You are on page 1of 33

NEOCLÁSSICO

1808- Vinda da família real portuguesa para o Brasil

http://www.passeiweb.com/saiba_mais/arte_cultura/galeria/debret/1
http://www.passeiweb.com/saiba_mais/arte_cultura/galeria/debret/1

“Desembarque da Imperatriz Leopoldina”, Debret, 1818

Ocorrem grandes alterações na sociedade:

Abertura dos portos; A instituição da imprensa; Novas escolas; A vinda de novos profissionais qualificados;

A chegada de novos materiais, inclusive produtos industrializados ingleses.

1816 - Vinda da Missão Artística Francesa

Contratação de artistas e artífices que pudessem ensinar aos brasileiros as novas manifestações artísticas européias, em uma “escola de ciências, artes e ofícios”.

Vieram para o Brasil Joaquim Lebreton, sete professores de arte, auxiliares e mestres artífices.

Castigo de escravo, Debret
Castigo de escravo, Debret
Morro de Santo Antônio, Taunay
Morro de Santo Antônio, Taunay

Jean Baptiste Debret , Nicolas Taunay : pintores Auguste Taunay: escultor Charles Pradier: gravador François Ovide: engenheiro mecânico Segismund Neukomm: músico e compositor Grandjean de Montigny: arquiteto

Primeira Praça do Comércio, Grandjean de Montigny, RJ, 1820. Atualmente Casa França-Brasil.

Tombamento-1938

Restauração-1984

Primeira Praça do Comércio , Grandjean de Montigny, RJ, 1820. Atualmente Casa França-Brasil. Tombamento-1938 Restauração-1984 Aquarela,
Aquarela, 1820
Aquarela, 1820
Primeira Praça do Comércio , Grandjean de Montigny, RJ, 1820. Atualmente Casa França-Brasil. Tombamento-1938 Restauração-1984 Aquarela,
Primeira Praça do Comércio , Grandjean de Montigny, RJ, 1820. Atualmente Casa França-Brasil. Tombamento-1938 Restauração-1984 Aquarela,
• O traçado regulador da fachada é ordenado com base no pentagrama inscrito em circunferência .
• O traçado regulador da fachada é ordenado com base no pentagrama inscrito em circunferência .

O traçado regulador da fachada é ordenado com base no pentagrama inscrito em circunferência.

“A composição com um corpo central valorizado e duas asas laterais mais ou menos longas tornou-se canônica na arquitetura brasileira subsequente.” Gustavo Rocha-Peixoto

• O traçado regulador da fachada é ordenado com base no pentagrama inscrito em circunferência .
• O traçado regulador da fachada é ordenado com base no pentagrama inscrito em circunferência .

Basílica de Maxêncio, Roma, 312.

Praça do Comércio, RJ, 1820.

Academia Imperial de Belas Artes , Grandjean de Montigny, 1826, RJ
Academia Imperial de Belas Artes , Grandjean de Montigny, 1826, RJ
Academia Imperial de Belas Artes , Grandjean de Montigny, 1826, RJ

Academia Imperial de Belas Artes, Grandjean de Montigny, 1826, RJ

Academia Real Militar, RJ

A Academia

 

teve

sua

sede

transferida, em 1812, para o Largo

de

São

Francisco

de

Paula,

ocupando

o

primeiro

prédio

construído no Brasil para abrigar a

Escola Politécnica(1874).

A Escola é considerada o berço da engenharia brasileira, funcionando ali até 1966.

Atualmente, o prédio está ocupado pelo Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ.

Academia Real Militar , RJ A Academia teve sua sede transferida, em 1812, para o Largo
Academia Real Militar , RJ A Academia teve sua sede transferida, em 1812, para o Largo
Academia Real Militar , RJ A Academia teve sua sede transferida, em 1812, para o Largo
Residência de verão de D.Pedro II , Petrópolis, 1845/62. Projeto original do engº. alemão Júlio Koeler,

Residência de verão de D.Pedro II, Petrópolis, 1845/62. Projeto original do engº. alemão Júlio Koeler, completado posteriormente pelos arq. Joaquim Guilhobel e José Maria Rebelo. Em 1943 tornou-se Museu Imperial.

