You are on page 1of 101

ECOFISIOLOGIA DA

MATURAÇÃO E USO DE
MATURARADORES
Prof. Dr. Carlos Alexandre Costa Crusciol
Universidade Estadual Paulista – UNESP
Faculdade de Ciências Agronômicas – FCA
Dep. Produção Vegetal – Agricultura
Campus de Botucatu
• MATURAÇÃO

A) Botânico

B) Fisiológico

C) Econômico
MATURAÇÃO
BOTÂNICA

Emissão
de flores
Origem a Formação de
novas plantas sementes

Reprodução
Prática ???
vegetativa
MATURAÇÃO
FISIOLÓGICA

Potencial de
Colmos da
armazenamento de
cana-de-açúcar
sacarose

botânica
maturação
Prática ??? versus
fisiológica
MATURAÇÃO
ECONÔMICA
Prática
agronômica

Cana madura
(industrialização)

Teor mínimo de
sacarose (13 %)
Estádios Fenológicos:
1° Estádio ⇒ brotação e emergência
(colmo primário).

2° Estádio ⇒ perfilhamento e
estabelecimento da cultura

3° Estádio ⇒ intenso crescimento

4° Estádio ⇒ maturação
FONTE: CÂMARA (1993).
4º ESTÁDIO FENOLÓGICO
MATURAÇÃO
FISIOLOGIA
DA
MATURAÇÃO
FATORES QUE AFETAM A MATURAÇÃO

a) Variedade
Precoces:
- ⇑ sacarose no início de safra (abril-junho)
- PUI longo

Intermediárias:
- ⇑ sacarose no meio de safra (julho-setembro)
- PUI médio

Tardias:
- ⇑ sacarose no fim de safra (outubro-dezembro)
- PUI curto
FATORES QUE AFETAM A MATURAÇÃO

b) Luminosidade
(Metabolismo C4)
Cloroplasto
(bainha e mesofilo)
Fixação do CO2 1º composto Reduzido
fotossíntese ácido oxalacético a malato / aspartato
(mesofilo) (mesofilo) (mesofilo)

Descarboxilação pela enz. málica desidrogenase


ou enz. PEPcarboxiquinase
(bainha)

Liberação Ciclo Produção


CO2 fixado Calvin - Benson hexose
FATORES QUE AFETAM A MATURAÇÃO

c) Temperatura
Planta de clima tropical
com máximo
desenvolvimento:
25 - 35ºC

Maturação:
TºC média no mês mais frio
inferior a 21ºC

Geada ???
FATORES QUE AFETAM A MATURAÇÃO

d) Umidade
Maturação:
redução da precipitação
pluvial
(incremento em POL)

Regiões do Brasil:
Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul

Irrigação ???
FATORES QUE AFETAM A MATURAÇÃO

e) Nutrientes
Nitrogênio (cobertura)
ou
Vinhaça
(Potássio e mat.org.)

Redução em POL
(prejuízos à maturação)

Incremento no teor de cinzas


FATORES QUE AFETAM A MATURAÇÃO

f) Maturadores
↓ crescimento da planta
Alteram a ↑ teor de sacarose
morfologia e a Precocidade de maturação
fisiologia da planta ↑ na produtividade

Promovem
modificações Atuar sobre enzimas que
qualitativas e catalizam o acúmulo de
quantitativas na sacarose nos colmos
produção
FLORESCIMENTO

Indução floral

25 de fevereiro a 20 de março
(região Sudeste)

T ºC máximas de 31ºC (dia)


Condições T ºC mínimas de 18 ºC (noite)
ambientais
Disponibilidade hídrica
Inflorescência da cana-de-açúcar
Inflorescência da cana-de-açúcar
FLORESCIMENTO

Prejuízos

Época de plantio

Secamento do ápice

Chochamento

Brotação lateral
Maturação
Condições ambientais
(região Sudeste)

↓ temperatura Abril / Maio


↓ precipitação Setembro

Maturadores

Época de aplicação ???


