You are on page 1of 8

AVALIAÇÃO EXTERNA DA ESCOLA E AUTO-AVALIAÇÃO DA BE

CRUZAMENTO DE INFORMAÇÃO

AVALIAÇÃO EXTERNA DA ESCOLA AUTO-AVALIAÇÃO DABE

CAMPOS DE ANÁLISE TÓPICOS DOMÍNIO SUBDOMÍNIO INFORMAÇÃO RESULTANTE

1.2 Dimensão e D. Gestão da BE D.2.Condições A BE disponibiliza condições de espaço capazes de


condições físicas da humanas e materiais responder, no seu funcionamento, às solicitações da
escola para a prestação dos comunidade escolar e a uma utilização diversificada.
serviços
O mobiliário é adequado em termos de ergonomia,
quantidade, cor, altura à faixa etária e necessidades
dos alunos, proporcionando boas condições de
acomodação e o acesso livre dos utilizadores á
documentação.

1.CONTEXTO E Os equipamentos são suficientes para as necessidades


CARACTERIZAÇÃO locais e para responder aos serviços de biblioteca que
GERAL DA ESCOLA a BE realiza no agrupamento.

O número de computadores responde à procura e às


solicitações da escola/agrupamento.

1.4 Pessoal docente D. Gestão da BE D.2. Condições O professor bibliotecário afecto possui formação e
humanas e materiais competências adequadas ao seu conteúdo funcional,
para a prestação dos nos termos da legislação vigente.
serviços.
A equipa é pluridisciplinar, adequada em número e
possui formação e competências adequadas ao seu
conteúdo funcional.

1
A BE possui uma AAE a tempo inteiro, com formação
1.5 Pessoal não D. Gestão da BE D.2. Condições na área das TIC, que procede ao trabalho de
docente humanas e materiais catalogação, para além de outros.
para a prestação dos
serviços.

1.CONTEXTO E
CARACTERIZAÇÃO
GERAL DA ESCOLA

1.6 Recursos D. Gestão da BE D.3 Gestão da A BE dispõe de um orçamento anual, para


financeiros Colecção/ da actualização da colecção de acordo com a filosofia
Informação educativa da escola, com o currículo e com os
interesses dos utilizadores.

A BE dispõe de verbas facultadas pela RBE e pelo


PNL.

2
AVALIAÇÃO EXTERNA DA ESCOLA AUTO-AVALIAÇÃO DABE

CAMPOS DE ANÁLISE TÓPICOS DOMÍNIO SUBDOMÍNIO INFORMAÇÃO RESULTANTE

2.1 Prioridades e D. Gestão da BE D.1 Articulação da BE A escola inclui a BE na formulação e


objectivos com a escola/ desenvolvimento da sua missão, princípios e
Agrupamento objectivos estratégicos e de aprendizagem, tendo a PB
colaborado na formulação do PEA , do RI e no PAA,
documentos onde a BE é referenciada.

A BE colabora com o Conselho Pedagógico, estando


A. Apoio ao A.1 Articulação integrada no PEA, no RI e no PAA.
Desenvolvimento Curricular da BE com A BE colabora (pontualmente) com os Departamentos
Curricular as Estruturas de Curriculares na abordagem de conteúdos curriculares
2. O PROJECTO Coordenação Educativa aos alunos.
EDUCATIVO e Supervisão
Pedagógica e os A utilização da BE é rentabilizada pelos docentes no
Docentes âmbito das suas actividades lectivas, desenvolvidas
em parceria com a BE ou de forma autónoma.

A utilização dos recursos da BE é rentabilizada pelos


docentes e alunos, na BE ou em sala de aula.

A BE participa activamente na dinamização de alguns


projectos da escola.
2.2 Estratégias e A. Apoio ao A.1 Articulação A BE contribui para o enriquecimento do trabalho de
Planos de acção Desenvolvimento Curricular da BE com estudo acompanhado/apoio ao estudo, prestando apoio
Curricular as Estruturas de individualizado/grupo a alunos referenciados pelos
Coordenação Educativa DTs.
e Supervisão A BE colabora com o projecto “SOS Dúvidas” para
Pedagógica e os superação de dúvidas pontuais às várias disciplinas.
Docentes
ABE trabalha em articulação com os docentes de EE
integrando estes alunos nas suas actividades.

