12.898 (1.177) 5 270.794
Instalações 44.704 1.090 (674) (3) 45.117
Máquinas e equipamentos 40.570 2.307 - - 42.877
Móveis e utensilios 6.780 264 (16) 1 7.029
Terrenos 1.850 - - - 1.850
Benfeitorias imóveis de terceiros 4.048 522 (29) 1 4.542
Ajuste ao valor justo de bens adquiridos 11.773 - - 11.773
Outros 98 - (31) - 67
Leasing financeiro
Equipamentos de processamento de dados 9.039 - - - 9.039
Máquinas e equipamentos 6 - - - 6
Imobilizado em andamento
Imobilizado em andamento 3.765 327 - - 4.092
Total do custo 381.701 17.408 (1.927) 4 397.186

Imobilizado em operação
Equipamentos processamento de dados (200.343) (9.774) 1.005 (6) (209.118)
Instalações (11.946) (1.059) 635 2 (12.368)
Máquinas e equipamentos (11.413) (821) - - (12.234)
Móveis e utensilios (4.070) (133) 10 (1) (4.194)
Benfeitorias imóveis de terceiros (3.550) (32) 25 (1) (3.558)
Ajuste de mais valia de ativo (7.882) (951) - - (8.833)
Outros (38) - 7 - (31)
Leasing financeiro
Equipamentos de processamento de dados (8.690) (138) - - (8.828)
Máquinas e equipamentos (1) - - - (1)
Total da depreciação (247.933) (12.908) 1.682 (6) (259.165)

Total do imobilizado, líquido 133.768 4.500 (245) (2) 138.021

(a) Refere-se aos efeitos da variação cambial na conversão dos saldos patrimoniais das controladas no exterior da Companhia.

Em 30 de junho de 2010, os bens oferecidos em penhora nas ações judiciais totalizavam


R$107 (R$970 em 31 de março de 2010).

10. INTANGÍVEL

13/08/2010 09:29:55 Pág: 44


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Controladora
30/06/10 31/03/10
Taxa anual de Amortização Amortização
amortização - % Custo acumulada Líquido Custo acumulada Líquido
Intangível em operação
Ativos intangíveis gerados internamente
Gastos com software e tecnologia 33 109.577 (60.007) 49.570 100.848 (52.427) 48.421
Outros ativos intangíveis
Direito de uso de softwares 20 68.604 (56.270) 12.334 67.722 (54.991) 12.731
Fundo de comércio 18(*) 15.809 (4.181) 11.628 15.809 (3.510) 12.299
Marcas e patentes 2.688 - 2.688 2.669 - 2.669
Intangível em andamento
Outros ativos intangíveis
Direito de uso de softwares 184 - 184 184 - 184
Total 196.862 (120.458) 76.404 187.232 (110.928) 76.304

Consolidado
30/06/10 31/03/10
Taxa anual de Amortização Amortização
amortização - % Custo acumulada Líquido Custo acumulada Líquido
Intangível em operação
Ativos intangíveis gerados internamente
Gastos com software e tecnologia 33 113.560 (62.378) 51.182 104.600 (54.781) 49.819
Outros ativos intangíveis
Direito de uso de software 20 74.063 (59.591) 14.472 72.983 (58.986) 13.997
Fundo de comércio 18(*) 15.957 (4.183) 11.774 15.957 (3.520) 12.437
Marcas e patentes 2.765 - 2.765 2.745 - 2.745
Ágio fundamentado em expectativa de
resultado futuro (**) 66.442 - 66.442 66.442 - 66.442
Intangível em andamento
Outros ativos intangíveis
Direito de uso de softwares 184 - 184 184 - 184
Total 272.971 (126.152) 146.819 262.911 (117.287) 145.624

(*) Taxa média ponderada entre 10% e 33%.

(*) Conforme mencionado na nota explicativa nº8

Movimentação do intangível

13/08/2010 09:29:55 Pág: 45


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Controladora
31/03/10 Adições 30/06/10
Intangível em operação
Ativos intangíveis gerados internamente
Gastos com software e tecnologia 100.848 8.729 109.577
Outros ativos intangíveis
Direito de uso de software 67.722 882 68.604
Fundo de comércio 15.809 - 15.809
Marcas e patentes 2.669 19 2.688
Intangível em andamento
Outros ativos intangíveis
Direito de uso de softwares 184 - 184
Total do custo 187.232 9.630 196.862

Intangível em operação
Ativos intangíveis gerados internamente
Gastos com software e tecnologia (52.427) (7.580) (60.007)
Outros ativos intangíveis
Direito de uso de software (54.991) (1.279) (56.270)
Fundo de comércio (3.510) (671) (4.181)
Total da amortização (110.928) (9.530) (120.458)

Total do intangível, líquido 76.304 100 76.404

13/08/2010 09:29:55 Pág: 46


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Consolidado
Ajustes de
31/03/10 Adições Baixas conversão (a) 30/06/10
Intangível em operação
Ativos intangíveis gerados internamente
Gastos com software e tecnologia 104.600 8.960 - - 113.560
Outros ativos intangíveis
Direito de uso de software 72.983 2.182 (1.104) 2 74.063
Fundo de comércio 15.957 - - - 15.957
Marcas e patentes 2.745 20 - - 2.765
Ágio fundamentado em expectativa de
resultado futuro 66.442 - - - 66.442
Intangível em andamento
Outros ativos intangíveis
Direito de uso de software 184 - - - 184
Total do custo 262.911 11.162 (1.104) 2 272.971

Intangível em operação
Ativos intangíveis gerados internamente
Gastos com software e tecnologia (54.781) (7.597) - - (62.378)
Outros ativos intangíveis
Direito de uso de software (58.986) (1.630) 1.027 (2) (59.591)
Fundo de comércio (3.520) (663) - - (4.183)
Ágio fundamentado em expectativa de
resultado futuro - - - - -
Total da amortização (117.287) (9.890) 1.027 (2) (126.152)

Total do intangível, líquido 145.624 1.272 (77) - 146.819

(a) Refere-se aos efeitos da variação cambial na conversão dos saldos patrimoniais das controladas no exterior da Companhia.

11. EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS

Controladora Consolidado
Modalidade Encargos Vencimento até 30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10

Moeda nacional
FINEP (i) 4,25% a.a. abril de 2017 6.698 5.740 6.698 5.740
FINAME (ii) 4,50% a.a. novembro de 2014 1.506 - 1.506 -
BNDES (iii) TJLP + 1% a.a setembro de 2013 - - 1.511 1.484
Compror 9,89% a 12,47% a.a abril de 2010 - - - 62
Circulante 8.204 5.740 9.715 7.286

Moeda nacional
FINEP (i) 4,25% a.a. abril de 2017 59.906 60.871 59.906 60.871
BNDES (iii) TJLP + 1% a.a setembro de 2013 - - 3.400 3.817
Não circulante 59.906 60.871 63.306 64.688

13/08/2010 09:29:55 Pág: 47


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


O cronograma de pagamentos do montante total registrado no passivo não circulante, em 30
de junho de 2010, é como segue:

Controladora Consolidado
2011 5.134 6.650
2012 10.270 11.781
2013 10.270 10.643
2014 10.270 10.270
2015 10.270 10.270
2016 10.270 10.270
2017 3.422 3.422
59.906 63.306

(i) FINEP

Em 27 de novembro de 2008, a Companhia firmou contrato com a Financiadora de Estudos


e Projetos - FINEP, para a abertura de crédito destinado ao financiamento para custear
parcialmente despesas incorridas na elaboração do Projeto “Laboratório de Criação de
Produtos para o Mundo Virtual”. O montante total do financiamento, previsto no contrato
firmado entre as partes, é de R$81.876, distribuído em cinco liberações. A Companhia já
recebeu quatro liberações, nos valores de R$17.369, R$18.344, R$15.388 e R$15.388 em
10 e 19 de dezembro de 2008, 1º de julho de 2009 e dezembro de 2009 com complemento
em 7 de janeiro de 2010, respectivamente. A última liberação está prevista para 15 de
setembro de 2010 no montante de R$15.387.

O saldo devedor será pago à FINEP em 81 parcelas mensais e sucessivas. O vencimento da


primeira parcela do principal ocorrerá em 15 de agosto de 2010 e o da última em 15 de abril
de 2017. Os juros incorridos deverão ser pagos mensalmente desde a data da assinatura do
contrato de financiamento.

O custo global do projeto supracitado é de R$90.983, portanto, o total do financiamento


representa aproximadamente 90% desse montante. Os demais R$9.107 deverão ser
disponibilizados pela Companhia com recursos próprios, e um demonstrativo da utilização
desses recursos deverá ser apresentado à FINEP para a liberação das parcelas
remanescentes.

Adicionalmente, o referido contrato de empréstimo contém cláusulas restritivas


(“covenants”) não financeiros. Em 30 de junho de 2010, a Companhia cumpriu com todos
os requisitos vigentes.

13/08/2010 09:29:55 Pág: 48


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Para assegurar o pagamento de quaisquer obrigações decorrentes do contrato, a Companhia
assegura à FINEP como garantia o bloqueio de duas contas correntes no montante de
R$115.846 em 30 de junho de 2010 (R$1.454 em 31 de março de 2010), que somente
ocorrerá em decorrência do não cumprimento de suas obrigações previstas em contrato.