Saguão Gabinete de D.Pedro II Sala de Estado

Saguão

Saguão Gabinete de D.Pedro II Sala de Estado

Gabinete de D.Pedro II

Saguão Gabinete de D.Pedro II Sala de Estado

Sala de Estado

Fatores de transformação da arquitetura no período:

Novas técnicas construtivas baseadas, sobretudo, no uso racional da alvenaria de tijolos;

A obtenção de maiores vãos possibilitava o equilíbrio com os cheios, dando às fachadas outros ritmos;

Uso da madeira passou a ser racionalizado, por exemplo , através do cálculo dos elementos estruturais;

Alterações legais nas normas de construção, tais como a proibição de lançar águas pluviais nas calçadas, o que definiu o uso de calhas nos beirais ou a substituição destes por platibandas.

Neoclássico em Recife

Hospital Pedro II, Recife, Mamede Ferreira, 1846 Hospital Lariboisière, Paris, Pierre Gauthier, 1839

Hospital Pedro II, Recife, Mamede Ferreira, 1846

Hospital Pedro II, Recife, Mamede Ferreira, 1846 Hospital Lariboisière, Paris, Pierre Gauthier, 1839
Hospital Pedro II, Recife, Mamede Ferreira, 1846 Hospital Lariboisière, Paris, Pierre Gauthier, 1839
Hospital Pedro II, Recife, Mamede Ferreira, 1846 Hospital Lariboisière, Paris, Pierre Gauthier, 1839
Hospital Pedro II, Recife, Mamede Ferreira, 1846 Hospital Lariboisière, Paris, Pierre Gauthier, 1839

Hospital Lariboisière,

Paris, Pierre Gauthier,

1839

Hospital Pedro II, Recife, Mamede Ferreira, 1846 Hospital Lariboisière, Paris, Pierre Gauthier, 1839
Teatro Santa Isabel , arq. Louis Lèger Vauthier, Recife, 1841-50
Teatro Santa Isabel , arq. Louis Lèger Vauthier, Recife, 1841-50
Teatro Santa Isabel , arq. Louis Lèger Vauthier, Recife, 1841-50
Teatro Santa Isabel , arq. Louis Lèger Vauthier, Recife, 1841-50

Teatro Santa Isabel, arq. Louis Lèger Vauthier, Recife, 1841-50

Solar Rodrigues Mendes, Vauthier, Recife, 1850 Atual Academia Pernambucana de Letras

Solar Rodrigues Mendes , Vauthier, Recife, 1850 Atual Academia Pernambucana de Letras
Solar Rodrigues Mendes , Vauthier, Recife, 1850 Atual Academia Pernambucana de Letras
Solar Rodrigues Mendes , Vauthier, Recife, 1850 Atual Academia Pernambucana de Letras

Neoclássico no Rio Grande do Sul

ALGUNS FATOS IMPORTANTES

1809- Definição de 4 municípios no RS com administração local:

Rio Grande Porto Alegre Rio Pardo Santo Antônio da Patrulha

ALGUNS FATOS IMPORTANTES 1809- Definição de 4 municípios no RS com administração local : Rio Grande

ALGUNS FATOS IMPORTANTES

1822- D. Pedro I declara a Independência do Brasil

“Independência ou morte” (Grito do Ipiranga), Pedro Américo, 1888

1830- Implementação de uma política abolicionista progressiva que começou com a suspensão do tráfico negreiro

1835-45- A Revolução Farroupilha

1)

Relacionada:

2)

1)às reivindicações ligadas ao baixo preço do charque, alto preço do sal e à concorrência dos charqueadores platinos que já haviam adotado a mão-de- obra livre.

3)

2) ao descontentamento dos rio- grandenses que queriam obter o

monopólio do fornecimento do charque.

