You are on page 1of 2

Afeganisto resgata crianas de

priso do Estado Islmico


19 civis, incluindo vrias crianas, tinham sido capturados por jihadistas.
EI est no Afeganisto pelo menos desde o ano passado.
Da EFE

FACEBOOK

Militares afegos recuperaram 19 civis de uma priso do grupo terrorista Estado


Islmico (EI) na provncia de Nangarhar, no leste do Afeganisto, considerada o reduto
da formao insurgente no pas, informou agncia EFE o porta-voz da polcia de
Nangarhar, Hazrat Hussain Mashriqiwal, nesta segunda-feira (31).

ESTADO ISLMICO
Conhea o grupo extremista

o que o estado islmico


quem abu bakr al-bagdadi
quais territrios dominou
como a propaganda do grupo
quem o financia
quem apoia e quem contra

como trata mulheres e crianas


Segundo ele, a libertao dos sequestrados, incluindo vrias crianas, aconteceu
ontem no distrito de Pachir-Agam e todos os refns esto em bom estado de sade. O
grupo foi capturado pelos terroristas h dez dias durante uma ofensiva dos jihadista
contra vrios postos de controle da polcia e zonas residenciais em Pachi-Agam.

Os ataques do EI contra a populao, que causaram um nmero indeterminado de


mortes e a destruio de vrias casas, aumentaram depois que vrias pessoas
comuns se armaram contra os insurgentes.
De acordo com o porta-voz do governador provincial, Attaullah Khogyani, as foras de
segurana afegs responderam ofensiva no distrito com vrias operaes, o que
permitiu a recuperao de vrias reas que tinham cado nas mos dos jihadistas. As
aes contra o EI em Nangarhar se intensificaram depois que os insurgentes
realizaram, no final de junho, um grande atentado em Cabul onde 80 pessoas que
participavam de uma manifestao da minoria xiita hazara morreram.
Os insurgentes tambm reivindicaram o ataque contra um templo xiita na capital afeg
no incio de outubro. A ao matou 18 pessoas e na semana passada autoridades da
provncia de Ghor, no oeste, acusaram o EI de executar 30 civis.
O Estado Islmico tem presena no Afeganisto pelo menos desde o ano passado e,
embora em maro as autoridades tenham anunciado a derrota do grupo, no
cessaram os combates entre foras afegs e desta organizao nem os ataques deste
grupo em vrias partes do pas.