(ii) Financiamentos de Leasing

A DH&C firmou contratos com diversas instituições financeiras nacionais, na modalidade


Leasing, com a finalidade de adquirir de seus fornecedores equipamentos de tecnologia
para renovar e ampliar a base tecnológica instalada de seus Data Centers.

As garantias oferecidas nestas operações são os próprios bens adquiridos que, em 30 de


junho de 2010 estão registrados no ativo imobilizado por R$216, líquido da depreciação
acumulada.

Adicionalmente, os referidos contratos de empréstimo contêm cláusulas restritivas


(“covenants”) não financeiros. Em 30 de junho de 2010, a DH&C cumpriu com todos os
requisitos vigentes.

(iii) BNDES

Em 28 de agosto de 2007, a controlada direta DH&C, firmou contrato com Banco Nacional
de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES, para a abertura de crédito destinado ao
financiamento de investimentos em infraestrutura, equipamentos nacionais, treinamento e
qualidade, serviços e consultoria. O montante total do financiamento, previsto no contrato
firmado entre as partes, é de R$6.000, distribuído em duas liberações, recebidas durante
2007 e 2008. Os juros são devidos desde a data da liberação dos recursos.

O saldo devedor será pago ao BNDES em 48 parcelas mensais e sucessivas. O vencimento


da primeira parcela do principal ocorreu em 15 de outubro de 2009 e o da última ocorrerá
em 15 de setembro de 2013. Os juros incorridos deverão ser pagos trimestralmente até o
final do período de carência, e mensalmente a partir do primeiro vencimento da parcela do
principal.

Em 17 de fevereiro de 2009, a controlada direta DH&C, firmou contrato com Banco


Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES, para a abertura de crédito
destinado ao financiamento de investimentos em infraestrutura, equipamentos nacionais,
treinamento e qualidade, serviços e consultoria. O montante total do financiamento,
previsto no contrato firmado entre as partes, é de R$4.000. Os juros são devidos a partir da
data da liberação dos recursos, que até 30 de junho de 2010 não havia ocorrido.

O saldo devedor será pago ao BNDES em 48 parcelas mensais e sucessivas. O vencimento


da primeira parcela do principal ocorrerá em 15 de abril de 2011 e o da última em 15

13/08/2010 09:29:55 Pág: 49


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


de março de 2015. Os juros incorridos deverão ser pagos trimestralmente até o final do
período de carência, e mensalmente à partir do primeiro vencimento da parcela do
principal.

A Companhia é avalista desses empréstimos.

Adicionalmente, os referidos contratos de empréstimo contêm cláusulas restritivas


(“covenants”) não financeiros. Em 30 de junho de 2010, a DH&C cumpriu com todos os
requisitos vigentes.

12. IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES

Controladora Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10

Programa de Integração Social - PIS 608 696 701 945


Imposto de renda e contribuição social
a recolher 3.914 5.755 4.193 5.831
Contribuição para o Financiamento da
Seguridade Social - COFINS 2.802 3.208 3.261 3.857
Contribuição de Intervenção sobre o
Domínio Econômico - CIDE 1.176 1.162 1.251 1.162
Contribuição Provisória sobre
Movimentação Financeira - CPMF (*) 1.162 898 1.162 898
Impostos sobre importação -
(PIS, COFINS, IRRF, ISS) 1.177 1.161 1.203 1.161
Imposto Sobre Serviços - ISS 204 171 462 312
Imposto sobre Circulação de Mercadorias
e Serviços - ICMS - - 652 897
Outros 404 671 610 1.116
Circulante 11.447 13.722 13.495 16.179

CPMF (*) 477 1.014 477 1.014


Passivo não circulante 477 1.014 477 1.014

(*) A Companhia optou por re-parcelar os débitos de CPMF que faziam parte do Programa
de Parcelamento Especial - PAES. O re-parcelamento do débito da CPMF foi efetuado no
âmbito da Lei n° 11.941/09 (“REFIS”) conforme formalização realizada através do website
da Secretaria da Receita Federal (“SRF”) em 27 de novembro de 2009. O valor
restabelecido no momento anterior ao PAES foi de R$2.826 de principal e R$7.215 de juros
13/08/2010 09:29:55 Pág: 50
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


e multa, totalizando R$10.041 e, posteriormente, aplicadas as reduções previstas no REFIS,
registrando uma perda de R$7.413.

Com a adesão ao REFIS, o valor a pagar sobre os tributos incluídos nesse parcelamento,
apresentado nas informações semestrais de 30 de junho de 2010, controladora e
consolidado é de R$1.162 no passivo circulante e R$477 no passivo não circulante.

A estimativa da Administração é de que o saldo de 30 de junho de 2010 do referido


parcelamento será liquidado no prazo de 18 meses, utilizando o número de parcelas fixas,
sendo as mesmas atualizadas pela taxa do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia -
SELIC.

13. PROVISÃO PARA CONTINGÊNCIAS

A Companhia, adotando o critério mencionado na nota explicativa nº 2.1., item (xii) e


incluindo, mas não se limitando à opinião dos assessores jurídicos, possui a seguinte
composição sobre os valores provisionados para contingências, líquido dos depósitos
judiciais correspondentes:

Controladora Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10

Trabalhistas 168 230 168 348


Cíveis 3.159 3.294 3.185 3.309
Passivo circulante 3.327 3.524 3.353 3.657

Trabalhistas 3.711 3.559 3.713 3.562


Tributárias 973 3.575 2.090 4.671
Cíveis 400 1.140 1.186 1.920
Passivo não circulante 5.084 8.274 6.989 10.153

Movimentação da provisão para contingências

13/08/2010 09:29:55 Pág: 51


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Controladora
Compensação
Variação de depósitos
31/03/10 Adição Baixa Transferência monetária judiciais 30/06/10
contingencia
Trabalhistas 230 - (3) (59) - - 168
Tributárias - - - - 33 (33) -
Cíveis 3.294 127 (234) (28) - - 3.159
Circulante 3.524 127 (237) (87) 33 (33) 3.327

Trabalhistas 3.559 32 - 59 61 - 3.711


Tributárias 3.575 - (2.623) - 82 (61) 973
Cíveis 1.140 3 (137) 28 - (635) 400
Passivo não circulante 8.274 35 (2.760) 87 143 (696) 5.084

Consolidado
Compensação
Variação de depósitos
31/03/10 Adição Baixa Transferência monetária judiciais 30/06/10

Trabalhistas 348 - (123) (59) 2 - 168


Tributárias - - - - 33 (33) -
Cíveis 3.309 141 (234) (31) - - 3.185
Circulante 3.657 141 (357) (90) 35 (33) 3.353
-
Trabalhistas 3.562 32 - 59 60 - 3.713
Tributárias 4.671 10 (2.623) - 98 (65) 2.090
Cíveis 1.920 9 (140) 31 - (635) 1.186
Passivo não circulante 10.153 51 (2.763) 90 158 (700) 6.989

(i) Demonstrativo dos valores compensados

Em atendimento à Deliberação CVM nº 489/05, os depósitos judiciais efetuados relativos


aos processos mencionados, foram apresentados como redutores das respectivas provisões
contábeis. Os valores compensados estão demonstrados a seguir:

Controladora Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10

Tributárias 9.303 9.209 9.368 9.270


Cíveis 635 - 635 -
Total 9.938 9.209 10.003 9.270

(ii) Contingências com riscos de perda possível

Não há nenhum processo individual de valor relevante que necessite de divulgação


específica.

13/08/2010 09:29:55 Pág: 52


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


(iii) Depósitos judiciais não compensados com provisões:

Controladora Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10

Trabalhistas 3.645 3.559 3.645 3.559


Tributárias 58.512 58.540 58.536 58.565
Cíveis 1.658 - 1.658 -
Ativo não circulante 63.815 62.099 63.839 62.124

14. PATRIMÔNIO LÍQUIDO

(i) Capital social

O capital social da Companhia é de R$530.621 e está representado por 120.132.310 ações,


sendo 60.066.155 ações ordinárias e 60.066.155 ações preferenciais, todas nominativas e
sem valor nominal.

Conforme previsto no Estatuto Social, a Companhia está autorizada a aumentar o seu


capital social mediante deliberação do Conselho de Administração, independentemente de
reforma estatutária, por meio da emissão de ações ordinárias e/ou preferenciais, até o limite
de 300.000.000 de ações. O Conselho de Administração fixará as condições da emissão,
inclusive preço e prazo de integralização. A Companhia poderá, dentro do limite de capital
autorizado e de acordo com plano aprovado pela Assembléia Geral, outorgar opção de
compra de ações a seus administradores ou empregados ou a pessoas naturais que prestem
serviços à Companhia ou às empresas sob seu controle.

(ii) Reserva legal

A reserva legal foi constituída de acordo com o artigo 193 da Lei nº 6.404/76, sendo 5% do
lucro líquido anual até o limite de 20% do capital social realizado ou 30% do capital
quando somadas as reservas de capital. A reserva legal somente será utilizada para aumento
do capital ou para absorção de prejuízos.