3
AVALIAÇÃO EXTERNA DA ESCOLA AUTO-AVALIAÇÃO DABE

CAMPOS DE ANÁLISE TÓPICOS DOMÍNIO SUBDOMÍNIO INFORMAÇÃO RESULTANTE


B. Leitura e B.1 Trabalho da BE ao A BE trabalha em parceria com os coordenadores
Literacia serviço da promoção da PNL do agrupamento no desenvolvimento de
leitura na estratégias e dinamização de actividades promotoras
2.2 Estratégias e escola/agrupamento da leitura.
Planos de acção
2. O PROJECTO
EDUCATIVO C. Projectos, C.1Apoio a actividades A BE oferece um espaço agradável com actividades
parcerias e livres, extra- de lazer enriquecedoras e estimulantes da sua
actividades livres curriculares e de utilização, tais como: sessões de cinema, horas de
e de abertura à enriquecimento conto, palestras e outras com a participação de
comunidade curricular elementos da comunidade local.
A BE permite a sua utilização contínua estando aberta
também à hora de almoço.

D. Gestão da BE D.1 Articulação da BE O projecto da BE, inserido no PAA , está articulado


com a com os objectivos do PEA.
escola/agrupamento

4
AVALIAÇÃO EXTERNA DA ESCOLA AUTO-AVALIAÇÃO DABE

CAMPOS DE ANÁLISE TÓPICOS DOMÍNIO SUBDOMÍNIO INFORMAÇÃO RESULTANTE

3.1 Estruturas de D. Gestão da BE D.1 Articulação da BE A BE está bem integrada na escola, uma vez que os
gestão com a órgãos de administração e gestão apoiam a BE e
escola/agrupamento reconhecem-lhe valor na promoção de uma
aprendizagem de qualidade.
3. A ORGANIZAÇÃO E
GESTÃO DA ESCOLA
D. Gestão da BE D.1 Articulação da BE A BE funciona num horário contínuo e alargado
com a estando aberta desde as 8.15h até às 18.20h, inclusive
3.2 Gestão escola/agrupamento nos intervalos para requisição domiciliária. O horário
pedagógica nocturno para os alunos EFA, também é apoiado pelos
professores do curso.

A escola contempla a BE e os seus recursos nos


projectos e actividades educativas e curriculares.

A. Apoio ao A.1 Articulação A utilização da BE é rentabilizada pelos docentes no


desenvolvimento curricular da BE com âmbito das suas actividades lectivas, desenvolvidas
curricular as estruturas de em parceria com a BE ou de forma autónoma, exs:
Coordenação Educativa utilização dos recursos da BE em sala de aula,
e Supervisão utilização do espaço da BE ou deslocação da equipa
Pedagógica e os da BE e do Clube de animação às salas de aula para
Docentes dinamização de actividades de parceria.
A BE possui um sistema de auto-avaliação contínuo
3.3 Procedimentos D. Gestão da BE D.1 Articulação da BE que contempla todas as actividades por ela
de auto-avaliação com a desenvolvidas, envolvendo como parceiros o Director,
institucional escola/agrupamento elementos do CP e Coordenadores de Departamento,
de forma a monitorizar o impacto da BE na qualidade
das aprendizagens efectuadas, na construção do
conhecimento e na aquisição de valores de cidadania

5
AVALIAÇÃO EXTERNA DA ESCOLA AUTO-AVALIAÇÃO DABE

CAMPOS DE ANÁLISE TÓPICOS DOMÍNIO SUBDOMÍNIO INFORMAÇÃO RESULTANTE

4.1 Articulação e C. Projectos, C.2 Projectos e A BE dinamiza actividades que envolvem os pais e
participação dos parcerias e parcerias encarregados de educação, nomeadamente: horas de
4. LIGAÇÃO À pais e encarregados actividades livres conto, Dia Multicultural, palestras sobre projectos da
COMUNIDADE de educação na e de abertura à escola/agrupamento, “Encontro com… o passado”.
vida da escola. comunidade
A BE está aberta aos pais e encarregados de educação
que funcionam como utilizadores deste espaço e
efectuam requisição domiciliária de documentos.