“Batalha dos Farrapos”, Wasth Rodrigues

ALGUNS FATOS IMPORTANTES

Segue um período de conturbações nos núcleos urbanos e os presidentes-provinciais fazem uma série de reivindicações:

prioridade para a construção de cadeias e quartéis; melhoria do aparato administrativo; construção de escolas, hospitais e igrejas condizentes com o Estado em afirmação.

Reconstrução da Província (1845-50)

As

grandes

dificuldades

econômicas se refletiram na

contenção

públicas

das

que

obras

se

concentraram nas reformas dos prédios religiosos e na

construção

de

estradas.

pontes

e

Reconstrução da Província (1845-50) As grandes dificuldades econômicas se refletiram na contenção públicas das que obras

Técnicos estrangeiros

Os alemães começam a trabalhar nos empreendimentos civis, quebrando a hegemonia dos técnicos portugueses, devido à declaração da Independência e do fluxo imigrantista a partir

de1824.

Os nomes mais proeminentes foram:

- Eng. arq. Georg Theodor von Normann (1818-62) - Eng. arq. Friedrich Heydtmann (1802-76)

CASA DE CÂMARA E CADEIA, Cachoeira do Sul,1861-64 Foi uma das Casas de Câmara e Cadeia
CASA DE CÂMARA E CADEIA, Cachoeira do Sul,1861-64 Foi uma das Casas de Câmara e Cadeia

CASA DE CÂMARA E CADEIA, Cachoeira do Sul,1861-64

Foi uma das Casas de Câmara e Cadeia construídas pelo Estado a fim de assegurar as autoridades constituídas.

Mercado Público, POA Primeiro Mercado, 1842-44 Atual, 1869, Eng.F. Heydtmann Ampliação, 1910-14 Tombamento Municipal, 1979 Restauração, 1991-97

Mercado Público, POA Primeiro Mercado, 1842-44 Atual, 1869, Eng.F. Heydtmann Ampliação, 1910-14 Tombamento Municipal, 1979 Restauração,
Mercado Público, POA Primeiro Mercado, 1842-44 Atual, 1869, Eng.F. Heydtmann Ampliação, 1910-14 Tombamento Municipal, 1979 Restauração,
Mercado Público, POA Primeiro Mercado, 1842-44 Atual, 1869, Eng.F. Heydtmann Ampliação, 1910-14 Tombamento Municipal, 1979 Restauração,

A restauração do Mercado buscou:

- - O resgate da qualidade estética e da história do edifício; - - A otimização de seu potencial de abastecimento; - - O reconhecimento de seus espaços de sociabilidade, manifestações culturais e comunitárias e de seu importante papel na identidade da cidade.

A restauração do Mercado buscou: - - O resgate da qualidade estética e da história do
A restauração do Mercado buscou: - - O resgate da qualidade estética e da história do
A restauração do Mercado buscou: - - O resgate da qualidade estética e da história do
Mercado Público, Pelotas Manoel Itaqui Construção, 1847-53 Reforma,1911-14
Mercado Público, Pelotas Manoel Itaqui Construção, 1847-53 Reforma,1911-14
Mercado Público, Pelotas Manoel Itaqui Construção, 1847-53 Reforma,1911-14

Mercado Público, Pelotas Manoel Itaqui Construção, 1847-53

Reforma,1911-14

Mercado Público, Pelotas Manoel Itaqui Construção, 1847-53 Reforma,1911-14

Teatro São Pedro , Porto Alegre, 1858, Phillip von Normann

Teatro São Pedro ( 1858) e Tribunal e Tesouro do Estado (1875), Projeto do arq. Normann,
Teatro São Pedro ( 1858) e Tribunal e Tesouro do Estado (1875), Projeto do arq. Normann,

Teatro São Pedro (1858) e Tribunal e Tesouro do Estado (1875), Projeto do arq. Normann, POA

Teatro São Pedro ( 1858) e Tribunal e Tesouro do Estado (1875), Projeto do arq. Normann,
Teatro São Pedro ( 1858) e Tribunal e Tesouro do Estado (1875), Projeto do arq. Normann,
Palácio Provisório do Governo “Forte Apache” , 1857 Eng. militar Francisco Nunes de Miranda Tombado pelo