(iii) Reserva de retenção de lucros

Até o encerramento do exercício de 2007 a retenção de lucros para investimentos


permanecia na conta de lucros acumulados, em linha com o artigo 8º da Instrução CVM
nº 59/86. Com a vigência da Lei nº 11.638/07, que determina que não deve permanecer
saldo na conta de lucros acumulados no fim do exercício, a referida retenção de lucros
remanescentes integra essa reserva de retenção de lucros.

13/08/2010 09:29:55 Pág: 53


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Em 27 de abril de 2010 foi aprovada em Assembléia Geral Ordinária a transferência do
saldo remanescente do lucro líquido do exercício de 2009 para reserva de retenção de
lucros no montante de R$128.832, para fazer frente ao Orçamento de Capital da
Companhia, conforme artigo 196 § 1º da Lei n.º 6.404/76.

Dividendos e direitos das ações

As ações conferem a seus titulares os direitos, as vantagens e as restrições previstos na Lei


das Sociedades por Ações, no Regulamento de Práticas Diferenciadas de Governança
Corporativa da BM&FBOVESPA - Nível 2 e no Estatuto Social. Os principais direitos das
ações preferenciais estão destacados a seguir:

- Direito de serem incluídas em oferta pública de aquisição de ações (“tag-along”) em


decorrência da alienação do controle da Companhia, nas mesmas condições das ações
ordinárias do bloco de controle.

- Prioridade no reembolso do capital, sem prêmio, no caso de liquidação da Companhia.

- Direito ao recebimento de dividendos iguais aos dividendos atribuídos às ações


ordinárias.

Os acionistas têm direito a um dividendo obrigatório de 1% sobre o lucro líquido do


exercício, ajustado nos termos do estatuto social.

Em 27 de abril de 2010, foi aprovada em Assembléia Geral Ordinária o pagamento de


dividendos relativos o exercício findo em 31 de dezembro de 2009 no montante de
R$1.301, o que foi liquidado integralmente em 11 de maio de 2010.

(iv) Ajustes de avaliação patrimonial

Essa rubrica do patrimônio líquido foi criada pela Lei nº 11.638/07 com o intuito
de demonstrar: o registro da variação cambial sobre investimentos societários no exterior
avaliados pelo método de equivalência patrimonial; o registro de determinadas avaliações
de ativos a preços de mercado, principalmente instrumentos financeiros; e os ajustes dos
ativos e passivos a valor de mercado, em razão da fusão e incorporação ocorridas entre
partes não relacionadas que estiverem vinculadas à efetiva transferência de controle. O
saldo devedor, em 30 de junho de 2010, de R$142 (R$3.715 devedor em 31 de março de
2010), registrado nas informações trimestrais da Companhia, refere-se à variação cambial
decorrente da conversão das demonstrações financeiras de suas controladas no exterior,
UOL E-Corp., UOL International Services B.V. e UOL Argentina Holdings S.A.

(v) Ações em tesouraria

13/08/2010 09:29:55 Pág: 54


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


A Companhia, em cumprimento ao disposto no artigo 157 da Lei nº 6.404/76 e nas
Instruções CVM nº 10/80 e 358/02, divulgou, através de Fato Relevante em 08/10/2009, a
autorização para aquisição pela Companhia de até 3.122.201 (três milhões, cento e vinte e
duas mil, duzentas e uma) ações preferenciais de sua própria emissão, com a utilização de
reservas disponíveis. O objetivo desta autorização é o cancelamento das ações adquiridas,
sem redução do capital social. O prazo máximo para a realização das operações autorizadas
é até 30 de setembro de 2010.

Até 30 de junho de 2010, a Companhia adquiriu e mantêm em tesouraria 495.000 ações


preferenciais de sua própria emissão, representando 3,76% das ações em negociação no
mercado, adquiridas pelo montante de R$4.673. O custo médio ponderado destas aquisições
foi de R$9,39 por ação, tendo variado entre R$9,20 e R$9,40. O preço da ação preferencial
(PN N2) da Companhia no fechamento do mercado à vista da Bovespa em 30 de junho de
2010 era de R$9,19.

15. RESULTADO FINANCEIRO

Controladora Consolidado
30/06/10 30/06/09 30/06/10 30/06/09

Despesas financeiras:
Perda não realizada em operação de “swap” (10.562) - (10.562) -
Juros passivos (1.403) (265) (1.600) (877)
Variação monetária líquida (830) (537) (867) (552)
Outras (779) (1.394) (982) (1.502)
Total (13.574) (2.196) (14.011) (2.931)

Receitas financeiras:
Ganho realizado em operação de “swap” 673 - 673 -
Ganho não realizado em operação de “swap” - 22.035 - 22.035
Rendimentos de aplicações financeiras 34.715 41.598 35.249 44.879
Juros ativos 1.745 1.554 1.820 1.615
Total 37.133 65.187 37.741 68.529

Variações cambiais líquidas (1.206) (41.648) (1.637) (41.641)

16. INSTRUMENTOS FINANCEIROS

A Companhia e suas controladas procederam a uma avaliação de seus ativos e passivos


contábeis em relação aos valores de mercado ou de efetiva realização (valor justo),
utilizando informações disponíveis e metodologias de avaliação apropriadas para cada

13/08/2010 09:29:55 Pág: 55


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


situação. A interpretação dos dados de mercado quanto à escolha de metodologias exige
considerável julgamento e estabelecimento de estimativas para se chegar a um valor
considerado adequado para cada situação. Consequentemente, as estimativas apresentadas
podem não indicar, necessariamente, os montantes que poderão ser obtidos no mercado
corrente. A utilização de diferentes hipóteses para apuração do valor de mercado ou o valor
justo pode ter efeito material nos valores obtidos. A seleção dos ativos e passivos
apresentados nesta nota explicativa ocorreu em razão de sua relevância.
Controladora Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10
Valor Valor Valor Valor Valor Valor Valor Valor
Contábil Justo Contábil Justo Contábil Justo Contábil Justo
Ativos financeiros:

Mantido até a data do vencimento:


Títulos do Reino da Noruega 264.645 264.645 357.915 357.915 264.645 264.645 357.915 357.915
264.645 264.645 357.915 357.915 264.645 264.645 357.915 357.915

Ativos e passivos financeiros mensurados


pelo valor justo:
Título de renda fixa 95.439 95.439 106.271 106.271 110.022 110.022 107.455 107.455
Certificados de depósitos no exterior 108.406 108.406 203 203 108.406 108.406 13.322 13.322
Debêntures 90.743 90.743 85.173 85.173 90.743 90.743 85.173 85.173
Ganho não realizado em operação de "swap" - - - - - - - -
Perda não realizada em operação de "swap" (10.562) (10.562) (11.265) (11.265) (10.562) (10.562) (11.265) (11.265)
284.026 284.026 180.382 180.382 298.609 298.609 194.685 194.685

Empréstimos e recebíveis:
Caixa e equivalentes de caixa 3.223 3.223 4.521 4.521 6.092 6.092 7.631 7.631
Contas a receber de clientes 164.275 164.275 150.576 150.576 187.350 187.350 170.325 170.325
Contas a receber de partes relacionadas 3.745 3.745 2.856 2.856 3.745 3.745 2.856 2.856
Outras contas a receber 2.905 2.905 960 960 3.329 3.329 2.090 2.090
174.148 174.148 158.913 158.913 200.516 200.516 182.902 182.902

Custo amortizado:
Fornecedores 92.991 92.991 87.570 87.570 104.765 104.765 99.103 99.103
Dívidas com partes ligadas 35.239 35.239 33.707 33.707 4.584 4.584 3.228 3.228
Empréstimos e financiamentos 68.110 68.110 66.611 66.611 73.021 73.021 71.974 71.974
Parcelamento de impostos - REFIS 1.639 1.639 1.912 1.912 1.639 1.639 1.912 1.912
Outras contas a pagar 23.221 23.221 34.307 34.307 27.020 27.020 40.829 40.829
221.200 221.200 224.107 224.107 211.029 211.029 217.046 217.046

De acordo com a sua natureza, os instrumentos financeiros podem envolver riscos


conhecidos ou não, sendo importante, no melhor julgamento, o potencial desses riscos.
Assim, podem existir riscos com garantias ou sem garantias, dependendo de aspectos
circunstanciais ou legais. Entre os principais fatores de risco de mercado que podem afetar
o negócio da Companhia, destacam-se:

(i) Exposição a riscos cambiais

Como política de gestão de caixa, a Companhia optou por manter parte de seus
investimentos financeiros em aplicações expostas à desvalorização do dólar norte-
americano. O risco vinculado a esses ativos surge em razão da possibilidade de existirem
flutuações nas taxas de câmbio que possam diminuir os saldos destes. Para parte substancial

13/08/2010 09:29:55 Pág: 56


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


das aplicações financeiras, controladora e consolidado, sujeita a esse risco, a Companhia
pactuou contratos de derivativos para proteção de eventual desvalorização do câmbio.

A exposição líquida, pelo valor contábil e valor justo, ao risco da taxa de câmbio na data do
encerramento dos exercícios era a seguinte:

Controladora e consolidado
30/06/10 31/03/10
Valor Valor Valor Valor
contábil justo contábil justo

Ativo:
Títulos do Reino da Noruega 264.645 264.645 357.915 357.915
Aplicações financeiras com proteção
através de contrato de derivativo (264.645) (264.645) (357.915) (357.915)
Exposição líquida - - - -

Certificados de depósito no exterior 108.406 108.406 203 203


Exposição líquida 108.406 108.406 203 203

A aplicação financeira possui condições de contratação atuais semelhantes àquelas em que


estas se originaram, portanto, os valores justos são iguais aos valores contábeis.

