You are on page 1of 17

Afinidade um dos poucos sentimentos

que resistem ao tempo e ao depois...

A afinidade, no o mais brilhante,


mas o mais sutil, delicado e penetrante
dos sentimentos.

o mais independente tambm,..

No importa o tempo, a ausncia,


os adiantamentos, as distncias,
as impossibilidades...

Quando h afinidade qualquer reencontro


retorna a relao, o dilogo, a conversa, o afeto,
no exato ponto em que foi interrompido.

Ter afinidade muito raro,


mas quando existe no precisa de cdigos
verbais para se manifestar.

Existia antes do conhecimento, irradia durante,


e permanece depois que as pessoas
deixaram de estar juntos.

Afinidade ficar longe, pensando parecido,


pensando nos mesmos fatos que impressionam,
comovem ou imobilizam...

receber o que vem do outro,


com aceitao anterior
ao entendimento.

Afinidade sentir com, no sentir contra,


nem sentir para, nem sentir por,
nem sentir pelo..

Sentir com, no ter necessidade


de explicar o que est sentindo,
olhar e perceber.

mais calar do que falar,


jamais explicar, apenas afirmar.

Afinidade ter perdas semelhantes,


e iguais esperanas...

conversar no silncio,
tanto das possibilidades exercidas,
quanto nas impossibilidades vividas.

Afinidade retomar a relao no ponto que parou,


sem lamentar o tempo da separao,
porque tempo e separao nunca existiram,
foram apenas oportunidades dadas
ou tiradas pela vida.

Texto Artur da Tvora


Msica Confisso
Eduardo Lages
Formatao Amlia Soares
ameliasoares-55@hotmail.com