You are on page 1of 1

A semente sagrada

Um dia, Deus pegou em uma semente, e a entregou a um servo de luz, para que a semeasse no meio de espinhos. O ente de luz assim fez, e a semeou com o maior carinho.

Essa semente germinou, e dela nasceu uma pequena rvore, que prosperou, cresceu e criou razes. Mas essa rvore por ser to bela, e com frutos to saborosos, no teve um crescimento fcil; foi invejada, amaldioada, copiada at. Seus frutos foram jogados no cho, tentaram mat-la sede, queim-la, cort-la e tudo o mais. Mas de nada adiantou, pois ela continua a crescer; seus ramos esto mais fortes, e seus frutos mais suculentos. Suas razes atravessaram o globo, e por todo o lado crescem rebentos seus. na verdade, uma rvore abenoada por Deus.

E apesar de seus inimigos serem cada vez mais numerosos, continua a alimentar com seus frutos, quem a procura em busca de ajuda, e de alimento. Deste feito, tamanha a sua grandeza, que no h como neg-lo, e agradecer a Deus pelo dia em que foi semeada nesta terra, essa semente sagrada chamada Umbanda.

Lisboa, 23 de Outubro de 2009 Paulo Loureno Ramiro de Kali