Dose ???
Substância endógena, de ocorrência
natural, não nutriente, a qual em
• Conceito baixas concentrações (10-4 M)
promove, inibe ou modifica
processos fisiológicos do vegetal

– Hormônio vegetal
Ações similares aos grupos de
hormônios vegetais

– Regulador vegetal
Substância sintética, aplicada de forma
exógena, a qual em altas concentrações
promove, inibe ou modifica processos
fisiológicos do vegetal
Regulador vegetal

Inibidores Retardantes
do do
Crescimento Crescimento
Principais maturadores

Inibidores
do
Crescimento

Glifosate
Sulfometuron metil
Fluazifop-p-butil
GLIFOSATE

Modo de ação
Ação: enzima
5-enolpiruvilshikimate-3-
fosfato-sintase
(EPSPs)
Glifosate e as rotas metabólica envolvidas na biossíntese dos compostos fenólicos
(Fonte: TAIZ e ZEIGER, 2004)
Glifosate e as rotas da biossíntese de IAA dependentes do triptofano em vegetais e
bactérias (Fonte: TAIZ e ZEIGER, 2004)
(Fonte: ROSS e O’NEIL, 2001)
(Fonte: ABU-IRMAILEH et al., 1979)
SULFOMETURON Modo de ação
Ação: enzima
METIL Acetolactato sintase
(ALS)
(Fonte: VARGAS et al., 1999)
GLIFOSATE SULFOMETURON IMAZAPYR
METIL

Inibidores da
síntese de
aminoácidos

Interrupção da síntese protéica, interferência na síntese do


DNA e no crescimento celular, aumento da síntese de
etlieno, redução no teor de clorofila, interrupção da síntese
de compostos fenólicos (lignina, alcalóides, flavonóides),
paralisação do crescimento
FLUAZIFOP-p- Modo de ação
Ação: enzima
BUTIL Acetil-coenzimaA-
(Fonte: VIDAL, 1997) carboxilase (ACCase)
FLUAZIFOP-p-BUTIL

Inibidores da
síntese de lipídeos

Interrupção da síntese de ácidos graxos (lipídeos),


comprometimento da formação das membranas de células
e organelas, alteração da permeabilidade das membranas,
paralisação do crescimento
Principais maturadores
Retardantes
do
Crescimento

Etefon
Etil-trinexapac
KNO3
ETIL-TRINEXAPAC

Modo de Ação

Redução do nível de GA
ativa (GA1 e GA20)

(Fonte: TAIZ e ZEIGER, 2004)


ETIL-TRINEXAPAC

Redução do nível
de GA ativa

Comprometimento dos processos de alongamento e divisão


celular, redução do comprimento dos entrenós, inibição
temporária ou redução do ritmo de crescimento
ETILENO
(Fonte: TAIZ e ZEIGER, 2004)
ETEFON

Modo de ação

Enzima – ACC sintase

Restrição da síntese de DNA, codificação e ativação de enzimas


responsáveis pela degradação da parede celular, inibição do
metabolismo de fosfolipídeos, alteração da permeabilidade da
membrana, inibição da divisão e expansão celular, inibição
temporária ou redução do ritmo de crescimento
RESULTADOS ALCANÇADOS:
DIFERENTES ÉPOCAS DA
SAFRA DA CANA-DE-AÇÚCAR
• Época: início de safra

• Local: Fazenda São Joaquim (Grupo COSAN –


Unidade Barra), Igaraçu do Tietê, SP

• Cultivar de cana-de-açúcar: RB855453


(maturação precoce)

• Data de aplicação: 29/março/2004 e


29/março/2005

• Cana soca: 3°corte (2004), 4° corte (2005)