4.2 Articulação e C. Projectos, C.2 Projectos e A BE conta com o apoio da Câmara Municipal de
participação das parcerias e parcerias Guimarães para o financiamento de certas actividades,
autarquias actividades livres como por exemplo a edição de dois livros da autoria
e de abertura à dos alunos e com a Biblioteca Municipal, para apoio
comunidade na catalogação e na promoção de actividades
pedagógico-didácticas.

6
AVALIAÇÃO EXTERNA DA ESCOLA AUTO-AVALIAÇÃO DA BE

CAMPOS DE ANÁLISE TÓPICOS DOMÍNIO SUBDOMÍNIO INFORMAÇÃO RESULTANTE

5.1 Disciplina e A. Apoio ao A.2 Promoção das A BE realiza acções de formação de utilizadores para
comportamento desenvolvimento Literacias de alunos e docentes no início do ano lectivo, no sentido
cívico curricular Informação, de promover o valor da BE, motivar para a sua
Tecnológica e Digital utilização, esclarecer sobre a forma como está
organizada e ensinar a utilizar os diferentes serviços.

A BE distribui informação referente ao Regulamento


da BE aos alunos, no sentido de incutir regras de
convivência e respeito pelo espaço e pelos outros, o
5.CLIMA E AMBIENTE cumprimento de normas de actuação, de convivência e
EDUCATIVOS de trabalho, valores fundamentais de cidadania.

5.2 Motivação e A. Apoio ao A.2 Promoção das A BE promove visitas guiadas à BE para as turmas de
empenho desenvolvimento Literacias de 5º ano, no início de cada ano lectivo, explicando quais
curricular Informação, os objectivos, recursos e actividades possíveis neste
Tecnológica e Digital espaço, recorrendo ao clube de animação da BE e ao
fantoche Zézé com vista a estimular e motivar os
alunos para a frequência deste local.

C. Projectos, C.2 Projectos e A BE dinamiza e colabora em actividades festivas,


parcerias e parcerias lúdicas e culturais de forma a promover este local ,
actividades livres aliando o prazer à vontade de saber e conhecer.
e de abertura à
comunidade

7
AVALIAÇÃO EXTERNA DA ESCOLA AUTO-AVALIAÇÃO DA BE

CAMPOS DE ANÁLISE TÓPICOS DOMÍNIO SUBDOMÍNIO INFORMAÇÃO RESULTANTE

A. Apoio ao A.2 Promoção das A equipa da BE dá um grande apoio aos alunos na


desenvolvimento Literacias de aquisição de competências das literacias de
curricular Informação, informação, tecnológicas e digitais, ajudando-os na
6.1 Resultados Tecnológica e Digital pesquisa, selecção de informação e elaboração de
académicos trabalhos curriculares e outros.

6. RESULTADOS
B. Leitura e A BE dinamiza de forma continuada actividades de
Literacia promoção de leitura que causam algum impacto na
aquisição de competências de leitura dos alunos, bem
como na motivação para a leitura, cerca de 90% dos
alunos fazem requisição domiciliária.

C. Projectos, C.1Apoio a actividades A equipa da BE desenvolve, em parceria com os


parcerias e livres, extra- docentes, actividades com os alunos que os levam à
actividades livres curriculares e de aquisição de hábitos de trabalho e organização da sua
e de abertura à enriquecimento própria aprendizagem, revelando uma progressiva
comunidade curricular autonomia na execução das tarefas escolares.

6.2 Resultados A. Apoio ao A.2 Promoção das A BE promove o trabalho colaborativo entre alunos, o
sociais da educação desenvolvimento Literacias de respeito pelos outros, pelo local e ambiente em geral,
curricular Informação, através de debates e outras actividades no local, que
Tecnológica e Digital permitam o desenvolvimento de atitudes e valores
indispensáveis à formação da cidadania e à
aprendizagem ao longo da vida.