You are on page 1of 3

Socicana - CTC

Desmistificando a colheita mecanizada


da cana crua
Mauro Sampaio Benedini (Gerente Regional Fornecedores - CTC)
Jorge Luiz Donzelli (Coordenador de Pesquisa Tecnológica - CTC)

Histórico pela necessidade de complemen- bras de produtividades e queda de


É preciso desmistificar a co- tar a colheita manual em um perí- receita ao produtor; pela falta de
lheita mecanizada da “cana crua”. odo de grande expansão do plantio conhecimentos técnicos na adoção
Resultados de pesquisas recentes de cana-de-açúcar. Naquela época, do novo sistema. Mas, a pesquisa e
realizadas pelo CTC e a aplicação dizia-se que o corte mecanizado da os adeptos ao sistema, já naquela
prática dessa tecnologia nas em- cana era um “mal necessário”, pois época, começaram a demonstrar
presas associadas ratificam os be- não podia ser preterido, devido à que a cana crua tinha, além das
nefícios deste sistema de colheita. falta de mão-de-obra existente. As vantagens ambientais, um avanço
A década de setenta caracteri- conseqüências apareceram sob a sócio-econômico para o produtor.
zou-se pelo corte manual de cana forma de redução da longevidade
queimada, com uma média de três do canavial, perdas excessivas na Estudos necessários
a quatro cortes, influenciados prin- colheita, necessidade de maior tec- A partir de 1992, o Centro de
cipalmente pela menor qualidade nificação, entre outras. Tecnologia Canavieira (CTC), na
das variedades existentes na épo- Na década de noventa, com o época da Copersucar, iniciou es-
ca. aumento da conscientização am- tudos para definir práticas agro-
No início da década de oiten- biental, surgiu a colheita da cana nômicas (adubação, herbicida,
ta, com o surgimento de varieda- sem queimar, a “cana crua”, que cultivo, etc.), estudar os efeitos da
des melhoradas (SP70-1143, SP71- foi marcada pelo termo “neces- compactação no solo, do tráfego
6163, SP71-1406, etc.); o número sidade de se pagar pedágio” pela intenso, aprimorar equipamentos
de cortes do canavial aumentou. acentuada mudança tecnológica para reduzir esses impactos no
Entretanto, em meados desta mes- envolvida no novo processo. Este solo e desenvolver variedades me-
ma década, a colheita mecanizada aprendizado ou “pedágio” teve lhoradas, mais adaptadas ao novo
da cana-de-açúcar intensificou-se como conseqüência inicial, que- sistema a ser adotado. Inúmeros
ensaios foram instalados em usinas
Cana-de-açúcar - Histórico cooperadas na época.
Década 70: Corte Manual 4 cortes (100/85/65/50/X/X) = 75
Resultados
Década 80: Manual. Até 6 cortes. (120/90/85/80/70/65) = 85
Os ensaios conduzidos pelo
Colhedeira: Mal ncessário! CTC mostraram que a eliminação
Década 80: Mecânico queimada (120/90/80/75/?/X) = 90 da queima traz inúmeros benefí-
Cana crua: Pagar pedágio! cios ao solo e ao canavial. Entre
eles, maior controle de ervas da-
Década 90: Mecânico crua (130/90/85/75/70/X) = 90
ninhas, menor erosão, maior ati-
Futuro (hoje): Mecânico crua vidade microbiana depois de 2 a 3
(130/100/95/95/90/90/90/90/90/90) = 95 anos do sistema implantado, maior

26 - Revista Coplana - Novembro 2007


Socicana - CTC

zados pelo CTC mos- dam-se cuidados na introdução do


tram reduções de conceito no campo. Informe-se no
custos de R$60,00 a CTC ou nas usinas que já adotam o
R$70,00 por hecta- sistema, sobre as vantagens e des-
re, em média; com vantagens da técnica.
a adoção de práti-
cas como elimina- Compactação do solo
ção de terraços em Os estudos do CTC mostraram
baixas declividades que o controle da compactação do
(<6%), plantio em solo pode e deve ser preventiva e
linha reta em decli- não somente corretiva como sem-
vidades de até 3%, pre foi realizada. São práticas re-
entre outras. É ne- comendadas: evitar colheita com
cessária a perma- solos úmidos, usar pneus de alta
retenção de umidade no solo, me- nência de cobertura vegetal cons- flutuação e esteiras para causar
nor amplitude térmica, aumento tante no solo, para a implantação menor impacto e compactação, en-
na disponibilidade de nutrientes do sistema. Portanto, recomen- tre outras. Esses estudos mostram
no perfil do solo, menor ataque da
lagarta elasmo, etc.
Com o passar dos anos, foi-se
percebendo que a colheita mecâ-
nica e, principalmente, a de cana
crua, necessitavam de maior tec-
nologia, priorizando o canavial,
protegendo-o do tráfego intenso
e melhorando as condições de co-
lheitabilidade. Estes fatos resulta-
ram em novos conceitos, tais como
sistematização da base física da
lavoura, maiores cuidados com a
compactação do solo e pisoteio da
linha da soqueira e, mais recente-
mente, o desenvolvimento do trá- No alto à esquerda: área

fego controlado ou canteirização/ com sistematização


envazamento da linha da soqueira. convencional; no alto à

direita: sistematização
Sistematização com sulcação reta. Em
Entende-se por sistematiza- baixo: vista aérea de
ção, a adequação do terreno para área sistematizada.
um maior rendimento da máquina
e para menores impactos da meca- 
nização no terreno. Estudos reali-

Revista Coplana - 27
Socicana - CTC

hoje, na prática, que o número de tras tecnologias, a adequação das a) aumenta a longevidade do cana-
cortes do canavial dependerá do bitolas de tratores e transbordos vial, estabilizando a produtividade em
manejo adotado na sua condução. para evitar o pisoteio das soqueiras níveis elevados de produtividade;
(controle de tráfego), resultando b) propicia ganhos ambientais sig-
em um espaço maior do solo, ao nificativos;
lado das soqueiras, sem compacta- c) melhora a qualidade da lavoura
ção; propiciando melhor desenvol- pela racionalização do uso de her-
vimento do canavial e maior longe- bicidas, menor erosão, maior ati-
vidade. vidade microbiana depois de 2 a 3

Colheita de cana crua x compactação


Acima: perda de produtividade pelo efeito
do tráfego após 24 horas de chuvas de
diferentes intensidades; abaixo: perda de
produtividade devido ao tráfego na linha e
entrelinha

Ajuste de bitolas dos tratores

Brotação de soqueira em linha com tráfego (esquerda) Envazamento ou canteirização

Envazamento ou canteirização Conclusão anos do sistema implantado, maior


Os cuidados com o controle Os resultados práticos dos inú- retenção de umidade no solo, me-
de tráfego dentro dos talhões re- meros trabalhos de pesquisa desen- nor amplitude térmica e aumento
sultaram na adoção da tecnologia volvidos pelo CTC mostram que o na disponibilidade de nutrientes
conhecida por “canteirização” ou sistema de colheita mecanizada da no perfil do solo.
“envazamento”, que é, dentre ou- cana sem queima, a “cana crua”:
28 - Revista Coplana - Novembro 2007