Dados climáticos
registrados durante o
período experimental nas
safras 2004 (A) e 2005 (B).
Igaraçu do Tietê, SP.
Aplicação : 29/03/2004 Colheita : 29/06/2004
144.75 ATR
15.2 Safra 2004 Glifosato
Sulfom . m etil
14.7
143.19 ATR

14.2 Testem unha

13.7 135.32 ATR


Pol cana (%)

13.2 Pol cana m ínim o

12.7

12.2

11.7

11.2

10.7

10.2
0 15 30 45 60 75 90
Dias após aplicação

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 29/03/2005 Colheita : 29/06/2005

150.88 ATR
Safra 2005 Glifosato
15.9
15.4 Sulfom eturon m etil
139.82 ATR
14.9
14.4 Testem unha
13.9 134.66 ATR
Pol cana (%)

13.4
Pol cana m ínim o
12.9
12.4
11.9
11.4
10.9
10.4
9.9
9.4
0 15 30 45 60 75 90
Dias após aplicação

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 29/03/2004 Colheita : 29/06/2004

Safra 2004 141.02 ATR


15.0 Etil-trinexapac

14.5 140.76 ATR Etefon


KNO3 + Boro
14.0 138.60 ATR

Testem unha
13.5 135.32 ATR

Pol cana m ínim o


Pol cana (%)

13.0

12.5

12.0

11.5

11.0

10.5

10.0
0 15 30 45 60 75 90
Dias após aplicação

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 29/03/2005 Colheita : 29/06/2005

Safra 2005 148.34 ATR


16.0
Etil-trinexapac
15.5

15.0

14.5 134.66 ATR


Testem unha
14.0
KNO3 + Boro
13.5
140.42 ATR
Pol cana (%)

13.0
Pol cana m ínim o
12.5

12.0

11.5

11.0

10.5

10.0

9.5
0 15 30 45 60 75 90
Dias após aplicação

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 29/03/2004 Aplicação : 29/03/2005
Colheita : 29/06/2004 Colheita : 29/06/2005

Testem unha Sulfom . m etil KNO3 Glifosate Etil-trinexapac Etefon

140
13 3 .9 13 3 .2
13 1 13 1 13 1.6

130 12 6 .4
Produtividade cana ( t ha -1 )

120
113 113 .9
111.8 112 .2
110 .2
110
a a a 10 3 .5
a
a
100
b

90

80

70
safra 2004 safra 2005

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 29/03/2004 Aplicação : 29/03/2005
Colheita : 29/06/2004 Colheita : 29/06/2005

Sulfom . m etil KNO3 Glifosate Etil-trinexapac Etefon

3
2 .2

2 1.7

0 .8
1 0 .5
0
Produtividade relativa ( % )

0
Safra 2004 Safra 2005
-1 - 0 .7
- 1.1
-2
- 2 .5
-3
- 3 .5
-4

-5

-6

-7

-8
- 8 .4
-9
Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)
Aplicação : 29/03/2004 Aplicação : 29/03/2005
Colheita : 29/06/2004 Colheita : 29/06/2005

Testem unha Sulfom . m etil KNO3 Glifosate Etil-trinexapac Etefon

21
20
20 19 .2
19 .4 19 .4

19 18 .4 18 .5
Produtividade açúcar ( t ha -1 )

18 17.4
17 16 .9
16 .6
17 16 .4
16 .1

16

15

14

13

12

11

10
safra 2004 safra 2005

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 29/03/2004 Aplicação : 29/03/2005
Colheita : 29/06/2004 Colheita : 29/06/2005

Sulfom . m etil KNO3 Glifosate Etil-trinexapac Etefon

8 .7
9
8
7
6 .1
6 5.4 5.4
Produtividade relativa ( % )

5 4 .3 5

4
3
3
2 1.2
1 0 .5

0
-1 Safra 2004 Safra 2005

-2
-3
-4 - 3 .5

-5
- 5.3
-6

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 29/03/2004 Colheita : 29/06/2004