(ii) Exposição a risco da taxa de juros

As aplicações financeiras da Companhia e de suas controladas são basicamente mantidas


em operações vinculadas aos juros dos CDIs e parte dos empréstimos e financiamentos
vinculada à TJLP.

O montante das aplicações financeiras sujeitas ao risco da taxa de flutuação da CDI na data
do encerramento dos exercícios era a seguinte:

13/08/2010 09:29:55 Pág: 57


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Controladora
30/06/10 31/03/10
Valor Valor Valor Valor
contábil justo contábil justo

Ativo:
Títulos do Reino da Noruega 264.645 264.645 357.915 357.915
Títulos de renda fixa 95.440 95.440 106.271 106.271
Certificados de depósitos no exterior 108.201 108.201 - -
Debêntures 90.743 90.743 85.173 85.173
Total 559.029 559.029 549.359 549.359

Consolidado
30/06/10 31/03/10
Valor Valor Valor Valor
contábil justo contábil Justo

Ativo:
Títulos do Reino da Noruega 264.645 264.645 357.915 357.915
Títulos de renda fixa 110.022 110.022 107.455 107.455
Certificados de depósitos no exterior 108.201 108.201 13.119 13.119
Debêntures 90.743 90.743 85.173 85.173
Total 573.611 573.611 563.662 563.662

As aplicações financeiras possuem condições de contratação atuais semelhantes àquelas em


que estas se originaram, portanto, os valores de mercado são iguais aos valores contábeis.

O montante dos empréstimos e financiamentos sujeitos ao risco da taxa de flutuação da


TJLP na data do encerramento dos períodos era a seguinte:

13/08/2010 09:29:55 Pág: 58


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Consolidado
30/06/10 31/03/10
Valor Valor Valor Valor
contábil justo contábil justo

Passivo:
BNDES 4.911 4.911 5.301 5.301
Total 4.911 4.911 5.301 5.301

O valor de mercado do referido empréstimo é igual ao valor contábil, considerando as


características próprias desse financiamento.

(iii) Risco de crédito

A Companhia mantém políticas de crédito aprovadas pela Administração, as quais prevêm,


entre outros, a análise individual do cliente antes da prestação do serviço tanto de
assinaturas como de publicidade. O risco existe em razão da possibilidade da Companhia
vir a incorrer em perdas resultantes da dificuldade de recebimento de valores faturados a
seus clientes. Por meio de controles internos, a Companhia monitora permanentemente o
nível de suas contas a receber, o que limita o risco de contas inadimplentes, procedendo ao
corte do acesso ao serviço de assinatura e publicidade se a fatura estiver vencida há mais de
60 dias.

A Companhia controla separadamente os recebíveis por natureza e mantém provisão para


perdas que poderão ocorrer, devido aos riscos de não-recebimento desses valores, conforme
mencionado na nota explicativa nº 5.

(iv) Instrumentos financeiros derivativos

Conforme políticas da Administração da Companhia são permitidas operações de


derivativos, sem alavancagem, com instituições financeiras de primeira linha com o
objetivo único de proteção de riscos de flutuação do câmbio ou de taxas, quando o valor
exposto é considerado relevante. Cabe ressaltar que a Companhia e suas controladas
possuem somente aplicações financeiras expostas a esses riscos.

A Companhia e suas controladas possuem controles internos que asseguram o


monitoramento tempestivo dos riscos de exposição cambial. O gerenciamento e a avaliação
dos resultados obtidos nas operações de derivativos consideram exclusivamente a redução
ou eliminação dos efeitos de flutuações nas taxas de câmbio sobre suas aplicações
financeiras.

Os valores dos instrumentos financeiros derivativos estão resumidos a seguir:

13/08/2010 09:29:55 Pág: 59


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Controladora e consolidado
Valor de Valor a
referência receber
Vencimento (Nocional) Valor justo (pagar)
30/06/10 30/06/10 30/06/10
Contrato de venda futura de dolar:
Posição ativa:
Moeda estrangeira – Dolar Norte-americano jul/10 247.278 247.278 -
Posição passiva:
Prêmio fixo em reais jul/10 (247.278) (257.839) (10.562)
Valor líquido - (10.562) (10.562)

A perda não realizada na operação de derivativo acima apresentada foi registrada a valor
justo no resultado, conforme mencionado na nota explicativa nº 15, em contrapartida ao
passivo circulante em 30 de junho de 2010.

Critérios de determinação do valor justo

O valor justo dos derivativos é calculado com base em práticas usuais de mercado, usando
os valores de fechamento das taxas de juros em reais para todo o período dos contratos. A
metodologia utilizada foi o apreçamento de cálculo de opções comumente utilizado pelo
mercado.

Análise de sensibilidade

Na data de encerramento do semestre, a Administração estimou o cenário provável de


desvalorização do real frente a outras moedas com base no dólar de fechamento (PTAX de
venda) e na cotação da BM&F para o contrato futuro de dólar com vencimento em 21 de
julho de 2010. Para este vencimento, a taxa provável foi desvalorizada em 25% e 50%,
servindo como parâmetro para os cenários I e II, respectivamente.

São apresentados dois cenários nos termos da instrução CVM nº 475/08, a fim de
demonstrar os saldos dos ativos e passivos financeiros convertidos a uma taxa projetada 21
de julho de 2010. Consideramos uma apreciação do real frente ao dólar de 25% e 50%,
conforme tabela:

Contrato de venda futura de dólar com vencimento previsto para 21 de julho de 2010:

13/08/2010 09:29:55 Pág: 60


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Cenários de taxas de câmbio
Cenário provável Cenário possível I (-25%) Cenário remoto I (-50%)
Dólar de Dólar de Dólar de
referência* Desvalorização referência Desvalorização referência Desvalorização
1,77 -1,09% 1,32 -25,82% 0,88 -50,55%

Cenários de taxas de câmbio


Cenário provável Cenário possível II (+25%) Cenário remoto II (+50%)
Dólar de Dólar de Dólar de
referência* Desvalorização referência Valorização referência Valorização
1,77 -1,09% 2,21 23,63% 2,65 48,36%

Simulação

A simulação abaixo, baseada na análise de sensibilidade apresenta os possíveis ganhos e


perdas na operação dos Títulos do Reino da Noruega, os quais estão protegidos através das
operações de opção de venda futura de dólar apresentadas anteriormente.
Variação do investimento
Cenário Cenário
remoto possível Cenário
Operação (-50%) (-25%) provável
Derivativo R$ 124.989 R$ 63.845 R$ 2.701
Aplicação financeira (R$ 124.989) (R$ 63.845) (R$ 2.701)
Efeito líquido R$ 0 R$ 0 R$ 0

(v) Transações com partes relacionadas

Não incidem juros sobre os saldos mantidos no passivo e ativo não circulante da
Companhia, decorrentes de adiantamentos de recursos para cobertura de despesas de
controladas, nem sobre os adiantamentos para futuro aumento de capital mencionados na
nota explicativa nº 7.

(vi) Riscos de contingências

Os riscos contingenciais são avaliados individualmente pela Administração e por seus


assessores jurídicos, segundo hipóteses de exigibilidade baseadas na expectativa de êxito, e
seus efeitos são registrados no passivo. Os detalhes desses riscos estão apresentados na nota
explicativa nº 13.

17. IMPOSTO DE RENDA DIFERIDO

13/08/2010 09:29:55 Pág: 61


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Os montantes relativos ao imposto de renda e à contribuição social diferidos em 30 de
junho de 2010 e 31 de março de 2010 são como segue:
Controladora Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10
Ativos Passivos Ativos Passivos Ativos Passivos Ativos Passivos
fiscais fiscais fiscais fiscais fiscais fiscais fiscais fiscais

Prejuízo fiscal 57.290 - 56.729 - 57.290 - 56.729 -


Base negativa de contribuição social 24.819 - 25.681 - 24.819 - 25.681 -
Adições e exclusões temporárias 15.937 26.876 18.183 21.072 15.937 27.622 18.183 21.819
Total 98.046 26.876 100.593 21.072 98.046 27.622 100.593 21.819

Circulante 19.395 11.433 16.134 4.924 19.395 11.433 16.134 4.924


Não circulante 78.651 15.443 84.459 16.148 78.651 16.189 84.459 16.895

O imposto de renda diferido tem como origem os prejuízos fiscais, bases negativas da
contribuição social e diferenças temporárias acumulados até 30 de junho de 2010. Em
consonância com a Instrução CVM nº 371, a realização do imposto de renda e da
contribuição social diferidos está suportada por estudo técnico de viabilidade, aprovado
pelo Conselho de Administração. O registro dos impostos diferidos ocorreu em razão da
Companhia ter passado por um processo de reestruturação financeira e organizacional, a
saber: (a) capitalização ocorrida durante o exercício de 2005, no montante de R$260.300,
mediante conversão em ações do crédito representado por debêntures conversíveis em favor
do acionista Portugal Telecom S.G.P.S. S.A.; e (b) oferta pública inicial e ingresso de
recursos relativos à parcela primária dessa operação, que serão utilizados para atualização
do parque tecnológico e aquisição e desenvolvimento de novas tecnologias, visando ao
crescimento em participação de mercado e reforço de capitalização.

