You are on page 1of 1

A SECA NA REGIO NORDESTINA

A seca no Nordeste do Brasil um problema climtico, desencadeado pelo


baixo ndice de pluviosidade, em algumas localidades daquela regio, o chamado
Polgono das Secas, ocasionando com isso, diversos problemas sociais entre os
habitantes da regio.
As principais causas da seca do Nordeste so naturais, uma vez que aquela
regio situa-se numa faixa de terra onde a precipitao de chuvas muito baixa
durante todo o ano, fazendo com que algumas localidades passem at seis meses
cair uma nica gota de gua, tornando o solo rido e improdutivo para a lavoura,
matando milhares de animais e provocando o xodo de seus habitantes . Outro fator
que contribui para a seca nordestina o desmatamento naquela regio, o qual
ocasiona o aumenta da temperatura no serto nordestino.
A seca nordestina tornou-se um problema social crnico que assola aquela
populao h dcadas, embora haja algumas politicas sociais, implementadas pelo
governo federal, voltadas para sanar ou minimizar as irregularidades climticas da
regio, nenhuma de fato conseguiu erradicar esse problema, acabando com o
sofrimento da populao que vive nos locais mais atingido pela escassez de gua.
Como a gua base da vida de todos os seres vivos, a falta dela torna impossvel
para as pessoas desenvolverem a agricultura, a criao de animais e realizar as
tarefas mais simples do dia a dia, como a higiene pessoal.
Nesse sentido pode-se afirmar que a seca ocasiona a falta de recursos
econmicos, uma vez que esta deixa o solo improdutivo, gera fome, deixando as
pessoas em estado de misria, vivendo abaixo da linha da pobreza, alm de causar
diversas doenas populao, contradas do consumo de gua poluda, que na
maioria das vezes os levam ao bito.
Mediante a tudo isso, os nordestinos do Polgono das Secas vivem uma crise
de falta de gua causada por fenmenos naturais, diferente de algumas regies
brasileiras, que j sente a escassez da gua em suas torneiras, causadas pelo uso
inadequado de seus recursos hdricos. Ficando na dependncia da ajuda do poder
pblico assistencialista e suas promessas de campanha de eleitoral, enquanto
milhares de Severinos padecem na seca do Serto.