90 Safra 2004

80

70
Brotação lateral (%)

60
Glifosate

50

40

30 Etefon

20
Sulfom . m etil
10
Testem unha
0
0 30 60 90
Dias após aplicação
Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)
Aplicação : 29/03/2005 Colheita : 29/06/2005

90 Safra 2005
Glifosate
80

70

60
Brotação lateral (%)

50
Etefon

40
Sulfom . m etil
30

20

Testem unha
10

0
0 30 60 90
Dias após aplicação

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


• Eficácia da mistura de maturadores
• Época: início de safra
• Local: Fazenda Santa Maria (Grupo COSAN –
Unidade Barra), Igaraçu do Tietê, SP
• Cultivar de cana-de-açúcar: RB855453
(precoce)
• Data de aplicação: 12/março/2007 e
14/março/2008
• Data de colheita: 17/maio/2007 e 16/maio/2008
• Cana soca: 3°corte (2007)
Aplicação : 12/03/2007 Colheita : 17/05/2007

17 Pol cana mínimo


Testemunha
16 Sulfometuron metil
Sulfometuron metil + Glyphosate
15 Glyphosate

14
Pol cana (%)

13

12

11

10 30 DAA

9 33 DAA
29 DAA 38 DAA
8
0 10 20 30 40 50 60 70
Dias após aplicação

Fonte: SIQUEIRA, LEITE e CRUSCIOL (2008)


Aplicação : 12/03/2007 Colheita : 17/05/2007

Pol cana mínimo


17
Testemunha
Glyphosate
16
Etil-trinexapac
Etil-trinexapac + Glyphosate
15

14
Pol cana (%)

13

12

11

10 30 DAA
35 DAA
9
30 DAA 38 DAA
8
0 10 20 30 40 50 60 70
Dias após aplicação

Fonte: SIQUEIRA, LEITE e CRUSCIOL (2008)


Aplicação : 14/03/2008 Colheita : 16/05/2008

Pol cana mínimo


16,00 Testemunha
Sulfometuron metil
Sulfometuron metil + Glyphosate
15,00
Glyphosate

14,00
Pol cana (%)

13,00

12,00

11,00

10,00
23 DAA
26 DAA 48 DAA
9,00
0 10 20 30 40 50 60 70
Dias após aplicação

Fonte: SIQUEIRA, LEITE e CRUSCIOL (2008)


Aplicação : 14/03/2008 Colheita : 16/05/2008

Pol cana mínimo


16,00 Testemunha
Glyphosate
Etil-trinexapac
15,00
Etil-trinexapac + Glyphosate

14,00
Pol cana (%)

13,00

12,00

11,00

10,00

26 DAA 29 DAA 48 DAA


9,00
0 10 20 30 40 50 60 70
Dias após aplicação

Fonte: SIQUEIRA, LEITE e CRUSCIOL (2008)


• Época: meio de safra

• Local: Fazenda Bosque (Grupo COSAN –


Unidade Barra), Igaraçu do Tietê, SP

• Cultivar de cana-de-açúcar: SP80-3280


(maturação média-tardia)

• Data de aplicação: 10/maio/2004 e


04/agosto/2005

• Cana soca: 2°corte (2004), 3° corte (2005)


Aplicação : 10/05/2004 Colheita : 24/11/2004

16.5 Safra 2004 149.47 ATR


16.0 Sulfom . m etil
148.94 ATR
15.5
Glifosate
15.0
141.00 ATR
14.5 Testem unha
14.0
13.5
Pol cana (%)

Pol cana m ínim o


13.0
12.5
12.0
11.5
11.0
10.5
10.0
9.5
9.0
8.5
0 25 50 75 100 125 150 175
Dias após aplicação

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 10/05/2004 Colheita : 24/11/2004