Os itens anteriormente mencionados, aliados às medidas tomadas desde o exercício de


2003, formam o conjunto de ações que desde o exercício findo em 31 de dezembro de 2007
vem possibilitando a geração de resultados tributáveis.

O imposto de renda e a contribuição social diferidos ativos sobre prejuízo fiscal, base
negativa da contribuição social e diferenças temporárias foi constituído somente pela
Companhia.

A estimativa de realização do crédito fiscal diferido no ativo e passivo não circulante é a


seguinte:

13/08/2010 09:29:55 Pág: 62


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Controladora Consolidado
30/06/10 31/03/10 30/06/10 31/03/10
Ativos Passivos Ativos Passivos Ativos Passivos Ativos Passivos
fiscais fiscais fiscais fiscais fiscais fiscais fiscais fiscais

2011 7.303 4.760 8.800 4.256 7.303 3.760 14.684 8.503


2012 13.553 5.843 13.545 5.246 13.553 5.246 13.545 5.246
2013 16.379 515 16.372 584 16.379 584 16.372 584
2014 a 2019 41.416 4.325 45.742 6.062 41.416 6.599 39.858 2.562
Total 78.651 15.443 84.459 16.148 78.651 16.189 84.459 16.895

(i) Reconciliação do imposto de renda e da contribuição social

A reconciliação do imposto de renda e da contribuição social registrados no resultado dos


trimestres findos em 30 de junho de 2010 e de 2009 é a seguinte:
Controladora Consolidado
30/06/10 30/06/09 30/06/10 30/06/09

Lucro líquido do exercício antes do imposto de renda e da contribuição social 65.319 61.547 67.271 62.970
Alíquota vigente 34% 34% 34% 34%
Expectativa da despesa de imposto de renda e contribuição social, em relação ao
lucro contábil antes desses impostos, de acordo com a alíquota vigente 22.209 20.926 22.872 21.410

Efeito do imposto de renda e da contribuição social sobre:


Adições (exclusões) permanentes:
Participação nos resultados de sócios-dirigentes 621 422 621 422
Brindes e outras despesas indedutíveis 430 - 430 -
Equivalência patrimonial e provisão para perdas em controladas 388 (1.588) - -
Rendimentos de aplicações financeiras no exterior não tributadas no país (9.265) (8.237) (9.265) (8.237)
Benefício com pesquisa e inovação tecnológica - Lei nº 1.196/05 (4.616) (5.013) (4.616) (5.013)
Redução de encargos tributários do REFIS - Lei 11.941/09 - - - -
Baixa de imposto de renda diferido sobre diferenças temporárias - (4.879) - (4.879)
Outras adições (exclusões) (20.508) (683) (22.736) (1.284)
Despesa com imposto de renda e contribuição social registrada no resultado do
exercício (10.742) 948 (12.694) 2.419

Imposto de renda e contribuição social - correntes (3.914) (4.459) (5.120) (5.930)


Imposto de renda e contribuição social - diferidos (6.828) 3.511 (7.574) 3.511

(ii) Ativos fiscais não reconhecidos

Em 30 de junho de 2010 e 31 de março de 2010, as controladas da Companhia possuíam os


seguintes ativos e passivos fiscais não reconhecidos, em conformidade com as práticas
contábeis em vigor:

13/08/2010 09:29:55 Pág: 63


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


30/06/10 31/03/10
Ativos Ativos
fiscais fiscais

Controladas no Brasil
Imposto de renda e contribuição social diferidos sobre
prejuízo fiscal e base negativa 3.531 3.567
Controladas no exterior
Imposto de renda diferido sobre prejuízo fiscal 3.316 3.316
6.847 6.883

Os prejuízos fiscais e base negativa das controladas no Brasil não têm uma data final para
expirar. Os prejuízos fiscais das controladas no exterior tem prazo prescricional de 5 anos a
contar da data de sua constituição.

18. SEGUROS

A cobertura de seguros é determinada segundo a natureza dos riscos dos bens e foi
contratada para cobrir eventuais perdas decorrentes de sinistros. Em 30 de junho de 2010, a
cobertura é assim demonstrada:

Importância
Cobertura Modalidade segurada

Complexo produtivo/ Quaisquer danos materiais a edificações,


administrativo instalações, máquinas e equipamentos 474.676
Responsabilidade civil Danos involuntários físicos às pessoas e/ou
danos materiais causados a terceiros 3.000
Lucro cessante Perda de receita: lucro bruto decorrente de
incêndio, raio e explosão de qualquer natureza 342.844
820.520

19. PLANO DE COMPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA

A Companhia co-contribui, em nome de alguns empregados, para o plano de


complementação de aposentadoria multiempregador de contribuição definida denominado
Folhaprev. A Companhia reconhece as correspondentes despesas no resultado do exercício

13/08/2010 09:29:55 Pág: 64


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


em que são incorridas. Nos semestres findos em 30 de junho de 2010 e de 2009, a
Companhia efetuou contribuições conforme abaixo mencionado:

30/06/10 30/06/09

Plano de complementação de aposentadoria aos administradores 86 67


Plano de complementação de aposentadoria aos empregados 275 225
Total 361 292

Além das contribuições relacionadas, não existem outras obrigações presentes ou futuras
resultantes à Companhia.

20. COMPROMISSOS

Em 30 de junho de 2010, a Companhia possui contrato de longo prazo referente à locação


de seus escritórios, que prevê atualização anual pela variação do IGP-M. Os compromissos
futuros para pagamento desses espaços a partir de 30 de junho de 2010 são como segue:

Controladora e
Ano consolidado

2010 2.858
2011 6.002
2012 6.303
2013 6.618
2014 6.949

As despesas incorridas com esse contrato foram de R$2.743 durante o semestre findo em
30 de junho de 2010 (R$2.767 no semestre findo em 30 de junho de 2009). Não há
despesas decorrentes de pagamentos contingentes e tampouco de subarrendamento.

No contrato não está prevista multa nem nenhuma outra obrigação devida pela Companhia
no caso de rescisão antecipada. A Companhia não aufere receitas de sublocação com tais
contratos.

21. NOTAS EXPLICATIVAS SOBRE A DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE


CAIXA PARA OS TRIMESTRES FINDOS EM 31 DE MARÇO DE 2010 E DE 2009

(i) Ativo imobilizado


13/08/2010 09:29:55 Pág: 65
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


Durante o semestre findo em 30 de junho de 2010, a Companhia adquiriu bens do ativo
imobilizado no montante de R$7.784 (R$3.676 durante o semestre findo em 30 de junho de
2009), valores da Controladora e do Consolidado, sobre os quais não houve desembolso de
caixa nos respectivos trimestres.

(ii) Parcelamento de impostos – REFIS e PAES

A Companhia possui parcelamento de impostos que foram classificados em atividade de


financiamento por tratar-se de contratos específicos de longo prazo.

(iii) Caixa e equivalentes de caixa

O saldo inicial e final do caixa e equivalentes de caixa apresentados na demonstração dos


fluxos de caixa e balanço patrimonial compreendem:
Controladora Consolidado
30/06/10 30/06/09 31/03/10 31/03/09 30/06/10 30/06/09 31/03/10 31/03/09

Caixa e bancos 3.223 7.708 4.521 2.655 6.092 11.107 7.631 5.103
Aplicações financeiras de liquidez imediata - - - 263 - - - 263
Saldo de caixa e equivalentes de caixa 3.223 7.708 4.521 2.918 6.092 11.107 7.631 5.366

13/08/2010 09:29:55 Pág: 66


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS


22. DEMONSTRAÇÕES DO VALOR ADICIONADO

DEMONSTRAÇÕES DO VALOR ADICIONADO


PARA OS SEMESTRES FINDOS EM 30 DE JUNHO DE 2010 E DE 2009
(Em milhares de reais - R$)

Controladora Consolidado
30/06/10 30/06/09 30/06/10 30/06/09

RECEITAS
Vendas de produtos e serviços 368.125 315.760 425.906 364.001
Provisão para créditos de liquidação duvidosa - constituição (26.057) (17.124) (26.630) (20.222)
Receitas relativas a construção de ativos próprios 29.636 - 29.910 -
Outras - - (12) -
371.704 298.636 429.174 343.779
INSUMOS ADQUIRIDOS DE TERCEIROS
Custo dos serviços prestados (90.699) (79.045) (96.724) (88.687)
Materiais, energia elétrica, serviço de terceiros e outros (106.644) (74.700) (126.514) (86.712)
(197.343) (153.745) (223.238) (175.399)

VALOR ADICIONADO BRUTO 174.361 144.891 205.936 168.380

Depreciação e amortização (34.294) (33.868) (43.191) (39.802)

VALOR ADICIONADO LÍQUIDO PRODUZIDO PELA SOCIEDADE 140.067 111.023 162.745 128.578

VALOR ADICIONADO RECEBIDO EM TRANSFERÊNCIA


Resultado de equivalência patrimonial 573 3.057 - -
Outros resultados com investimentos 1.330 - 1.330 -
Provisão para perdas em investimentos (972) 1.612 - -
Receitas financeiras 40.225 65.352 40.705 68.716
41.156 70.021 42.035 68.716

