You are on page 1of 3

Vigília de oração

Bem-aventurados os mansos porque possuirão a terra.


Cenário: A imagem de Cristo (em pano) no centro.
Duas frases: “vinde a mim…”; “aprendei de mim… “(tiradas do texto do evangelho).
Ao lado um grande envelope. Dentro do envelope algumas pagelas (uma para cada um) com a
imagem de Cristo e as frases: “vinde a mim…”; “Aprendei de mim…”

Introdução: projectar algo que represente uma resposta à não resposta à violência. Assim somos
introduzidos no tema.

Cântico inicial: Estrela polar (pode expor-se o santíssimo durante o cântico)

A não-violência
(proclamado lentamente por um jovem com música de fundo).

É mais fácil estar no ódio do que na bondade.


Somente os fortes - fortes pela graça do Senhor –
podem manter-se verdadeiramente na bondade.
E é curioso como os poderosos da terra temem a bondade...

Eu não digo
que a doçura, a bondade, a mansidão tudo consigam.
Mas, parece-me evidente
que não se pode obter pela violência
o que se pode conseguir
pela doçura, bondade, mansidão.
Bem o sabem, por exemplo, aqueles pais
que vêem o que ajuda seus filhos a crescerem...

Eu acuso os verdadeiros fautores de violência,


todos aqueles, de direita e de esquerda,
que ferem a justiça e impedem a paz. ( D. Hélder)

Salmo 36 - Ref: Eu te amo, ó Senhor…


(Proclamado por 4 jovens, um de cada vez por estrofes. No fim de cada 4 estrofes canta-se o
refrão do cântico)

Confia no Senhor e faz o bem; mas, os que esperam no Senhor, possuirão a


habitarás a terra e viverás tranquilo. terra.
Procura no Senhor a tua felicidade,
e Ele satisfará os desejos do teu coração. Ainda um pouco, e já não verás o ímpio;
mesmo que o procures, não vais encontrá-lo.
Confia ao Senhor o teu destino, Porém, os pobres possuirão a terra
confia nele e Ele há-de ajudar-te. e terão felicidade e grande paz.
Fará brilhar, como luz, a tua justiça,
e, como sol do meio-dia, os teus direitos. Vale mais o pouco para o homem justo,
do que toda a fortuna do ímpio.
Confia no Senhor, põe nele a tua esperança; Porque os braços do ímpio serão quebrados,
não invejes os que prosperam mas o Senhor sustenta os que praticam o
nem os que vivem de intrigas. bem.

Foge da ira e deixa a indignação; O Senhor conhece os dias do homem honesto


não te impacientes, pois isso conduz ao mal. e a herança dele será para sempre.
Pois os maus serão exterminados,
Não se envergonhará no tempo da e a sua língua fala sempre com rectidão.
adversidade Ele traz no coração a lei do seu Deus;
e nos dias da fome será saciado. por isso os seus passos não vacilam.

O Senhor assegura os passos do homem Confia no Senhor e segue os seus caminhos;


e compraz-se nos seus caminhos. Ele te honrará com a posse da terra
Se cair, não ficará por terra, e então verás o extermínio do ímpio.
porque o Senhor há-de estender-lhe a mão.
Fui jovem e agora sou velho; Vi um ímpio encher-se de soberba,
mas nunca vi o justo abandonado expandir-se como uma árvore frondosa.
nem os seus filhos a mendigar pão. Tornei a passar e já não existia;
Sempre o vi compassivo e generoso; procurei e não consegui encontrá-lo.
por isso, a sua descendência será abençoada.
Observa o homem honrado,
Afasta-te do mal e pratica o bem, repara no homem justo,
e então viverás para sempre, porque o homem de paz terá descendência.
porque o Senhor ama a rectidão Mas os pecadores serão todos exterminados;
e não abandona os seus fiéis. a descendência dos maus será destruída.

Os ímpios serão dizimados A salvação dos justos vem do Senhor;


e a sua descendência será destruída. Ele é o seu refúgio na hora da angústia.
Os justos possuirão a terra, O Senhor os ajuda e liberta,
e nela viverão para sempre. defende-os dos ímpios e salva-os,
porque nele se refugiam.
A boca do justo profere a sabedoria

Partilha: tempo de partilha pessoal sobre o tema.

Mat 11, 25-30 (no fim da partilha todos juntos rezamos esta oração de Jesus)
“ Bendigo-te, ó Pai, Senhor do Céu e da Terra, porque escondes-te estas coisas aos sábios e aos
entendidos e as revelas-te aos pequeninos. Sim, ó Pai porque assim foi do Teu agrado. Vinde a
Mim, todos vós que andais cansados e oprimidos, que Eu hei-de aliviar-vos. Tomai sobre vós o
meu jugo e aprendei de mim que sou manso e humilde de coração e encontrareis descanso para o
vosso espírito. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.”

Cântico: Amor tão grande…

Dinâmica: enquanto se canta o cântico, cada um levanta-se e vai ao centro, ao envelope grande
e tira uma pagela com a imagem de Cristo e as frases.

Explicação: JC convida-nos a aproximarmo-nos dele, a bebermos dele, a sermos como ele. Agora
buscamos nele o que somos convidados s ser para os outros. Também nós podemos dizer a quem
precisa: vem a mim… aprende de mim…

Bênção final

Fases a colocar no verso da pagela:


O Senhor disse alguma coisa ao ouvido do sol e eis que este se inflamou de mil cores. O Senhor
falou algo á nascente e eis a água a surgir pura e clara. O Senhor sussurrou alguma coisa á rosa e
eis a rosa que corou de alegria. Mas que coisa terá o Senhor falado ao ouvido do homem, para
que ele só seja capaz de amar e de O amar? Disse…. Amor!
(Gialal Ed-din Rumi)

Caminhando abre-se a vida, caminhando conhecem-se as coisas, caminhando curam-se as feridas


do dia anterior.
Caminha olhando uma estrela, escutando uma voz, seguindo os sinais de outros passos.
Caminha procurando a vida, curando as feridas deixadas dos sofrimentos.
Nada pode apagar a lembrança do caminho percorrido.
Caminha, não estás só!.
(Ruben Blades)