15.7 Safra 2004 143.28 ATR


Etefon
15.1
Testem unha
14.5 141.00 ATR KNO3 + Boro
13.9 139.10 ATR

13.3
Pol cana (%)

12.7 Pol cana m ínim o

12.1

11.5

10.9

10.3

9.7

9.1

8.5
0 25 50 75 100 125 150 175
Dias após aplicação

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 04/08/2005 Colheita : 02/10/2005

15.7 Safra 2005


Etil-trinexapac
148.53 ATR
15.4

15.1 Testem unha

14.8 139.90 ATR


Pol cana (%)

14.5

14.2

13.9

13.6

13.3

13.0
0 15 30 45 60 75 90
Dias após aplicação

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 10/05/2004
Colheita : 24/11/2004 (175 DAA)

Testem unha Sulfom . m etil KNO3 Glifosate Etil-trinexapac Etefon

120

111.7
110.6
109.4
107.2 107.5
110 106.5
Produtividade cana ( t ha -1 )

Aplicação: 04/08/2005
Colheita : 02/10/2005 (90 DAA)
100

90 87.3
85.3 84.5
83.7 83
79.8
80

70

60
safra 2004 safra 2005

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 10/05/2004 Aplicação: 04/08/2005
Colheita : 24/11/2004 (175 DAA) Colheita : 02/10/2005 (90 DAA)

Sulfom . m etil KNO3 Glifosate Etil-trinexapac Etefon


3
2 .3

2
1
1
Produtividade relativa ( % )

0
Safra 2004 Safra 2005
-1 - 0 .9
- 1.1

-2 - 1.9

-3 - 2 .8 - 2 .7
- 3 .1

-4 - 3 .7

-5

-6
- 6 .4
-7

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 10/05/2004
Colheita : 24/11/2004 (175 DAA)

Testem unha Sulfom . m etil KNO3 Glifosate Etil-trinexapac Etefon

18
17.2 17.3

16.7
17 16.3
16.1
15.8
Produtividade açúcar ( t ha -1 )

16 Aplicação: 04/08/2005
Colheita : 02/10/2005 (90 DAA)

15

14
13.1 13.2
13 13
13 12.5

11.7
12

11

10

9
safra 2004 safra 2005

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


Aplicação : 10/05/2004 Aplicação: 04/08/2005
Colheita : 24/11/2004 (175 DAA) Colheita : 02/10/2005 (90 DAA)

Sulfom . m etil KNO3 Glifosate Etil-trinexapac Etefon

7
6 .1
5.5 5.6

4 .8
5
4 4
Produtividade relativa ( % )

3 2 .5

-1 Safra 2004 Safra 2005


- 1.2

-3
- 3 .1

-5

- 6 .4
-7

Fonte: LEITE e CRUSCIOL (2005)


• Época: final de safra

• Local: Usina Andrade

• Cultivar: RB855113 (maturação tardia)

• Data de aplicação: 25/outubro/2001

• Data da colheita: 28/novembro/2001


RESULTADOS DE POL % CANA COM MATURADORES - Final de safra
Usina Andrade Aplicação : 25 de Outubro de 2.001
15,0

14 ,5

14 ,0

13 ,5

13 ,0

12 ,5

12 ,0
(25/10) 0 daa (07/11) 13 daa (20/11) 26 daa (28/11) 34 daa

Testemunha 14,00 13,65 12,50 12,24


Ethrel (A) - 0,67 l/ha 14,00 14,04 13,74 12,22
Moddus - 0,80 l/há 14,00 13,54 13,25 12,88
Curavial - 0,02 kg/há 14,00 14,66 13,48 13,57
Roundup - 0,40 l/há 14,00 13,93 13,10 14,08
18,00

17,00

16,00

15,00

14,00
20/10/2004 04/11/2004 15 19/11/2004 30 04/12/2004 45 09/12/2004 50
PONTO ZERO DAA DAA DAA DAA
1- Testemunha 7 - Curavial 0,02 Kg/ha