VALOR ADICIONADO TOTAL A DISTRIBUIR 181.223 181.044 204.780 197.294

DISTRIBUIÇÃO DO VALOR ADICIONADO 181.223 181.044 204.780 197.294

Pessoal 53.312 38.057 63.665 44.895


Salários 41.688 30.612 50.315 36.009
Benefícios 7.067 5.019 8.225 5.760
FGTS 4.557 2.426 5.125 3.126

Impostos, taxas e contribuições 46.216 31.263 57.364 39.262


Federal 45.203 28.422 51.787 33.514
Estadual - 2.659 3.657 4.605
Municipal 1.013 182 1.920 1.143

Remuneração de capitais de terceiros 27.118 51.125 29.174 52.586


Aluguéis 9.329 7.167 10.660 7.945
Juros 17.789 43.958 18.514 44.641

Remuneração de capitais próprios 54.577 60.599 54.577 60.551


Participações minoritárias - - - (48)
Lucros retidos 54.577 60.599 54.577 60.599

13/08/2010 09:29:55 Pág: 67


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

07.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE


A COMPANHIA APRESENTA APENAS O COMENTÁRIO DO DESEMPENHO
CONSOLIDADO.

13/08/2010 09:29:56 Pág: 68


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE


RECEITA DE PUBLICIDADE E OUTRAS CRESCEU 43%
E REPRESENTOU 52% DA RECEITA TOTAL
São Paulo, 12 de agosto de 2010 – O UOL (BM&FBOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os
resultados consolidados do 2T10. As Informações Trimestrais da Companhia foram
elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e normas expedidas pela
Comissão de Valores Mobiliários – CVM, aplicáveis na elaboração das informações trimestrais
(“GAAP Brasileiro”).

DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS

Resultados 2T10 • A receita de publicidade e outras foi de R$ 140,2 milhões no


2T10, representando um crescimento de 43% sobre o 2T09. Este
Teleconferências: crescimento é suportado pelo desempenho das receitas de
publicidade nos diversos formatos que disponibilizamos aos nossos
anunciantes, assim como pelo crescimento de receitas dos produtos
13 de agosto de 2010
disponíveis em nossa plataforma online. Se comparada ao 1S09 a
receita de publicidade e outras cresceu 40%, atingindo R$ 261,2
10h00 - Português milhões. A receita de assinaturas demonstra pequeno decréscimo
Tel: (11) 2188-0155 no período, o que reafirma a qualidade dos serviços prestados aos
Código: UOL nossos assinantes e usuários.

11h00 - Inglês
Tel: +1 (973) 935-8893 • No acumulado para o semestre o EBITDA totalizou R$ 85,7
Código: 86480329 milhões, um aumento de 12% com relação ao 1S09, com uma
margem EBITDA de 22%. Para o trimestre o EBITDA totalizou R$
Relações com Investidores 45,5 milhões o que representa um aumento de 35% sobre o 2T09. A
margem EBITDA foi de 23%, representando 3 p.p. acima do mesmo
Miguel Longo Junior trimestre do ano de 2009.
CFO e Diretor de Relações
com Investidores • A margem bruta foi de 70% no segundo trimestre 2010, e
quando comparada ao mesmo período do ano anterior representa
Cintia Emico Tachibana aumento de 5 p.p. Para o 1S10 a margem bruta foi de 69% , estável
Relações com Investidores com relação ao mesmo período de 2009.

ri@uolinc.com
• O lucro líquido no 2T10 foi de R$ 31,1 milhões, representando
um aumento de 31% sobre o mesmo período de 2009.

• O número de assinantes pagantes de banda larga aumentou


em 3,2 % se comparado com o primeiro semestre do ano de 2009,
atingindo 1,3 milhão.

• O UOL foi premiado pela segunda vez consecutiva pela revista


“Exame”, obtendo o melhor desempenho na competitiva indústria
digital.

13/08/2010 09:29:57 Pág: 69


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE


• Com relação ao crescimento de audiência, o UOL obteve
crescimento acima do mercado, o que demonstra a qualidade e
relevância de nosso conteúdo

O UOL Host atingiu a significativa marca de 1.000 clientes


corporativos, dois anos após o seu lançamento ocorrido em abril de
2008.

Receita de Serviços

A receita bruta de serviços foi de R$ 521,4 milhões para o 1S10, representando um


crescimento de 17% sobre o 1S09. O crescimento na receita bruta pode ser atribuído ao
aumento de 40% na receita de publicidade e outras, que passou de R$ 186,7 milhões no 1S09
para R$ 261,2 milhões no 1S10. Este crescimento é devido ao desempenho da receita de
publicidade, assim como pelo crescimento de receitas dos produtos disponíveis em nossa
plataforma online.

A receita de assinaturas foi de R$ 260,2


261,2
milhões no 1S10, mantendo-se estável em 40%
relação ao mesmo período de 2009, quando
atingiu R$ 260,6 milhões, Esta estabilidade 186,7
demonstra a relevância de nosso conteúdo e 140,2
43%
a qualidade dos serviços que disponibilizamos
98,3
aos nossos assinantes.

A base de assinantes pagantes atingiu 1,7


milhão no 1S10. Do total da base de clientes,
1,3 milhão eram assinantes de Banda Larga,
2T09 2T10 1S09 1S10
representando um crescimento de 3% sobre a Publicidade e outras
base de assinantes do 1S09.

O total das deduções da receita bruta manteve-se estável no 1S10, representando 26,5% da
receita bruta. Dessa forma, a receita líquida total atingiu R$ 383,0 milhões no período e em
comparação com a receita líquida total do primeiro semestre de 2009, quando atingiu R$
325,1 milhões, apresenta um aumento de 18%.

Custo dos Serviços Prestados

O custo dos serviços prestados totalizou R$ 117,6 milhões no 1S10, representando um


acréscimo de 16.4% quando comparado com o mesmo período de 2009. Esse aumento é
devido ao crescimento do número de clientes que se utilizam de nossos produtos, assim como
a custos relacionados a eventos sazonais , tais como Copa do Mundo e Olimpíadas de
Inverno.

13/08/2010 09:29:57 Pág: 70


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Lucro Bruto

Para o 1S10 foi apurado um lucro bruto de R$ 265,4 milhões, o que representa um aumento
de 18,5% com relação ao 1S09, período em que atingiu R$ 224,0 milhões. No 2T10 o lucro
bruto atingiu R$ 139,3 milhões um crescimento de 29% com relação ao 2T09, quando atingiu
R$ 107,8 milhões.

Despesas com Vendas

As despesas com vendas totalizaram R$ 104,2 milhões no 1S10, representando um


crescimento de 21,4% sobre o 1S09, resultado principalmente das despesas relacionadas ao
aumento da equipe de vendas dos produtos, bem como do marketing necessário ao
crescimento dos mesmos.

Despesas Gerais e Administrativas

Para o 1S10 as despesas gerais e administrativas foram de R$ 78,6 milhões, representando


um aumento de 28,3% sobre o mesmo período de 2009. Esse aumento é resultado
principalmente do aumento das despesas relacionadas a custos de cobrança, originado com o
crescimento de vendas.

Depreciações e Amortizações

As despesas com depreciações e amortizações aumentaram de R$37,4 milhões no 1S09 para


R$40,5 milhões no 1S10. Este crescimento é explicado pelo início das operações do novo
Data Center UOL, ao final do primeiro trimestre de 2010.

Receitas (Despesas) Financeiras

No 1S10 o resultado financeiro líquido atingiu R$ 22,1 milhões, R$ 1,9 milhões menor que o
mesmo período de 2009, principalmente em função da menor taxa de juros vigente no ano de
2010.

Imposto de Renda e Contribuição Social

13/08/2010 09:29:57 Pág: 71


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE


Imposto de renda e contribuição social correntes do 1S10 foi de R$ 5,1 milhões e em 1S09 de
R$ 5,9 milhões. Já para imposto de renda e contribuição social diferido o 1S10 representou
uma despesa de R$ 7,6 milhões, enquanto que no 1S09 apresentou um crédito de R$ 3,5
milhões.

EBITDA
+12%
85,7
1,0

O EBITDA do primeiro semestre de 2010 76,4

totalizou R$ 85,7 milhões, representando 11,6

um aumento de 12% sobre o 1S09. A


45,5
margem EBITDA atingiu 22% no 1S10, +35%
1,3
+30%
um decréscimo de 2 p.p. em relação ao 33,6 84,6

mesmo período de 2009. 64,8


+30%
44,1

O principal fator que contribuiu para o 33,9

aumento do EBITDA, excluindo os itens


não-recorrentes, foi o crescimento das (0,3)
receitas da Companhia, assim como a
2T09 2T10 1S09 1S10
capacidade de manter os custos de Itens não recorrentes
prestação de serviços sobre controle, o
que resultou em um crescimento de Lucro Bruto. No acumulado ano, quando excluímos os
itens não recorrentes o EBITDA foi 31% maior que igual período de 2009.