Palácio Provisório do Governo

“Forte Apache”, 1857 Eng. militar Francisco Nunes de Miranda Tombado pelo Estado, 1987 Restauração, 1999-2002, por Ediolanda Liedke

Palácio Provisório do Governo “Forte Apache” , 1857 Eng. militar Francisco Nunes de Miranda Tombado pelo
Palácio Provisório do Governo “Forte Apache” , 1857 Eng. militar Francisco Nunes de Miranda Tombado pelo

Antiga Alfândega de Rio Grande, Arq. Augusto Landgraf (ou Eng. Francisco Nunes de Miranda). Rio Grande, 1875

Antiga Alfândega de Rio Grande , Arq. Augusto Landgraf (ou Eng. Francisco Nunes de Miranda). Rio
Antiga Alfândega de Rio Grande , Arq. Augusto Landgraf (ou Eng. Francisco Nunes de Miranda). Rio
Antiga Alfândega de Rio Grande , Arq. Augusto Landgraf (ou Eng. Francisco Nunes de Miranda). Rio
que tivessem desvio de conduta.
que tivessem desvio de conduta.
que tivessem desvio de conduta. Hospital Pedro ,1884, Pereira Psiquiátrico POA, Álvaro São Nunes CHEUÍCHE, Edson.

Hospital

Pedro,1884,

Pereira

Psiquiátrico

POA,

Álvaro

São

Nunes

que tivessem desvio de conduta. Hospital Pedro ,1884, Pereira Psiquiátrico POA, Álvaro São Nunes CHEUÍCHE, Edson.
CHEUÍCHE, Edson. Revista de Psiquiatria do RS,26'(2): 119-120, mai./ago. 2004
CHEUÍCHE, Edson. Revista de Psiquiatria do RS,26'(2): 119-120, mai./ago. 2004

O projeto de construção do “asilo de alienados” fez parte do processo de saneamento social da cidade, deslocando para o subúrbio todos os que tivessem desvio de conduta. A área, arborizada, rica em água potável e ar puro, era considerada ideal para a terapêutica laboral e a segregação social da loucura.

N.S.DAS DORES, 1807/1903 Manoel Martins da Silva Tombada, IPHAN, 1938 SÃO FRANCISCO DE PAULA Pelotas, 1826,

N.S.DAS DORES, 1807/1903 Manoel Martins da Silva Tombada, IPHAN, 1938

N.S.DAS DORES, 1807/1903 Manoel Martins da Silva Tombada, IPHAN, 1938 SÃO FRANCISCO DE PAULA Pelotas, 1826,
N.S.DAS DORES, 1807/1903 Manoel Martins da Silva Tombada, IPHAN, 1938 SÃO FRANCISCO DE PAULA Pelotas, 1826,

SÃO FRANCISCO DE PAULA

Pelotas, 1826, Cripta e cúpula: arq. Victorino Zani

Pinturas internas: Locatelli e Sessa

N.S.DAS DORES, 1807/1903 Manoel Martins da Silva Tombada, IPHAN, 1938 SÃO FRANCISCO DE PAULA Pelotas, 1826,
SOLAR DA BARONESA Pelotas, séc. XIX SOLAR DOS CÂMARA , 1818-24, POA Residência de porão alto,

SOLAR DA BARONESA

Pelotas, séc. XIX

SOLAR DA BARONESA Pelotas, séc. XIX SOLAR DOS CÂMARA , 1818-24, POA Residência de porão alto,
SOLAR DA BARONESA Pelotas, séc. XIX SOLAR DOS CÂMARA , 1818-24, POA Residência de porão alto,

SOLAR DOS CÂMARA, 1818-24, POA Residência de porão alto, inicialmente colonial com acréscimo da platibanda Tombado, IPHAN, 1963 Restauração, 1988-93

SOLAR DA BARONESA Pelotas, séc. XIX SOLAR DOS CÂMARA , 1818-24, POA Residência de porão alto,

Related Interests