18,00

17,00

16,00

15,00

14,00
20/10/2004 04/11/2004 15 19/11/2004 30 04/12/2004 45 09/12/2004 50
PONTO ZERO DAA DAA DAA DAA
Usina Andrade
1- Testemunha 5 - Moddus 0,80 L/ha
SILÍCIO
“A aplicação foliar de Si (metassilicato de sódio,
(Na.2SiO3.9H2O), 500 ppm) em cana-de-açúcar,
combinado com Paraquat e Diquat, conservou a
integridade do tecido foliar, sendo atribuído ao Si a
função de proteção para reações fotossintéticas e,
conseqüentemente, aumento no nível de sacarose,
além do que, o elemento suprimiu a atividade
enzimática da amilase e invertase foliar. Dessa forma
os efeitos indesejáveis de compostos químicos
(maturadores) podem ser modificados mediante a
regulação de enzimas críticas” – Alexander et al.
(1970).
Beneficial effects of Si on plant growth in relation to various stresses
2.50

2.35
Fonte: WAND e GALLETTA (1998)
2.24 a
2.25
2.13 ab
Leaves (g dry weigh plant -1)

2.10

c bc
2.00

1.75

1.55

1.50 d

1.25
0 4.25 8.5 12.75 17
Si concen. (mM)

70

63.95 64.23
65 62.76
Chloropyll content (ug chl a+b cm -2) a
ab
60 b
57.34

55 c

50

45

40.20
40
d
35

30
0 4.25 8.5 12.75 17

Si concen. (mM)
MICRONUTRIENTE BORO
Papel do Boro na síntese de fenóis e lignina
Ação do

Glifosate e

Micronutrientes

na rota do ácido

chiquímico
Fonte: GRAHAM e WEBB (1991)
Caminhos
para a
síntese de
lignina e
fenóis
a partir
do ácido
chiquímico.

Fonte: GRAHAM e WEBB (1991)


• Maturadores associados a B e Si foliar

• Época: início de safra

• Local: Fazenda Santa Maria (Grupo COSAN – Unidade


Barra), Igaraçu do Tietê, SP

• Cultivar de cana-de-açúcar: RB855453 (maturação


precoce)

• Data de aplicação: 12/março/2007 e 14/março/2008

• Data de colheita: 17/maio/2007 e 16/maio/2008

• Cana soca: 3°corte (2007), 4° corte (2008)

• Fonte de Si: Metassilicato de potássio (12,0 % K20 e 25,0


% SiO2) – dose: 1,4 kg ha-1

• Fonte de B: Ácido bórico (17,0 %) – dose: 0,22 kg ha-1


(A)

Dados climáticos
registrados durante o
período experimental
nas safras 2007 (A) e
2008 (B).
(B)
Igaraçu do Tietê, SP.
Aplicação: 12/03/2007 Colheita: 17/05/2007

17 Pol cana m ínim o


Testem unha
16
Boro
Sulf. m etil + Boro
15
Sulfom . m etil
14
Pol cana (%)

13

12

11

10

8
0 10 20 30 40 50 60 70
Dias após aplicação
Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)
Aplicação: 12/03/2007 Colheita: 17/05/2007

17 Pol cana m ínim o


Testem unha
16
Boro

15 Glifosate
Glifosate + Boro
14
Pol cana (%)

13

12

11

10

8
0 10 20 30 40 50 60 70
Dias após aplicação
Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)
Aplicação: 12/03/2007 Colheita: 17/05/2007
23 Testemunha Sulf. metil Sulf. metil + Boro
22 Glifosato Glifosato + Boro Boro
21

20
19

18
17
Boro (mg kg-1)

16

15
14
13
12
11
10

9
8

7
0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 55 60
Dias após aplicação
Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)
Aplicação: 12/03/2007 Colheita: 17/05/2007

17 Pol cana m ínim o


Testem unha
16
Silício
Sulfom . m etil
15
Sulfom . m etil + Silício
14
Pol cana (%)

