You are on page 1of 2

** GAO = % LAJIR / % REC. DE VENDAS OU GAO = RESULT.

BRUTO / LAJIR

** GAF = % LPA / % LAJIR OU GAF = LAJIR / LDJAIR

** GAC = % LPA / % REC. VENDAS OU GAC = RES. BRUTO / LDJAIR

** GAT = GAO X GAF

** PONTO DE EQUILÍBRIO:

* PE$ = CF/MC > 3.600.000 / 0,62 = $ 5.806.451,61

* Peq = CF / (PVU - CU) > 3.600.000 / (100 - 38) = 25.065 PÇS


ONDE.:
CU = CUSTO TOTAL / QUANT VENDIDA > 6.840.000 / 180.000 = 38,00

** CUSTO MÉDIO PONDERADO DE CAPITAL (CMPC) – Passo-a-passo:

01) CÁLCULO DO CUSTO EFETIVO DA OPERAÇÃO 2770 ( *1)

02) CÁLCULO DO VLR DOS JUROS SEMESTRAIS:


JUROS: 100.000.000,00 X (0,14/2) = $ 7.000.000,00 SEMESTRAIS

03) CÁLC. DO VLR DA COMISSÃO DE REPASSE:


COMISSÃO: 1.000.000,00 X (0,02/2) = $ 1.000.000,00 SMESTRAIS

04) CUSTO EFETIVO ( TIR) - * 8.000.000,00 = JUROS + COMISSÃO

99.500.000 CHS G Cfo


8.000.000 G CFj
5 G Nj
108.000.000 G CFj
F IRR
= 8,1085% as
para aa:
[ (8,1085 + 1) 360/180 -1 ] x 100 = 16,87% aa
100 elevado

** Cálc. Do custo efetivo do emp. Em R$ (*2)


[ (1 + 4,5 ) x ( 1 + 16 ) - 1 ] x 100 = 21,22% aa
100 100

05) ajustes antes do ir: DEPOS DO IR:


EM R$ *1 16,87% aa 16,87 X ( 1- 0,25) = 12,65% aa
EM R$ *2 21,22%aa 21,22 x ( 1 - 0,25) = 15,92% aa
** GAF - 2º MÉTODO: SEGUNDO DANTE MATARAZZO:
GAF = RsA + ( RsA - CD ) X PE / PL
RsA
ONDE.:
RsA = LL OU LADA OU LUCRO OPE. / ATIVO = %
CD = ENCARGOS FIN. / PASSIVO EXIGÍVEL = %
PE/PL(*Ativo-passivo)

** Masakazu - GAF SEGUNDO PONTO DE VISTA DO RET DO CAP PRÓPRIO:


GAF = RET PL / RET. ATIVO

ONDE:
RET. PL = LL ou LADA/PL = %
RET. DO ATI = LDIRAJ/ATIVO = %

** CUSTO EFETIVO DA DÍVIDA - CÁLCULO DA TAXA MÁXIMA DE JUROS SOBRE EMPRÉSTIMOS (LIMITE DA TAXA
DE JUROS):
RETORNO SOBRE O ATIVO (DECIMAL) / 1 - ALÍQUOTA DO IR (DECIMAL) = %

BAUMOL:

ONDE.:
Nº de CONVERSÕES: Demanda de Caixa / VEC
Custo Total de Conversões: CC x Nºde Conv.
Saldo Médio de caixa: VEC/2
Custo total de Oportunidade: SMC x VEC
Custo Total de Adm do Caixa: Custos Totais de Conversão + Custos totais de oportunidade.

MULLER-ORR:

ONDE.:
Limite Superior = 3 x PR
Conversão para Títulos Negociáveis = Limite Superior - PR
Conversão de Títulos negociáveis para caixa = PR - Saldo de caixa

Capital de Giro Líquido - CGL - * AC - PC *


Índice de Liquidez Corrente - ILC - * AC/PC *
Índice de Liquidez Seca - ILS - * (AC-E)/PC *
Participação das Disponibilidades - PD - * DISPON/AC *
Participação das Contas a Receber - PCR - * Ctª a Receber/AC *
Participação do Estoques - PE - * E/AC *
Índice de Financiamento ou Endividamento - IF - * (Empréstimos + Financiamentos + Encargos Financeiros)/AC *
Capital de Giro Líquido? CGL = AC - PC OU CGL = PP - AP
Saldo em Tesouraria? ST = CGL - NCG OU ST = AF - PF
NCG: base no CICLO FINANCEIRO (Disp.Capital/Giro de Caixa) e Utilizando o BP reclassificado (Ativo Operacional - Passivo
Operacional)