A tabela abaixo demonstra o cálculo do EBITDA:

1 EBITDA é o lucro (prejuízo) líquido adicionado de imposto de renda e contribuição social, do resultado de participações não consolidadas, das receitas (despesas)
financeiras líquidas, de depreciações e amortizações e de participações de acionistas minoritários conforme Ofício CVM 01/2007. O EBITDA não é uma medida
utilizada nas práticas contábeis adotadas no Brasil ou nas normas internacionais de Contabilidade (IFRS), não representando o fluxo de caixa para os períodos
apresentados e não deve ser considerado como sendo uma alternativa ao lucro líquido na qualidade de indicador do nosso desempenho operacional ou como uma
alternativa ao fluxo de caixa na qualidade de indicador de liquidez. O EBITDA não tem um significado padronizado e nossa definição de EBITDA pode não ser
comparável ao EBITDA ou EBITDA ajustado conforme definido por outras companhias. Ainda que o EBITDA não forneça, de acordo com as práticas contábeis
utilizadas no Brasil e no mercado internacional, uma medida do fluxo de caixa operacional, nossa administração o utiliza para mensurar nosso desempenho
operacional. Adicionalmente, entendemos que determinados investidores e analistas financeiros utilizam o EBITDA como indicador do desempenho operacional de
uma companhia e/ou de seu fluxo de caixa.

13/08/2010 09:29:57 Pág: 72


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Lucro Líquido e Lucro por Ação

O lucro líquido foi de R$ 54,6 milhões no 1S10, representando uma redução de 10% sobre o
mesmo período de 2009. O lucro líquido por ação no 1S10 foi de R$0,46.

Liquidez e Recursos de Capital

Atividades Operacionais

O caixa gerado nas atividades operacionais, em 1S10 foi de R$ 31,3 milhões e de R$ 93,1
milhões no 1S09. Essa variação resulta principalmente do menor nível de resgate de
aplicações financeiras.

Atividades de Investimento

As atividades de investimento para o período geraram saídas de caixa total em um montante


de R$ 39,8 milhões no período, contra uma saída de caixa total de R$ 367,2 milhões em igual
período de 2009.

Atividades de Financiamento

O saldo final das atividades de financiamento para o 1S10 foi de um desembolso líquido total
de R$ 0,8 milhão, influenciado principalmente por empréstimos e financiamentos bancários de
R$ 6,6 milhões e recompra de ações no total de R$ 4,2 milhões.

Balanço

Em 30 junho 2010 a Companhia possuía empréstimos e financiamentos, incluindo os juros


contabilizados e o principal, no montante de R$ 73,0 milhões, e na mesma data, caixa, bancos
e aplicações financeiras consolidadas totalizavam R$579,9 milhões. Isso representa um caixa
líquido de R$ 506,9 milhões.

O patrimônio líquido passou de R$ 863,6 milhões em dezembro de 2009 para R$ 917,9


milhões em junho de 2010, devido ao lucro líquido gerado no período de R$ 54,6 milhões.

Audiência

Em Junho/10 atingimos 2.152 milhões de páginas vistas, crescimento de 26% ao


compararmos com o mesmo período de 2009, com tempo médio de permanência online de
1h:15min:32seg, e 20,6 milhões de visitantes únicos de acordo com as medições do painel
Home do IBOPE Nielsen Online.

13/08/2010 09:29:57 Pág: 73


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Fonte: IBOPE Nielsen Online (audiência de portal, painel domiciliar, brand, excluindo aplicativos de Internet).

13/08/2010 09:29:57 Pág: 74


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

ANEXO I – DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO

Em milhões de reais

13/08/2010 09:29:57 Pág: 75


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE


ANEXO II – BALANÇO PATRIMONIAL

Em milhões de reais

13/08/2010 09:29:57 Pág: 76


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE


ANEXO III – FLUXO DE CAIXA

Em milhões de reais

13/08/2010 09:29:57 Pág: 77


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES

POSIÇÃO ACIONÁRIA DOS DETENTORES DE MAIS DE 5% DAS AÇÕES DE CADA ESPÉCIE E


CLASSE DA COMPANHIA, ATÉ O NÍVEL DE PESSOA FÍSICA
Companhia: Posição em 30/06/2010
UNIVERSO ONLINE S.A. (Em Unidades de Ações)
Ações Ordinárias Ações Preferenciais Total
Acionista Quantidade % Quantidade % Quantidade %
Folhapar 37.067.752 61,71% 28.844.140 48,02% 65.911.892 54,87%
Portugal Telecom S.G.P.S. S.A. 14.795.768 24,63% 11.572.959 19,27% 26.368.727 21,95% *
Portugal Telecom Brasil S.A. 8.202.635 13,66% - 0,00% 8.202.635 6,83%
Banco Fator S.A. - 0,00% 8.329.400 13,87% 8.329.400 6,93% **
Outros Acionistas - 0,00% 10.824.656 18,02% 10.824.656 9,01%
Ações em Tesouraria - 0,00% 495.000 0,82% 495.000 0,41%
Total 60.066.155 100,00% 60.066.155 100,00% 120.132.310 100,00%
*Empresa com sede no exterior.
** Fundos administrados pelo Banco Fator S.A., do total de ações 5.753.000 ações pertencem ao Fundo Sinergia III e 2.756.400 ações ao
Fundo Fator Sinergia IV

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL DA PESSOA JURÍDICA (ACIONISTA DA COMPANHIA),


ATÉ O NÍVEL DE PESSOA FÍSICA
Denominação: Posição em 30/06/2010
FOLHAPAR S.A. (Em Unidades de Ações)
Ações Ordinárias Ações Preferenciais Total
Acionista Quantidade % Quantidade % Quantidade %
Luiz Frias 9.727.444 100,00% 8.731.945 48,17% 18.459.389 66,27%
Empresa Folha da Manhã S.A. - 0,00% 9.255.329 51,06% 9.255.329 33,23%
Outros Acionistas 15 0,00% 139.269 0,77% 139.284 0,50%
Total 9.727.459 100,00% 18.126.543 100,00% 27.854.002 100,00%

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL DA PESSOA JURÍDICA (ACIONISTA DA COMPANHIA),


ATÉ O NÍVEL DE PESSOA FÍSICA
Denominação: Posição em 30/06/2010
EMPRESA FOLHA DA MANHÃ S.A. (Em Unidades de Ações)
Ações Ordinárias Ações Preferenciais Total
Acionista Quantidade % Quantidade % Quantidade %
Larimus Participações Ltda. 781.501 100,00% 781.498 100,00% 1.562.999 100,00%
Luiz Frias - 0,00% 1 0,00% 1 0,00%
Octávio Frias de Oliveira Filho - 0,00% 1 0,00% 1 0,00%
Total 781.501 100,00% 781.500 100,00% 1.563.001 100,00%

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL DA PESSOA JURÍDICA (ACIONISTA DA COMPANHIA),


ATÉ O NÍVEL DE PESSOA FÍSICA
Denominação: Posição em 30/06/2010
LARIMUS PARTICIPAÇÕES LTDA. (Em Unidades de Cotas)
Cotas Total
Cotista Quantidade % Quantidade %
Folha Participações S.A. 12.558.998 100,00% 12.558.998 100,00%
Luiz Frias 1 0,00% 1 0,00%
Octávio Frias de Oliveira Filho 1 0,00% 1 0,00%
Total 12.559.000 100,00% 12.559.000 100,00%

13/08/2010 09:29:58 Pág: 78


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES


DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL DA PESSOA JURÍDICA (ACIONISTA DA COMPANHIA),
ATÉ O NÍVEL DE PESSOA FÍSICA
Denominação: Posição em 30/06/2010
FOLHA PARTICIPAÇÕES S.A. (Em Unidades de Ações)
Ações Ordinárias Ações Preferenciais Total
Acionista Quantidade % Quantidade % Quantidade %
Luiz Frias 260.500 33,33% 137.500 18,87% 398.000 26,36%
Octávio Frias de Oliveira Filho 260.500 33,33% 137.500 18,87% 398.000 26,36%
Maria Cristina Frias de Oliveira 260.500 33,33% 96.500 13,25% 357.000 23,64%
Maria Helena Camargo de Toledo Piza - 0,00% 357.000 49,00% 357.000 23,64%
Total 781.500 100,00% 728.500 100,00% 1.510.000 100,00%

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL DA PESSOA JURÍDICA (ACIONISTA DA COMPANHIA),


ATÉ O NÍVEL DE PESSOA FÍSICA
Denominação: Posição em 30/06/2010
PORTUGAL TELECOM BRASIL S.A. (Em Unidades de Ações)
Ações Ordinárias Ações Preferenciais Total
Acionista Quantidade % Quantidade % Quantidade %
Portugal Telecom, S.G.P.S., S.A. 98.414.568 99,99% - 0,00% 98.414.568 99,99% *
PT Comunicações S.A. 7.997 0,01% - 0,00% 7.997 0,01%
Outros Acionistas 3 0,00% - 0,00% 3 0,00%
Total 98.422.568 100,00% - 0,00% 98.422.568 100,00%
*Empresa com sede no exterior.