13

12

11

10

8
0 10 20 30 40 50 60 70
Dias após aplicação

Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)


Aplicação: 12/03/2007 Colheita: 17/05/2007

17 Pol cana m ínim o


Testem unha
16
Silício

15 Glifosate + Silício
Glifosate
14
Pol cana (%)

13

12

11

10

8
0 10 20 30 40 50 60 70
Dias após aplicação

Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)


Aplicação: 12/03/2007 Colheita: 17/05/2007

1.65 Testemunha; Sulfom. metil Glifosato; KNO3


1.60 Sulf. metil + Silício Glifosato + Silício
1.55 Silício
1.50
1.45

1.40
1.35
Silício (%)

1.30
1.25

1.20
1.15
1.10
1.05
1.00

0.95
0.90

0.85
0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 55 60
Dias após aplicação
Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)
Aplicação: 14/03/2008 Colheita: 16/05/2008
14.8 Testemunha Sulfom. metil
14.5 Sulf. metil + Boro Glifosato
14.2 Glifosato + Boro Boro

13.9 Pol mínimo (indústria)

13.6
13.3
13.0
Pol cana (%)

12.7

12.4
12.1
11.8
11.5
11.2
10.9
10.6
34 DAA
10.3 25 DAA 32 DAA
20 DAA 43 DAA 46 DAA
10.0
0 14 28 42 56
Dias após aplicação
Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)
Aplicação: 14/03/2008 Colheita: 16/05/2008
14.0 Testemunha Sulf. metil Glifosato

13.5 Sulf. metil + Boro Glifosato + Boro Boro

13.0

12.5

12.0

11.5
Boro (mg kg-1)

11.0

10.5

10.0

9.5

9.0

8.5

8.0

7.5

7.0
5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 55 60
Dias após aplicação
Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)
Aplicação : 14/03/2008 Colheita : 16/05/2008
14.8 Testemunha Sulfom. metil
14.5 Sulf. metil + Silício Glifosato
14.2 Glifosato + Silício Silício
13.9 Pol mínimo (indústria)
13.6

13.3

13.0
Pol cana (%)

12.7

12.4

12.1

11.8
11.5
11.2

10.9

10.6
25 DAA
10.3
21 DAA 32 DAA 34 DAA 46 DAA 49 DAA
10.0
0 14 28 42 56
Dias após aplicação
Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)
Aplicação : 14/03/2008 Colheita : 16/05/2008
2.80 Testemunha; Sulfom. metil Glifosato

Sulf. metil + Silício Glifosato + Silício


2.60 Silício

2.40

2.20
Silício (%)

2.00

1.80

1.60

1.40

1.20
0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 55 60
Dias após aplicação
Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)
TESTEMUNHA SILÍCIO BORO

Brotações laterais
registradas na porção
superior dos colmos da
cana-de-açúcar variedade
RB855453, no momento da
colheita na safra 2008.
Igaraçu do Tietê, SP.

Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)


TESTEMUNHA GLIFOSATE GLIFOSATE + B GLIFOSATE + Si

Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)


TESTEMUNHA SULFOM. METIL SULFOM. METIL + B SULFOM. METIL + Si

Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)


ETIL-
SULF. METIL + ETIL- TRINEXAPAC +
SULFOM.
TESTEMUNHA METIL GLYPHOSATE GLYPHOSATE TRINEXAPAC GLYPHOSATE

Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)


Aplicação : 12/03/2007 Colheita : 17/05/2007 Rebrota: 20/07/2007 (60 DAC)

Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)


Aplicação : 12/03/2007 Colheita : 17/05/2007 Rebrota: 20/07/2008 (60 DAC)

Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)


Aplicação : 12/03/2007 Colheita : 17/05/2007 Aplicação : 14/03/2008 Colheita : 16/05/2008

16 Testemunha Sulfom. metil

15 Sulf. metil + Boro Glifosato + Boro


14
14 Glifosato Boro

a 13 13
13
ab ab 12 12
12
Brotos m-1

11
11 ab ab
10 10 10 10 b
10
9 9
9

5
rebrota 2007 rebrota 2008

Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)


Aplicação : 12/03/2007 Colheita : 17/05/2007 Aplicação : 14/03/2008 Colheita : 16/05/2008

16 Testemunha Sulfom. metil


15
15 Sulf. metil + Silício Glifosato + Silício
Glifosato Silício 14 a
14
ab 13 13
13
abc 12 abc
Brotos m-1

12
11 11 bc
11
10 10 10 c
10
9 9
9

5
rebrota 2007 rebrota 2008
Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)
Aplicação : 12/03/2007 Colheita : 17/05/2007 Aplicação : 14/03/2008 Colheita : 16/05/2008

15

14
a
13
ab ab
12
Brotos m-1

11
b
10
9

8
7

6
5
2007 2008

Testem unha Sulfom eturon m etil

Sulfom eturon m etil + Glyphosate Glyphosate

Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)


Aplicação : 12/03/2007 Colheita : 17/05/2007 Aplicação : 14/03/2008 Colheita : 16/05/2008

15

14 a
13
ab ab
12
Brotos m-1

11
b
10

9
8
7

6
5
2007 2008

Testem unha Glyphosate

Etil-trinexapac Etil-trinexapac + Glyphosate

Fonte: LEITE, SIQUEIRA e CRUSCIOL (2008)


CONSIDERAÇÕES FINAIS
As condições climáticas têm influência sobre a eficiência agronômica
dos maturadores, independente da classe (inibidor ou retardante de
crescimento);

Os maturadores induzem a maturação (mesmo sob condições


climáticas que estimulam o desenvolvimento vegetativo da cultura) e
contribuem para a manifestação do potencial genético da variedade
com relação ao acúmulo de sacarose;

O silício, aplicado de forma isolada, não tem efeito maturador;


enquanto a aplicação de boro, de forma isolada ou associado à
maturadores, assim como a associação silício – maturadores, podem
induzir melhoria na qualidade tecnológica da matéria-prima;
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Boro e Silício, isolados ou associados à maturadores, têm mostrado
efeito potencial sob parâmetros tecnológicos da cana-de-açúcar,
sendo necessário a realização de estudos para o esclarecimento de
suas funções fisológicas e bioquímicas na fisiologia da maturação da
cana-de-açúcar;

Os maturadores, conforme a classe e a associação com nutrientes,


podem estimular ou comprometer a rebrota da soqueira;

A aplicação dos maturadores em mistura ao Glyphosate foi eficiente


em antecipar a colheita revelando valores semelhantes à aplicação
isolada dos produtos. Portanto, esta prática pode ser utilizada
visando minimizar os custos com a aplicação de maturadores.
CONSIDERAÇÕES FINAIS

Fatores tais como condição climática, época de aplicação, dose


empregada, conhecimento da curva de maturação da variedade de
cana-de-açúcar (na ausência e na presença de maturadores) e o
planejamento da época de colheita são imprescindíveis para o
sucesso da adoção desta prática agrícola.
COLABORADORES

•Eng. Agr. MSc. Glauber Henrique P. Leite (FCA/Unesp)


•Eng. Agr. MSc. Gabriela Ferraz de Siqueira (FCA/Unesp)
•Prof. Dr. Waldemar G. Venturini Filho (FCA/Unesp)
• Prof. Dra. Giuseppina Pace Pereira Lima (IB/Unesp)
• Dr. Marcelo de Almeida Silva (APTA Centro Oeste - Jaú)
• Dra. Raffaella Rosseto (APTA – Piracicaba)
APOIO
(AGRADECIMENTOS)
Contatos: crusciol@fca.unesp.br
Tel: (14) 3811-7161
UNESP

OBRIGADO

"Quanto mais eu treino, mais eu tenho sorte.“ – Tiger Woods