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL DA PESSOA JURÍDICA (ACIONISTA DA COMPANHIA),


ATÉ O NÍVEL DE PESSOA FÍSICA
Denominação: Posição em 30/06/2010
PORTUGAL TELECOM, S.G.P.S., S.A. (Em Unidades de Ações)
Ações Ordinárias Ações Preferenciais Total
Acionista Quantidade % Quantidade % Quantidade %
Grupo Espirito Santo 71.660.806 7,99% - 0,00% 71.660.806 7,99% *
Brandes Investments Partners 70.772.442 7,89% - 0,00% 70.772.442 7,89% *
Grupo Caixa Geral de Depósitos 65.410.185 7,30% - 0,00% 65.410.185 7,30% *
RS Holding 60.698.090 6,77% - 0,00% 60.698.090 6,77% *
Norges Bank 46.502.945 5,19% - 0,00% 46.502.945 5,19% *
TPG-Axon Capital Management 38.000.000 4,24% - 0,00% 38.000.000 4,24% *
UBS AG 34.824.498 3,88% - 0,00% 34.824.498 3,88% *
Grupo Visabeira 22.667.473 2,53% - 0,00% 22.667.473 2,53% *
Barclays PLC 22.272.374 2,48% - 0,00% 22.272.374 2,48% *
BlackRock Inc. 21.025.118 2,35% - 0,00% 21.025.118 2,35% *
Controlinveste International Finance 20.419.325 2,28% - 0,00% 20.419.325 2,28% *
Deutsche Bank AG 19.948.715 2,23% - 0,00% 19.948.715 2,23% *
Telefónica 18.122.661 2,02% - 0,00% 18.122.661 2,02% *
Outros acionistas 384.131.417 42,85% - 0,00% 384.131.417 42,85%
Total 896.456.049 100,00% - 0,00% 896.456.049 100,00%
*Empresa com sede no exterior.

13/08/2010 09:29:58 Pág: 79


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

20.01 - OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES


POSIÇÃO ACIONÁRIA CONSOLIDADA DOS CONTROLADORES, ADMINISTRADORES E AÇÕES EM CIRCULAÇÃO
Posição em 30/06/2010
Quantidade de Quantidade de Quantidade Total
Ações Ordinárias Ações Preferenciais de Ações
Acionista (Em Unidades) % (Em Unidades) % (Em Unidades) %
Controlador 37.067.752 61,71% 28.844.140 48,02% 65.911.892 54,87%

Administradores
Conselho de Administração - 0,00% 196 0,00% 196 0,00%
Diretoria - 0,00% - 0,00% - 0,00%

Conselho Fiscal - 0,00% - 0,00% - 0,00%

Ações em Tesouraria - 0,00% 495.000 0,00% 495.000 0,41%

Outros Acionistas 22.998.403 38,29% 30.726.819 51,15% 53.725.222 44,72%

Total 60.066.155 100,00% 60.066.155 99,18% 120.132.310 100,00%

Ações em Circulação 22.998.403 38,29% 30.726.819 51,15% 53.725.222 44,72%

POSIÇÃO ACIONÁRIA CONSOLIDADA DOS CONTROLADORES, ADMINISTRADORES E AÇÕES EM CIRCULAÇÃO


Posição em 30/06/2009 (12 meses atrás)*
Quantidade de Quantidade de Quantidade Total
Ações Ordinárias Ações Preferenciais de Ações
Acionista (Em Unidades) % (Em Unidades) % (Em Unidades) %
Controlador 37.067.752 61,71% 28.844.140 48,02% 65.911.892 54,87%

Administradores
Conselho de Administração - 0,00% 196 0,00% 196 0,00%
Diretoria - 0,00% - 0,00% - 0,00%

Conselho Fiscal - 0,00% - 0,00% - 0,00%

Ações em Tesouraria - 0,00% - 0,00% - 0,00%

Outros Acionistas 22.998.403 38,29% 31.221.819 51,98% 54.220.222 45,13%

Total 60.066.155 100,00% 60.066.155 100,00% 120.132.310 100,00%

Ações em Circulação 22.998.403 38,29% 31.221.819 51,98% 54.220.222 45,13%

EXISTÊNCIA E VINCULAÇÃO À CLÁUSULA COMPROMISSÓRIA DE


ARBITRAGEM

“A Companhia está vinculada à arbitragem na Câmara de Arbitragem do Mercado,


conforme Cláusula Compromissória do seu Estatuto Social”.

13/08/2010 09:29:58 Pág: 80


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

21.01 - RELATÓRIO DA REVISÃO ESPECIAL - SEM RESSALVA


Relatório dos auditores independentes
sobre a revisão limitada

Aos Administradores e Acionistas


Universo Online S.A.

1 Revisamos as informações contábeis contidas nas Informações Trimestrais - ITR


(individuais e consolidadas) do Universo Online S.A. e de suas controladas, referentes ao
trimestre findo em 30 de junho de 2010, compreendendo o balanço patrimonial e as
demonstrações do resultado, das mutações do patrimônio líquido, dos fluxos de caixa,
dos valores adicionados, as notas explicativas e o relatório de desempenho, elaborados
sob a responsabilidade de sua administração.

2 Nossa revisão foi efetuada de acordo com as normas específicas estabelecidas


pelo IBRACON - Instituto dos Auditores Independentes do Brasil, em conjunto com o
Conselho Federal de Contabilidade - CFC, e consistiu, principalmente, em: (a) indagação
e discussão com os administradores responsáveis pelas áreas contábil, financeira e
operacional da Companhia, quanto aos principais critérios adotados na elaboração das
Informações Trimestrais; e (b) revisão das informações e dos eventos subsequentes que
tenham, ou possam vir a ter, efeitos relevantes sobre a posição financeira e as operações
da Companhia e de suas controladas.

3 Com base em nossa revisão limitada, não temos conhecimento de qualquer


modificação relevante que deva ser feita nas Informações Trimestrais acima referidas,
para que estas estejam de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil,
aplicáveis à preparação das informações trimestrais, de forma condizente com as normas
expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários – CVM.

4 Conforme mencionado na nota explicativa nº 2.2, a Comissão de Valores


Mobiliários - CVM aprovou diversos Pronunciamentos, Interpretações e Orientações
Técnicas emitidos pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis – CPC, com vigência para
2010, que alteraram as práticas contábeis adotadas no Brasil. Conforme facultado pela
Deliberação CVM nº 603/09, a Administração da Companhia optou por apresentar suas
Informações Trimestrais utilizando as normas contábeis adotadas no Brasil até 31 de
dezembro de 2009. Conforme requerido pela referida Deliberação, a Companhia divulgou
esse fato na nota explicativa nº 2.2 às Informações Trimestrais, bem como a descrição
das principais alterações que poderão impactar suas demonstrações financeiras do
encerramento do exercício e os esclarecimentos das razões que impedem a
apresentação da estimativa dos seus possíveis efeitos no patrimônio líquido e no
resultado.

13/08/2010 09:29:59 Pág: 81


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - Informações Trimestrais Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2010

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

21.01 - RELATÓRIO DA REVISÃO ESPECIAL - SEM RESSALVA

5 As Informações Trimestrais - mencionadas no primeiro parágrafo incluem,


também, informações contábeis comparativas referentes ao resultado, aos fluxos de caixa
e aos valores adicionados relativos ao trimestre e semestre findos em 30 de junho de
2009, obtidas das correspondentes Informações Trimestrais daquele trimestre. A revisão
limitada das Informações Trimestrais do trimestre findo em 30 de junho de 2009 foi
conduzida sob a responsabilidade de outros auditores independentes, que emitiram
relatório, com data de 31 de julho de 2009, sem ressalvas.

São Paulo, 12 de agosto de 2010

PricewaterhouseCoopers
Auditores Independentes
CRC 2SP000160/O-5

Ricardo Novaes de Queiroz


Contador CRC 1DF012332/O-2 "S" SP

13/08/2010 09:29:59 Pág: 82


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 Legislação Societária
EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

01988-7 UNIVERSO ONLINE S.A 01.109.184/0001-95

ÍNDICE
GRUPO QUADRO DESCRIÇÃO PÁGINA

01 01 IDENTIFICAÇÃO 1
01 02 SEDE 1
01 03 DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia) 1
01 04 REFERÊNCIA DO ITR 1
01 05 COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL 2
01 06 CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA 2
01 07 SOCIEDADES NÃO INCLUÍDAS NAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CONSOLIDADAS 2
01 08 PROVENTOS EM DINHEIRO 2
01 09 CAPITAL SOCIAL SUBSCRITO E ALTERAÇÕES NO EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO 3
01 10 DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES 3
02 01 BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO 4
02 02 BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO 5
03 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO 7
04 01 04 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA 9
05 01 05 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/04/2010 a 30/06/2010 11
05 02 05 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2010 a 30/06/2010 12
08 01 BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO 13
08 02 BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO 14
09 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO 16
10 01 10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO 18
11 01 11 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/04/2010 a 30/06/2010 20
11 02 11 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2010 a 30/06/2010 21
06 01 NOTAS EXPLICATIVAS 22
07 01 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE 68
12 01 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE 69
20 01 OUTRAS INFORMAÇÕES QUE A COMPANHIA ENTENDA RELEVANTES 78
21 01 RELATÓRIO DA REVISÃO ESPECIAL 81/82

13/08/2010 09:29:59 Pág: 83